Arquivos de tag:

Confira o resultado da eleição para prefeito em Prados, em números

Da Redação

Confirmada a eleição de Juninho do Léster para dar cumprimento ao seu segundo mandato como prefeito de Prados, no Campo das Vertentes, Minas Gerais, alguns dados precisam e devem ser anotados – até como fatos curiosos – para que o eleitorado tome conhecimento dos detalhes e meandros da apuração geral dos votos.

Com 21 urnas espalhadas pelo município, 7.061 eleitores eram esperados para cumprimento do dever cívico de votar para escolher os mandatários – prefeito e vereadores – que serão responsáveis pelo destino de Prado a partir de 2021, seguindo até 2024.

Nem todos compareceram, no entanto. Pelos registros finais do TSE, 14,25% (ou 1.006 eleitores) deixaram de votar. Dos que se apresentaram para votar (na eleição para prefeito), 193 (2,73%) decidiram anular o voto, enquanto 89 (1,26%), optaram por votar em branco.

Como ausências, votos nulos e votos brancos não contam para efeito de contagem efetiva que define o percentual de votos válidos com o qual um candidato ganhou, enquanto outro perdeu (Prados só tinha dois candidatos concorrendo para prefeito), o total de votos apurados, desta sorte, foi de 5.773 votos.

Assim, se do total de eleitores registrados no cartório eleitoral (7.061), Juninho do Léster venceu as eleições com 47,71% do eleitorado; do total de votos válidos (5.773) a eleição do prefeito Juninho foi confirmada como tendo 58,36%. Do outro lado, Gustavo Gastão, o candidato do PT que se opunha ao projeto de reeleição de Juninho, obteve 34,05% do todo, e 41,64% dos votos considerados válidos. Em termos nominais, foram 3.369 votos para Juninho, sendo que Gustavo Gastão teve 2.404 votos.

Votos por seção:

  • Seção 16 (Centro) = Juninho (131 votos) / Gustavo (117 votos)
  • Seção 17 (Centro) = Juninho (132 votos) / Gustavo (110 votos)
  • Seção 19 (Centro) = Juninho (171 votos) / Gustavo (160 votos)
  • Seção 20 (Centro) = Juninho (157 votos) / Gustavo (136 votos)
  • Seção 21 (Centro) = Juninho (170 votos) / Gustavo (145 votos)
  • Seção 22 (Centro) = Juninho (171 votos) / Gustavo (147 votos)
  • Seção 23 (Centro) = Juninho (176 votos) / Gustavo (120 votos)
  • Seção 24 (Centro) = Juninho (194 votos) / Gustavo (156 votos)
  • Seção 25 (Pinheiro) = Juninho (172 votos) / Gustavo (127 votos)
  • Seção 26 (Pinheiro) = Juninho (198 votos) / Gustavo (125 votos)
  • Seção 27 (Bichinho) = Juninho (144 votos) / Gustavo (124 votos)
  • Seção 28 (Bichinho) = Juninho (165 votos) / Gustavo (116 votos)
  • Seção 29 (Estação) = Juninho (54 votos) / Gustavo (33 votos)
  • Seção 31 (Carandaizinho) = Juninho (154 votos) / Gustavo (77 votos)
  • Seção 36 (Centro) = Juninho (182 votos) / Gustavo (130 votos)
  • Seção 37 (Pinheiro) = Juninho (198 votos) / Gustavo (125 votos)
  • Seção 38 (Pitangueiras) = Juninho (190 votos) / Gustavo (93 votos)
  • Seção 41 (Coqueiro) = Juninho (70 votos) / Gustavo (26 votos)
  • Seção 42 (Atalaia) = Juninho (186 votos) / Gustavo (76 votos)
  • Seção 46 (Vila) = Juninho (146 votos) / Gustavo (87 votos)
  • Seção 18/52 (Centro) = Juninho (208 votos) / Gustavo (174 votos)

Curiosidades

  • Juninho ganhou em todas as 21 urnas.
  • A seção onde Juninho teve mais votos nominais (208) foi a 18/52, no Centro.
  • A seção onde Juninho teve menos votos nominais (54) foi a 29, na Estação.
  • A seção onde Gustavo teve mais votos nominais (174) foi a 18/52, no Centro.
  • A seção onde Gustavo teve menos votos nominais (26) foi a 41, no Coqueiro.
  • Em termos percentuais, a seção onde Juninho foi mais bem votado, com 72,92% dos votos, foi a 41, no Coqueiro.
  • Em termos percentuais, a seção onde Juninho foi mais mal votado, com 51,66% dos votos, foi a 19, no Coqueiro.
  • Em termos percentuais, a seção onde Gustavo foi mais bem votado, com 48,34% dos votos, foi a 41, no Coqueiro.
  • Em termos percentuais, a seção onde Juninho foi mais mal votado, com 29,01% dos votos, foi a 42, no Atalaia.
  • Considerando votos nominais, Juninho foi mais bem votado no Centro, com 1.692 votos.
  • Considerando votos nominais, Juninho foi mais mal votado na Estação, com 54 votos.
  • Considerando votos nominais, Gustavo foi mais bem votado no Centro, com 1.395 votos.
  • Considerando votos nominais, Gustavo foi mais mal votado no Coqueiro, com 26 votos.
  • Em termos percentuais, Juninho foi mais bem votado no Coqueiro, com 72,92% dos votos.
  • Em termos percentuais, Juninho foi mais mal votado no Centro, com 54,81% dos votos.
  • Em termos percentuais, Gustavo foi mais bem votado no Centro, com 45,19% dos votos.
  • Em termos percentuais, Gustavo foi mais mal votado no Coqueiro, com 27,08% dos votos.

Juninho é reeleito em Prados com 58,36% dos votos válidos

Juninho e esposa aparecem na sacada de casa após as urnas confirmarem sua reeleição

Da Redação

Diferente do que chegou a ser anunciado ontem durante a apuração, a diferença de votos que o prefeito Juninho do Lester teve à frente do candidato do PT foi de 965 votos.

Ontem, em meio à euforia da contagem dos votos, e vendo que Juninho seguia vencendo urna após urna, correligionários mais entusiasmados falavam em 1.300 os votos de Juninho à frente do adversário. Por volta das 23hs, o WhatsApp disseminava a informação do fechamento com contagem “exata” de 1.704 votos como sendo a diferença entre o primeiro e o segundo colocado.

