Início / Arquivos de tag:

Arquivos de tag:

Descida para o litoral tem trânsito lento em São Paulo

Imigrantes, Anchieta, Rio-Santos e Manoel da Nóbrega registram congestionamento

Renato Ghelfi, O Estado de S.Paulo

As rodovias paulistas que levam ao litoral têm tráfego intenso neste sábado, 29. A Rodovia dos Imigrantes, uma das principais vias de acesso às praias de São Paulo, tem lentidão do km 36 ao km 43, segundo a Ecovias, empresa responsável pela administração da estrada. Já a Anchieta tem tráfego apenas na praça de pedágio do km 31. Nessas estradas funciona a Operação Descida, que libera mais pistas para a descida ao litoral.

Na Rio-Santos, o trânsito de veículos também é intenso, de acordo com o DER-SP. No trecho que vai de São Sebastião a Ubatuba, há lentidão nos dois sentidos. Também é registrado congestionamento nas duas direções entre Guarujá e São Sebastião.

Na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, encontra tráfego intenso quem passa pela área de Praia Grande e Mongaguá, sentido Peruíbe. O motorista que vai em direção à Praia Grande, por outro lado, encontra boas condições na estrada.

Na Rodovia Oswaldo Cruz, há congestionamento no sentido Ubatuba, do km 78 ao km 85. Na Raposo Tavares, o tráfego era intenso entre São Paulo e Cotia, nos dois sentidos.

Vidente Carlinhos prevê terremotos em São Paulo e catástrofe para Peruíbe

O vidente Carlinhos, conhecido por fazer previsões assertivas de famosos e catástrofes mundiais, revelou para o Programa Up em 2017, apresentado por Rufis Jr, que haveria um terremoto na Avenida Paulista.

Do News Rondônia

Mais uma vez, o vidente Carlinhos, faz previsões certeiras. Dessa vez, em entrevista apresentado por Rufis Jr, o místico, revelou que a Avenida Paulista sofreria um tremor.

Hoje, às 11 horas da manhã, houve um terremoto de 6,8 graus foi registrado na Bolívia, que foi sentido na principal avenida, na capital paulista.

Alguns prédios na região da avenida Paulista foram esvaziados, não há dados sobre mortos e feridos.

Carlinhos ainda alerta que o estado de São Paulo, sofrerá, catástrofes nas cidades de : Osasco, Peruíbe, Carapicuíba, Jandira e uma parte de Campinas.

Confira o vídeo:

Bebê com cardiopatia nasce em São Paulo. Itanhaém tem caso semelhante

O parto de José Henrique foi realizado no Hospital das Clínicas

Suelen espera que filho consiga ser operado (Foto: Arquivo Pessoal)

Gustavo T. de Miranda, em A Tribuna

Alívio para uns, apreensão para outros. A dona de casa Suelen Alcântara Rodrigues Duarte, de Praia Grande, deu a luz, nesta quarta-feira (21), ao pequeno José Henrique no Hospital das Clínicas, em São Paulo. O parto era aguardado com apreensão porque o bebê tem cardiopatia congênita (malformação no coração) e precisa ser operado para sobreviver.

O nascimento aconteceu dois dias depois de Suelen, de 28 anos, ter sido transferida do Hospital Irmã Dulce para a unidade na Capital. José Henrique nasceu em um parto norma, com 3,220 quilos e medindo robustos 49 centímetros. Ainda assim, o bebê deve passar por cirurgia de correção no seu coraçãozinho.

Leia mais em: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/cidades/bebe-com-cardiopatia-nasce-em-sao-paulo/?cHash=0523a0fa4417181dc15837f5650274de

Coro da IBCSA faz apresentação especial de Páscoa hoje, 14

Foto: Musical poderá ser acompanhado pela internet, ao vivo.

Da Redação

O grupo coral da Igreja Batista Central de Santo Amaro (IBCSA) irá se apresentar no culto comemorativo de Páscoa que acontece hoje, sexta-feira, 14, no templo da própria igreja, a partir das 19hs.

A apresentação contará com trechos do musical Experiência com Deus, de Gary Rhodes, Claire Cloninger e Henry Blackaby, que conta a história do Cristo a partir de uma premissa contemporânea de experiência com o Criador.

O destaque fica para o trecho da cantata que tem por título “Abba, Pai”, que reúne narração, coro de crianças, coro adulto e solo do tenor Washington Luiz de Paula (foto), que se desloca de Peruíbe para são Paulo especialmente para a participação no evento.

A regência principal estará a cargo do pastor Waldir Esteves Barbosa e auxiliares, com apoio técnico-musical da pianista Beatriz Blois de Araújo.

A Igreja Batista Central de Santo Amaro é dirigida pelo pastor Jairo Carlos de Castro Ribeiro, e fica à Rua Cerqueira César, 248, Santo Amaro, São Paulo, Capital. O culto também pode ser acompanhado pela internet através do Canal Central do Youtube, clicando aqui, a partir das 19hs.

Rodrigo Bocardi fará reportagem sobre problemas de São Paulo no “Bom Dia SP”

Rodrigo Bocardi comanda o “Bom Dia SP”

Da Redação do RD1

Rodrigo Bocardi terá jornada dupla na edição do dia 25 de janeiro do “Bom Dia SP“, data em que a capital paulista comemora 463 anos de sua fundação. Além de apresentar, ele relembrará seus tempos de reportagem em um tour por pontos representativos da cidade.

Longe do tom comemorativo, Bocardi falará na matéria especial dos diversos problemas urbanos que assolam São Paulo, como as péssimas estruturas de calçadas, a poluição dos rios, a malha viária e a arborização. Ele já teve experiências como repórter no início da carreira, na Globo e na Band.

As entradas desta edição também serão diferenciadas. Rodrigo deverá passar longe do estúdio na Marginal Pinheiro e fazer chamadas diretamente da ponte Cidade Jardim, Avenida Santo Amaro, Rua Frederico Alvarenga e Estação da Luz.

O aniversário de São Paulo também ganhará atenção especial no “SPTV 1ª Edição”. A partir do dia 23 (segunda-feira), o jornalístico trará uma série de reportagens sobre as primeiras construções da cidade, além de uma projeção de como ela estará em 2020.

Multirão Mário Covas chega ao Largo do Piraporinha, em São Paulo

Programa será realizado na região do M´Boi Mirim, no próximo domingo (15)

Da Assessoria

Os munícipes de M´Boi Mirim receberão o Programa Calçada Nova – Mutirão Mário Covas no Largo Piraporinha, no próximo domingo (15). O projeto, que tem como objetivo recuperar as calçadas da cidade de São Paulo, junto à população, será realizado pela segunda vez desde o início da gestão João Dória.

No último domingo (8), o Mutirão deu o pontapé inicial na região do Itaim Paulista. Cerca de 64 funcionários de empresas, que prestam serviços a gestão municipal, e outros 30 funcionários da prefeitura regional de Itaim Paulista trabalharam no movimento.

No que diz respeito ao Largo do Piraporinha, o programa irá identificar as necessidades dos munícipes e promover melhorias nas necessidades levantadas pela prefeitura regional M´Boi Mirim. São elas: limpeza e troca de tampas de bocas-de-lobo; hidrojato; pintura de guias e postes; pintura de muros da casa de cultura; canteiro próximo ao muro do sacolão; capina de calçadas; capinação e poda de árvores do canteiro central; poda de árvores no entorno; limpeza de pontos viciados de lixo seco; limpeza de embocaduras dos córregos; contato com a Ecourbis em relação ao lixo domiciliar; tapa-buracos; manutenção e consertos de guias, sarjetas e sarjetões; e manutenção do passeio público.

Itaim Paulista (Capital) recebe o primeiro Mutirão Mário Covas

Programa tem como principal objetivo a recuperação das calçadas na cidade

Secretário de Prefeituras Regionais, o vice-prefeito Bruno Covas faz questão de estar presente em cada ato do programa de limpeza urbana que leva o nome de seu avô, Mário Covas, que foi prefeito de São Paulo e governador do Estado.

Da Assessoria

Neste domingo (8) foi dada a largada ao novo programa da Prefeitura “Calçada Nova”, que fará parte do Mutirão Mário Covas. A região escolhida para inaugurar o projeto foi o Itaim Paulista, local onde o ex-prefeito Mário Covas começou o seu programa de mutirões.

Além das obras nas calçadas das ruas Inocêncio Preto Moreira, Rio Contagem, Timóteo Correia de Góes e Diogo de Gouvêia Osório, o mutirão envolveu toda a área do Parque Santa Amélia com ações como, corte de mato, conservação de pavimento, instalação de guias rebaixadas e ainda, operação cata-bagulho.

“Queremos envolver a comunidade para ser nossa parceira nesse programa de calçadas, em especial fora dos eixos estratégicos”, explicou o Secretário das Prefeituras Regionais e vice-prefeito Bruno Covas. Apesar de o programa “Calçada Nova” ter começado em uma área pública, a ideia é que sejam contempladas áreas privadas, onde a Prefeitura entrará com a capacitação, parceiros privados com recursos e a população com a mão de obra.

Nesta primeira edição o mutirão contou com 64 funcionários de empresas que prestam serviço à Prefeitura e outros 30 funcionários da Prefeitura Regional Itaim Paulista. O programa acontecerá regularmente, começando nas periferias e indo para a região central. “Vamos trazer todo mundo e vamos enfrentar esse problema”, disse Bruno Covas.

O Programa Mutirão Mário Covas será coordenado pela Secretaria Municipal das Prefeituras Regionais.

 Fotos: Giovanna Castelano

Prefeitura Regional Santo Amaro reutiliza decoração natalina no calçadão da Praça Floriano Peixoto

Da Assessoria

As mudas de Poinsétia, também conhecida como bico-de-papagaio, flor-do-natal ou estrela-do-natal foram plantadas no canteiro lateral da Praça Floriano Peixoto

Nesta quarta-feira, 04.01.2017, foi realizado o plantio de diversas mudas de plantas utilizadas na decoração natalina do prédio da Prefeitura Regional no mês durante o evento Natal Iluminado.

As mudas foram plantadas no canteiro lateral da Praça Floriano Peixoto, visando um ambiente agradável a todos que transitam pela região de Santo Amaro.

As mudas foram doadas pela Associação Comercial São Paulo Distrital Sul

Em São Paulo, Prefeituras Regionais substituem antigas subprefeituras

Com o início da nova gestão da Prefeitura de São Paulo, as antigas subprefeituras passam a se chamar Prefeituras Regionais.

