Arquivos de tag:

Cientistas descobriram que a Hidroxicloroquina pode aumentar em 200% as taxas de sobrevivência de Covid-19

Do Portal Jetss

Um novo e importante estudo conduzido pela equipe de cientistas do centro médico Saint Barnabas Medical Center de New Jersey – EUA, foi recentemente publicado no site médico medRxiv.

O estudo sugere que pacientes gravemente doentes podem ser ajudados em sua batalha contra Covid-19, com uma alta dose de Hidroxicloroquina e Zinco.

Os cientistas descobriram que, quando pacientes de uma versão grave de Covid-19 receberam altas doses de Hidroxicloroquina com zinco, suas taxas de sobrevivência aumentaram dramaticamente, segundo reportou o Mail Online.

Da mesma forma que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, o ex-presidente Donald Trump já havia anteriormente apontado a Hidroxicloroquina como um potencial tratamento milagroso, mas alguns cientistas insistiam que ele estava errado.

Ainda assim, nesta quarta-feira (10), os aliados de Trump destacaram o estudo conduzido pelos cientistas, e, aproveitaram o importante relatório para declarar que ele estava correto.

O estudo realizado pelo Saint Barnabas Medical Center com 255 pacientes contaminados de Covid-19, concluiu que a Hidroxicloroquina é eficaz. Quando usado em altas doses e com zinco, o medicamento aumentou as taxas de sobrevida, sendo útil em casos graves de Covid-19.

Um número crescente de estudos está sugerindo que a droga pode ser útil.

Mercado Livre – O imóvel que você procura está aqui.

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Idoso que passeava com cachorro morre atropelado por carro em Peruíbe, SP

Que tal um presente para falar inglês mais rápido? Conheça English Live.

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Polícia prende 144 pessoas que fraudaram o auxílio emergencial em Minas

Por Ivan Drummond, no Microsoft News

A Polícia Militar (PMMG) concluiu nesta quarta-feira (17), a primeira parte da Operação Desfalque, que possibilitou a prisão de 144 pessoas que tinham mandado de prisão em aberto por cometer o crime de solicitar ou receber ilegalmente o benefício do auxílio emergencial do governo federal, concedido no período de enfrentamento à pandemia do COVID-19. A operação teve início em 12 de junho e foi realizada em conjunto pela da Diretoria de Inteligência da PMMG e do Ministério Público (MP).

Entre os presos, 140 possuem registros de ocorrências. Desses, 117 têm registros criminais diversos, sendo 82 por reiterados crimes violentos, entre eles homicídio, roubo, extorsão, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, sequestro/cárcere privado e estupro de vulnerável. Além disso, 11 deles possuem mais de um registro criminal.

A listagem com os nomes dos fraudadores foi distribuída nas 19 regiões de Polícia Militar no estado. Com os presos foram encontrados diversos materiais ilícitos, principalmente drogas. Na casa de um dos indivíduos, por exemplo, foram encontradas 251 buchas de maconha, 68 pedras de crack, meia barra de maconha, uma balança de precisão e material pra “dolagem” de drogas.

A Operação Desfalque continua em todo o estado.

Damares diz que vai pedir prisão de governadores e de prefeitos

Ministra dos Direitos Humanos criticou regras locais que preveem detenção de quem infringir medidas de prevenção ao Coronavírus.

Por G1 Brasília

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, pediu a prisão de prefeitos e governadores durante uma reunião ministerial no Palácio do Planalto em 22 de abril.

“A pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos. E nós tamo subindo o tom e discursos tão chegando. Nosso ministério vai começar a pegar pesado com governadores e prefeitos”, disse a ministra.

No vídeo, tornado público nesta sexta-feira (22), Damares faz referência a episódios em que, após regras definidas por gestores locais, pessoas foram detidas ou imobilizadas por descumprirem as normas para o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

“Nunca houve tanta violação de direitos no Brasil como neste período. Direitos fundamentais foram violados. No nosso “disque cem” tem mais de 5.000 registros, ministros, de violação de direitos humanos. Mas o senhor tem uma ministra de Direitos Humanos e uma equipe muito corajosa. São mais de 5.000 procedimentos e ações que estão sendo construídas. Governadores e prefeitos responderão processos. Idosos estão sendo algemados e jogado dentro de camburões no Brasil”, disse ainda a ministra.

Ela afirmou também: “Mulheres sendo jogadas no chão e sendo algemadas por não terem feito nada … feito nada. Nós estamos vendo padres sendo multados em R$ 90 mil porque estavam dentro da igreja com dois fieis. A maior violação de direitos humanos da história do Brasil nos últimos 30 anos está acontecendo neste momento, mas nós estamos tomando providências”.