Com o sistema de apuração do TSE travado (ao que tudo indica por conta de um ataque de hackers), não restou muita alternativa senão aguardar pela manhã de hoje quando então os resultados já eram tidos como de 100% dos votos apurados.

Para os emplumados tucanos mais entusiasmados o que vale mesmo é a vitória. “Poderíamos ter vencido por um voto, mas o certo é que já sabíamos de antemão que ganharíamos esta eleição”, lembrou um eleitor do Juninho.

Repetindo a dose

Embora diminuindo 1,01% dos 59,37% com que Juninho do Léster vencera a eleição de 2016 sobre seu adversário daquele momento, a reeleição do atual prefeito mantém a tradição da continuidade por dois mandatos de um mandatário que, afinal, agradou o povo em seu primeiro governo, como aconteceu no passado com o próprio Gustavo Gastão (PT) e o saudoso Paulo Valle (PSDB), ambos prefeitos por dois mandatos.

A julgar por este registro, e pelo que se pode confiar da continuidade de um governo sério, honesto e extremamente comprometido com as demandas que surgem do povo, já é de se prever facilidade de também Juninho do Léster fazer seu sucessor em 2024.

Prados segue para as eleições deste domingo (15) com 2 candidatos a prefeito e 40 candidatos a vereador

Da Redação

Contando com um número de 7.061 eleitores aptos a votar nas eleições deste próximo domingo (15), Prados se prepara para a grande festa da democracia quando haverá de ser escolhido prefeito e seu respectivo vice-prefeito dentre dois candidatos, e nove vereadores entre 40 postulantes.

O eleitorado de Prados este ano está bem dividido entre homens (49,4%) e mulheres (50,6%), com idades variando entre os 100 anos ou mais (com três eleitores), e 16 anos, com apenas 10 jovens votando pela primeira vez. Destes, a grande maioria (62,4%) se declarou solteira, enquanto 32,4% são casados.

Do total do eleitorado apenas 317 (4,49%) têm ensino superior completo, e 133 (1,88%) com ensino superior incompleto. Na outra ponta, 2.634 (37,3%) não terminaram o ensino fundamental, e 237 (3,36%) se declararam analfabetos.

Candidatos

Todos estes cidadãos e cidadãs irão ao encontro das urnas no próximo domingo para escolher os prefeito e vice que dirigirão os rumos da cidade pelos próximos quatro anos, a partir de janeiro de 2021. Para cumprir este dever cívico, escolherão entre o atual prefeito Juninho do Lester (PSDB-45) que busca a reeleição, e o ex-prefeito Gustavo Gastão (PT-13).

Na outra eleição – para vereador – o município de Prados tem 40 candidatos e candidatas que disputarão uma das nove vagas no Legislativo (vide relação abaixo). Originalmente eram 41 os candidatos, mas houve a renúncia (desistência) de um candidato do MDB. Todos foram contemplados com o deferimento de seus pedidos de registro de candidatura.

Enquanto para prefeito a escolha é simples, ficando por decidir entre Juninho do Léster e Gustavo Gastão, a eleição para vereador é um pouco mais complicada, e a culpa é do tal do “quociente eleitoral” ou, como queiram, “coeficiente eleitoral”.

Contas

Na eleição de 2016 havia 6.831 eleitores aptos a votar, mas compareceram 6.023 (88,17%) para votar, sendo que destes 268 anularam seus votos e 250 votaram em branco. Como os votos em branco nem os votos nulos contam para definição do quociente eleitoral, o total de votos válidos foi de 5.505 que, dividido por nove, definiu como 611 votos o tal do coeficiente eleitoral.

Para este ano, quando Prados aumentou seu eleitorado para 7.061, se considerarmos pela média o mesmo percentual da eleição passada de ausentes (11,83%), votos nulos (4,45%) e votos brancos (4,15%), pode-se estimar que o número de votos válidos para vereador esteja na casa dos 5.619 votos proporcionais, o que faria aumentar o coeficiente eleitoral para 624 votos. Mas, o que significa isso? Significa que para que um partido tenha condições de eleger um vereador terá que ter, na soma de todos os seus candidatos, pelo menos 624 votos nominais.

Com a mudança das regras para as eleições deste ano (veja aqui uma análise feita a partir do resultado da eleição passada se tivessem sido regidas pelas regras atuais), cada partido terá que buscar alcançar o maior número de votos para ver seus candidatos mais votados na Câmara a partir de 2021.

São quatro partidos concorrendo às eleições deste ano (PSDB – MDB – PT – PODE), e todos buscando ao menos uma vaga para seus candidatos, é possível prever um cenário para a próxima Câmara, onde inexoravelmente o PSDB continuaria com a maioria, já que tem um maior número de candidatos considerados fortes. Já o MDB que, na cidade, historicamente se contrapõe com PSDB, pode sair enfraquecido da eleição, principalmente porque estará desvinculado do PT que, por sua vez, também poderá sofrer revés em razão de não poder sair coligado com outro partido na eleição proporcional.

A eleição, contudo, é sempre uma “caixinha de surpresa”, como é costume dizer. Embora as apostas estejam correndo soltas por botecos e barbearias da cidade, o certo mesmo é que somente no final do dia de domingo é que se poderá ter certeza da vitória deste ou daquele.

Escolha seu candidato

PREFEITO E VICE

  • PREFEITO GUSTAVO GASTAO CORGOSINHO CARDOSO (GUSTAVO GASTÃO) – VICE JURANDIR MANOEL DE CARVALHO (JURANDIR) – PT – 13
  • PREFEITO LESTER REZENDE DANTAS JUNIOR (JUNINHO DO LÉSTER) – VICE ARI EUSTÁQUIO DA COSTA (ARI) – PSDB – 45

VEREADOR (ORDEM ALFABÉTICA)