Bruno Covas, do PSDB
Neto do ex-governador Mário Covas, o deputado federal Bruno Covas é vice-prefeito eleito de São Paulo e secretário das prefeituras regionais.

Da Assessoria

Com o início da nova gestão da Prefeitura de São Paulo, as antigas subprefeituras passam a se chamar Prefeituras Regionais. Mas não é só a nomenclatura que foi alterada. O Secretário e vice-Prefeito da cidade, Bruno Covas, explica o que mudou, quais serão as novas atribuições e como foi a escolha dos novos Prefeitos Regionais.

Por que alterar subprefeituras para Prefeituras Regionais?

Bruno Covas: A mudança feita pelo Prefeito João Doria tem diversos motivos. Um deles, como bem observado pelo prefeito, é que quando você fala subprefeito e subprefeitura, você também traduz isso como subpovo, subbairro e suborçamento, o que definitivamente não queremos.

Algo a mais muda ou só a nomenclatura?

BC: As Prefeituras Regionais passam, a partir de agora, a serem polos descentralizados de gestão. A ideia é dar mais autonomia aos prefeitos regionais, com mais eficiência e consequentemente maior capilaridade nos bairros de São Paulo. Com isso e, obviamente, com bons gestores, pretendemos melhorar muito a urbanidade, a zeladoria e todos os serviços sociais na ponta.

E como foram escolhidos os novos prefeitos regionais?

BC: A escolha pelos nomes dos novos Prefeitos Regionais passou por alguns critérios. São eles: não estar enquadrado na lei de ficha suja, ter formação acadêmica, comprometimento com as metas que serão estabelecidas para cada prefeitura regional, capacidade de se relacionar com a comunidade e relação com a região que será prefeito. Este último ponto, inclusive, é fundamental para agilizar a facilitar o nosso trabalho, uma vez que alguém que já tem contato com determinada região, pode, na maioria dos casos, atuar com mais propriedade.

Todos os nomes já foram definidos? Haverá alguma alteração na configuração das prefeituras regionais?

BC: Sim, todos os prefeitos regionais foram definidos no ano passado e já estão trabalhando desde cedo do primeiro dia útil de janeiro. Todos fizeram uma transição tranquila e pacífica com seus antecessores. Inclusive, eles já estão no mesmo ritmo do prefeito João Doria, começando cedo e terminando tarde.

Haverá alguma nova configuração e/ou aumento nas novas Prefeituras Regionais?

BC: Por enquanto, manteremos as 32 Prefeituras Regionais no mesmo formato que era na gestão anterior. Ao longo do tempo, vamos avaliar se há necessidade de mudanças ou de aumento no número de prefeituras regionais.

Prefeitura inicia programa de zeladoria, “São Paulo Cidade Linda”

Com o objetivo de revitalizar áreas degradadas da cidade, a Prefeitura deu início, no primeiro dia útil do ano (02/01), às 6 horas da manhã, ao programa São Paulo Cidade Linda.

Imagem do post
Vice-prefeito e Secretário das Prefeituras Regionais, Bruno Covas (centro) arregaça as mangas para buscar uma São Paulo mais limpa

Da Assessoria

A ação, que será coordenada pela Secretaria de Prefeituras Regionais e começou na Avenida 9 de julho, contempla serviços como manutenção de logradouros, conservação de galerias, conservação de pavimentos, retirada de faixas e cartazes, limpeza de monumentos, recuperação de praças e canteiros, poda de árvores, manutenção de iluminação pública, reparo de sinalização de trânsito, troca de lixeiras, reparo de calçadas, entre outros serviços.

Os trabalhos serão regulares e contínuos nos próximos quatro anos. No primeiro dia, o prefeito e todos os secretários se vestiram de gari, para apoiar os trabalhadores da limpeza e demonstrar a importância do engajamento dos servidores.

“Estou aqui na Avenida 9 de Julho, junto com o prefeito e os demais secretários para mostrar que vamos cuidar da cidade a partir de hoje. A população já vai começar a notar a diferença no modo de governar do prefeito João Doria”, afirmou o vice-prefeito e Secretário de Prefeituras Regionais, Bruno Covas.

A iniciativa na região da Avenida 9 de Julho será realizada até a próxima quarta-feira (4) e contará com o serviço de 1.291 pessoas e com a utilização de 176 equipamentos, entre caminhões, varredeiras mecânicas e triciclos.

Programação

O Cidade Linda continua em janeiro na Avenida Paulista (nos dias 7 e 8), na Avenida 23 de Maio (nos dias 14 e 15), Avenida Santo Amaro (nos dias 21 e 22) e Avenida Tiradentes (nos dias 28 e 29).

Em fevereiro, é a vez da Avenida Mateo Bei (nos dias 4 e 5), Avenida Ipiranga e Avenida São Luis (nos dias 11 e 12), Centro Histórico (Praça da Sé, Líbero Badaró e Pateo do Colégio, nos dias 18 e 19) e Avenida Cruzeiro do Sul (nos dias 25 e 26).

Bruno Covas chamou a população para ajudar no projeto. “Todos podem ajudar sendo voluntários da varrição e, acima de tudo, ajudando a manter a cidade limpa, a cidade linda”, disse.

Todas as ações contarão com apoio das pastas de Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Obras, Transportes e Mobilidade, Segurança Urbana e Verde e Meio Ambiente.

Bruno Covas anuncia primeiros 20 prefeitos regionais da gestão Doria

Lista inclui advogados, jornalistas, policiais, etc.Vice-prefeito eleito pediu minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente com voo da Chapecoense.

Anúncio de 20 prefeitos regionais (Foto: Márcio Pinho/G1)
Anúncio de 20 prefeitos regionais (Foto: Márcio Pinho/G1)

Por Márcio Pinho, G1 São Paulo

O vice-prefeito eleito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (1º) os 20 primeiros prefeitos regionais que vão compor a equipe de João Doria. Na lista, há policiais, jornalistas, bacharéis em Direito, etc.

O evento começou às 11h20, quando Bruno Covas pediu um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente aéreo com o voo da Chapecoense.

⁠⁠⁠Bruno Covas será o secretário de Prefeituras Regionais. O prefeito eleito João Doria não participou do anúncio.

Lista de prefeitos regionais:

Aricanduva – Luiz Carlos Frigerio é arquiteto concursado da Prefeitura de São Paulo, onde atuou dentre outras áreas na Subprefeitura da Vila Maria. Foi assessor especial do prefeito Mário Covas, com quem trabalhou tambpem no Senado e no governo do estado. Também foi superintendente da Fiscalização de Transportes da ARTESP, onde hoje é assistente de Diretoria de Planejamento e Logística.

Butantã – Paulo Vítor Sapienza, consultor e bacharel em Direito, com especialização em direito e ciências políticas. Foi coordenador do SOS Criança no governo Mário Covas e diretor da divisão norte da Secretaria Estadual de Ação Social, além de assessor parlamentar e chefe de gabinete na Assembleia Legislativa.

Cidade Ademar – Júlio Carreiro, químico com especialização em gestão ambiental, professor universitário e voluntário em projetos sociais, foi diretor do Parque Raposo Tavares e gerente de projetos de políticas públicas na Fundação Prefeito Faria Lima – CEPAM. Atualmente é assistente técnico na diretoria de Gestão da Cetesb.

Cidade Tiradentes – Oziel Evangelista de Souza é bacharel em Sociologia e Política. Foi diretor da Casa de Cultura de Cidade Tiradentes, assessor da subprefeitura e atuou na realização das eleições dos conselhos municipais de Saúde, Juventude e Habitação. Trabalha na organização social Catavento Cultural e Educacional, onde é responsável pela implementação do projeto Fábricas de Cultura na Zona Leste.

Guaianases – Antonio Eduardo dos Santos, o Chiquinho 90, advogado com pós-graduação em gestão pública, mora no bairro há 54 anos. Foi coordenador do Programa Parceiros do Futuro na Secretaria Estadual da Educação e coordenador de Assistência e Desenvolvimento Social da Subprefeitura de Guaianases. Hoje trabalha na Casa Civil do Governo de São Paulo.

Itaim Paulista – José Denycio Pontes Agostinho, economista e empresário, atuou no movimento de emancipação política de Itaim Paulista. Foi vereador em São Paulo, secretário de várias pastas em Tangará da Serra (MT), e assistente técnico da Administração Regional de São Miguel Paulista.

Jaçanã – Alexandre Baptista Pires, formado em publicidade com pós-graduação em gestão pública e especialização em marketing político, é sócio proprietário da agência de publicidade “Elege”. Foi assessor na Câmara Municipal de São Paulo e presidente fundador do Rotaract Jaçanã.

Lapa – Carlos Fernandes, administrador de empresas, foi subprefeito da Lapa, empresário do setor gráfico, superintendente de transporte público da SPtrans, onde dirigiu o grupo de combate à fraude no Bilhete Único. Foi secretário-adjunto de Gestão do Estado e coordenou a criação de 35 unidades do Poupatempo. É coordenador de Tecnologia da Informação na Secretaria da Agricultura.

M’Boi Mirim – Rita de Cássia Corrêa Madureira, é formada em Serviço Social, com diversos cursos de especialização. Têm 40 anos de experiência na área de habitação popular, tendo atuado nos programa Guarapiranga e Mananciais, dentre outros projetos. Atualmente trabalha na Camargo Corrêa, onde responde pela ação social das obras de canalização do Córrego Ponte Baixa.

Penha – Jurandir Junqueira Junior, consultor e major da reserva da PM, condecorado com a Medalha de Mérito Pessoal Grau Máximo, é bacharel em Ciências Policiais da Segurança e Ordem Pública pela Academia do Barro Branco. Tem pós-graduação em Ouvidoria Pública e Privada e diversos cursos de especialização. Foi assessor especial da presidência da São Paulo Turismo.

Perus – Eduardo Cerveira Rosmaninho, administrador de empresas, é empresário com ampla experiência comercial no bairro há mais de duas décadas e forte atuação na Associação Comercial de São Paulo. Foi presidente da Sociedade de Amigos da Vila Jaguara por 10 anos.

Pinheiros – Paulo Mathias é formado em Gestão Pública. Foi presidente da Juventude do PSDB por duas gestões e coordenador do Programa Escola da Família da Secretaria Estadual de Educação. Foi candidato a deputado estadual em 2014 e um dos coordenadores da campanha de João Dória à Prefeitura.

Pirituba – Ivan Lima, engenheiro pós-graduado em administração, é consultor e professor universitário, com larga atuação na área de logística de empresas privadas. Foi engenheiro da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras e da EMAE. Hoje atua na Companhia Paulista de Obras e Serviços. Militante negro, foi presidente da Escola de Samba Prova de Fogo de Pirituba.

