Arquivos de tag:

Conheça as propostas do candidato Luiz Mauricio à Prefeitura de Peruíbe, SP

Por Liliane Souza, do G1 Santos e Região

Ampliação e reforma de escolas, conclusão das obras do Hospital Municipal, implementação de um programa para atrair investidores para a cidade e pavimentação de 100 ruas em bairros carentes de infraestrutura estão entre as propostas do candidato à Prefeitura de Peruíbe, no litoral de São Paulo, Luiz Mauricio (PSDB).

Luiz Mauricio é o atual prefeito da cidade e tem 41 anos; seu número nas urnas é o 45. Em entrevista ao G1, ele destaca alguns pontos de seu plano de governo. “A gente vai inaugurar a maternidade nos próximos dias, ainda este ano. E a gente tem, para os próximos quatro anos, o grande desafio de terminar as obras do nosso hospital”, afirma o candidato.

G1 Santos está produzindo uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito das cidades da Baixada Santista. Os prefeituráveis de Peruíbe responderam a dez questões sobre temas diversos e todos tiveram o mesmo tempo de resposta. Para acompanhar toda a cobertura, basta acessar a página especial.

Confira a entrevista completa:

Qual sua principal proposta no que diz respeito à área da saúde? Como planeja executá-la?

A gente avançou muito nesses últimos quatro anos na área da saúde, reestruturando a Atenção Básica, contratando agentes comunitários de saúde, enfermeiros e médicos, e fazendo uma reestruturação da política de saúde da mulher. A gente conseguiu diminuir o índice de mortalidade infantil de 17% para 9%, um dos melhores índices da região, e temos feito um planejamento de avançar e ir melhorando a cada dia as ações na área da saúde. A gente vai inaugurar a maternidade nos próximos dias, ainda este ano. E a gente tem, para os próximos quatro anos, o grande desafio de terminar as obras do nosso hospital, os recursos já foram liberados pelo Governo do Estado. E, também, construir uma nova sede do AMFFITO [Ambulatório de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional] e do CEO [Centro de Especialidades Odontológicas].

Quais serão suas prioridades na área da educação, caso seja reeleito?

Também fizemos investimentos nos últimos quatro anos, com a reforma de dez escolas, com uma maior organização de toda a pasta. A gente pretende, nos próximos quatro anos, além de uma reforma do estatuto do profissional da educação e do plano de carreira do profissional da educação, a reforma e ampliação de mais 15 escolas. A entrega do primeiro Centro de Educação Integral do município, a gente tem isso como uma referência, vai ser lá no parque da cidade. A gente tem melhorado os índices do Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica], isso mostra que as ações que estão sendo feitas têm surtido efeitos.

O que está previsto para a área da cultura?

Dar prosseguimento aos projetos que já iniciamos. O Arte para Todos é um dos projetos que têm se destacado. Ele envolve mil pessoas, e a ideia é que a gente possa ampliar esse programa no município. Já temos, também, o credenciamento dos artistas locais, isso já é uma realidade, a prefeitura contratando esses artistas, para que façam apresentações nos eventos e, também, nas ações que a prefeitura promover. A gente já inaugurou a nova biblioteca, e vamos colocar em funcionamento – só não está aberta em razão da pandemia. O projeto Natal na Praia faz parte da área da cultura e do turismo. A ideia é que a gente possa manter esse projeto nos próximos anos. A gente quer cada vez mais fomentar a cultura nos bairros.

Quais medidas devem ser implementadas para contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade?

A prefeitura tem feito uma gestão muito próxima com a Polícia Civil e com a Polícia Militar, por meio da implantação de forças-tarefas, e isso já tem surtido efeito no município. Fizemos uma reestruturação da Guarda Municipal, com novo plano de carreira e estatuto da guarda, aquisição de uniformes e de novas viaturas. Foram cinco adquiridas nesses últimos anos. A gente tem o sistema de monitoramento, que é um dos mais modernos da região, hoje com cerco eletrônico e câmeras OCR [que fazem a leitura de placas de veículos] nas entradas e saídas da cidade. E a Atividade Delegada, já foi assinado o convênio e estamos aguardando o estado devolver o convênio, para que a gente possa implementar. Essas ações vão se fortalecer nos próximos anos.