No último dia 12, após veículos de imprensa revelarem trechos do conteúdo da reunião, Damares comentou o tema em uma rede social. Naquele momento, o vídeo ainda estava sob sigilo, mas já tinha sido exibido a representantes de pessoas citadas no inquérito. A ministra confirmou as declarações.

“Quem me acompanha sabe que os pedidos de punição a gestores violadores de direitos ou que desviam verba pública (corruptos) não são novidade. Se em nome de quarentena alguém agredir idoso, mulher ou qualquer outro na rua, vou pedir justiça, sim. E se houve crime, que seja preso”, disse Damares na postagem.

Polícia divulga retrato falado de homem que estuprou corretora em Peruíbe

Vítima foi jogada em um córrego ao ser atacada em plena luz do dia, na tarde de sábado (16)

Denúncias sobre o autor podem ser transmitidas pelos telefones 3455-2020 ou 181
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Por Gilmar Alves Jr., no Diário do Litoral

A Polícia Civil divulgou na tarde desta quinta-feira (21) o retrato falado do homem que estuprou uma corretora de 41 anos em plena luz do dia, na tarde de sábado (16), no bairro São José, em Peruíbe.

Quem tiver informações que auxiliem a polícia a identificar e prender o criminoso deve ligar para os telefones 3455-2020 ou 181 (Disque-Denúncia). Não é necessário se identificar.

O estuprador é descrito como jovem, branco, com estatura mediana e tem uma pinta ou verruga abaixo do olho esquerdo. Os olhos são castanhos claros e o homem tem o braço direito com muitas tatuagens, sendo a parte inferior do membro praticamente fechada de desenhos. Ele tem duas listras tatuadas na parte superior do braço direito.

O retrato falado foi confeccionado na Central de Inteligência Policial (CIP) da Delegacia Seccional de Santos. A investigação é comandada pelo delegado Marcos Roberto da Silva, titular de Peruíbe, e pelo investigador-chefe, Adalberto Ribeiro.

A vítima seguia a pé com destino a uma loja de materiais de construção quando foi abordada pelo criminoso, que a agarrou e a atirou em um córrego nas proximidades da Avenida das Américas.

O estuprador tirou as roupas da vítima à força e consumou o estupro. Na sequência, ele fugiu correndo no sentido da Avenida Luciano de Bona.

Só de camiseta, a corretora conseguiu mandar mensagens, via celular a um amigo, que a socorreu e recolheu suas roupas, que estavam espalhadas no mato.

A vítima foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde recebeu atendimento médico.

A peça de roupa íntima da corretora e a máscara cirúrgica que ela usava foram recolhidas pela Polícia Civil para perícia.

Estupro dois dias antes

A Polícia Civil ainda apura se foi este mesmo homem que estuprou uma mulher quando ela voltava para casa no Jardim Brasil, em Peruíbe, na noite de quinta-feira (14). Ela foi atirada em um matagal pelo criminoso, que a agarrou por trás.

Na sequência, ele mandou a vítima tirar as roupas e consumou o estupro sem preservativo.

Segundo a mulher, o homem aparentava estar armado pois havia um volume em sua cintura. Durante o registro da ocorrência, ela não soube descrever as características do estuprador, pois disse que ficou muito nervosa na hora, que só tremia e lhe deu um branco.

OMS afirma que Suécia, que não fez lockdown, é “modelo a ser seguido”

Cidadania foi elemento crucial para o combate à doença

Por Pedro Ivo de Oliveira – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Após adotar uma estratégia polêmica de combate ao novo coronavírus, a Suécia foi citada por Michael Ryan, diretor executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS) e especialista em saúde emergencial, como “modelo de combate [à covid-19].”

A Suécia se recusou, no período entre março e abril, a implementar leis específicas para quarentena e isolamento social. Em vez da regulamentação pesada de outros países da Escandinávia (região do norte europeu que agrupa Dinamarca, Noruega e Suécia), o governo sueco propôs uma política pública baseada em compreensão, cuidado e segurança com o próximo – uma forma de isolamento social baseado em cidadania, não em multas ou regulamentações severas.

“Há uma percepção de que a Suécia não criou medidas de controle e deixou a doença se disseminar, mas isso não poderia estar mais longe da verdade”, afirmou Ryan.“[O país] criou uma política pública muito dura de distanciamento social baseada em cuidar e proteger pessoas internadas. O que houve de diferente foi a confiança na cidadania e a habilidade individual dos cidadãos de se imporem o distanciamento social e os devidos cuidados [contra a infecção]”, afirmou o médico em coletiva.