Santana – Rosmary Corrêa, delegada de polícia aposentada, implantou a primeira Delegacia de Defesa da Mulher no mundo, foi deputada estadual por quatro mandatos, secretária da Criança, Família e Bem -Estar Social e subsecretária de Assuntos Parlamentares do Governo de São Paulo. É presidente do Conselho Estadual da Condição Feminina.

Santo Amaro – Roberto Arantes Filho, bacharel em Direito, com MBA em Gestão. Foi chege de gabinete e coordenador de Relações Institucionais na Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, onde está desde 1996. Coordenou o projeto de veículo leve sobre trilhos (VLT) na Baixada Santista e os serviços de mobilidade da Copa do Mundo em 2014.

São Mateus – Fernando Elias Alves de Melo, técnico em edificações e engenheiro civil, começou como estagiário de engenharia na subprefeitura de São Mateus, onde foi engenheiro, coordenador de Planejamento e Desenvolvimento Urbano e subprefeito. Também atuou como engenheiro da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras.

São Miguel – Edson Marques, é jornalista, com mestrado em Comunicação e Tecnologias Educativas e pós-graduação em Comunicação Jornalística. Foi coordenador-geral do Gabinete da Administração Regional de Itaquera e chefe de gabinete na Subprefeitura de São Miguel. Integrou os quadros da CDHU, onde coordenou o Programa Paulista de Mutirões. É assessor parlamentar na Assembleia Legislativa.

Sapopemba – Benedito Gonçalves Pereira, bacharel em administração, ciências contábeis, direito e história, é contador na Prefeitura, com 37 anos de experiência e atuação em diversos órgãos municipais, dentre eles as secretarias de Abastecimento e de Administrações Regionais, além do Tribunal de Contas do Município.

Sé – Eduardo Odloak é técnico em edificações, administrador, com especialização em marketing. Foi subprefeito da Mooca e presidente do Conselho Estadual da Juventude. Atualmente é assessor da Presidência da EMPLASA, onde coordenou a agenda Metropolitana.

Vila Mariana – Benedito Mascarenhas Louzeiro, é jornalista e servidor da Universidade Federal de São Paulo. Trabalhou no Ministério da Educação, na Casa Civil do governo estadual e atualmente é coordenador da Assessoria de Relações Institucionais da Secretaria Estadual de Educação.

Mãe de Paulão, D. Eusa, morre, aos 84 anos de idade

Da Redação

Faleceu esta madrugada, em Peruíbe, aos 84 anos de idade, D. Eusa Menezes Siqueira, progenitora de Paulo Henrique Siqueira (Paulão).

Segundo Paulão, que estava em São Paulo e está descendo para cuidar os preparativos, sua mãe deverá ser sepultada no jazigo da família, no Cemitério da Paz, na Capital.

Assim que tivermos maiores detalhes, informaremos aos nossos leitores.

Aqui o povo de Deus está sempre junto! – IBCSA

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia, por um investimento a partir de R$ 6,00 mensais! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Teatro de SP fecha as portas menos de um ano após reforma de milhões

Teatro Paulo Eiró, em Santo Amaro, passou por reforma de R$ 14 milhões. Casa está com problema elétrico e fechou temporariamente.

Do G1 São Paulo

O Teatro Paulo Eiró, na região de Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo, voltou a fechar as portas. Menos de um ano depois de passar por uma reforma que durou quatro anos e custou mais de R$ 14 milhões de reais, a casa de espetáculos teve de encerrar novamente suas atividades, desta vez por conta de um problema elétrico.

Na entrada do teatro, um cartaz ainda mostra a programação do mês de maio, quando aconteceu a última apresentação no local. Ao lado, um aviso diz que “após sucessivas quedas de energia na cabine de força as atividades foram suspensas durante o mês de junho”. No entanto, nesta sexta-feira, 29 de julho, a casa seguia fechada.

De acordo com o informativo, a programação do teatro retornará assim que o problema for resolvido. Por telefone, um funcionário afirmou ao SPTV que o conserto ainda não foi feito e não há nem previsão para que ele seja realizado. “Não. A previsão é assim… eles tão vendo pra arrumar. Assim que arrumar, vai voltar de novo”, disse ele.

A aposentada Rachel Amadeu mora na região e pensava em levar o neto no teatro para aproveitar o último final de semana das férias escolares. O programa, porém, terá que ser alterado. “É um judiação porque eu acho que a cultura faz parte da educação. Não só pra criança, jovem, mas para todas as idades, né?”, lamentou.

A Secretaria Municipal de Cultura afirmou que o problema atinge a rede do transformador interno do teatro. O equipamento fica no subsolo do prédio, que é tombado, e por isto, qualquer reparo demanda cuidados especiais. Segundo a pasta, uma licitação será aberta e, após o serviço enfim começar, deve demorar cerca de 40 dias para ser concluído.

O Teatro Paulo Eiró é o segundo maior da Prefeitura de São Paulo. Só fica atrás do Theatro Municipal, no Centro da cidade. Ele foi aberto ao público em 1957. O prédio, de linhas modernistas, foi projetado pelo arquiteto Roberto Tibau, que também projetou o Planetário do Parque Ibirapuera. Paulo Eiró, que dá nome à casa, foi um poeta e dramaturgo nascido em Santo Amaro quando o bairro ainda era um município independente da capital paulista.

Arengas – Protesto na Paulista – Questão de números…

anterior

Os protestos pró-impeachment deste dia 13 na Avenida Paulista, São Paulo, Capital, revelaram alguns “interesses interessantes”, para esculhambar de vez com a redundância:

Para os organizadores, o ato reuniu 2,5 milhões de pessoas. Explica-se: eles contaram as pessoas presentes pelas cabeças, e os balões, que, de longe, pareciam cabeças;

Para a polícia militar, o evento reuniu 1,4 milhão de pessoas. A análise é técnica a partir da aerofotogrametria. Pega-se o espaço preenchido, medido lá do alto, em metros quadrados, e multiplica-se pelo tanto de pessoas que estimativamente cabem neste espaço.

Para o Instituto DataFolha, o encontro não reuniu mais que 500 mil pessoas. A explicação é simples: Os pesquisadores do IDF contaram as pernas dos presentes e dividiram por quatro, achando que estavam contando bois e vacas das fazendas do Lulinha.

Eu também contei as pernas. Mas fiquei confuso porque deu número ímpar.

próxima

Conheça a sequência das Arengas.

Fundap – SP divulga Processo Seletivo com mais de 4 mil vagas para estagiários

Podem participar estudantes de nível médio, técnico e superior, a bolsa-auxílio pode chegar até R$ 1,2 mil.

94317cf6f87b6b634022226b85799b9b[1]Karina Felício, no PCI Concursos

Até o dia 15 de fevereiro de 2016, a Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap), recebe as inscrições do Processo Seletivo de estagiários, que visa o preenchimento previsto de 4.486 vagas, e o credenciamento dos demais classificados.

O Programa de Estágio do Governo do Estado de São Paulo, oferece vagas em órgãos e entidades da Administração Pública Estadual e Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Para os estudantes de nível médio são (562 vagas). Mas se você está matriculado em curso de nível técnico saiba que são contempladas as áreas de Administração (225); Agricultura (7); Agrimensura (1); Agroecologia (2); Alimentos (2); Análises Clínicas (2); Biblioteconomia (2); Construção Civil (8); Contabilidade (7); Elétrica (7); Eletrotécnica (4); Farmácia (1); Gestão Pública (2); Informática (82); Logística (3); Marketing (1); Mecânica (2); Mecatrônica (1); Meio Ambiente (4); Moda (1); Multimídia (2); Museu (6); Nutrição (4); Patologia (2); Química (5); Recursos Humanos (2); Saneamento (2); Secretariado (21); Segurança do Trabalho (5); Serviços Judiciários (1); Telecomunicações (1) e Turismo (4).

E para você que cursa nível superior, o edital dispõe vagas nas áreas de Administração (1576); Administração e Gestão Pública (26); Agrícola (1); Agronômica (12); Alimentos (3); Biblioteconomia (14); Biologia (10); Biomedicina (1); Bioquímica (2); Ciências Sociais (59); Civil (2); Contábil (14); Design e Comunicação (6); Direito (399); Economia (12); Editoração (1); Educação (13); Esportes (16); Farmácia (51); Finanças (6); Física (2); Florestal (6); Fonoaudiologia (1); Geografia (69); Geologia (2); Gerontologia (2); Gestão Ambiental (30); História (45); Industrial (2); Informática (377); Jornalismo (74); Letras (1); Logística (3); Marketing (2); Matemática (224); Materiais (1); Meio Ambiente (5); Museologia (1); Navegação (2); Odontologia (4); Produção Cultural (3); Psicologia (98); Química (6); Recursos Humanos (13); Relações Internacionais (1); Relações Públicas (3); Relações Públicas (15); Secretariado (177); Serviço Social (109); Telecomunicações (2) e Turismo (1).

A jornada de estágio pode ser de 4h ou 6 horas diárias, o que resultada nas remunerações variáveis de R$ 300,00 a R$ 1.250,00, conforme a escolaridade apresentada e jornada desempenhada. Os valores referentes a benefícios como Auxílios Transporte e Alimentação também variam, de acordo com a localidade de atuação.

Os interessados devem efetuar as inscrições acessando o site www.estagio.sp.gov.br, ou comparecendo na Fundap, localizada na Rua Alves Guimarães, nº 429, bairro Cerqueira César, São Paulo – SP. O horário de atendimento é das 9h às 16h de segunda a sexta-feira.

A etapa de avaliação será composta por prova objetiva, prevista de ser aplicada em 6 de março de 2016.