Quais ações estão previstas para contribuir com a preservação do meio ambiente?

A gente pretende continuar as ações de fiscalização que a gente tem promovido por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, que, aliás, foi criada nessa gestão, além das políticas de educação ambiental. A gente tem promovido ações na rede municipal de ensino, por meio de orientações aos nossos alunos. Também vamos fazer com que os nossos alunos possam conhecer esses espaços na cidade. Além disso, uma gestão muito próxima com a Fundação Florestal, do Governo do Estado. A gente tem no nosso entorno parques estaduais e a própria Estação Ecológica da Juréia. Fazendo com que essa gestão fique próxima, a gente consegue organizar todas essas ações, e fazer com que as políticas de meio ambiente sejam cada vez mais fortalecidas na cidade.

O que deve ser feito para estimular a geração de emprego?

A gente tem um programa ousado para os próximos anos, que é o Peruíbe Negócios. Esse programa prevê atrair a iniciativa privada, os investidores para o município, por meio de uma reforma do código tributário do município, para que a gente possa dar incentivos no município a todos os empreendedores, empresários, comerciantes, enfim, investidores que pretendem se instalar ou que já estão instalados na cidade. Além disso, uma revisão dos códigos do Plano Diretor, para que a gente possa incentivar a construção civil dentro de regras pré-estabelecidas, e potencializar cada vez mais o turismo. A cidade tem uma vocação turística, e com incentivos e parcerias com a iniciativa privada, a gente faz com que isso contribua para a economia e a geração de emprego na cidade.

Conheça as propostas do candidato Kaio Lima à Prefeitura de Peruíbe, SP

Conheça as propostas do candidato Gilberto Giba à Prefeitura de Peruíbe, SP

Conheça as propostas do candidato Emer à Prefeitura de Peruíbe, SP

Por Liliane Souza, do G1 Santos e Região

Incentivo à instalação de indústrias não poluentes, realização de mutirões para construção de moradias populares, reforma das escolas municipais, ampliação da educação inclusiva e criação de uma Central de Ambulâncias para atender os munícipes estão entre as propostas do candidato à Prefeitura de Peruíbe, no litoral de São Paulo, Emer (DC).

Emer é empresário e tem 47 anos; seu número nas urnas é o 27. Em entrevista ao G1, ele destaca alguns pontos de seu plano de governo. “Eu vou montar dois terminais na cidade, um na Estação e outro no Bairro dos Prados. É terminal de baldeação. O ônibus circula no bairro e ele para no terminal. Do terminal, a pessoa, com a mesma passagem, vai para outro local”, afirma o candidato.

G1 Santos está produzindo uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito das cidades da Baixada Santista. Os prefeituráveis de Peruíbe responderam a dez questões sobre temas diversos e todos tiveram o mesmo tempo de resposta. Para acompanhar toda a cobertura basta acessar a página especial.

Confira a entrevista completa:

Qual sua principal proposta no que diz respeito à área da saúde? Como planeja executá-la?

A minha proposta para a saúde é terminar a maternidade e entregá-la com qualidade. Terminar o hospital, que tem R$ 18 milhões liberados pelo Governo do Estado para podermos concluí-lo, o que até agora não foi feito. Fazer uma parceria com o governo estadual, federal ou privada para poder tocar esse hospital. Colocarmos ambulância pela prefeitura, uma Central de Ambulâncias, para atender os munícipes. Pegar as ambulâncias que estão largadas no nosso pátio para reformar e depois colocá-las para atender a população. E, não deixarmos a saúde sucateada, reformando todos os postinhos de saúde e colocando uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento] no Caraguava e uma no Guilhermina para poder atender a população.

