Início / Arquivos de tag:

Arquivos de tag:

Casa de Acolhimento para Mulheres do Água Viva em Prados começa a tomar forma

Da Redação

Conforme anunciado em seu boletim mensal de junho a entidade Obras Sociais Água Viva, de Ritápolis, deverá estar inaugurando em curto espaço de tempo seu espaço para acolhimento e tratamento de mulheres da região que vítimas da dependência química (álcool e drogas).

O otimismo da equipe de terapeutas do Água Viva é resultante de uma primeira reunião tida no Gabinete do prefeito Juninho do Lester em maio último (veja reportagem aqui), na qual o prefeito franqueou a entrada da cidade para a iniciativa.

Para Willem de Keijzer, presidente do Projeto Água Viva, a nova casa vem em tempo mais que apropriado. Citando o Eclesiastes, Willen lembra que “quem observa o vento nunca semeará”. Para ele, “se fossemos olhar para os desafios que já temos, as limitações financeiras, nossa agenda etc., nunca tomaríamos a decisão de enfrentar o desafio de abrir uma casa para acolher mulheres”, e, ensina: “não podemos olhar apenas para as nuvens, precisamos pensar na colheita, nos resultados”.

E foi pensando nos resultados promissores para uma região tão carente de uma casa para atender as mulheres vítimas da dependência do álcool e/ou das drogas, que Willem de Keijzer movimentou toda sua equipe buscando encontrar um lugar que pudesse abrigar uma casa para dependentes femininas.

Como isto está sendo possível?

É o próprio presidente da Água Viva quem informa: “acreditamos que em breve teremos nossa própria casa para ajudar mulheres que se perderam nas drogas”. Como isso está acontecendo? Willen explica: “um amigo da Água Viva ofereceu a sua pousada em Prados para que a Água Viva possa ofertar este tratamento que faz tanta falta em nossa região”. Animado, lembra do encontro com o prefeito de Prados em maio último: “Os primeiros contatos com a prefeitura de Prados já foram feitos e já iniciou o processo de obter os alvarás que precisamos para inaugurarmos”.

“Lugar maravilhoso”

Na oportunidade, Willen, o prefeito Juninho do Lester, acompanhado do prefeito de São Tiago, Denilson Reis, que também é presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência Centro-Sul (CISRU) de Minas Gerais, e equipes foram até o local que está sendo preparado para receber a nova unidade terapêutica do Projeto Água Viva.

“A pousada é um lugar maravilhoso, cheia de estilo, paz e tranquilidade”, se entusiasma Willen de Keijzer, que recentemente voltou ao local com os homens acolhidos em Ritápolis para um final de semana de lazer e de muito trabalho para a promoção de manutenção e limpeza do local.

Movido pelo lema “juntos somos fortes”, o presidente do Água Viva lembra que estão terminando os dias em se tinha que dizer não para os pedidos de acolhimento de mulheres: “Vocês acolhem mulheres?” Estamos precisando um acolhimento para mulheres! Quantas vezes não ouvimos estas perguntas e observações? Quantas vezes tínhamos que recorrer a comunidades localizadas fora da região para que uma mulher pudesse se tratar?”.

Não há ainda uma data acertada para os inícios das atividades da Casa de Acolhimento para Mulheres, mas, a depender do empenho da entidade que será responsável pela unidade terapêutica, e da própria prefeitura de Prados, a instalação será mais breve do que se pode esperar.

Com apenas um ano e meio em Prados, este blogue já é o mais visitado na cidade

Resultado de imagem para rankingDa Redação

Mal este blogue começou a dar publicidade às notícias e informações da cidade onde seu responsável está estabelecido desde 29 de março do ano passado, que já se pode ter uma dimensão da qualidade de um trabalho jornalístico diferenciado, que parece ter caído no agrado da classe política de Prados, assim como do povo pradense.

A confirmação vem da aferição feita por uma das mais importantes e respeitadas entidades que fazem a aferição de tráfego da Internet no mundo todo – A Alexa. Sediada nos Estados Unidos, a organização monitora mais de 1,3 bilhões de domínios registrados e em funcionamento no planeta, dos quais 4 milhões estão localizados no Brasil.

Segundo a Alexa, o ranking indicado para este blogue para hoje, coloca-o na 24.282ª posição em popularidade no Brasil, para um universo de 4.064.042 domínios registrados no Registro.br, que é o órgão regulador da Internet em solo brasileiro. No mundo, onde em junho havia 1.333.421.275 domínios registrados (de acordo com informações de Netcraft), este trabalho jornalístico aparece na 583.107ª posição.