Este Processo Seletivo, contempla as cidades de Adamantina; Águas de Lindóia; Altinópolis; Americana; Amparo; Andradina; Apiaí; Araçatuba; Araçoiaba da Serra; Araraquara; Assis; Atibaia; Auriflama; Avanhandava; Avaré; Balbinos; Bariri; Barra bonita; Barretos; Barueri; Batatais; Bauru; Bebedouro; Bernardino de Campos; Birigui; Boa Esperança do Sul; Botucatu; Bragança Paulista; Brodósqui; Buritama; Cabreúva; Caçapava; Cachoeira Paulista; Caieiras; Cajamar; Cajuru; Campinas; Campos do Jordão; Cananéia; Cândido Mota; Capão Bonito; Capivari; Caraguatatuba; Carapicuíba; Casa branca; Catanduva; Cerqueira César; Charqueada; Chavantes; Clementina; Cravinhos; Cruzeiro; Cubatão; Diadema; Eldorado; Elias fausto; Embu; Espírito Santo do Turvo; Fernandópolis; Franca; Francisco Morato; Gavião Peixoto; General Salgado; Getulina; Glicério; Guariba; Guarujá; Guarulhos; Guatapará; Iaras; Ibitinga; Igarapava; Iguape; Ilha solteira; Indaiatuba; Ipaussu; Iperó; Irapuru; Itaberá; Itaí; Itanhaém; Itapecerica da Serra; Itapetininga; Itapeva; Itapevi; Itápolis; Itararé; Itatiba; Itatinga; Itirapina; Itu; Ituverava; Jaboticabal; Jacareí; Jales; Jardinópolis; Jarinu; Jaú; Jundiaí; Junqueirópolis; Laranjal Paulista; Lavínia; Lençóis Paulista; Limeira; Lins; Lorena; Lucélia; Luís Antônio; Mairinque; Marabá Paulista; Marília; Martinópolis; Miguelópolis; Miracatu; Mirandópolis; Mirante do Paranapanema; Mirassol; Mococa; Mogi-Guaçu; Mogi-Mirim; Mombuca; Mongaguá; Monte Alto; Morungaba; Motuca; Nazaré Paulista; Nova Europa; Novo Horizonte; Olímpia; Orlândia; Osasco; Osvaldo Cruz; Ourinhos; Pacaembu; Paranapanema; Pariquera-Açu; Pedro de Toledo; Penápolis; Pereira Barreto; Peruíbe; Pindamonhangaba; Pinhalzinho; Piracaia; Piracicaba; Piraju; Pirajuí; Pirassununga; Pitangueiras; Pompéia; Potim; Pracinha; Praia Grande; Presidente Epitácio; Presidente Prudente; Presidente Venceslau; Rafard; Reginópolis; Registro; Ribeirão Preto; Rio claro; Rio das Pedras; Salto de Pirapora; Santa Bárbara Doeste; Santa Cruz do Rio Pardo; Santa Rita do Passa Quatro; Santana de Parnaíba; Santo André; Santos; São Bento do Sapucaí; São Bernardo do Campo; São Caetano do Sul; São Carlos; São João da Boa Vista; São Joaquim da Barra; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Luís do Paraitinga; São Manuel; São Paulo; São Pedro do Turvo; São Roque; São Sebastião; São Simão; São Vicente; Serra Azul; Serra Negra; Serrana; Sertãozinho; Socorro; Sorocaba; Sumaré; Taboão da Serra; Taquaritinga; Taubaté; Tejupá; Teodoro Sampaio; Tietê; Timburi; Trabiju; Tremembé; Tupã; Tupi paulista; Ubatuba; Ubatuba; Valparaíso e Votuporanga.

O resultado final será válido por 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período. Mais informações podem ser obtidas no documento de abertura disponível em nosso site.

Polícia Civil prende trio e apreende 264 tijolos de cocaína

Da Assessoria

A Polícia Civil prendeu três homens integrantes de um esquema envolvendo roubo de cargas, chácaras e tráfico de drogas. Eles foram flagrados transportando 264 tijolos de cocaína, mercadoria avaliada em R$ 6 milhões. A ação foi no final da noite de ontem (1) em Sumaré, no interior do Estado.

O material estava em um fundo falso na carroceria de um caminhão bi-trem. A quadrilha vem sendo investigada há seis meses. A ação foi de policiais da 4ª Divecar do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais).

Imprensa

O delegado João Renato Waselowski, titular da 4ª Divecar, falará sobre o caso, às 15 horas de hoje (2), no Deic: Avenida Zaki Narchi, 157, no Carandiru, zona norte da Capital.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública
Rua Líbero Badaró nº 39 – Centro / Telefone: (0xx11) 3291-6685
Portal: www.ssp.sp.gov.br

Pastor Fulgêncio Santos comemora 60 anos com culto solene

Da Redação

Um culto em ação de graças pelos 60 anos do querido pastor Fulgêncio Santos (foto) acontece hoje, 30, a partir das 19hs, na Primeira Igreja Batista em Parque São Paulo, que fica no Grajaú, na capital de São Paulo.

Igreja_Batista_Parque_So_Paulo_530x285[1]
A I Igreja Batista do Parque São Paulo fica na rua Rua Leonardo Leo, 105, no Grajaú, Capital de SP. Telefones: (11) 56622522 / (11) 59716154
Pastor Fulgêncio foi seminarista comigo na Faculdade Teológica Batista de São Paulo – FTBSP – em final dos anos 70 e início dos anos 80 do século passado, e tivemos – eu e minha família – e oportunidade recebe-lo em Peruíbe por algumas vezes.

Tímido à época do seminário, acabou por se transformar um pregador carismático e amado pelos membros de sua igreja. De poucas palavras, bastante modesto, ele se transforma quando assume o púlpito para pregar o Evangelho da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, e envolve seu ávido público ouvinte e suas ovelhas.

Casado com a dedicada esposa e companheira em seu ministério, Florinda Santos, com dois filhos já adultos, Pastor Fulgêncio Santos faz questão de chamar o culto em homenagem ao seu sexagenário como “culto evangelístico” onde ousamos dizer que nem precisaria sermão: sua vida já é um testemunho fiel do amor de Deus para com os homens.

Parabéns, pastor. Que o bom Deus o abençoe e continue usando esta sua dedicada vida por longos anos.

12508907_721225594645002_8469164240235028808_n[1]
Pastor Fulgêncio: 60 anos de vida abençoada! – Foto: Studio Roots

Seis são mortos em chacina na Zona Sul de São Paulo

Uma pessoa ficou ferida no ataque que aconteceu no Jardim São Luís. Três das vítimas estavam dentro de um bar e três estavam do lado de fora.

Do G1 São Paulo

Seis homens foram mortos e um ficou ferido a tiros no Jardim São Luís, Zona Sul de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (1º). Testemunhas disseram os disparos foram feitos por alguém que passou pelo bairro de carro por volta de 4h, como mostrou o Bom Dia São Paulo.

O ferido estaria trabalhando e não teria relação com as outras vítimas. Ele foi levado para o Pronto-Socorro do Campo Limpo. Até o início desta manhã, não havia informações sobre o seu estado de saúde. Três das vítimas estavam dentro de um bar e três estavam do lado de fora do estabelecimento.

Os investigadores ouvem nesta manhã parentes das vítimas e testemunhas e a motivação do crime está sendo investigada. O caso foi registrado 47º Distrito Policial, no Capão Redondo, mas vai seguir para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Câmara de São Paulo recebe o encontro ‘Dignidade Humana e Liberdade Religiosa’

Mesa contou com representantes de vários segmentos religiosos (Foto: Assessoria do vereador Conte Lopes)

Da Assessoria

Lideranças religiosas, especialistas e representantes da sociedade civil reuniram-se na noite desta quinta-feira (18/6) na Câmara Municipal de São Paulo para o seminário ‘Dignidade Humana e Liberdade Religiosa’. A iniciativa do evento foi do vereador Conte Lopes (PTB).

O advogado Marco Aurélio Brasil destacou que o Brasil é um dos poucos países onde existe maior liberdade religiosa, mas que essa liberdade vem sendo ameaçada. “As pessoas podem se sentir agradecidas por poderem expressar sua crença de forma livre, seja qual for. Mas ao mesmo tempo estamos vendo constantemente ameaças a essa condição de liberdade, que está sendo colocada em cheque, seja por pessoas que não têm crença ou por pessoas que têm uma crença contra outras diferentes. E essas ameaças vêm de diversas formas, chegando à hostilidade”, afirmou.

Brasil disse não acreditar que punições na Justiça possam resolver tal problema. “Para que as pessoas respeitem as religiões é preciso que haja mais encontros que conscientizem de que as diferenças devem ser respeitadas”, completou o advogado.

“O principal de tudo é que realmente as religiões ajudam as famílias e os jovens a não se envolverem com o crime. Quem tem uma religião e respeita o próximo não vai fazer mal às outras pessoas, e assim teremos uma sociedade melhor”, ressaltou o vereador Conte Lopes.

Justiça retoma julgamento sobre áreas leiloadas na zona sul de São Paulo

Com um parecer favorável e outro contrário, decisão a ser tomada pode selar destino das famílias, que vivem no Brooklin e Campo Belo, entre despejo ou concessão de uso

44afdc2e-dab8-4536-98b9-7fb4478b0ece.jpeg
Morador apresenta conta de energia de 1993, como prova de moradia no local, o que deveria garantir concessão de uso

Por Rodrigo Gomes, da Rede Brasil Atual

São Paulo – As 400 famílias que vivem em 42 imóveis do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) nos bairros do Brooklin e Campo Belo, na zona sul de São Paulo, voltaram a ser assombradas com a possibilidade de as áreas serem vendidas pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB). A Justiça paulista vai julgar na próxima segunda-feira (22) recurso do estado pedindo a anulação da decisão da juíza Alexandra Fuchs de Araújo, da 6ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo, que suspendeu leilões realizados em junho do ano passado.

O governador já se utilizou do recurso de apelação especial, feito diretamente à presidência do tribunal, e conseguiu suspender a liminar concedida pela juíza, em dezembro de 2013. À época, o presidente do TJ era o desembargador Ivan Sartori. A Defensoria Pública de São Paulo, que atende às famílias, recorreu da decisão e aguarda o julgamento do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Com isso, os leilões ficaram suspensos em parte, já que há duas decisões diferentes.

Em paralelo, as famílias e a defensoria fizeram várias reuniões com a secretaria para pedir a suspensão dos leilões, sob alegação de que o governo paulista precisava realizar um estudo social das áreas e prestar atendimento habitacional, antes de realizar os leilões.

Em uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa, em fevereiro do ano passado, o governo concordou em retirar dos leilões 20 áreas onde havia pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social. Posteriormente, foram retirados mais cinco. O governo Alckmin manteve o leilão dos 17 demais, sustentado pela decisão de Sartori. Todas as casas foram vendidas pelo valor venal, muito abaixo do preço de mercado, que na região do Brooklin e do campo Belo, é um dos mais caros de São Paulo.

As famílias desses últimos dependem completamente da decisão de segunda-feira. Muitas delas estão sob ameaça iminente de despejo, pois, como o processo de venda das casas em que vivem não foi suspenso, os compradores estão ingressando com pedidos de reintegração de posse. Alguns já tiveram decisões favoráveis aos compradores, segundo as famílias.