  • AÉCIO JOSÉ DA SILVA (AÉCIO MECÂNICO) – PODE – 19123
  • ALBA CAMPOS (ALBINHA) – PODE – 19233
  • ALINE CORREIA DOS SANTOS (ALINE DO CHIQUINHO) – PT – 13130
  • ANA RITA DA SILVA (ANA RITA) – PSDB – 45602
  • ANDRÉ LUIZ DAS NEVES SILVA (ANDRÉ NEVES) – PSDB – 45600
  • OZINETE BARBOSA DA SILVA (CANTORA OZINETE SILVA) – MDB – 15472
  • JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA (CARLINHO PITANGUEIRAS) – PT – 13456
  • CÉSAR MURILO DA TRINDADE VELHO (CÉSAR CABEÇÃO) – MDB – 15555
  • FRANCISCA APARECIDA DA SILVA (CHIQUINHA DO MOZART) – MDB – 15611
  • CRISTIANO AUGUSTO DANTAS (CRISTIANO DO FARUTE) – PSDB – 45610
  • ALEDIR TEIXEIRA (DEIVIDE CHAVEIRO) – MDB – 15915
  • DEJAIR JOSÉ DA TRINDADE TEIXEIRA (DEJA) – PT – 13017
  • DELFIM GERALDO FERREIRA (DELFIM DO BAIAL) – PSDB – 45618
  • DILMA MARIA PINTO FONSECA (DILMA) – PT – 13023
  • JOSÉ DINIZ DA CUNHA (DINIZ) – PT – 13013
  • ELISÂNGELA MARIA LADEIRA FERREIRA (ELISÂNGELA LADEIRA) – PSDB – 45645
  • FERNANDO ANTONIO RAMOS (FERNANDO DO ZÉ CARIOCA) – PSDB – 45615
  • GERALDO AFONSO DO NASCIMENTO (GERALDO AFONSO) – PODE – 19111
  • GIOVANE BATISTA TEIXEIRA (GIOVANE DO BICHINHO) – PSDB – 45601
  • GISELDA MARIA DO LIVRAMENTO VELHO (GISELDA ENFERMEIRA) – PT – 13123
  • EVERTON DE SOUSA REIS (GRINGO) – MDB – 15789
  • JANAÍNA DE SOUZA (JANAÍNA ENFERMEIRA) – PT – 13035
  • GERALDO SILVA OLIVEIRA (LADINHO DO MAZICO) – PT – 13600
  • LENISA TEIXEIRA DE CARVALHO (LENISA) – PT – 13777
  • LOURIVAL DE SOUZA SILVA (LOURIVAL) – PSDB – 45699
  • GLEIDISON GERALDO CAPISTRANO PEREIRA (MÃOZINHA) – PT – 13131
  • MARCOS POSSA (MARCOS DA FINTA) – MDB – 15015
  • NYRLA MARIA MACHADO DELFINO (NYRLA MACHADO) – MDB – 15000
  • PATRÍCIA LADEIRA PINHEIRO (PATRÍCIA DO ROSENI) – PT – 13000
  • PAULO ROBERTO DE SOUSA (PAULINHO DO BÁ) – PSDB – 45604
  • MARIA APARECIDA MINEIRO (PIQUITA) – PSDB – 45666
  • IVACI LOPES DE OLIVEIRA (RATINHO) – PODE – 19000
  • ROBERTO MIRANDA DO NASCIMENTO (ROBERTO MIRANDA) – MDB – 15615
  • RONALDO MARCELINO DE SOUSA (RONALDO DA NIGRINHA) – PSDB – 45603
  • ROSILENE DA CONCEIÇÃO FIRMIANO LADEIRA (ROSI DO LÉO) – PT – 13113
  • SOLANGE MARIA DA PIEDADE OLIVEIRA (SOLANGE OLIVEIRA) – PODE – 19999
  • VAGNER POSSA SILVA (VAGNER DO CATIRA) – PSDB – 45606
  • VALDIR GOMES RIBEIRO (VALDIR DO DECO) – PT – 13222
  • VICENTINA DAS MERCÊS GONÇALVES (VICENTINA MADRINHA) – PSDB – 45609
  • WASHINGTON HENRIQUE FIGUEIREDO (WASHINGTON CHITÃO) – PODE – 19141

Piquita – Mulher símbolo de Prados

Da Redação

Ela nasceu Maria Aparecida Mineiro – e pelo que se vê e se nota, tem “mineiro” até no nome. Eis, portanto, uma legítima representante daquilo que a mulher mineira tem: é aguerrida, trabalhadora, determinada, corajosa, e sobretudo honesta!

Nascida e criada em Prados, no mesmo bairro do Pinheiro Chagas onde mora até hoje, sobre o qual não esconde declarar “que tanto amo”, Maria Aparecida viria a se tornar conhecida e a se notabilizar no meio em que sempre viveu, dentre seus familiares e amigos, simplesmente como “Piquita”. O apelido foi lhe dado quando ainda criança, por – segundo ela – ser muito pequena.

É de se crer que a grande maioria dos cidadãos e cidadãs pradenses já a conheçam, principalmente porque Piquita, dentre as tantas atividades às quais se aplica é também promotora de turismo, já tendo levado muita gente do povo de Prados em suas excursões, seja em romarias para santuários como o de Aparecida (SP), ou mesmo a passeio para praias do Rio de Janeiro e Espírito Santo e outros lugares aprazíveis.

O que talvez pouca gente saiba no seu todo é de sua história de vida. Quem ganha tempo para ouvi-la em seu testemunho pessoal não deixa de se emocionar. Vendo-se separada do marido quando seus quatro filhos eram ainda muito pequenos, Piquita não desanimou, antes seguiu o destino de continuar trabalhando, como sempre fez desde muito nova, e agora com a determinação de quem passava a ter a responsabilidade de suprir as necessidades da casa e dos filhos. A responsabilidade não a assustou, contudo. E, pelo que se pode observar hoje, com os filhos já criados (“todos com suas casas próprias” e uma com curso superior, como gosta de frisar) e sete netos disputando o carinho da avó, é de se acrescentar ao currículo de Piquita o adjetivo de “vencedora”.

Piquita é mulher e negra. Estas duas condicionantes fazem-na saber o quanto as mulheres e, de modo especial, as negras têm sido deixadas margem das decisões da comunidade – e na política. E é exatamente por isso que pela quarta vez consecutiva Piquita vai tentar ocupar um lugar na Câmara nas eleições deste ano. Em três eleições não logrou êxito, mas chegou perto, sendo considerada suplente em 2008 e 2012. E é ela mesma quem afirma: “Vejo que temos nas mãos a oportunidade para que a mulher negra ocupe uma cadeira na Câmara Municipal”, e não se faz de rogada ao pedir “o voto e a confiança” dos seus conterrâneos.

Firme em suas convicções, Piquita lembra conhecer “muito bem os bairros e o povo de nossa terra”, e enfatiza: “Quero ser vereadora para estar ao lado dos mais necessitados”.