Comparação

Se comparado aos dois mais populares e importantes portais de Prados – o Prados Online e o Prados MG – O Portal dos Pradenses) – consegue-se verificar o crescente deste blogue junto aos internautas locais, ávidos por uma notícia mais detalhada e acurada.

Ambos os portais não aparecem na aferição da Alexa para o plano nacional. Já no âmbito internacional, o Prados Online é o primeiro (veja aqui) com colocação de 5.275.709º lugar, deixando o Prados MG em segundo, apontando o 7.851.359ª lugar no ranking mundial (veja aqui). Os dois, como se nota, bem atrás do indicativo mostrado para este blogue.

Para o jornalista Washington Luiz de Paula, responsável por este blogue, “o parâmetro acima não quer dizer que se está propondo um apontamento para uma eventual concorrência”. De acordo com Washington, “o trabalho desenvolvido pelos três sites é diferente, e deve ser respeitado”. E confere: “Temos hoje em nosso blogue mais de 12.000 postagens para consultas, e estamos chegando ao nosso nono ano de atividade. Tudo isso, aliado à nossa experiência de 45 anos escrevendo de modo especial sobre política parece ser o grande responsável por atrair cada vez mais leitores para nosso trabalho, o que me deixa muito satisfeito”.

Serviço:

Morre Borges, símbolo dos tropeiros de Prados – o “Rei do Forró”

Borges e prefeito Juninho: amigos inseparáveis

Da Redação

Menos de uma semana depois de ser homenageado pelo prefeito Juninho do Lester durante os festejos do XV Encontro do Pradense Ausente ocorrido no final de semana passado, Sebastião Silva, que se notabilizou na história de Prados e por toda a região do Campo das Vertentes como “Borges”, morreu nesta última sexta-feira, sendo sepultado no dia de ontem, 29, em clima de grande comoção.

Como acontece todos os anos, o “Encontro do Pradense Ausente” aproveita o momento de acolhimento daqueles que retornam às suas origens dos mais diferentes rincões do país e até mesmo do Exterior, para também homenagear os tropeiros, cujas histórias se misturam com a própria histórica centenária de Prados. E foi uma história dessa, cheia de “causos”, que distinguiram Sebastião Silva, o querido Borges, como aquele que talvez tenha sido um dos maiores tropeiros que Prados já conheceu, símbolo que se tornou de uma geração que perde a cada dias seus melhores e mais valorosos homens, que Borges fez questão de contar numa narrativa lida pelo próprio prefeito Juninho do Lester no último dia 23, quando o município lhe outorgou placa em sua homenagem.

Em suas palavras emocionadas, com voz embargada de quem não escondia as lágrimas, o prefeito Juninho do Lester lembrou também lembrou de Didiu – Juscelino Paulino Neto, ex-vereador, que também oleiro, motorista de caminhão, ferreiro, produtor rural e tratorista que deixou saudades ao falecer quatro anos atrás. E, agora, Juninho se une ao povo tradicional de Prados para lamentar também o passamento daquele que ainda ontem estava ao seu lado, com seu indefectível paletó azul marinho e suas calças brancas, tendo a fronte adornada pelo chapéu panamá. Era um cavalheiro, um cavalheiro e um cavaleiro; um galanteador incorrigível ao longo da vida, como resumiu em sua história escrita (veja aqui).

Borges nasceu no distrito de Tejuco, município de Carandaí, nas Minas Gerais, no ano de 1925. Em 18 de março último completou 94 anos de uma vida plena. Borges deixa uma família numerosa, e amigos, muitos amigos. Sua partida consterna Prados que certamente não o esquecerá jamais.

Encontro de Tropeiros tem homenagem também para o Borges, “O Rei do Forró”, de Prados

Prefeito Juninho do Lester se emociona ao falar dos tropeiros mais ilustres do município

Borges, sempre elegante (de calça branca), à esq., recebendo os cumprimentos dos presentes a mais esta edição de Encontro de Tropeiros de Prados

Da Redação

Em dia carregado de emoção e lágrimas, o prefeito Juninho do Lester mais uma vez faz questão de lembrar que a festa que reúne tropeiros antigos e mais novos de Prados só existe por conta dos personagens que dedicaram suas vidas, de corpo e alma, para eternizar a centenária tradição de montaria que tanto orgulho traz ao povo pradense.

Ele próprio – o prefeito – um tropeiro, sabe a emoção e o orgulho de ser reconhecido como tal. Afinal, nascido com o destino de carregar para sempre a terra do solo de Prados por entre os frisos de suas botinas, e de empunhar o ferrão com que conduz um carro de boi com a mesma destreza com que segura o arreio que põe o cavalo em marcha e, agora, a caneta com que administra os destinos da cidade que tanto ama, Juninho não esquece jamais suas origens, e as origens dos destemidos tropeiros que fizeram brotar da Campo das Vertentes das Minas Gerais, a pitoresca Prados.