“Vivemos uma humilhação diária. Moramos no local há 24 anos, mas agora não deixamos mais os cães no quintal, nem o carro na garagem, nem luzes acesas. Todos os dias saímos para trabalhar sem saber se vamos poder dormir naquela casa. Também temos medo de que chegue uma ordem de despejo e acabemos perdendo o pouco que temos”, relatou o taxista Irani Costa Carmo Júnior, que vive com a mãe, a avó, a esposa e um filho. A média de moradia no local é de 30 anos.

“A gente só quer morar, viver com tranquilidade. O estado não tem necessidade desse dinheiro. Nós precisamos dessa residência. Não temos para onde ir”, completou Irani.

Porém, se o governo Alckmin tiver uma decisão favorável, todos os imóveis poderão ter seus processos de venda concluídos. Inclusive os do acordo anterior. Nenhuma reunião foi realizada entre as famílias e secretaria neste ano. O estudo social que o governo se comprometeu a fazer nas áreas habitadas por pessoas em situação de vulnerabilidade tampouco foi feito.

Na rua Sônia Ribeiro, próximo da avenida Washington Luís, quatro famílias, em um total de 12 pessoas, dividem o mesmo espaço que, para o governo paulista, é um lote único. A dona de casa Elizabeth Aparecida da Silva, de 31 anos, vive no local há 18 anos. Com ela moram o marido, Bruno da Silva, 24, e as duas filhas, Maria Luíza, de 5 anos, e Yasmin, de 2. “Nós nunca fomos procurados, nem antes do leilão, nem depois, nem com a decisão judicial. Só soubemos dos leilões pelo Diário Oficial. Não sei o que vamos fazer se precisar sair daqui”, desabafou Elizabeth.

O governo sustenta que a alienação de imóveis é necessária para capitalizar a Companhia Paulista de Parcerias, empresa estadual que realiza empreendimentos em conjunto com a iniciativa privada. A Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional, que organiza os leilões, alegou, à época, que as áreas estavam vazias e que depois as áreas e casas foram ocupadas irregularmente. Nunca reconheceu os documentos do DER.

A juíza Alexandra considerou que o governo estadual devia ter prestado atendimento habitacional às famílias, sobretudo porque tinha conhecimento da presença delas nos imóveis, já que foram cedidos para uso pelo DER. Também levou em conta que elas não foram avisadas do processo. O governo recorreu da decisão dela, mas a mesma foi mantida pelos desembargadores do Tribunal de Justiça (TJ).

Ela também defendeu que as famílias teriam direito a Concessão de Uso Especial para Fins de Moradia. Regulamentada pela Medida Provisória 2220, de 2001, a concessão define que o morador de área pública por mais de cinco anos, ininterruptos e não questionados até 30 de junho de 2001, tem direito a concessão, que não é um documento de propriedade, mas uma garantia de uso por toda a vida. Durante todo o tempo de moradia, as famílias pagaram água, luz e, até mesmo, o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) dos imóveis.

“O estado até pode leiloar as áreas. Mas tem de assumir a responsabilidade sobre as famílias. Não pode simplesmente jogar todo mundo na rua. São idosos, crianças, gente trabalhadora”, concluiu a conselheira tutelar de Santo Amaro, Néia Arantes, que também presta apoio às famílias.

Farsante que se passava por ex-baterista de Elton John em Peruíbe é preso em São Paulo

De O Repórter Regional

Um impostor que se apresentava como o ex-baterista do cantor britânico Elton John, Charlie Morgan, foi preso na capital paulista. O flagra aconteceu após comunicar ao escrivão da Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom) o roubo de um relógio Rolex, um pingente de ouro e 8 mil libras, furtados durante um assalto na frente da Estação Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. O passaporte, segundo ele, também havia sido roubado.

No último mês ele passou algumas semanas no município de Peruíbe circulando em lugares públicos como a Câmara Municipal, misturando a língua portuguesa com a inglesa, frequentando o gabinete de alguns vereadores, pedindo apoio cultural. Além disso, ele chegou a participar de uma edição do programa Na Mira, veiculado na TV Vale das Artes, apresentado por Cristen Charles e que, na época, contava com a participação de Tuca Fumagalli.

O deslize do “astro”, que informou ser natural de Liverpool, na Inglaterra, foi a filiação registrada no boletim de ocorrência. Pai: Reginald Kenneth Dwight, nome verdadeiro de Elton John. Mãe: Alice Cooper Carrara Morgan Dwight. Aos desavisados, o americano Alice Cooper é uma das figuras mais importantes do rock. Mas o suposto músico ousou ainda mais: informou que morava na Rua Penny Lane, via de Liverpool que virou música dos Beatles e que no boletim tornou-se Panne Lany.

Intrigados com o caso, os investigadores levantaram informações sobre a vítima. Primeiro, em incursões em redes sociais. Em um dos vídeos, ele se apresentava em uma escola em São Paulo, onde prometia levar os cinco melhores alunos para uma viagem à Inglaterra.

Depois, encontraram familiares do suposto músico no Brasil. Após checagens, descobriram que aquele que se apresentava como baterista de Elton John é, na verdade, José Eduardo Carrara, de 54 anos, paulista, morador de Pirituba, na zona norte.

Foi aí que, para Carrara, “the house has fallen”. Ou, em bom português, “a casa caiu”. Agora, Carrara responderá a quatro inquéritos por falsidade ideológica e por falsa comunicação de crime. Os policiais investigam, ainda, se ele cobrava para participar de palestras e eventos.

Idiomas

Ele se apresentou na delegacia um dia antes, onde prestou depoimento, tomou café e cantou músicas de Elton John. Antes de descobrirem a armação, porém, os policiais também foram vítimas da farsa. Apesar de dizer que falava 12 idiomas, até mesmo o português, ele fez o relato à polícia em inglês. Para registrar o boletim de ocorrência, foi preciso usar o Google Tradutor.

Com informações do Estadão Conteúdo

Definidos os 94 deputados estaduais eleitos para São Paulo

Da Redação

Estão definidos os 94 candidatos que conseguiram se eleger nas eleições de ontem (5), e que comporão o mandato da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo para o quadriênio 2015-2018.

O primeiro colocado da lista foi o promotor público Fernando Capez (PSDB), com 306.268 votos. Aliás, os três mais votados são do mesmo partido do governador reeleito Geraldo Alckmin. Além de Capez, Coronel Telhada (254.074 votos) e Orlando Morando (237.020) acabaram se consagrando nas urnas.

Na outra ponta, Clélia Gomes, PHS, conseguiu a eleição com apenas 25.306 votos. Ela será a única representante do Partido Humanista da Solidariedade, que não se coligou nas proporcionais para deputado estadual, mas obteve 213.812 votos nominais para seus candidatos, e 19.335 votos na legenda.

Vejam os deputados estaduais eleitos e suas votações:

Seq. Núm. Candidato Partido/Coligação Votação % Válidos
*0001 45700 FERNANDO CAPEZ PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 306.268 1,49%
*0002 45190 CORONEL TELHADA PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 254.074 1,24%
*0003 45680 ORLANDO MORANDO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 237.020 1,16%
*0004 43666 TRIPOLI PV 232.467 1,13%
*0005 11777 DELEGADO OLIM PP – PP / PMDB / PSD 195.932 0,96%
*0006 45545 BARROS MUNHOZ PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 194.938 0,95%
*0007 14140 CAMPOS MACHADO PTB 192.369 0,94%
*0008 51777 FELICIANO PEN 188.898 0,92%
*0009 10000 JORGE WILSON XERIFE CONSUMIDOR PRB – PSDB / DEM / PPS / PRB 180.419 0,88%
*0010 45125 MAURO BRAGATO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 175.839 0,86%
*0011 25118 EDMIR CHEDID DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 167.909 0,82%
*0012 50789 CARLOS GIANNAZI PSOL – PSOL / PSTU 164.929 0,80%
*0013 22999 ANDRÉ DO PRADO PR 164.589 0,80%
*0014 45100 PEDRO TOBIAS PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 164.261 0,80%
*0015 20633 RODRIGO MORAES PSC 153.740 0,75%
*0016 45400 ANALICE FERNANDES PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 151.407 0,74%
*0017 45160 LUIZ FERNANDO MACHADO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 148.614 0,72%
*0018 25250 MILTON LEITE FILHO DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 142.566 0,70%
*0019 45610 HELIO NISHIMOTO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 137.249 0,67%
*0020 23623 ROBERTO MORAIS PPS – PSDB / DEM / PPS / PRB 133.578 0,65%
*0021 25123 ROGÉRIO NOGUEIRA DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 132.571 0,65%
*0022 25005 ANDRÉ SOARES DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 127.373 0,62%
*0023 45321 CARLOS BEZERRA JR PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 125.290 0,61%
*0024 40640 CAIO FRANÇA PSB 123.138 0,60%
*0025 43363 REINALDO ALGUZ PV 122.900 0,60%
*0026 45156 ROBERTO ENGLER PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 122.544 0,60%
*0027 45000 CAUÊ MACRIS PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 121.700 0,59%
*0028 12345 RAFAEL SILVA PDT 121.271 0,59%
*0029 45114 MARIA LÚCIA AMARY PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 120.308 0,59%
*0030 45151 VAZ DE LIMA PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 113.422 0,55%
*0031 40112 PR CARLOS CEZAR PSB 112.409 0,55%
*0032 13114 ENIO TATTO PT 108.135 0,53%
*0033 25558 GIL LANCASTER DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 107.841 0,53%
*0034 43001 GIRIBONI PV 105.969 0,52%
*0035 43622 MARCOS NEVES PV 105.849 0,52%
*0036 25000 PASTOR CEZINHA DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 105.521 0,51%
*0037 15000 CARUSO PMDB – PP / PMDB / PSD 104.354 0,51%
*0038 13570 ALENCAR SANTANA PT 103.234 0,50%
*0039 10123 GILMACI SANTOS PRB – PSDB / DEM / PPS / PRB 103.127 0,50%
*0040 13134 LUIZ FERNANDO PT 102.905 0,50%
*0041 45200 CELIA LEAO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 101.660 0,50%
*0042 55400 MARTA COSTA PSD – PP / PMDB / PSD 101.544 0,50%
*0043 15300 ITAMAR BORGES PMDB – PP / PMDB / PSD 99.558 0,49%
*0044 45232 CARLÃO PIGNATARI PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 97.444 0,48%
*0045 10321 SEBASTIÃO SANTOS PRB – PSDB / DEM / PPS / PRB 95.325 0,46%
*0046 13110 BARBA PT 95.156 0,46%
*0047 45477 ROBERTO MASSAFERA PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 93.255 0,45%
*0048 55255 MILTON VIEIRA PSD – PP / PMDB / PSD 92.987 0,45%
*0049 25122 ALDO DEMARCHI DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 92.775 0,45%
*0050 55555 RITA PASSOS PSD – PP / PMDB / PSD 92.390 0,45%
*0051 45157 CELINO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 92.352 0,45%
*0052 77000 GONDIM SD 88.703 0,43%
*0053 23456 FERNANDO CURY PPS – PSDB / DEM / PPS / PRB 85.925 0,42%
*0054 13131 MARCOS MARTINS PT 83.879 0,41%
*0055 10111 WELLINGTON MOURA PRB – PSDB / DEM / PPS / PRB 83.479 0,41%
*0056 43135 PADRE AFONSO PV 81.837 0,40%
*0057 23123 DAVI ZAIA PPS – PSDB / DEM / PPS / PRB 80.951 0,39%
*0058 45123 WELSON GASPARINI PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 80.567 0,39%
*0059 45122 RAMALHO DA CONSTRUCAO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 80.344 0,39%
*0060 20777 PASTOR CELSO NASCIMENTO PSC 79.447 0,39%
*0061 25199 ESTEVAM GALVÃO DEM – PSDB / DEM / PPS / PRB 79.016 0,39%
*0062 13690 LUIZ TURCO PT 78.670 0,38%
*0063 40023 BOLÇONE PSB 76.909 0,38%
*0064 45780 MARCOS ZERBINI PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 76.895 0,38%
*0065 45555 CELSO GIGLIO PSDB – PSDB / DEM / PPS / PRB 76.471 0,37%
*0066 43033 CHICO SARDELLI PV 75.680 0,37%
*0067 13140 JOSÉ AMÉRICO PT 74.726 0,36%
*0068 13622 JOÃO PAULO RILLO PT 72.884 0,36%
*0069 14160 ROQUE BARBIERE – ROQUINHO PTB 72.512 0,35%
*0070 13632 ANA DO CARMO PT 72.238 0,35%
*0071 15150 LÉO OLIVEIRA PMDB – PP / PMDB / PSD 72.154 0,35%
*0072 65035 LECI BRANDÃO PC do B 71.136 0,35%
*0073 13113 MARCIA LIA PT 70.945 0,35%
*0074 20520 MARCIO CAMARGO PSC 69.624 0,34%
*0075 15622 JOOJI HATO PMDB – PP / PMDB / PSD 67.125 0,33%
*0076 55190 CORONEL CAMILO PSD – PP / PMDB / PSD 64.448 0,31%
*0077 40123 ED THOMAS PSB 64.164 0,31%
*0078 13456 BETH SAHÃO PT 63.172 0,31%
*0079 65000 ATILA PC do B 62.856 0,31%
*0080 13600 PROF AURIEL PT 62.009 0,30%
*0081 77777 ALEXANDRE PEREIRA SD 60.267 0,29%
*0082 13147 GERALDO CRUZ PT 60.103 0,29%
*0083 13999 CARLOS NEDER PT 59.990 0,29%
*0084 22222 MARCOS DAMÁSIO PR 59.368 0,29%
*0085 11111 CURIATI PP – PP / PMDB / PSD 55.189 0,27%
*0086 14235 CORONEL EDSON FERRARINI PTB 52.231 0,25%
*0087 15777 CASSIO NAVARRO PMDB – PP / PMDB / PSD 50.093 0,24%
*0088 50550 RAUL MARCELO PSOL – PSOL / PSTU 47.923 0,23%
*0089 40400 ADILSON ROSSI PSB 47.428 0,23%
*0090 19111 IGOR SOARES PTN – PSL / PTN / PMN / PTC / PT do B 46.785 0,23%
*0091 22123 RICARDO MADALENA PR 45.771 0,22%
*0092 51699 PAULO CORREA JR PEN 38.489 0,19%
*0093 17999 GILENO PSL – PSL / PTN / PMN / PTC / PT do B 34.953 0,17%
*0094 31031 CLELIA GOMES PHS 25.306 0,12%

Ana Preto é internada em São Paulo. André não aceitou assumir Saúde

André (direita) ao lado do Dr. Rubens (de jaleco): Assumir Saúde, não!

Da Redação

A prefeita Ana Preto, de Peruíbe (SP), que foi acometida de forte crise de bronquite quando estava trabalhando no Gabinete, teve que ser internada na Capital para os cuidados que seu estado de saúde requer. Ana, que chegou a ser atendida pela equipe da emergência da Unidade do Pronto Atendimento (UPA) de Peruíbe no último dia 1º, parece ter decidido seguir a recomendação de seu médico particular, e preferiu buscar melhor amparo médico-hospitalar no Hospital Albert Einstein.

As informações acima ainda não são confirmadas oficialmente, mas os indícios dão conta de que a preocupação pessoal e familiar com o estado de saúde da prefeita Ana Preto tem feito se repensar se vale a pena toda e qualquer dedicação ao município, quando o que se está em jogo é não só a saúde, mas, sobretudo a vida.

“Maldição” do Gabinete

Ana é filha primogênita do empresário José Roberto Preto, que se elegeu prefeito em 2004 para cumprir o mandato de 2005 a 2008. Em cinco de janeiro de seu último ano de mandato, no entanto, o prefeito veio a falecer, coincidentemente no Hospital Albert Einstein onde estava internado desde 19 de dezembro de 2007, também por problemas respiratórios.

À época correu a informação de que seu problema pulmonar fora agravado por uma bactéria encontrada nas fezes do pombo, e que pode ter sido “respirada” pelo prefeito dentro do Gabinete da prefeitura de Peruíbe, aonde chegava a ficar até 14 horas seguidas, não saindo sequer para fazer refeições.

Crise na Saúde

Com pombo ou sem pombo, Ana Preto acabou tendo que ser socorrida às pressas depois de se ver diante de uma severa crise de bronquite antes de ontem (1). O estopim pode ter sido a tensão e o stress que Ana Preto enfrenta para administrar o estado caótico em que se encontra a Saúde em Peruíbe. Sem dinheiro até para aquisição de insumos básicos, os relatos de pacientes que estão perdendo suas vidas por falta de atendimento médico adequado, ou porque os equipamentos não funcionam ou não existem, podem ter desencadeado a crise de bronquite.

Não aceitou

Com a renúncia do vereador Dr. Rubens Rodrigues Gomes Jr, que até esta semana era o Secretário da Saúde, a secretaria permanece acéfala. Parece que ninguém quer assumir o tremendo abacaxi em que acabou se tornando o departamento.

Extraoficialmente se sabe que numa tentativa desesperada para contornar a situação, o ex-chefe de Gabinete e atual secretário de Planejamento, André Santana, teria sido convidado – quase que intimado a assumir a Saúde; mas ele declinou.

Meio de campo embolado

Não se sabe exatamente o que deverá acontecer daqui para diante. Se Ana Preto permanecer por mais de 15 dias afastada, terá que dar lugar ao seu vice Nelson do Posto, que pelo menos até domingo está impedido de assumir, já que está em campanha para deputado federal.

Caso as recomendações médicas e familiares da prefeita sejam por sua renúncia ao mandato, Nelsinho então assumiria definitivamente a prefeitura, o que fará mudar totalmente o quadro político-administrativo da cidade. Se ele vier a se eleger deputado, no entanto, terá que escolher. Se decidir por Brasília, quem assume a prefeitura é o presidente da Câmara que, até dezembro é José Ernesto Lessa Maragni Jr, o Zeca da Firenze, que também é candidato a deputado (estadual). Caso ele se eleja, terá que escolher também entre a prefeitura e a Assembleia Legislativa. Se preferir São Paulo, o prefeito seria, então, até dezembro, o vereador Ricardo Corrêa dos Santos, atualmente líder do Governo e vice-presidente da Câmara.

TRE recebeu 3.292 pedidos de candidaturas em São Paulo

Número de postulantes com ligação à região chega perto de 40

Eleitor da Baixada Santista tem opções a deputado estadual, deputado federal e até a vice-governador (Foto: Divulgação)

, no Diário do Litoral

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) recebeu 3.292 pedidos de candidaturas para as eleições de outubro. A Baixada Santista conta com cerca de 40 postulantes, entre os que concorrem a deputado estadual, deputado federal e até vice-governador (o ex-prefeito vicentino Márcio França, do PSB, que está na chapa encabeçada pelo governador Geraldo Alckmin, do PSDB, candidato à reeleição).

O primeiro edital do TRE contendo 1.150 nomes de candidatos foi publicado na segunda-feira e, a partir de então, começou o prazo de cinco dias para apresentação de impugnações a esses pedidos.

As candidaturas podem ser impugnadas por candidatos, partidos políticos, coligações e o Ministério Público Eleitoral. Além disso, qualquer pessoa pode, no mesmo prazo, informar a inelegibilidade à Justiça Eleitoral.

É muito difícil especificar o número de candidatos que vão representar a região nas eleições de outubro. A primeira razão é porque o sistema de voto no Brasil não é distrital, ao contrário de outros países, onde há a representatividade nas casas legislativas por regiões.

Outra razão da dificuldade de quantificar os postulantes da Baixada é definir o que é um candidato da região. Um profissional que atua na Baixada, mas tem domicílio eleitoral na Capital, ele pode ser considerado daqui, ou de fora?

Ou o contrário. Como o santista, de nascimento, Bruno Covas (PSDB). Neto do ex-governador Mario Covas (PSDB), o deputado estadual tem ligação com a Baixada Santista, mas também na Capital.

Entre os postulantes deste ano, quatro já foram prefeitos. Em Santos: Beto Mansur (PRB), deputado federal que concorre à reeleição; João Paulo Tavares Papa (PSDB), que tenta vaga na Câmara Federal; e Telma de Souza (PT), deputada estadual que tenta a reeleição. Já em Praia Grande, o ex-tucano Roberto Francisco dos Santos (PT do B) tentará se eleger estadual.

Mais de 20 concorrem a deputado estadual

A Baixada Santista conta hoje com três estaduais, e dois vão concorrer à reeleição: Telma de Souza (PT) e Luciano Batista (PTB). Bruno Covas (PSDB) tentará uma vaga na Câmara Federal.

A lista dos demais candidatos inclui: Sadao Nakai (PSDB), Marcelo Del Bosco (PPS), José Teixeira Filho (PRP), Fábio Alexandre Nunes (PSB), Gilberto Benzi (Pros), Júnior Bozzella (PSDB), Caio França (PSB), Cássio Navarro (PMDB) e Eronaldo José de Oliveira, o Ferrugem (Solidariedade).