Quais serão suas prioridades na área da educação, caso seja eleito?

Reformar todas as escolas, dando melhor qualidade para os estudantes e profissionais. Melhorar a merenda, uniformizar todas as crianças, dar cursos para os professores, para que possam se aperfeiçoar cada vez mais, e aumentar a inclusão nas escolas, dando melhores condições para as crianças que precisam de um atendimento especial.

O que está previsto para a área da cultura?

Vamos montar o teatro municipal, fazer parceria com os músicos locais, fazer shows na cidade, levando caravanas para os bairros. Vamos colocar a Banda Municipal para funcionar novamente para a gente poder competir, igual ela competia antigamente. E, vamos levar a banda junto às escolas para podermos ter uma cultura tanto nos bairros como no centro da cidade, para dar uma igualdade a todos os estudantes que querem participar dessa área, que hoje é restrita a poucas pessoas.

Quais medidas devem ser implementadas para contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade?

Vamos legalizar a Guarda Municipal, trazendo cursos para eles poderem andar armados, com todos os equipamentos necessários. Vamos implantar a Atividade Delegada na cidade, junto com o Governo do Estado. Assim, a gente vai dar melhor qualidade de segurança para a população, aumentando o efetivo. Vamos colocar câmeras de monitoramento na cidade, que funcionem adequadamente, para poder atender a população e a demanda de segurança no nosso município.

Conheça as propostas do candidato Edson Mühlmann à Prefeitura de Peruíbe, SP

Por Liliane Souza, do G1 Santos e Região

Construção de hospital municipal e maternidade, abertura de escolas aos finais de semana, criação de um parque industrial com doação de terreno para indústrias não poluentes, desassoreamento dos rios e instalação de mirantes estão entre as propostas do candidato à Prefeitura de Peruíbe, no litoral de São Paulo, Edson Mühlmann (REDE).

Edson Mühlmann é aposentado e tem 71 anos; seu número nas urnas é o 18. Em entrevista ao G1, ele destaca alguns pontos de seu plano de governo. “Na área da habitação, a gente tem que fazer um estudo com os governos estadual e federal para arrumar verba para poder oferecer moradias a baixo custo”, afirma o candidato.

G1 Santos está produzindo uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito das cidades da Baixada Santista. Os prefeituráveis de Peruíbe responderam a dez questões sobre temas diversos e todos tiveram o mesmo tempo de resposta. Para acompanhar toda a cobertura basta acessar a página especial.

Confira a entrevista completa:

Qual sua principal proposta no que diz respeito à área da saúde? Como planeja executá-la?

Vou declarar de utilidade pública o Hotel Glória, que é um hotel do Estado que está fechado há 35 anos. Vou fazer o hospital e maternidade ali, que dá de 500 a 600 leitos. Inclusive, tem heliporto em cima, que a gente pode colocar helicóptero e atender as emergências. Peruíbe depende tudo de fora. Até Itariri, que é pequena, tem pessoas que vão ter atendidas lá porque aqui não temos. Só temos uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento] e uma unidade de pronto-socorro.

Quais serão suas prioridades na área da educação, caso seja eleito?

Tenho conversado com meu secretário, que é diretor de escola estadual. Tenho falado com ele que a gente precisa dar uma ênfase na educação. Fizeram uma lei baixando o nível de educação, isso atingiu todo o Brasil e hoje nós temos uma dificuldade nessa área. Melhorar a escola e integrar os pais dos alunos com os professores. Temos um problema que, às vezes, o professor corrige o aluno e os pais, ao invés de conversar, ficam contra o professor e, às vezes, dá força para o filho ser malcriado. Tem que haver um entendimento entre pais e mestres para solucionar esse problema. Trocar ideias e os pais participarem da escola. E, as escolas vão continuar pintadas de branco e azul. Normalmente quando muda o prefeito, muda tudo. No nosso caso, não. Vamos fazer o que é necessário. Não vamos gastar tintas desnecessariamente. Se tiver que homenagear escolas, vamos homenagear o Gilson [Gilson Bargieri, prefeito de Peruíbe entre 2001 e 2004], que sempre pintou de azul e branco. E, vamos terminar todas as obras iniciadas. É isso o que queremos, um povo educado.