E, mesmo sendo simples e até tímido quando se depara com um microfone, é nos momentos de encontro como este que reúne dos tropeiros de Prados que Juninho encontra forças para derramar sua alma para lembrar os amigos, tanto os que já se foram, como os que ainda permanecem como testemunhas vivas da história de Prados, como é o caso de Borges, um amigo, tal e qual o saudoso Didiu, que recebeu da parte do prefeito a homenagem da lembrança mais que merecida.

“Vida de um mineiro”

O prefeito Juninho não conseguiu conter as lágrimas as lembrar do ex-vereador Juscelino Paulino Neto (Didiu), falecido em 2015, “um desbravador que, com sua visão futurista, uniu o caminho de Prados ao Pinheiro Chagas” (veja aqui).

Outro homenageado de mais este “Encontro de Tropeiros” que aconteceu em meio ao XV Encontro do Pradense Ausente 2019”, foi Borges, mais que conhecido e querido da comunidade pradense.

Um bonito histórico, escrito na primeira pessoa, como se o próprio Borges estivesse declamando, foi lido pelo prefeito Juninho do Lester. Borges, que se manteve o tempo todo ao lado do prefeito, foi saudado e cumprimentado pelos presentes à festa que foram unânimes em concordar que a homenagem foi mais que merecida.

A seguir, a íntegra do texto que resume um pouco da vida de Borges:

Nasci Sebastião Silva, em uma casinha de capim, com portas de esteira de bananeira, aos 18 de março do ano de 1925, no Tejuco, município de Carandaí, Minas Gerais.

A origem de meu apelido, Borges, devo a meu tio Benedito, irmão de minha mãe, que sabia de uma mulher, sua conhecida, Sinhana Borges. Então, no meu nascimento, ele me vendo, disse, arranhando a garganta:

“Esse é o Borges, por aí sempre, sempre famoso”

E, como sempre, o bonito Borges!

À medida que fui crescendo e embalando meus sonhos pueris, já fui me conscientizando de que a parada dali em diante não seria fácil. A pobreza e a miséria eram companheiras assíduas em todos os nossos momentos.

Entrei na escola aos 7 anos. Muita dificuldade financeira. Faltava o básico para continuar estudando.

Aos 14 anos comecei minha saga de trabalhos em fazendas, pegando no cabo da enxada.

Fui candeeiro de boi. Fiz de tudo um pouco para ajudar meus pais e meus irmãos. Até que um dia, trabalhando de fazenda em fazenda, um destes tomadores de conta da fazenda, tomou-se de simpatia por mim, e, com a permissão de meu pai, Joaquim Campalegre, apesar de contrariado, permitiu que me levassem para ajudar na lida do dia a dia na fazenda da Cachoerinha, por onde fiquei por muito tempo.

Nessas andanças de trabalho, também bebia e fazia muitas farras, onde tratei vários casamentos, e nunca cumpria, pois gosto de dizer: fui namorador, conquistador e eternamente um homem apaixonado pelas mulheres. Sempre galanteador. Um rapaz arrumado, como dizia na época, bonito, moreno, cabelos anelados, boca com bastante ouro.

Imponente e boa pinta, beberrão, não enjeitava uma briga, caso fosse preciso. Gostava e ainda gosto de uma faca afiada e ponta fina.

Homem de vergonha na cara, por ocasião de uma embriaguez, fui levado ao delegado para ser preso, mas ele sabendo de minha conduta, e que não passava de uma farra, me soltou. Mas confesso que não me orgulho deste fato. Até que numa dessas resolvi abandonar a farra e voltar para a casa de meus pais, como o filho pródigo, e parei de beber. Permaneci na casa de meu pai por algum tempo, trabalhando na roça, pois eu encarava uma enxada de 3 libras sem titubear, Borges era parada dura!

Entre ilusões, desilusões, perdas e ganhos, segui em frente, recomeçando as andanças nas fazendas da região, com a fama de bom enxadeiro que era. Até que surgiu a oportunidade de uma viagem como TROPEIRO, a primeira, para o Sul de Minas, São Tomé das Letras, da qual guardo fortes lembranças, inclusive de Leontina Rita de Jesus, mulata bonita e alta! Ah, as mulheres, sempre fazendo parte de minhas histórias… Apaixonei-me pela cidade e suas lindas pedras, que quase davam para escrever o nome de uma pessoa.