Piquita é candidata a vereadora pelo PSDB, e segue para as urnas com o número 45666, tendo como candidato a prefeito Juninho do Léster com Ari como vice (ambos buscando a reeleição).

Para saber mais sobre Piquita, visite sua página no Facebook: https://www.facebook.com/mariaamineiro.mineiro.3

Matéria publicada com fulcro nos arts. 57-A a 57-J e 39, § 5º IV, da Lei nº 9.504/1997, e art. 27 a 33 e 87, IV da Res. TSE nº 23.610/2019, e ainda art. 1º, § 1º, IV, da EC nº 107/2020, que dispõe sobre a propaganda na internet através de blogs, redes sociais, mensagens instantâneas e aplicações na internet, e da livre manifestação da opinião e do pensamento feita por pessoa natural, e publicada em sítio de propriedade e responsabilidade de pessoa física, não se tratando de matéria paga.

Deputado Glaycon Franco vem a Prados e dedica apoio à campanha de Juninho

Da Redação

Parceiro da administração desde quando Juninho do Léster assumiu a prefeitura em 2017, o deputado estadual Glaycon Franco esteve em Prados no dia de ontem (5), oportunidade em que empenhou todo seu apoio à campanha de reeleição do atual prefeito.

Em visita ao comitê de campanha, Glaycon fez questão de gravar um vídeo-testemunho, demonstrando a admiração que tem pela dupla Juninho e Ari, os quais considera “homens sérios e competentes para continuar governando a cidade de Prados”.

Em sua palavra, o deputado lembrou que, por conta dos “momentos difíceis, com economia complicada, temos desafios enormes pela frente, resquícios da pandemia, e da crise econômica que está por vir, temos que colocar pessoas sérias, capacitadas, e que têm espírito republicano como o Juninho tem”. Enfático ao registrar seu apoio à campanha do PSDB, o deputado Glaycon Franco lembra que Juninho é “uma pessoa séria, preocupada com os destinos de Prados, sem fazer politicagem, e isto é um compromisso que o Juninho tem com o povo de Prados”.

Mandato atuante

Dono de um mandato bastante voltado a atender as demandas de Prados, assim como das pequenas cidades da região, Glaycon Franco não mediu esforços para fazer enviar dinheiro resultante de dezenas de emendas parlamentares ao Orçamento do Estado, dinheiro este que permitiu ao prefeito Juninho fazer frente aos gastos, principalmente com a Saúde.

A promessa resultante desta visita no dia de ontem é a de que “vou continuar dando total apoio junto ao governo do Estado para que a gente possa cada vez trazer recursos para melhorar de fato a vida do povo de Prados”.

Em sua palavra, Juninho do Lester aproveitou para agradecer a visita do deputado, o apoio, a solidariedade para com sua campanha de reeleição, ao tempo em que, como prefeito, agradeceu também, em nome do povo de Prados, todo empenho que o deputado tem feito para ajudar a minimizar a crise pela qual passa todo o país.

Bastante aplaudido ao final de sua fala, o deputado Glaycon Franco, que é do Partido Verde (PV), foi incisivo: “Então, minha gente, no dia 15 de novembro, é 45 na cabeça!”.

Comércio começa a voltar à normalidade em Prados a partir deste sábado, 18

Hotéis e lojas de artesanatos estão liberados para abrir, desde que assinem termo de compromisso na Secretaria Municipal de Saúde

Da Redação

Publicada deliberação que aprova o programa “Minas Consciente ...Ainda que atendendo, neste primeiro momento, somente as lojas de artesanato e estabelecimentos hoteleiros, os artesãos, comerciantes e empresários de Prados começam a vislumbrar uma “luz no fim do túnel”, depois da estagnação completa que que se segue desde abril, abalando por completo a economia do município.

A medida que abranda o rigor das regras para impedir que a pandemia chegasse até Prados foi assinada pelo prefeito Juninho do Lester que decidiu aderir ao “Programa Minas Consciente” do governo estadual. O “Programa Minas Consciente” prevê uma retomada gradual e consciente das atividades econômicas em todo o estado, sempre levando em conta os gráficos indicadores para avanço ou retrocesso do COVID-19, que é a versão “atualizada” deste vírus gripal que ronda o mundo há décadas.

De posse dos indicadores fornecidos pela Secretaria da Saúde local, Juninho do Lester pode se sentir seguro na tomada desta decisão importante para Prados: “Quando tudo isso começou e nos vimos obrigado a tomar as decisões rígidas que tomamos, sabíamos que o impacto na economia de nossa cidade seria grande”, disse Juninho à reportagem, para lembrar que “o remédio era amargo e necessário, mas vimos agora que graças às ações preventivas tomadas por nossas equipes sanitárias e de saúde, e à colaboração de nossa gente, que estamos conseguimos atravessar esta crise sem casos mais sérios, e podemos comemorar mesmo nenhum caso mais grave do Coronavírus no município”.

Cuidados redobrados

Embora esta decisão fosse aguardada com grande ansiedade pelo comércio local, é preciso que se saiba que a crise não passou, o que significa que os cuidados em seguir as orientações das autoridades sanitárias e de saúde do município devem ser redobrados. Segundo prevê o próprio “Programa Minas Consciente”, a volta à normalidade tem que ser monitorada pelos comitês de crise em razão da pandemia em cada município. “Estaremos atentos no acompanhamento dos casos que eventualmente surgirem em razão desta abertura e, se for necessário, será preciso retomar o rigor das medidas de contenção de disseminação do vírus”, lembra Rildo Costa, Secretário de Saúde, enfatizando a importância da colaboração de todos quanto aos compromissos que devem ser assumidos: “Todos somos responsáveis e todos devemos cada qual a nossa parte”, enfatiza Rildo.

Termo de Compromisso

O protocolo a ser seguido para os empresários alcançados pelo benefício da reabertura de suas atividades neste primeiro momento segue orientações básicas de prevenção para os empregadores, seus empregados e para os consumidores.

No site da prefeitura (veja aqui) pode ser encontrado maiores detalhes da medida tomada pelo prefeito Juninho na data de hoje, e também um link onde é possível baixar o “Termo de Compromisso” que deve ser assinado e entregue da Secretaria Municipal de Saúde.

Os hotéis poderão vir a receber hóspedes e as lojas de artesanatos poderão estar abertas para atender os turistas já a partir deste sábado, 18.

PRADOS/MG – Como você avalia a administração do prefeito Juninho do Lester?