A forma diferente de lidar com a pandemia foi criticada por acadêmicos e intelectuais do país, que escreveram uma carta aberta ao governo para solicitar um endurecimento das medidas contra o novo coronavírus. O documento registrou mais de 2.300 assinaturas. A Suécia apresentou um número maior de casos em comparação com os vizinhos, que adotaram medidas regulatórias por meio de decretos. Foram 20.300 casos e 2.462 mortes.

“Se não queremos uma sociedade que necessite de lockdowns, devemos olhar para a Suécia como representante de um modelo [de ação]”, complementou Ryan.

Diferenças

O país, porém, apresenta uma realidade bem diferente do resto do mundo. A Suécia conta com cerca de 10,3 milhões de habitantes, e possui um produto interno bruto (PIB) de cerca de US$ 528 bilhões. O país tem uma renda média anual de US$ 54.600 por pessoa – cerca de R$ 300 mil. A Suécia figura entre os 10 países com a população mais feliz do mundo, e também com maior liberdade econômica. A média de impostos que o cidadão sueco paga gira em torno de 32% dos ganhos individuais, o que torna o país um dos mais onerosos para os contribuintes.

Ciência – O que se sabe sobre a relação entre COVID-19 e o sangue?

Do Portal Espanhol Maldita.es

Quando pensamos nos órgãos afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2, geralmente pensamos nos pulmões, pois a doença afeta o sistema respiratório. E é assim. No entanto, os efeitos do vírus não se limitam ao sistema respiratório, pois afetam outras partes do corpo, como o sistema circulatório . Nós explicamos para você.

Uma “tempestade de citocinas” no fluxo sanguíneo

Como explica Pepe Alcamí, virologista e imunologista do Instituto de Saúde Carlos III, à Maldita Ciencia , “o COVID-19 é uma infecção respiratória local que em alguns pacientes se torna sistêmica e afeta muitos órgãos além do trato respiratório e dos pulmões . O comprometimento do coração, rim, fígado e sistema sanguíneo ocorre, uma verdadeira falência de múltiplos órgãos que afeta os pacientes mais graves. ”

Os efeitos desse quadro clínico grave significam que, entre os dias 7 e 14 dos primeiros sintomas, em alguns pacientes é desencadeada uma chamada ” tempestade de citocinas ” , uma liberação maciça pelas células do sistema imunológico de proteínas. relacionado ao mecanismo inflamatório. Isso geralmente ocorre em infecções graves , tanto virais quanto bacterianas.

A “tempestade” ocorre dentro do fluxo sanguíneo e tem efeitos significativos sobre aqueles que desenvolvem os sintomas mais graves da doença. “Dano ao endotélio vascular ocorre”, explica Alcamí.

Vários componentes do sistema imunológico são então ativados. Por um lado, os macrófagos, células responsáveis ​​pela neutralização dos patógenos que causam inflamação , e, por outro, o conhecido como sistema complemento , que ativa uma cascata de proteínas para proteger o corpo do ataque . “Este sistema, por sua vez, ativa o sistema de coagulação. Essa alteração da coagulação em um contexto de infecção grave é o que se chama ‘Coagulação Intravascular Disseminada’ ”, detalha Alcamí.

O uso de anticoagulantes no controle da microtrombose

Esse processo faz com que ” microtrombos sejam produzidos nos tecidos, por um lado , e todos os fatores de coagulação e plaquetas sejam consumidos, por outro, o que favorece o sangramento”. O tratamento geralmente consiste em ” administrar anticoagulantes , doses baixas de heparina, para controlar a microtrombose que é formada e que compromete a função de diferentes órgãos”.

Desde que os pacientes com COVID-19 começaram a ser tratados na China, sabe-se que em pacientes graves existem distúrbios hemorrágicos que requerem tratamento. No presente artigo foi aceito para publicação na revista American Journal of Hematology , e, portanto, ultrapassado o processo de revisão por pares (ou seja, foi revisto por outros cientistas), é feita uma análise do que é conhecido até à data sobre este tópico. Os cientistas concluem que a prevenção contra trombose é muito importante, e os pesquisadores também recomendam que a doação de sangue seja garantida.

Além disso, desde 13 de março, a OMS recomenda em pacientes com suspeita de COVID-19 que a heparina de baixo peso molecular (um anticoagulante) seja usada para evitar complicações relacionadas ao “tromboembolismo venoso”.