O que está previsto para a área da cultura?

Eu me reuni com o pessoal da Associação Comercial e com os hoteleiros. Pedi para eles indicarem quem será o secretário da área. Eles acharam interessante porque é um sonho deles. Eles, inclusive, gostariam de pôr votação na cidade, para a cidade escolher o secretário. Mas, nesse primeiro passo, eu pedi para eles se reunirem e escolherem e, eu vou gerenciá-los. Vamos mexer tudo o que for preciso na área de cultura, esporte e turismo. Em Peruíbe, na parte de turismo, temos o segundo melhor ar do mundo. E, com o hospital, nós teremos muitos aposentados morando aqui. Teremos um embalo em tudo isso aí.

Quais medidas devem ser implementadas para contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade?

Nessa área tem que fazer um estudo da Guarda Municipal para saber se vai armá-los, porque também não adianta ter uma polícia só para parecer bonito. Os caras não têm armas, ninguém respeita. Nessa área, precisa de um estudo para ver como vamos resolver.

Quais ações estão previstas para contribuir com a preservação do meio ambiente?

Eu tenho um secretário de meio ambiente. Ele cursou meio ambiente no Japão e esteve no Acre, com o Chico Mendes. Ele conhece tudo de ecologia. Dizem que a estrada do Una não tem que pavimentar, mas, tem que pavimentar, colocar pavimentação rústica, fazer um negócio que condiz com a natureza. Quando chove, toda a areia vai para o rio e, aí assoreia o rio, o peixe não sobe para desovar. Está faltando peixe. Pescador esportivo fica um dia e não pega nada de peixe. A gente também tem a estrada do Guaraú, onde precisa fazer um acostamento.

O que deve ser feito para estimular a geração de emprego?

Fiquei sabendo que o Gilson tinha declarado uma área para indústrias. Vou verificar isso. Se já existe essa área, vamos oferecer terreno de graça para trazer empresas que não poluam e, claro, vamos exigir equipamentos, como filtro de ar e de água, para Peruíbe ser uma cidade modelo nessa área.

Conheça as propostas do candidato Cabo Anderson Proerd à Prefeitura de Peruíbe, SP

Por Liliane Souza, Do G1 Santos e Região

Ampliar a contratação de médicos especialistas, criar leis municipais para beneficiar os artistas locais, implementar a coleta seletiva para materiais recicláveis e regularizar a licença para uso da lama negra estão entre as propostas do candidato à Prefeitura de Peruíbe, no litoral de São Paulo, Cabo Anderson Proerd (Patriota).

Cabo Anderson é policial militar e tem 45 anos; seu número nas urnas é o 51. Em entrevista ao G1, ele destaca alguns pontos de seu plano de governo. “Temos que revitalizar os pontos turísticos da cidade, fazer com que eles sejam conhecidos. Através disso, vamos poder fomentar o comércio, fazendo parcerias com hotéis e restaurantes”, afirma o candidato.

G1 Santos está produzindo uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito das cidades da Baixada Santista. Os prefeituráveis de Peruíbe responderam a dez questões sobre temas diversos e todos tiveram o mesmo tempo de resposta. Para acompanhar toda a cobertura basta acessar a página especial.

Confira a entrevista completa:

Qual sua principal proposta no que diz respeito à área da saúde? Como planeja executá-la?