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Coronavírus – Casos em Prados não carecem de pânico por parte da população

Os dois casos registrados como positivos para COVID-19 na cidade de Prados, não podem e não devem ser motivo para que a população entre em pânico, alertam as autoridades sanitárias do município.

Da Redação

Ainda que algumas pessoas mal-intencionadas teimem em disseminar notícias faltas e exageradas numa tentativa de provocar histeria coletiva ou distribuir o medo no meio da população, é preciso que todos conheçam a verdade dos fatos, e tenham a certeza de que, senão em outros lugares, ao menos em Prados prefeito e autoridades de saúde estão muito atentas e agindo com grande responsabilidade sempre que aparece uma “novidade” como as dos últimos dias quando pelo menos dois casos foram relatados como “positivos” para o COVID-19.

O COVID-19, que é a versão atual do Coronavírus, um vírus que tem estado presente entre nós há pelo menos meio século, é sim um problema sério de saúde pública e que enseja que a população continue seguindo as recomendações da Secretaria de Saúde que, por sua vez, segue protocolos da Secretaria de Saúde do Estado, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da saúde. E as recomendações recomendadas são isolamento social, principalmente para idosos e para quem tem problemas crônicos de saúde (de modo especial no aparelho respiratório, como pulmões), asseio completo com frequente lavagem das mãos com água e sabão, e usar álcool em gel sempre que tiver contato com dinheiro e equipamentos de uso público, e o uso de máscaras, evitando o mais que possível a aglomeração de pessoas.

Segundo um especialista em saúde pública e epidemiologia ouvido pela reportagem, a Organização Mundial de Saúde já tem mudado o protocolo quanto aos perigos de contágios entre os chamados assintomáticos, que são aqueles que têm o vírus e que, portanto, se fizerem o exame, acabarão sendo contados como “positivos”, mas que não apresentam os sintomas clássicos da doença, que são inflamação da garganta, tosse seca e falta de ar. “Estes assintomáticos poderão ver passar a crise da pandemia e sequer ficarem sabendo que foram hospedeiros do vírus, não levando inclusive risco para as pessoas que lhes estão próximas”, ilustra o médico.

Dois primeiros casos em Prados

Este parece ser o quadro dos dois pacientes relatados como positivo para COVID-19 que surgiram em Prados nestes três últimos dias. Ou seja, os dois casos não são de pessoas que passaram mal, que tiveram que serem socorridas ou mesmo que viessem a depender de tratamento mais invasivo por parte dos médicos em Prados ou na região.

Ambos os pacientes, mesmo não apresentando sintomas, fizeram os testes e a sorologia como exigência das empresas de retorno ao trabalho, e tiveram resultado relatado como “positivo” para COVID-19.

Com os nomes preservados pela Secretaria de Saúde, a nota oficial relata que o primeiro caso que apareceu em Prados trata-se de um paciente na faixa etária de 35 a 40 anos que trabalha em outro estado e que, ao chegar no município, recebeu a orientação preventiva para cumprimento de quarentena. Terminado este prazo (geralmente de 14 dias), o paciente seguiu orientação da empresa onde trabalha para a realização de sorologia e teste de swab em laboratório para poder retornar ao trabalho.

Embora sem sintomas ou comorbidades, que são alterações na saúde do paciente quando duas ou mais doenças estão relacionadas ou quando houver doenças que predispõem o paciente a desenvolver outras doenças, o paciente foi recomendado a se manter isolado juntamente com sua família até que chegue o resultado do material coletado para teste do swab que foi enviado para Belo Horizonte.

O segundo caso confirmado é semelhante ao primeiro. O paciente, na faixa etária dos 50 aos 60 anos, também não possui comorbidades e nem apresenta fatores de risco. Trabalhador na vizinha São João Del Rey, este fez o teste através da Secretaria Municipal de Saúde de São João, em uma testagem em massa para investigar um possível surto da doença em seu local de trabalho. Como resultado também apresentou quadro “positivo” para COVID-19. E igual ao primeiro caso, este também permanece assintomático, ou seja, sem apresentar sintomas, tendo recebido orientação da Secretaria de Saúde de Prados para permanecer em casa em isolamento tanto ele quanto sua família.

Atenção redobrada e imunidade em alta

Embora, como explicado assim, estes dois primeiros casos que apareceram em Prados não sejam motivos para que a população entre em pânico é preciso anotar que, em razão da seriedade do momento, qualquer descuido pode representar porta aberta para que eventualmente venha a aparecer infecção generalizada o que, até aqui, tem se mantido longe das divisas de Prados.

“Temos ouvido de gente se aglomerando em festas em lugares distantes do centro da cidade, para fugir aos olhos das autoridades, e isto é preocupante”, alertam agentes de saúde de Prados. “É preciso que todos estejamos em alerta, tenhamos consciência e responsabilidade”, avisa um médico ouvido pela Redação deste blogue. “Lavar as mãos com frequência, usar máscara sempre que estiver em lugares frequentados por outras pessoas, evitando sair de casa sem necessidade, continua sendo a melhor medida para manter o Coronavírus bem longe de Prados.

Para o médico Belmiro D’Arce, porém, “não basta evitar a contaminação”. Para ele a chave para combater o Coronavírus é manter a imunidade em alta. “O que determina se você vai viver ou morrer diante do Coronavírus é sua imunidade”, ensina (veja aqui). Portanto, pessoal, a hora é de manter em dia sua dieta alimentar, se alimentando bem, e nada de excessos com bebidas ou fumo.

Prefeitura confirma o primeiro caso de Coronavírus em Prados

Do Portal Dores de Campos

A Secretaria Municipal de Saúde de Prados confirmou na manhã desta terça-feira (16) o primeiro caso com diagnóstico positivo para Coronavírus. Trata-se de um homem de faixa etária entre 35 e 40 anos de idade, que trabalha em outro estado. Ainda de acordo com a Secretaria, ele não tem comorbidades e não sentiu nenhum sintoma da doença. Tanto o homem, quanto os seus familiares, foram orientados com relação ao isolamento social.

O secretário de saúde, Rildo Costa, informou que está aguardando o resultado do exame enviado para análise na FUNED em Belo Horizonte.

Em Nota, a Prefeitura de Prados destacou que o homem veio para Prados no dia 27 de abril, onde teria cumprido o período de isolamento de 15 dias ao chegar no município.