Anticoagulantes em estudo como possível tratamento para COVID-19

O uso de anticoagulante, atualmente indicado como prevenção dos efeitos mais graves em pacientes com COVID-19, ainda está sendo investigado para descobrir se poderia ir além e também ser usado como terapia . Desde março, a AIFA (agência italiana de medicamentos) autoriza o uso controlado de heparina de baixo peso molecular, não apenas como profilaxia no início da doença para prevenir trombose, mas também como terapia em uma fase aguda da doença ” conter fenômenos trombóticos ”, alertando que este medicamento entra na prática clínica “ com base em evidências incompletas ” e que apenas um estudo clínico pode avaliar sua eficácia terapêutica. Este ensaio clínico foi lançado em 14 de abril e envolve 14 centros hospitalares italianos.

Um estudo clínico também está sendo realizado atualmente na França para avaliar a eficácia e segurança do uso de anticoagulantes no tratamento de COVID-19 e outro na Suíça para avaliar se o uso de altas doses de anticoagulantes pode ajudar a diminuir o risco. trombose arterial ou venosa. Os resultados desses estudos estarão disponíveis no final do ano.

Há também outra questão de grande preocupação em relação ao sangue. Muitos de vocês nos perguntaram se é verdade que o SARS-CoV-2 faz com que o ferro presente na hemoglobina , a proteína que transporta oxigênio no sangue, seja liberado e danifique vários órgãos, como declarado em uma mensagem de um suposto médico dos EUA. Unidos que está tendo muita difusão. Isso não é verdade . Nós explicamos para você aqui .

Estamos dizendo a todos os boatos que você está nos perguntando sobre o COVID-19 nesta compilação . Além disso, temos um especial sobre esse tópico, onde você também pode consultar dicas e perguntas sobre prevenção e respostas sobre o surto do novo coronavírus.

Verificadores de fatos de 41 países se uniram para combater a onda de desinformação que o novo coronavírus iniciado na China trouxe, você pode ler mais sobre as negações contidas  neste artigo  e  neste  da IFCN. Você também pode compartilhar este artigo usando a hashtag #CoronavirusFacts.

Coronavírus: Defensoria de MG pede que fornecimento de energia elétrica e água não sejam interrompidos

COPASA e CEMIG receberam recomendação para que não cortem os serviços de consumidores inadimplentes durante período de pandemia

Déborah Lima, em O Estado de Minas Gerais

A Defensoria Pública de Minas Gerais emitiu recomendação nesta quarta-feira para que a Copasa e a Cemig não deixem de fornecer água e energia elétrica em casos de inadimplemento do consumidor, enquanto perdurar o estado de pandemia decorrente da COVID-19.

O texto assinado por Daniele Bellettato Nesrala, coordenadora da Defensoria Pública Especializada da Infância e Juventude, recomenda que “posteriormente sejam buscados meios menos gravosos de coação para a cobrança.”

A decisão considerou alguns itens, como:

  • as pessoas, inclusive crianças e adolescentes que não estarão na escola, passarão a maior parte do tempo em suas casas como consequência da medida de isolamento e com isso terão um aumento do consumo de energia elétrica e água;
  • a necessidade de energia elétrica para o armazenamento de alimentos nesse período de isolamento;
  • a energia elétrica e fornecimento de água como verdadeiro direito fundamental, garantido pela Constituição enquanto serviço público essencial;
  • a redução de renda de pessoas autônomas durante o período de isolamento;
  • que transferência do serviço público das empresas estatais para a iniciativa privada não modifica o direito dos usuários do serviço, que com o advento do Código de Defesa do Consumidor, tiveram reforçados e ampliados seus direitos;
  • é dever das concessionárias oferecer o serviço público de modo contínuo e regular.

Nesta quarta-feira, o órgão já havia expedido documento que recomenda que continue sendo distribuída alimentação a todos os alunos da rede pública estadual e municipal que tiveram as aulas suspensas.

Com data de 18 de março, as recomendações solicitam resposta no prazo de três dias.

A Cemig informou que está em contato com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para definir ações que visam diminuir os impactos da pandemia. A Companhia prevê um posicionamento oficial até o final da semana.

A reportagem do Estado de Minas entrou em contato também com a Copasa e não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Coronavírus: Defensoria de MG pede que alimentos sejam mantidos a alunos da rede pública

Órgão estadual recomenda ainda a concessão de benefício assistencial emergencial para pais ou responsáveis

Déborah Lima, em O Estado de Minas Gerais

Alunos da rede estadual já estão sem aula a partir desta quarta-feira. Com isso, a Defensoria Especializada de Infância e Juventude – Cível (DEINJ-Cível) expediu documento que recomenda que continue sendo distribuída alimentação a todos os alunos da rede pública estadual e municipal que tiveram as aulas suspensas.

A recomendação foi direcionada às secretarias de Educação do Estado de Minas Gerais e do município de Belo Horizonte e à Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social do Município de Belo Horizonte.