Tomei gosto pelas viagens e dali em diante não parei mais. E comecei a viajar por conta própria, vendendo arreios e seus pertences, calçados em geral, comprando em Prados e Dores de Campos, e vira e mexe, daqui, acolá, sempre uma farinha ia junto, NAMORO, vários casamentos tratados, e não cumpridos… Enfim, vida de tropeiro…

Rememorando o passado, me considero um covarde por sempre enganar e subestimar e enganar jovens bonitas que não mereciam meus descasos.

Certa ocasião, em uma destas viagens, arranchados eu e um companheiro em uma coberta às margens do rio Brejaúva, tratamos de preparar nosso jantar e dormir. Veio a velha noite feia e escura, iluminada apenas por uma fraca lamparina a querosene. Pusemos uns couros no chão para dormir, forrados com uns dois baixeiros. Meu companheiro adormeceu imediatamente. Aí foi meu sofrimento. Não conseguia dormir, pois retumbava em minha cabeça mais um casamento tratado do qual eu sabia que não cumpriria, como de fato não cumpri. Cansados dos rolos com mulher, em certa ocasião tratei casamento com Jandira, e desta vez cumpri, claro, em 26 de janeiro de 1955. Abandonei a vida de boêmio e namorador, seguindo sério e fiel. Tivemos muitos filhos e perdemos alguns também. Alguns de forma trágica deixando duras marcas. Cleusa, foi uma filha que perdi com 7 anos, que me deixou arrasado por muito tempo.

Não podia parar com as viagens, e numa dessas, deixei meu filho Cláudio um pouco doente, pois ele tinha uma inflamação nos dedos, coisa simples. Nada que carecesse grande preocupação. E por ali em viagem, fiquei de quatro a cinco dias recebendo o que havia vendido. Numa noite chuvosa, muita lama, recebi um bilhete por um portador que dizia assim: “Compadre Borges, o Cláudio está mal. Espero-lhe aqui em Remédios!” Era meu irmão Mozart que não havia conseguido um carro em Barbacena devido ao temporal. Ele me esperava em Remédios, e um portador conseguiu me localizar na Fazenda Floresta. Deixando a Floresta, me arranquei com meu cunhado Geraldo Barra, o Saracura, que era um “doido”, mas rancão, deixando ali meu irmão Lourival, tomando conta da mercadoria. Em Remédios esperava por mim, meu irmão Mozart e mais dois companheiros, de onde partiríamos para Dores de Campos. Foi quando eu fiz a pergunta: “meu filho está vivo, irmão Mozart”? E a reposta veio dura e cruel, COM LÁGRIMAS NOS OLHOS:

“SEU FILHO JÁ FOI SEPULTADO HÁ MUITO TEMPO”!

Respondi então que nestas alturas não adiantava nada enfrentar aquela noite chuvosa e perigosa.

Passei a noite aos prantos, o mundo havia desabado mais uma vez. Fiquei doente dos nervos e atravessei uma fase dura da vida mais uma vez.

Levantei-me mais uma vez e recomecei, comprando e vendendo cavalos e ganhando a vida honestamente. Como a vida não para, tive muitos dessabores ainda, perdendo minha esposa, mais dois filhos que me despedaçou a alma. Cleudir, mulher simples, de um coração maravilhoso, e meu caçula Cleudimar, tragicamente em um acidente.

Mas como não perco a fé em DEUS, meu criador e meu guia, sigo em frente, tendo amigos por todo canto, muita história para contar, amores, e um grande amor na atualidade, que é meu pilar e não me deixa desmorecer… Mercês.

Um abraço forte deste homem apaixonado, O REI DO FORRÓ!!!

Borges

Com aproveitamento total, curso de capacitação de profissionais de saúde de Prados foi sucesso

Evento contou com a colaboração da presença de 100% dos agentes de saúde do município

Representante da GRS de São João Del Rei fala sobre vacinas especiais no encerramento do curso de capacitação de profissionais de saúde de Prados

Da Redação

Mesmo sendo feriado em Prados, foi total a resposta dos agentes de saúde à convocação feita pela Secretaria Municipal de Saúde para o curso de capacitação promovido durante todo o dia de ontem (13) nas dependências da secretaria, no centro da cidade.

A expectativa pela participação dos agentes justamente em razão do feriado era grande, mas, ao fim, todos os presentes ao encontro, que acabou por se transformar numa grande confraternização com direito a almoço, coffee break e até duas bem humoradas esquetes, relataram satisfação pelo compartilhamento de conhecimentos sobre vacinas, sempre muito útil para os agentes que estão na linha de frente do atendimento de saúde do município.

Responsável pela convocação dos agentes, Gleicemara Aparecida Carvalho Gonzaga (Gleice), coordenadora das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, lembrou ter escolhido o feriado justamente para facilitar a que todos tivessem o máximo aproveitamento do curso, sem as preocupações do cotidiano.