Após esse período teve contato com alguns familiares e pessoas próximas, e também viajou ao município de São João Del Rei. No dia 12 de junho realizou exame em laboratório particular à pedido da empresa para regressar as atividades de trabalho. Colheu o material para swab e também para sorologia. O teste de swab ainda não ficou pronto e a sorologia deu positivo para covid. O paciente se encontra bem, sem comorbidades. Ele e todos os que tiveram contato com ele foram orientados quanto às medidas de isolamento, higiene e assepsia e estão sendo monitorados pelos profissionais de saúde”, destacou a nota.

Em meio à pandemia do Coronavírus, Prados entra na Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo

Mesmo com gravidade do momento em relação ao COVID-19, Secretaria de Saúde mostra atenção a outras doenças sazonais

Da Redação

Parte do “Movimento Vacina Brasil”, do Governo Federal, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo não ficará ofuscada pela crise que se instalou Brasil afora por conta do novo Coronavírus. Pelo menos não em Prados, onde os gestores da Saúde do município, seguindo recomendação expressa do prefeito Juninho do Lester, não pretendem que outras doenças que acometem as pessoas restem esquecidas, principalmente com a chegada do inverno.

Com o outono chegando ao fim, e já dando ares de que o inverno pode ser intenso na região, a preocupação da Secretaria de Saúde de Prados se volta, além do Coronavírus, para outras gripes, como Influenza (H1N1), e também para o Sarampo, que embora parecendo ter sido erradicada do Brasil há alguns anos, acabou teimando em retornar, adoecendo muita gente ainda nos dias de hoje

Por conta disso é que o Ministério da Saúde, em conjunto com as secretarias estaduais e municipais estão enfatizando a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo 2020. Conforme Gleicemara Aparecida Carvalho Gonzaga (Gleice), que é coordenadora das Unidades Básicas de Saúde e Diretora de Planejamento Estratégico da Secretaria de Saúde de Prados, a campanha vai buscar a adesão de 100% da população pradense em idade entre 20 e 49 anos. “Todas as pessoas – homens e mulheres (não grávidas) –, na faixa de idade entre os 20 e os 49 anos devem receber essa dose extra da vacina contra o Sarampo, independentemente se já tenham tomado a vacina anteriormente, ou não”, lembra.

O que é o Sarampo?

De acordo com o Portal Saúde do Ministério da Saúde, Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tossefalaespirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Os principais sintomas do sarampo são:

  • Febre acompanhada de tosse;
  • Irritação nos olhos;
  • Nariz escorrendo ou entupido;
  • Mal-estar intenso;

Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

Orientações

Para receber a dose extra da vacina contra o Sarampo, basta comparecer ao posto de saúde mais próximo da residência ou trabalho, levando cartão de vacina, cartão do SUS e documento de identidade.

Os coordenadores da campanha orientam que, ao chegar ao posto, deve-se avisar o motivo da ida (vacinação contra o Sarampo), mantendo-se do lado de fora, aguardando ser chamado. “Procure manter a distância recomendada entre as pessoas, e esteja usando a máscara”, avisa Gleice.

O Secretário Municipal de Saúde, Rildo Costa enfatiza a importância da vacinação como medida de prevenção às doenças. “Neste momento em que a comunidade médico-científica do mundo todo se desdobra em pesquisas para buscar uma vacina contra o COVID-19, é de suma necessidade que todos nós valorizemos uma campanha como essa contra o Sarampo que buscar manter também esta doença longe das divisas de Prados”, diz Rildo.

Entusiasmado com as projeções que dão conta de que a pandemia do Coronavírus pode passar sem que tenha acometido um só pradense, o prefeito Juninho aproveita para agradecer a consciência do povo de Prados em colaborar para evitar que o COVID-19 se instale por aqui. “Estamos preocupados em manter toda e qualquer doença bem longe de Prados, por isso peço mais uma vez que minha gente busque os postos de saúde para se vacinar contra o Sarampo, aproveitando esta campanha nacional”, enfatiza.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo estará disponível até dia 30 de junho próximo.

Prados comemora nenhum caso positivo de Coronavírus até aqui

Trabalho sério e focado na orientação pela prevenção é a tônica que tem mantido o COVID-19 longe do município

Da Redação

Preocupado em manter o COVID-19 bem longe das divisas pradenses é que o prefeito Juninho do Lester tem buscado conduzir a equipe da Saúde que está responsável pelo monitoramento epidemiológico com a seriedade e responsabilidade que o momento de crise exige.

A equipe tem sido bem coordenada pelo secretário Rildo Costa que, por sua vez, tem envidado o melhor dos esforços no cuidado com os poucos casos de pacientes que têm apresentado sintomas leves de gripe, como tosse, febre, cansaço, dor de garganta, falta de ar, corizas, mas que, mesmo assim, recebem atenção especial de monitoramento por parte dos agentes de saúde, seguindo o protocolo definido pelo Ministério da Saúde, até que a dúvida seja dissipada, seja por avalição médica presencial, e, em casos mais persistentes, através de exame laboratorial.

Ouvido pela reportagem deste blogue, o diretor da Vigilância Epidemiológica de Prados, André Neves, explicou que critérios definidos pelo Ministério da Saúde incluem todos os casos de pacientes que apresentaram qualquer sintoma similar ao do COVID-19 como suspeitos. “Após a visita do paciente ao posto de saúde, ou o atendimento domiciliar do médico, sendo atestado que o paciente é sintomático (que apresenta sintomas de gripe) este passa a ser considerado suspeito, recebendo orientação para isolamento social mais rigoroso, passando a ser acompanhado diariamente pelos agentes de saúde por até 14 dias”, lembrou André. Para o responsável pela vigilância de combate a epidemias no município, casos em que o médico venha atestar necessidade, o paciente é encaminhado para avaliação pelo CIEVS, quando então se define finalmente se o paciente tem ou não a doença.

Números

“Todo caso notificado passa a ser considerado um caso suspeito”, enfatiza André Neves. De acordo com ele, o quadro só muda se descartado após exame clínico-laboratorial.

Perguntado sobre os números encontrados em Prados até o momento, André lembra que até aqui o município recebeu 19 notificações de pacientes com alguma indicação que pudesse levar a uma atenção mais preocupante por parte das autoridades de saúde. Destes oito foram descartados como tendo a doença, e 11 mereceram atenção especial, tendo sido colocados em isolamento e monitoramento domiciliar, dois quais oito já encerraram este ciclo, permanecendo apenas três em situação que ainda inspira cuidado mais acurado.