Também vão concorrer: Francisco Leite da Silva, o Bigode das Cotas (PMDB), Caleb Soares (PSC), Nelson Rodrigues (PSL), Débora Camilo (PSOL), Francisco dos Santos Sobrinho (PSOL), Álvaro Araújo (PSOL), Marco Botteon (PSD), Anderson Bernardes (PMDB), Roberto Francisco dos Santos (PT do B), Paulo Correa Júnior (PEN) e José Ernesto Lessa Maragni Júnior, o Zeca da Firenze (PV). O PSTU lançará Samuel Lopes e Luiz Xavier.

Lista a federal também é considerada extensa

Os três deputados federais da região vão tentar a reeleição: Protógenes Queiroz (PC do B), Beto Mansur (PRB) e Maria Lúcia Prandi (PT).

Vão concorrer a uma vaga na Câmara Federal Marcelo Squassoni (PRB), Vicente Cascione (PSB), João Paulo Tavares Papa (PSDB), Roberto Mohamed (PSB), José Manoel Ferreira Gonçalves (PEN), Hércules Góes (PV), Fernando Bispo (Pros), Alexandre Cunha (PT), Fabiano Batista dos Reis, o Fabiano da Farmácia (PHS), Eneida Koury (PSOL), Heitor Gonzalez (PTB),  Francisco Xavier (PTB) e Alex Matos (PSB).

Zeca e Alex Matos têm homologadas candidaturas a deputados, em São Paulo

Da Redação

Com as convenções partidárias para escolha e homologação dos nomes dos candidatos a deputado estadual e federal, senador e governador, chegando praticamente ao fim, Peruíbe já pode contar ter dois de seus filhos mais ilustres como candidatos a deputados: Zeca da Firenze, o vereador presidente da Câmara teve seu nome aprovado pela convenção do Partido Verde (PV) para candidato a deputado estadual; e o ex-vereador Alex Matos conseguiu aprovação de seu nome como candidato a deputado federal pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Embora as campanhas de ambos só deva mesmo começar oficialmente após a homologação pela Justiça Eleitoral, e o período de campanha prevista no calendário eleitoral deste ano – 5 de julho, iniciado, o nome dos dois já são favas contadas dentre aqueles que buscarão um lugar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (no caso de Zeca), e no Congresso Nacional (no caso de Alex Matos). Até lá fica terminantemente proibida qualquer tipo de propaganda conforme previsto em lei.

Alex Matos, buscando vaga na Câmara dos Deputados – Foto: Divulgação

Apoio da população

Com cerca de 60.000 eleitores a esperança é de que a população de Peruíbe se desperte para a importância de a cidade ter seu próprio deputado. Neste caso, um é bom; os dois é ótimo!

Claro que a contabilidade do quociente eleitoral, que é aquela que determina quantas vagas cabem a cada partido, e quantos e quais haverão de se eleger dentre os mais votados destes partidos, não permite afirmar que se 100% do eleitorado de Peruíbe centralizasse seus votos nos dois eles estariam eleitos. Para isso, ambos – Zeca e Alex – estão empreendendo uma verdadeira via sacra nestas últimas semanas na busca de apoio de cidades da região e do interior, trabalho este que deve se acentuar com o início efetivo do período eleitoral.

Zeca da Firenze conta com a força que o apelo de seu partido impõe. A consciência ecológica e pela preservação do meio ambiente tem encontrado ressonância crescente junto à população, o que pode vir a ser um adicional de esperança para a eleição daquele que viria a ser o primeiro deputado estadual de Peruíbe. O apoio da igreja também ser determinante. Zeca é diácono consagrado da Igreja Católica e professor no mais renomado colégio particular de Peruíbe, que é o “Colégio das Freiras”. A deputada estadual eleita com menos votos pelo PV nas últimas eleições foi Regina Gonçalves, com 37.618 votos.

Embora venha se mostrando incansável na sua determinação de cumprir bem o papel a que foi convocado por seu padrinho político, o deputado federal Márcio França, Alex Matos, que concorrerá a uma vaga de deputado federal, tem de “saída” boa parte do quinhão eleitoral que França teve nas últimas eleições: 172.005 votos. Mas para quem pensa que isso é moleza está enganado. Basta ver a correria em que está envolvido o pré-candidato, que uma hora está em São Paulo, outra em qualquer cidade do interior, ou então no litoral, e mesmo no Vale do Ribeira. O deputado federal eleito com menos votos pelo PSB nas últimas eleições foi Abelardo Camarinha, que obteve 71.637 votos.

Os números acima indicam que se 50% do eleitorado de Peruíbe acreditar na proposta de Zeca da Firenze, e entender que é mesmo muito importante a cidade ter seu próprio deputado, Zeca poderia se considerar eleito.

Já para deputado federal os números são outros, mas também oferecem forte indicativo de possibilidade de eleição de Alex Matos como deputado federal. Para Alex, se Peruíbe lhe oferecer a mesma votação que deu a Márcio França nas últimas eleições já estará bom. Márcio França foi o deputado federal mais votado em Peruíbe no ano de 2010, com 5.774 votos. Claro que se considerando que Alex Matos é nascido em Peruíbe, poderá vir a receber mais votos que isso.

Zeca da Firenze: aguardando homologação e início da campanha para deputado estadual – Foto: Divulgação

Apoio da Administração

Vereadores e prefeita estão divididos entre seus candidatos preferidos. Setores da administração têm feito questão de fomentar a candidatura a deputado federal do vice-prefeito Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto), numa tentativa clara e evidente de se contrapor à candidatura de Alex Matos. Mas há quem preveja que a candidatura de Nelsinho não vingaria por conta de uma trapalhada na publicação do ato de sua demissão do cargo de Secretário de Saúde, o que o colocaria fora do prazo de desincompatibilização para poder concorrer este ano. Com muitos torcendo prós e contras, parece mesmo que a prefeita Ana Preto não teria para onde correr senão apoiar Samuel Moreira, atual presidente de Assembleia Legislativa, e que tenta uma vaga em Brasília este ano. O apoio até que seria justo já que o ex-prefeito de Registro tem demonstrado um carinho especial por Peruíbe. Mas como nem tudo são louros, parece que uma das exigências para isso vir a acontecer seria a mudança já da assessoria do deputado na região, que hoje é comandada pelo  ex-vereador de Peruíbe, José Augusto Pires, o Du.

Para Paulo Henrique Siqueira, o Paulão, que continua no comando extraoficial do governo nestas questões políticas – e também administrativas – a candidatura de Alex Matos é vista por ele com bons olhos. “Temos um pacto de um não atrapalhar o outro”, confidenciou Paulão à reportagem deste blogue no último dia 6, quando assumia a presidência do PMDB na cidade.

Com a saída de Samuel Moreira no cenário de campanha para deputado estadual, o campo estaria aberto para Zeca da Firenze? Não. Paulão terá que se desdobrar para apoiar a reeleição de Jorge Caruso, e também a de Campos Machado, que é do partido da prefeita (PTB), e que anda sondando a cidade ultimamente ao lado de Nelson Marquezelli. Para analistas “Zeca é a última carta do baralho a ser apoiada pela administração municipal”. A razão é simples: ele nunca escondeu que é candidato à prefeitura, coisa que já tentou uma vez, sem sucesso.

Muitas águas haverão de rolar não só até outubro deste ano, como também até 2016. A previsão mais otimista é a de que, se Ana Preto se sustentar até lá, será mesmo candidata a reeleição, muito provavelmente tendo Dr. Antonio Carlos Caruso como seu vice. Em se reelegendo, Ana Preto entregaria o cargo para Dr. Caruso em 2018, vindo a ser candidata a deputada. Paulão que tinha sonhos para 2020, terá que adiá-lo para 2024.

IBCSA comemora seu Jubileu neste final de semana, em São Paulo

Da Redação

A Igreja Batista Central de Santo Amaro faz 50 anos hoje e se prepara para um final de semana festivo com três cultos para os quais são esperadas centenas de fiéis e amigos do evangelho.

Como descrito em seu site (www.ibcsa.com.br), a IBCSA nasceu no ano de 1964, apenas três meses de deflagrada a revolução de traria o período conhecido como “ditadura militar”. “Em meio às turbulências sociais no país, um grupo de irmãos começou a escrever a nossa linda história, sempre confiantes na provisão do Deus maravilhoso que adoramos”, diz o preâmbulo da história da igreja. Aquele era o dia 6 de junho de 1964.

“Filha” da Primeira Igreja Batista do Brás, à época dirigida pelo pastor Walter Kaschel, e contando com o desprendimento missionário de Milton Neto de Azevedo, de saudosa memória, que viria a ser seu primeiro pastor mais tarde, a novel igreja começou modesta, na casa da mãe do memorável cantor batista – e também pastor, Edgar Martins, vindo a passar por dois outros endereços até se estabelecer onde está hoje, à Rua Cerqueira César, 248, bem no centro de Santo Amaro.

Além do pastor Milton Neto de Azevedo, outros valorosos homens ungidos de Deus também cuidaram do rebanho de Cristo na IBCSA, dos quais se pode destacar: Roberto Tadeu Pimentel, Amauri Munguba, Miguel Madeira, Arlindo Barreto, Jair Joaquim Salgueiro, e o atual pastor titular Jairo Ribeiro, que conta a colaboração de cinco pastores: Waldir Esteves Barbosa, Irtor Paulino Oliveira, Paulo Donizeti dos Santos, Marcos Leme e Jorge Schütz.

Cinco igrejas já foram organizadas ao longo deste meio século de existência: Igreja Batista Boas Novas, no Grajaú; Igreja Batista Memorial, no Capão Redondo; Igreja Batista Central em Piraporinha; Igreja Batista em Jardim Jacira; e a Primeira Igreja Batista em Embu-Guaçu. A Congregação Batista em Jardim Batista, dirigida pelo futuro pastor Marcos Câmara, deverá ser a sexta “filha” da IBCSA.

A igreja conta hoje com aproximadamente 350 membros.

Programação

As atividades comemorativas começam neste sábado, 7, as 19hs, com preleção do pastor Luiz Alberto Teixeira Sayão. Luiz Sayão faz parte da equipe pastor da Igreja Batista Nações Unidas. Conferencista, escritor, mestre em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica pela USP, Sayão desenvolve extenso ministério da Palavra através de programas em rádios e nas mídias sociais.

No domingo, 8, pela manhã (9hs) prega Amauri Munguba Cardoso, ex-pastor da IBCSA. O pastor Munguba é teólogo, psicólogo em mestre em Família. Sua presença na igreja é aguardada com entusiasmo por muitas de suas ovelhas hoje espalhadas por outras igrejas da região sudoeste da Capital.