Vacinas especiais

O especialista em políticas públicas e gestão de saúde da Gerência Regional de Saúde (GRS) de São João Del Rei, Luciano Alves dos Santos, encerrou o ciclo de palestras, logo após o almoço, falando sobre vacinas especiais, que são aquelas que não estão no programa de vacinação geralmente levado a efeito através de campanhas, mas que são requeridas em casos extraordinários, como visitas a regiões onde há focos de doenças infectocontagiosas, ou em razão de viagens para outros países, onde a política de vigilância sanitária destes países exigem a vacinação prévia. Luciano falou também de casos específicos de pacientes com determinados históricos de doenças que requerem vacinas diferenciadas, assim como maiores cuidados e atenção.

Falando à Redação, Luciano demonstrou entusiasmo com a iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde de Prados em promover este evento: “Realmente é um fato inusitado um encontro bastante proveitoso como este ser convocado e promovido pelo próprio município”. Administrando uma regional que comporta 19 municípios, Luciano lembrou que geralmente este tipo de evento parte do Estado: “O que vimos aqui é realmente muito interessante”, disse, cumprimentando o Secretário Municipal de Saúde, Rildo Costa, como responsável pelo gerenciamento da saúde do povo pradense.

Total aproveitamento

Ao fim do encontro, e depois de duas peças representando o cotidiano em sala de vacina nas unidades de saúde, quando todos puderam dar boas risadas, todos os presentes tiveram oportunidade de falar sobre o dia que passaram em companhia dos colegas e das colegas.

O testemunho foi unânime: “Foi tão bom, que nem sentimos o dia passar”, disse uma agente; outra deixou claro que o assunto tratado era importante: “Aprendi muito no dia de hoje, mas quero aprender mais”; “Foi muito legal terem escolhido um dia como esse que é feriado, porque a gente se desprende das preocupações do dia a dia e pode aprender mais e melhor”, relatou outra agente. E todas foram também unânimes em cobrar para que outros cursos sobre outros temas aconteçam, ao que Gleicemara já adiantou estar na pauta para breve.

Bastante satisfeito com o resultado, Rildo Costa encerrou o evento agradecendo a colaboração e participação de todos, reiterando que a saúde é prioridade do governo municipal administrado pelo prefeito Juninho do Lester, que não tem medido esforços para que a saúde pública em Prados seja referência em toda a região.

Confraternização: Agentes de saúde de Prados comemoram mais uma capacitação e aprendizado

Quem você considera o MELHOR prefeito de Prados/MG até agora?

Quem você considera o MELHOR prefeito de Prados/MG até agora?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Atenção:
Por ser enquete – e não pesquisa – esta consulta NÃO TEM valor científico.
Veja outras enquetes ativas AQUI.
Divulgue seus trabalhos comigo. Veja como AQUI.

Prados instala Comitê de Prevenção e Combate à Dengue

Da Redação

Foi instalado na tarde de hoje, em Prados, o Comitê Municipal de Combate às Arboviroses (Dengue, Chikungunya e Zica), atendendo convocação do Ministério da Saúde, que incentiva a que todos os municípios brasileiros se façam presentes na luta contra estas doenças.

Embora os números de casos relatados e confirmados em Prados sejam de apenas quatro, é grande a preocupação do prefeito Juninho do Lester em procurar manter todo o município bem longe de um quadro de epidemia como já se ouve estarem acontecendo em outras cidades, inclusive da região.

Para tanto foi que o prefeito convocou o Secretário de Saúde, Rildo Costa, a fim de que fossem envidados todos os esforços no sentido de conscientizar a população a participar da luta contra a Dengue, Chikungunya e Zica. A instalação do Comitê no dia de hoje se deu graças à convocação que o Secretário de Saúde fez a segmentos da sociedade que se fizeram presentes, então, na Secretaria de Saúde.

Representatividade e Conscientização

Comitê de Combate à Dengue é instalado em Prados

O empenho da Secretaria de Saúde de Prados, por intermédio do Departamento de Vigilância Epidemiológica, é o de fazer chegar a cada casa, a cada família do município um instrumento de comunicação eficiente, que acabe por permitir que toda a população abrace a causa da luta contra a Dengue, que, afinal, é de todos.

A equipe da Secretaria de Saúde, capitaneada por Rildo Costa, tendo André Neves como responsável pela Vigilância Epidemiológica, e Gleicemara Aparecida Carvalho Gonzaga (Gleice) na coordenação, recepcionaram pelo menos 12 representantes de entidades, igrejas, imprensa e comunidades que se fizeram presentes à reunião de hoje.