A minha principal proposta é a conclusão do nosso hospital, da maternidade, nosso banco de sangue, que não temos, e a sala de pequenas cirurgias que precisamos ter. Temos que reestruturar todas as nossas UBS [Unidades Básicas de Saúde]. Também vamos buscar, com a iniciativa privada, essa parceria. Já estamos em conversa com uma empresa de grande porte da região para assinar essa parceria público-privada. Também vamos ter que renovar todos os equipamentos das nossas UBSs [Unidades Básicas de Saúde], da nossa UPA [Unidade de Pronto Atendimento] e do nosso AME [Ambulatório Médico de Especialidades]. E, vamos ampliar a contratação de médicos especialistas que nós não temos na cidade.

Quais serão suas prioridades na área da educação, caso seja eleito?

Nossa prioridade número um é dar fiel cumprimento ao Plano Nacional de Educação. Também vamos criar um programa de apoio ao professor. Apoio psicológico, questão de estrutura para os nossos professores. Dar uma assistência para eles porque hoje eles não têm isso. Também vamos valorizar permanentemente os nossos profissionais da educação, que não são valorizados. Vamos, também, ampliar a oferta de vagas nas creches e nas pré-escolas. Também vamos priorizar a qualidade e variedade dos nossos alimentos da merenda escolar. E, temos que providenciar reformas emergenciais nas estruturas escolares, que estão muito deterioradas.

O que está previsto para a área da cultura?

A primeira coisa que vamos fazer é a preservação e a revitalização dos patrimônios históricos e culturais. Nós temos uma das primeiras igrejas do Brasil, que são as Ruínas do Abarebebê. Hoje, esse local está inviável, não tem como fazer turismo nesse local. Vamos criar leis municipais para beneficiar os artistas da nossa cidade e vamos estimular atividades como dança, música, pintura, artesanato, literatura e teatro, que não temos. Vamos incentivar essas atividades. Também vamos ter que fazer ações integradas em parceria com a iniciativa privada para podermos fomentar a cultura.

Quais medidas devem ser implementadas para contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade?

Vamos ter que treinar, capacitar, equipar e armar a nossa guarda. Também vamos aprimorar a tecnologia de equipamentos de segurança. Vamos ampliar o monitoramento por câmeras e, até mesmo via drones, para promovermos ações conjuntas com a Polícia Militar, Polícia Civil, Conselho Tutelar e Ministério Público, para termos uma Força Tarefa para combater a desordem pública, que são os pancadões. E, também, dar oportunidade e um local apropriado para os nossos jovens poderem se divertir, através da cultura, do esporte e do lazer, que hoje não tem.

Quais ações estão previstas para contribuir com a preservação do meio ambiente?

Temos que conscientizar e preservar o nosso meio ambiente na nossa educação, no turismo, na saúde e até mesmo na nossa Secretaria de Obras. Tem que haver conscientização e preservação em todas as secretarias. Vamos, também, implantar e desenvolver o Programa de Coleta Seletiva, que hoje não existe na nossa cidade, e é de suma importância para que tenhamos uma cidade sustentável, limpa, que contribua com o meio ambiente. Também vamos regularizar a licença para uso da lama negra, porque nossa lama negra não está viabilizada por conta de problemas. E, vamos incentivar a produção agrícola familiar local dos nossos munícipes da zona rural.

O que deve ser feito para estimular a geração de emprego?

Primeiro, temos que fomentar o comércio local. Dependemos dos nossos comerciantes locais. Como vamos fazer isso? Em parceria com o turismo. Vamos também revitalizar os pontos turísticos da nossa cidade, que hoje estão completamente abandonados. Mirante não temos. Tudo isso vamos ter que rever. Também vamos criar a frente de trabalho. Temos que ter a frente de trabalho para podermos ajudar os nossos munícipes. E, incentivar as empresas e indústrias para instalação em nossa cidade através de incentivo fiscal.

Conheça as propostas do candidato Barros à Prefeitura de Peruíbe, SP

Conheça as propostas do candidato Alex Matos à Prefeitura de Peruíbe, SP