À noite (19hs) do mesmo dia 8, domingo, fecha com chave de ouro as comemorações do Jubileu, o pastor, mestre e doutor em Novo Testamento pela Universidade de Edimburgo (Escócia), Russell Phillip Shedd. Dr. Shedd é conferencista internacional, missionário da Missão Batista Conservadora do Sul do Brasil, professor autor de inúmeros livros onde faz profunda análise principalmente dos livros bíblicos. Sua presença na IBCSA é uma constante. Sempre que pode ele “pede licença” para usar o púlpito para trazer lições difíceis de serem esquecidas por todos quantos o ouvem. É um sábio.

Música especial

Para abrilhantar ainda mais a ocasião festiva, se apresenta, no sábado à noite o Coral Canto Vivo. No domingo a participação musical fica por conta do coro da IBCSA que encerra as festividades com o clássico “Aleluia”, de Handel. A regência estará a cargo do pastor Waldir Esteves, com acompanhamento ao piano (que volta para a nave da igreja) do maestro Joaquim Paulo do Espírito Santo, e do trompetista Daniel Collaneri.

Uma cobertura externa para 200 pessoas já está preparada, e os que chegarem após a lotação da nave principal da igreja (em torno de 260 pessoas) poderão acompanhar as programações por um telão. Também será possível assistir os cultos pela internet (inclusive pelo celular) através deste link.

A entrada para todos os encontros é franca, e a visita de todos muito alegrará a membresia da Igreja Batista Central de Santo Amaro.

Secretaria Municipal da Educação de São Paulo abre concurso com 3.514 vagas de professor

De A Tribuna On-line

Depois de alguns dias de atraso, o aguardado edital de concurso público da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo foi publicado nesta terça-feira, com 3.514 vagas para o cargo de professor. A seleção visa atender a demanda de profissionais na rede pública de ensino da capital.

As oportunidades são para as áreas de educação infantil e ensino fundamental I, com exigência de ensino médio – habilitação para o magistério ou licenciatura plena ou curso superior em pedagogia. Também será exigido que os candidatos estejam quites com as obrigações eleitorais e militares (homens).

Do total de ocupações, serão reservadas 176 ofertas para pessoas com deficiência e outras 703 colocações para candidatos negros (as) ou afrodescendentes. A jornada de trabalho será de 30 horas semanais.

Remuneração

De acordo com o edital, o vencimento padrão oferecido será de R$ 1.631,04, no entanto, com o reajuste de 13,43%, divulgado pelo secretário Cesar Gallegari, juntamente com o prefeito Fernando Haddad, durante a coletiva de 9 de maio, passa a ser de R$ 1.970,28 para jornadas de trabalho de 30 horas semanais e R$ 2.627,06 para 40 horas, para quem possui licenciatura.

Além disso, tramita na Câmara de São Paulo um projeto encaminhado pelo prefeito que contempla um novo aumento de 15,38%. Com isto, os salários para quem possui licenciatura passarão a ser de R$ 2.250 para 30 horas e R$ 3.000 para 40 horas por semana. Quem possui somente magistério recebe, com os 13,43%, R$ 1.631,04 para 30 horas e R$ 2.174,66 para 40 horas. Com a aprovação do projeto, os valores serão de R$ 1.862,50 para 30 horas e de R$ 2.483,29 para 40 horas.

Os aprovados receberão os benefícios de auxílio-refeição de R$ 296,12 (sendo R$ 13,46 por dia), auxílio-transporte de R$ 148,90, vale-alimentação de R$ 257,12 e abono complementar de R$ 235,09. Para quem trabalha em EMEFs – Escolas Municipais de Ensino Fundamental, os benefícios são auxílio-refeição de R$ 296,12 e abono complementar de R$ 176,30. De acordo com o secretário, no final da carreira, um professor com 25 anos de docência chegará a receber R$ 8.800 por mês, com jornada de 40 horas por semana, já considerando quinquênios e a sexta-parte.

Atribuições

Entre as principais atividades a serem desempenhadas pelos professores estão as de participar da elaboração, implementação e avaliação do projeto político-pedagógico da unidade educacional, visando a melhoria da qualidade da educação, em consonância com as diretrizes educacionais da Secretaria Municipal de Educação; elaborar o plano de ensino da turma e do componente curricular, observadas as metas e objetivos propostos no projeto político-pedagógico e as diretrizes curriculares; zelar pela aprendizagem e frequência dos alunos; entre outras tarefas.

Etapas

A aplicação da prova objetiva e dissertativa está prevista para o dia 27 de julho, no período da manhã. A confirmação da data e os locais e horários serão divulgados a partir de 22 de julho por meio do Diário Oficial da Cidade, no site www.docidadesp.imprensaoficial.com.br.

Durante o tempo máximo de quatro horas, os concorrentes deverão responder 60 questões, divididas entre os temas de conhecimentos gerais e específicos. No mesmo dia, os inscritos serão submetidos a teste dissertativo, examinando a estrutura, conteúdo, expressão e correção formal. Haverá, ainda, avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Como participar

Com taxa no valor de R$ 55, os interessados devem efetuar inscrições no site www.ibfc.org.br, até o dia 19 de junho. Quem não tiver acesso à internet poderá se inscrever nas unidades do Programa Acessa São Paulo, espalhadas pela capital.

Alex Matos se encontra com Washington de Paula em São Paulo: eleições na pauta

Da Redação

O almoço entre o ex-vereador Alex Matos e o blogueiro Washington Luiz de Paula no dia de ontem, 13, em São Paulo, serviu para que ambos pudessem se ouvir e opinar sobre a política em Peruíbe ontem e hoje – e também “amanhã” – e também para traçar uma linha programática de trabalho para as eleições de outubro deste ano.

“Foi um bate-papo descontraído”, sinalizou Alex em seu perfil no Facebook, que fez questão de registrar seu agradecimento “pelas dicas” de quem já vem de comemorar quatro décadas de militância política em Peruíbe, como é o caso de Washington.

Alex se fez acompanhar do jornalista Edson Luiz Oliveira, o Edinho, do Jornal Mata Atlântica, de Itanhaém; e também do amigo Zé Maria, de Praia Grande, militante político e comunitário daquela cidade. O encontro foi na praça de alimentação do Shopping Boavista, em Santo Amaro.

Pré-candidatura

O encontro foi promovido com o objetivo de manifestar a pré-candidatura de Alex Matos a deputado federal para as eleições deste ano. A visão que Washington passou para ele pode ser resumida por estas palavras: “o cavalo está passando muito bem encilhado; e você tem mesmo que aproveitar este momento, porque com o apoio e apadrinhamento da incontestável liderança regional, estadual e federal do deputado Márcio França, sua eleição está praticamente garantida”, enfatizou o blogueiro.

O desafio, no entanto, que está fazendo com que o jovem Alex Matos peregrine por lideranças e formadores de opinião de Peruíbe, está justamente em fazer o povo de sua cidade entender que esta é a chance que não se pode deixar passar: a de Peruíbe ter, afinal, o seu próprio deputado. “Eu nasci em Peruíbe, amo minha cidade, e para mim não basta ser eleito por uma votação que veio de muitos lugares”, diz Alex que espera que haja um despertamento do eleitorado peruibense neste sentido.

O fato é que Peruíbe hoje tem eleitorado suficiente para eleger uma dobradinha de deputados locais. São perto de 60 mil votos que, se centralizados em quem tem efetivamente chance de se eleger pode fazer com que Peruíbe siga o exemplo de Registro, para não dizer outras cidades maiores da região, que têm os seus próprios deputados.

A importância de a cidade ter seu deputado estadual e deputado federal não se discute. No caso de Alex Matos, que vem se orientando pelo gabinete do deputado Márcio França em Brasília no curso destes últimos anos desde que deixou a vereança de Peruíbe, e que tem sido voz forte e determinada na busca de recursos para a sua cidade natal, não será de se admirar que sua eleição com apoio maciço do povo de Peruíbe não acabe por ser um divisor, um marco pelo qual será conhecido o “antes” e o “depois” da cidade.

Espera-se que todo cidadão e cidadã de bem e de boa vontade  de Peruíbe, assim como também a classe política e empresarial da cidade, deixe um pouco de lado as diferenças político-partidárias e pessoais, e apostem num nome que não tem nada de “azarão” ou zebra.

A se confirmar sua candidatura nas convenções de daqui algumas semanas, Alex Matos poderá contar com você que quer o bem de Peruíbe, e um futuro mais auspicioso para você mesmo e sua família.

Policial civil aposentado é morto com tiro em rodovia em São Paulo

Agência Estado, e A Tribuna

Um policial civil aposentado de Manhuaçu  que fazia escolta de uma carreta foi encontrado baleado na cabeça na rodovia Fernão Dias, no km 86, em São Paulo, por volta das 19h de quarta-feira.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) foi acionada por motoristas para atender uma ocorrência de atropelamento na pista sentido Minas-São Paulo da rodovia.

No local, os policiais encontraram os bombeiros socorrendo o policial civil Luiz Carlos da Silva, 48, que havia sido baleado na cabeça por criminosos. Ele não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Segundo a Polícia Civil de Manhuaçu, o policial fazia a segurança particular de uma carreta que tinha ido a São Paulo para fazer o transporte de produtos de diversos ramos quando criminosos interceptaram a carreta e anunciaram o roubo.

O policial civil foi baleado e abandonado na rodovia. O motorista e o proprietário da carga foram levados pelos criminosos e depois liberados. Eles passam bem, de acordo com a polícia civil.

A morte do policial será investigada pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

Homem é preso com drogas em Peruíbe, no litoral de São Paulo

Segundo a polícia, rapaz foi localizado após denúncia. Maconha, crack e cocaína foram encontradas.
Foto: Arquivo Pessoal/Talita Chrysostomo
Rapaz foi encontrado com drogas em Peruíbe, SP

Do G1 Santos e Região

A Polícia Militar (PM) de Peruíbe, no litoral de São Paulo, prendeu um rapaz na tarde desta sexta-feira (25) suspeito de tráfico de drogas.

Segundo informações da polícia, após uma denúncia anônima, o suspeito foi detido na Rua Ouro Verde, no bairro Caraguava, com mais de 700g e 245 pedras de crack, 650g e 146 pinos de cocaína, além de 370 trouxinhas de maconha e uma balança de precisão. Os entorpecentes estavam prontos para a comercialização e enterrados no quintal da casa onde o homem foi encontrado. O caso foi encaminhado para Delegacia Sede do município.