Cleice, diretora de Planejamento Estratégico da Secretaria de Saúde, e que também é responsável pelo Programa de Saúde da Família (PSF) e pela coordenação dos postos de saúde (UBS) de Prados, lembra da dificuldade de trazer mais gente para participar do Comitê: “Estamos buscando fazer uma campanha que motive as pessoas a participarem e a se sentirem responsáveis nesta luta”, lembra Gleice.

O próximo passo a ser dado pelo Comitê instalado hoje é o de fazer lembrar que o município tem uma lei que impõe o rigor da multa para quem acumule objetos nas hortas das casas que possam servir de criadouros ao mosquito transmissor de doenças. “Pouca gente sabe disso, mas a intenção de lei não é a de multar pura e simplesmente, mas sim o de educar as pessoas de que certos cuidados simples podem e devem ser adotados em todas as casas da cidade para procurarmos manter o mosquito da Dengue bem longe de Prados”, diz.

Uma próxima reunião do Comitê deverá ser marcada para breve. A data será noticiada pela imprensa, e estará à disposição para informação na Secretaria de Saúde.

Combate à Dengue terá mutirão de limpeza em Prados nesta quinta, 30

Da Redação

Iniciativa da Secretaria de Saúde, através do Departamento de Epidemiologia, e da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, acontece amanhã, 30, o movimento denominado “Mutirão da Limpeza Contra a Dengue”.

Segundo informação de Gleicemara Aparecida Carvalho Gonzaga (Gleice), diretora de Planejamento Estratégico da Secretaria de Saúde, que também é responsável pelo Programa de Saúde da Família (PSF) e pela coordenação dos postos de saúde (UBS), uma equipe de agentes de saúdes acompanhará os serviços, promovendo orientação de conscientização da população. Gleice informa que os trabalhos de coleta estarão concentrados nos bairros da Vila e Banheira, onde, segundo relatório da Vigilância Epidemiológica, estão concentrados os maiores focos da doença.

Mutirão

A coordenação do serviço de campo estará a cargo de Anderson Carvalho de Souza (Pernalonga), Secretário de Obras e Serviços Urbanos de Prados. O secretário informa que os funcionários de sua secretaria escalados para o mutirão de amanhã estão orientados a recolher recipientes e objetos que possam representar risco de acabar servindo como criadouro do mosquito transmissor da Dengue. Os focos encontrados serão eliminados e tratados com larvicida.

Pernalonga lembra que esta ação faz parte do esforço concentrado em propiciar qualidade de vida, bem estar e saúde para o pradense, e que tem sido acompanhado de perto pelo prefeito Juninho do Lester, cuja administração desde o primeiro dia do atual governo municipal tem sido pautada na seriedade, transparência e competência.

Cuidados

O combate à Dengue é responsabilidade e dever de todos. “A conscientização é a chave” ensina Rildo Costa, Secretário de Saúde de Prados. Para ele cuidados simples e básicos a serem adotados pela população ajudam muito no combate à doença. Rildo enumera alguns destes cuidados:

  • Mantenha pneus em local protegido da chuva (se não for utilizá-los, descarte-os).
  • Conserve bem fechada a caixa d’água e outros recipientes que recolhem água da chuva, por exemplo, como cisternas e poços.
  • Deixe garrafas vazias guardada com o gargalo para baixo.
  • Coloque areia nos pratos dos vasos de plantas, evitando acúmulo de água.
  • Coloque tela nos ralos externos das casas e construções.
  • Trate a água das piscinas com cloro (as piscinas que estiverem fora de uso por muito tempo, devem ser cobertas com lona).
  • Em potes usados para uso de animais, a limpeza deve ser feita com água e sabão ou detergente.
  • As calhas das casas devem estar sempre limpas para evitar que entupam e acumulem água.

O evento começará logo às 7hs da manhã, e que se estenderá até as 16hs.

Padre Dirceu deixa Paróquia de Prados para assumir secretaria na CNBB

Da Redação

Em nota publicada nos primeiros minutos deste dia 29 na página da Paróquia Prados no Facebook, Padre Dirceu comunica que estará deixando a comunidade para a qual dedicou os últimos 15 anos de seu ministério sacerdotal.

A decisão, “com temor e tremor, porém confiante na Graça de Deus”, foi tomada depois de ter recebido honroso convite para assumir a Secretaria Adjunta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O desafio foi lançado pelo próprio presidente da CNBB, Dom Walmor de Oliveira Azevedo, em telefonema feito no último dia 8 de maio, o que indica que os últimos 21 dias foram de intensa oração na busca da vontade de Deus, já que é notório o carinho que Padre Dirceu nutre pelos colaboradores, fiéis e amigos da comunidade.

Segundo a nota (veja abaixo a íntegra), Padre Dirceu deve estar de mudança para Brasília já nesta primeira quinzena de junho: “Levarei todos no coração, e peço que orem por mim”, escreveu.