Perguntado sobra a confusão entre os números dos que permanecem classificados como “suspeitos”, André Neves enfatizou que é orientação do Ministério da Saúde considerar assim mesmo aqueles pacientes que já tiveram encerrados o período de monitoramento sem que tenham desenvolvido quaisquer sintomas mais severos. “Para o Ministério da Saúde não se deve desclassificar pacientes como ‘suspeito’ pelo critério clínico/epidemiológico”, enfatizou. Segundo a orientação do MS só mesmo o exame laboratorial pode tirar os pacientes da lista de suspeitos.

“Prevenção é a chave”

“Maestro” da Saúde em Prados, Rildo Costa continua enfatizando que todo cuidado que a população deve continuar tendo para que Prados continue apresentando números satisfatórios frente à pandemia sempre será pouco. “As medidas de prevenção recomendadas pelas autoridades de saúde pública não podem ser esquecidas por todos: lavar as mãos com água e sabão sempre, evitar sair de casa sem necessidade, e, se tiver que sair, usar máscara de proteção”.

Para Rildo, “prevenção, conscientização e responsabilidade de cada um e de todos continuará sendo a chave para mantermos o vírus longe de Prados”.

PSDB de Prados confirma pré-candidatura do prefeito Juninho do Lester à reeleição

O presidente do diretório do PSDB de Prados, Gil Santos, confirmou que chapa Juninho do Lester/Ari, atuais prefeito e vice, será mantida para as eleições deste ano

Da Redação (com Assessoria)

Decisão unânime dos membros do diretório municipal do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e de correligionários e apoiadores do governo tucano em Prados (MG), levará a chapa vitoriosa de 2016, encabeçada por Lester Resende Dantas Júnior (Juninho do Lester) e Ari Eustáquio da Costa (Ari) a buscarem a reeleição nas eleições deste ano.

Juninho e Ari aceitaram o desafio proposto pelo partido, não obstante o momento crítico pelo qual o Brasil e o mundo passam em razão da pandemia provocada pelo Coronavírus. “A decisão tem caráter programático e meramente protocolar, atendendo a agenda do partido”, disse um dos dirigentes do PSDB em Prados, buscando demonstrar que o foco da administração municipal hoje está inteiramente voltado para o combate ao COVID-19: “Estou à disposição do partido e do povo, mas no momento meu foco está na saúde e no bem estar de toda comunidade diante dessa pandemia”, disse Juninho à reportagem.

Governo de sucesso

Juninho surpreendeu a população de Prados em todos os sentidos, começando com a votação histórica que o elegeu em 2016. Durante estes três anos e quatro meses de seu governo, colecionou elogios pelos quatro cantos do município ao não esconder sua empatia e capacidade de ouvir os anseios da comunidade.

Para um analista da política local, a atuação do prefeito Juninho do Lester tem se revelado exemplar e responsável. “Isso é fácil de ver”, lembra uma liderança pradense. Para ele o registro de um governo sério, honesto e que buscou distância de desvios ou mesmo de endividar o município com finalidades eleitoreiras está “na forma como Juninho vem conduzindo a prefeitura nos dias atuais, mesmo tendo passando pela crise financeira causada pelo desgoverno petista que assolou os municípios mineiros e que deixou até hoje uma dívida de mais de R$ 3 milhões com Prados”.

Medidas ponderadas

Criticado por alguns que insistem em promover a difusão do medo no seio da comunidade, as medidas tomadas pela administração municipal têm sido vistas como coerentes e responsáveis. Em Prados todas as medidas de prevenção à disseminação do Coronavírus foram protocolarmente tomadas em sintonia com as orientações enviadas pelo Ministério de Saúde e Organização Mundial de Saúde, sem exageros.

O prefeito lembrou que “vivemos hoje a maior crise de saúde pública do mundo causada pelo Coronavírus, mas temos que estar preparados para enfrentarmos a crise na economia municipal que prevemos ser incalculável”. Mesmo assim Juninho está cuidando do sistema de Saúde como nunca, que durante seu governo sempre contou e conta com a atuação marcante e digna de nota do secretário Rildo Costa.

Lugares esquecidos

Quem passa por Prados hoje, se comparado a anos anteriores vê o resultado da promoção de um governo incansável. “Locais esquecidos há anos receberam melhorias e calçamentos, estradas foram perenizadas por toda a zona rural, obras foram feitas em diversos locais”, diz um porta-voz do primeiro escalão do governo. Já para um entusiasmado correligionário que participou do encontro tucano que ratificou a confiança do partido na dupla Juninho do Lester/Ari, “os serviços prestados pelo governo são de qualidade – em todos os setores, sem distinção”, e lembra: “Nessas horas que a gente vê quem é quem”.

Mesmo com toda a euforia partidária, em nota oficial o PSDB de Prados segue lembrando que esse não é o momento de levar debate político para a população pradense. Antes, “o momento é da união de todos, independente das preferências políticas ou partidárias, porque só assim poderemos vencer aquele que hoje é inimigo de todos nós – o Coronavírus”.

Curso inédito de urgências e emergências capacita agentes e profissionais da saúde em Prados

Da Redação

Uma iniciativa pioneira da Secretaria de Saúde de Prados, através do secretário Rildo Costa, trouxe uma importante capacitação de agentes e profissionais de saúde não só da cidade como também de vários outros municípios da região.

O evento, que contou com total apoio e incentivo da Prefeitura Municipal de Prados, através do prefeito Juninho do Lester, teve lugar no Teatro Municipal de Prados neste último sábado (25), começando às 9hs da manhã, e se estendendo até pouco mais das 16hs. Dezenas de profissionais e funcionários lotados na própria secretaria de saúde local, como também representantes de entidades como AMAI e Santa Casa de Misericórdia de Prados, ouviram atentamente a excelente palestra proferida e curso ministrado por Heliomar dos Santos Rodrigues, de Juiz de Fora.

Heliomar é enfermeiro com especialização em Planejamento e Gestão em Serviços de Saúde pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e um dos técnicos de saúde que fazem parte do quadro da empresa que trouxe o curso para a cidade.

O curso oferecido nesta oportunidade teve por tema “Urgências e Emergências”. Demonstrando domínio pleno da matéria, até por envolver uma área que é “sua praia”, já que vem atuando há duas décadas em pronto socorro de urgências e emergências em hospitais públicos e particulares, o palestrante começou ensinando aos presentes qual a diferença entre “urgência” e “emergência”. Para Heliomar “urgência é quando há uma situação crítica ou algo iminente, com ocorrência de perigo, incidente ou imprevisto”; ensinado que a “emergência é quando há uma situação que não pode ser adiada, que deve ser resolvida rapidamente, pois se houver demora, corre-se o risco até mesmo de morte”.