A Defensoria Pública sugere que a distribuição de alimentos deve ser feita indiscriminadamente, “independentemente de as famílias serem beneficiárias de programas de transferência de renda e estarem em determinados cadastros, da forma mais conveniente para a administração pública, ainda que para serem levadas para consumo fora das escolas e desde que não gere ônus para as famílias”, detalhou.

O texto assinado por Daniele Bellettato Nesrala, coordenadora da Defensoria Pública Especializada da Infância e Juventude, recomenda ainda que seja verificada a possibilidade de concessão de benefício assistencial emergencial temporário para os pais ou responsáveis que tenham filhos matriculados na rede pública de ensino e que tenham tido as aulas suspensas. “Que ainda exerçam atividade laborativa autônoma informal e não tenham dentro do seu núcleo de apoio pessoas fora do grupo de risco do COVID-19 que possam cuidar das crianças para trabalharem”.

De acordo com o órgão, o objetivo é garantir, com prioridade absoluta, os direitos das crianças e adolescentes. Com data de 18 de março, as recomendações solicitam resposta no prazo de três dias. A reportagem do Estado de Minas entrou em contato com as pastas e não obteve retorno até a publicação desta matéria.

“O melhor presente que uma mulher pode receber é o respeito”, diz nota da Prefeitura de Peruíbe

O maior presente que uma mulher pode receber é respeito, então saibamos respeitar as mulheres!
Nem todas as palavras do mundo poderiam definir as qualidades de uma mulher, pois elas levam alegria ao sofrimento e nunca se cansam de amar.
A Prefeitura Municipal deseja a todas as mulheres do mundo um
Feliz Dia Internacional da Mulher!

#Peruíbe #UmaCidadeDeTodos

Glaycon Franco é um dos autores do Projeto de Lei que homenageia vítimas de Brumadinho

Deputados membros da CPI de Brumadinho acompanhados do presidente da ALMG

Do Portal Fato Real

Após um ano da tragédia ocorrida em Brumadinho com o rompimento da barragem de rejeitos de minério da VALE, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), votou em Plenário, nesta quinta-feira 06/02 o Projeto de Lei nº 1417/20, que Institui o “Dia de Luto em Memória das Vítimas do Rompimento da Barragem I da Mina do Córrego do Feijão”.

O PL foi aprovado em turno único por unanimidade pelo Plenário da Assembleia e, agora, está em fase de redação final, seguindo para sanção do Governador.

Outro projeto aprovado em primeiro turno no Plenário casa foi o PL 1418/20 que tem, como finalidade, homenagear todas as vítimas, nas obras do Estado construídas com recursos obtidos a título de reparação dos danos ambientais causados pelo rompimento da Barragem B1 da Mina Córrego do Feijão.

O rompimento, ocorrido em 25 de janeiro de 2019, resultou em 260 vítimas fatais, sendo que 10 estão desaparecidas. O propósito deste Projeto de Lei é que o Estado e a sociedade mineira prestem reverência às vítimas deste desastre e se lembrem da data com o devido respeito aos afetados. Segue para finalizações nas comissões da Casa e retorna ao Plenário para votação em segundo turno.

Uma das disposições do projeto de lei é que as bandeiras das repartições públicas do estado de Minas Gerais sejam hasteadas a meio mastro, guardando-se um minuto de silêncio em todos os eventos oficiais.

O deputado Glaycon Franco, desde o início preocupado com a tragédia, integrou a CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito – que cuidou do trágico evento, investigando os fatos e relatando o ocorrido com riqueza de detalhes, pedindo o indiciamento de 11 diretores e funcionários da Vale, além de 2 auditores da empresa Tüv Süd.

Homenagem

Completado um ano da tragédia, as famílias das vítimas homenagearam a CPI com uma placa de agradecimento pelo apoio recebido, que foi entregue em reunião especial realizada ontem.

O deputado Glaycon Franco afirma não mediu esforços para que as vítimas sejam devidamente reconhecidas e que justiça seja feita, com toda forma de reparação possível. Segundo o parlamentar, toda a população mineira é vítima deste acontecimento, sendo urgente o compromisso de prestar solidariedade à nossa comunidade.

O pouco que lhe sobra à mesa pode ser muito para aplacar à fome de alguém. Ajude!

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Peruibe Suíte Flat Hotel – Para pessoas que colocam o conforto em primeiro lugar

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Tesouro Direto – Explicamos o que é e como um leigo deve investir aqui.

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

É quando você mais precisa dele, que ele desaparece. Não é incrível?

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Por que alugar um carro é mais barato que comprar?

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.