Trajetória

Padre Dirceu é natural de Barroso (MG), tendo cursado Filosofia e Teologia em Juiz de Fora (MG).

Já como padre, coordenou a Comissão de Bens Culturais do Regional Leste 2 da CNBB, tendo sido vigário geral da Diocese de São João Del Rei por 12 anos

Além de responsável pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Prados, pelos últimos 15 anos, Padre Dirceu dedicou os últimos anos também como administrador Diocesano.

A seguir a íntegra da nota assinada por Padre Dirceu:

Caros irmãos presbíteros, amigos de minha querida Paroquia de Prados!

Graça e Paz!

No último dia 08 de maio fui surpreendido com um telefonema de Dom Walmor de Oliveira Azevedo, Presidente da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) convidando-me para colaborar com esta entidade. A proposta: assumir como Secretário Adjunto desta entidade tão importante para a Igreja no Brasil. Com “temor e tremor”, porém confiante na Graça de Deus aceitei o desafio. Isso implica em ter que deixar a querida Paróquia de Prados, onde servi por quinze anos. Devo vir morar em Brasília na primeira quinzena de junho. Levarei todos no coração. Uno-me aos meus familiares que sempre estão comigo e são meu apoio.

Agradeço as palavras de encorajamento e apoio de meu bispo Dom José Eudes Campos do Nascimento e a confiança depositada em mim por Dom Walmor. Procurarei dar o melhor de mim nessa tarefa.

Peço que entendam minha decisão e orem por mim. Suplico ainda a proteção de Nossa Senhora da Conceição, me coloco debaixo de seu manto materno.

Em Cristo Ressuscitado!

Pe. Dirceu de Oliveira Medeiros

Prados realiza evento pela luta antimanicomial neste próximo sábado, 1º de junho

Da Redação

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial receberá atenção da municipalidade em Prados, MG, no próximo dia 1º de junho, sábado.

O evento, organizado pela Secretaria de Saúde do Município, através do Núcleo de Saúde Mental, faz parte do Programa Bem Viver, desenvolvido junto às Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Prados, tomará toda a manhã do sábado, com serviços de orientação médica e psiquiátrica, além de aferição de pressão arterial e de glicose (detecção do diabetes). A concentração está marcada para as 8hs na Praça Getúlio Silva (próxima à prefeitura), onde os participantes serão convidados para uma caminhada até a Praça Dr. Viviano Caldas, no centro).

Para Rildo Costa, secretário de Saúde de Prados, o evento se reveste de importância porque busca conscientizar a sociedade de que é possível a convivência com pessoas portadoras de transtornos psiquiátricos, e que, além de ser um direito do paciente, como diz o lema do encontro, é bem melhor a luta “de mãos dadas contra correntes”.

“Saúde é prioridade”

Menina dos olhos do prefeito Juninho do Lester, a Saúde de Prados pode-se dizer que “vai muito bem, obrigado”.

Desde que assumiu Juninho fez questão de frisar que “pode faltar dinheiro para tudo, menos para a Saúde”, e, mesmo enfrentando desafios de dívidas herdadas de governos passados, e uma enorme dívida do governo do Estado para com o município de Prados, o prefeito tem provado que “a mão que pega no ferrão para conduzir um carro de boi pode muito bem empunhar uma caneta para administrar uma cidade”, o que, aliás, tem feito com a mesma maestria e disposição com que gerencia seus negócios particulares e seu trabalho.

História

Comemorado há 32 anos sempre aos 18 de maio, o Dia Nacional da Luta Antimanicomial foi uma conquista que nasceu na cidade de Bauru (SP), durante Congresso de Trabalhadores de Serviços de Saúde Mental, que buscou dar visibilidade ao “Movimento da Luta Antimanicomial”, a partir da adoção do lema “Por Uma Sociedade Sem Manicômios”, que ensejou significativas propostas que buscavam uma reforma na psiquiatria brasileira dentro desse contexto.

Os objetivos do movimento passaram a ser, desde então, propor não só mudanças no cenário da atenção à saúde mental, mas, principalmente, questionar as relações de estigma e exclusão que, social e culturalmente, se estabeleceram para as pessoas que vivem e convivem com os chamados “transtornos mentais”.

No Brasil o movimento tem derivação em uma série de eventos políticos globais de saúde, e que buscam base no pensamento do médico italiano Franco Basaglia; e, no Brasil o movimento é ligado à Reforma Sanitária Brasileira.