Público atento

Com o curso dividido em parte teórica e parte prática, havendo interrupção apenas para almoço e coffee break, o que se percebeu é que o público presente saiu do curso com aquele gostinho de “quero mais”, fato que se deve à didática singular e às dinâmicas empreendidas pelo palestrante que permitiu interatividade entre aquele que ensinava e os que aprendiam. Aliás, o próprio Heliomar era quem seguia dizendo que “estou aqui para aprender também”.

Acompanhando desde as primeiras horas todo o evento, o secretário de Saúde Prados, Rildo Costa comemorou: “Esta oportunidade de aprendizado é iniciativa inédita de nossa secretaria, e mais uma vez Prados sai na frente dos outros municípios da região, conseguindo trazer profissionais qualificados e competentes para trazer conhecimento para quem trabalha na área de atendimento de saúde”.

Rildo lembrou a importância da iniciativa que fez não só os funcionários da saúde de Prados se deslocarem de suas casas em pleno sábado para buscar aprender e acumular conhecimento, como também pelo fato de profissionais de outras cidades como São Tiago, Madre Deus de Minas, Dores de Campos, Barroso e Lagoa Dourada terem acorrido para participar do curso.

Plena Treinamentos e Resgate LTDAPor dentro da Plena Treinamentos

A empresa que trouxe o enfermeiro Heliomar dos Santos Rodrigues a ministrar este mais que necessário curso em Prados é a Plena Treinamentos e Resgate. Segundo o técnico de enfermagem e bombeiro profissional civil Jefferson Eduardo Ferreira, um de seus sócios, “fazemos parte de uma empresa que tem como atividade principal Treinamento em Desenvolvimento Profissional e Gerencial e prestações de serviços, levando assim cursos de capacitação profissional e prestação de serviços nas áreas de prevenção e saúde para instituições públicas e privadas, com qualidade e excelência e um grupo de profissionais de alta capacidade técnica das áreas militares e civil”.

O enfermeiro Heliomar dos Santos Rodrigues, professor e coordenador dos cursos na Plena Treinamentos e Resgate, é contratado da empresa.

Jefferson Eduardo Ferreira, da Plena Treinamentos e Resgate, vê a importância do curso como sendo “para atualização de urgência e emergência para os profissionais da saúde de Prados para que estes atendam com excelência a população”.

A Plena Treinamentos e Resgate tem em seu quadro societário Antonio Medina Filho, coronel reformado do Exército Brasileiro. Com sede em Juiz de Fora, atende toda a região da chamada “Zona da Mata Mineira”, e, também, os municípios que fazem parte da mesorregião Campos das Vertentes, dentre os quais, a microrregião São João Del Rei, onde está localizado o município de Prados.

Prestigiou o evento o vice-prefeito de Ritápolis, Bruno Aurelio Rodrigues Santos Leão.

Abaixo registro fotográfico do evento:

Pela Santa Casa de Prados

PRADOS – A população do município se mobiliza hoje, 18, para mais um bingão solidário em prol da Santa Casa de Misericórdia de Prados. Será logo após a missa (20hs), na Praça Dr. Viviano Caldas (centro), com preço promocional de duas cartelas por R$ 20,00. Uma moto zero km está entre outros prêmios doados pelo comércio local e comunidade.

As cartelas podem ser compradas na hora. Compareça. Prestigie. A Santa Casa precisa de todos e todos precisam da Santa Casa!

Conheça a sequência das Arengas.

Prados se faz presente nas doações para Brumadinho. Colabore você também!

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Prados se faz presente nas doações para Brumadinho. Colabore você também!

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

“Foi marcante, maravilhoso” disseram presentes ao Recital de Canto e Piano realizado ontem, 21, em Prados

Da Redação

Embora um pouco prejudicado pela ausência de previsão de que no mesmo dia e horário haveria o já tradicional concerto de final da orquestra da Lira Ceciliana, ainda assim a Capela de Nossa Senhora do Rosário pode receber a presença de cerca de 30 atentos ouvintes à “novidade” que seria a apresentação do tenor Washington Luiz de Paula, em recital de canto de músicas natalinas.

O evento, marcado para as 20h30, recebeu anotação do padre que celebrara a missa na Matriz de Nossa Senhora da Conceição, que, ao despedir-se dos fiéis lembrou dos dois eventos que aconteceriam na sequência da missa domingueira, convidando a todos para prestigiar, fosse o concerto da Lira Ceciliana, fosse o Recital de Canto e Piano.

Do alto do átrio da Capela do Rosário era possível ver a assistência lotando o auditório da Lira Ceciliana, o que de modo algum constrangeu ao cantor ou à pianista Regina Galetti que acompanharia Washington no passeio musical que se seguiria. Antes era consenso de que, para o próximo ano os dois eventos fossem feitos conjuntamente em um só lugar para que um não viesse a atrapalhar o outro.

Terminada a apresentação do tenor o que se ouviram foram elogios e, ao que tudo indica, conforme previsto, a cidade de Prados acabou por ganhar mais uma atração para contemplar a sua vasta tradição musical.

Autoridades

Dentre os dedicados ouvintes, registrou-se a presença do prefeito Juninho do Lester que estava acompanhado da esposa e filha, e de sua mãe Aparecida do Lester. O vice-prefeito Ari Eustáquio da Costa também marcou presença ao lado da esposa. Bruno Leão, vice-prefeito de Ritápolis e esposa; o ex-vice-prefeito de Prados, Marcos Possa, que também estava acompanhado da noiva; e o secretário de Saúde de Prados, Rildo Costa foram alguns dos destaques que fizeram questão de se fazerem presentes ao evento.

O cantor e pianista registram os agradecimentos ao prefeito Juninho do Lester, ao secretário de Cultura e Turismo, Gil Costa, a Sérgio Leão (Chefe de Gabinete de Prados), ao padre Rondinelli Cristino (Paróquia de Nossa Senhora da Conceição), a Rildo Costa (secretário de Saúde), e ao deputado Glaycon Franco, cujas colaborações permitiram a realização do recital.

A inesquecível noite terminou num encontro de amigos para uma pizza no Uca, na praça central da cidade.