Ultra Trail Prados 50 (UTP50) lança desafio de maratona de 50km para atletas de todo o Brasil

Da Assessoria de Comunicação

Mais uma vez Prados sai na frente no esporte, e lança a Ultra maratona de 50 km – UTP 50, que colocará a prova a resistência e experiência de atletas de diversas regiões e estados do Brasil, num cenário de tirar o fôlego, passando pela Estrada Parque aos pés da Serra São José, seguindo pelo Distrito de Bichinho e passando por diversas trilhas do município retornando ao centro da cidade.

Evento já conta com atletas do Rio, São Paulo, e de diversas regiões de Minas. Terão ainda percursos com 13km e 21km, todos passando pela trilhas da Serra São José e região. O evento contará com sinalização completa com faixas, marcas, placas, staffs de apoio distribuídos ao longo dos percursos e será ainda balizado por motos que acompanharão todos os atletas ao longo de todos os percursos. Também serão colocados pontos de hidratação e apoio.

“Temos certeza de que investir em esporte é investir na saúde e na qualidade de vida do nosso povo. O evento, além de incentivar a prática esportiva, movimenta a economia local em diversos setores. Essa é mais uma realização do nosso governo, resultado de uma gestão e equipe eficiente que trabalha pensando no melhor para nosso futuro” destacou Juninho do Lester, prefeito da cidade.

Além da Ultra Maratona, teremos, no sábado, a tradicional VOLTA CICLÍSTICA que chega em sua 15ª edição, esse ano, com percursos de 20km e 11km, e sorteio de brindes para os participantes. As inscrições e concentração serão na Praça Dr. Viviano Caldas a partir das 8h.

Os eventos esportivos acontecem junto as comemorações do aniversário de 315 anos de Prados, e contribuirá, ainda, com pontuação do ICMS esportivo para o município. A secretaria de Esportes, convida a todos para prestigiar o evento e apoiar os atletas de Prados nesta modalidade que é um das que mais cresce no esporte nacional.

Prefeitura de Prados
Nossa terra, uma nova história.
Adm 2017/2020

Aeronave faz pouso de emergência em zona rural de Prados

Da Gazeta de São João Del Rei

Uma aeronave de pequeno porte fez um pouso de emergência em uma zona rural da região, o fato ocorreu na última quarta-feira, 8. Segundo o Corpo de Bombeiros de São João del-Rei, ela foi localizada ainda no mesmo dia e não houve vítimas.

Militares informaram que a ocorrência teve início por volta das 14h, quando receberam um chamado Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta), da cidade de Curitiba estado do Paraná, informando sobre o desaparecimento da aeronave próximo ao aeroporto de São João del-Rei. De imediato as buscas iniciaram em uma área pertencente a um aviário na cidade de Prados, porém nada foi encontrado, já no início da noite os militares foram informados de que o avião estava localizado em uma zona rural conhecida como Casa da Pedra na rodovia BR- 265.

O assessor do Corpo de Bombeiros, Cabo Giovani, informa que se trata de um avião pertencente a um aeroclube do estado de Goiás e quando chegaram no local ele estava virado de cabeça para baixo e nada de ilícito foi encontrado. “No início da ocorrência, o Cindacta nos informou do desaparecimento da aeronave e, mais tarde, nos informaram também que o piloto havia feito contato e informado que ele e um passageiro estavam bem. De imediato nossa equipe começou as buscas em Prados, mas por voltas das 20h conseguimos localizar na Fazenda Córrego das Pedras, entre as cidades de São João del-Rei e Tiradentes”.

O piloto de 61 anos e o passageiro que não teve a identidade revelada, foram encontrados em uma pousada próxima ao local e dispensaram atendimento médico. “Junto com a Polícia Militar realizamos as vistorias do avião para averiguar se não haviam outros riscos. Um órgão específico de acidentes aéreos foi acionado para realizar perícias e somente eles é que vão informar sobre as causas do acidente. O piloto também não soube contar o que aconteceu”.

Ajuda

Proprietário da Fazenda Córrego das Pedras, Silvio Antônio de Melo, conta que um funcionário prestou a assistência inicial aos tripulantes. Já a noite, ele mesmo foi quem indicou aos policiais e bombeiros o local do pouso. “Eu tenho na fazenda uma área muito grande de várzea plana, onde a aeronave pousou. E nesse mesmo local, em 30 anos, outros aviões já fizeram o pouso lá. Meu funcionário deu a primeira assistência e graças a Deus não tinha nenhum ferido, depois ele me ligou avisando que os bombeiros estavam procurando a aeronave e fui para lá encontrei os tribulantes e ofereci a ajuda que eles precisavam. Já a noite os policiais chegaram na fazenda e mostrei o lugar para eles, deixando inclusive toda a fazenda à disposição deles. Os representantes da Força Aérea já estiveram lá para poder fazer a retirada do avião”.