Arquivos de tag:

De Paula Topografia – Tradição de pai para filho

Se você está vendo estes anúncios acima, outras pessoas poderão ver o seu anúncio também! Anuncie agora! Ganhe banners rodando 24 horas por dia por um investimento muito baixo mesmo! Anuncie já! Clique aqui e contrate seus banners agora.

Índio mata pai para ser cacique de tribo em Itariri

Do Paraná Online

O índio Luiz Fernando Branco da Silva, de 25 anos, da etnia guarani, confessou ter matado o pai, o cacique Fernando Branco da Silva, de 65, para assumir a liderança da tribo, em Itariri, no Vale do Ribeira, sul do Estado de São Paulo.

Luiz Fernando entregou-se à polícia e confessou o crime na noite de terça-feira, 11. O crime aconteceu na Aldeia do Capoeirão, no distrito de Ana Dias, e o corpo foi encontrado no último dia 4 pelos próprios filhos da vítima. O cacique, que estava desaparecido desde a noite anterior, foi morto com um tiro nas costas quando se embrenhou na mata para caçar.

Inicialmente, a polícia suspeitou de caçadores que invadem a área indígena para caçar ou extrair palmito. Até a confissão do filho, nenhum suspeito tinha sido detido. De acordo com o delegado Fernando Rodrigues, titular da Delegacia de Itariri, o acusado contou que tinha ódio do pai, pois, quando ainda era criança, ele teria matado sua mãe. Ele também contou que pretendia tornar-se o cacique da tribo. Pai e filho já tinham tido uma briga anteriormente em que o cacique saiu ferido. Como se entregou espontaneamente e não tem antecedentes criminais, o acusado responderá em liberdade pelo crime de homicídio qualificado.

Menina grávida virgem no Maranhão faz pai acreditar em milagre divino

Pai da garota rezou 24 horas seguidas de joelhos para agradecer pelo milagre
Pai da garota rezou 24 horas seguidas de joelhos para agradecer pelo milagre

Do Portal G17

Na cidade de Rosário, Estado do Maranhão, uma adolescente causou comoção na família ao anunciar sua gravidez. A comoção aconteceu porque a garota disse aos pais que é virgem, e que não sabe como ficou grávida.

Emocionado, o pai, Francisco Fernandes Filgueira Fagundes, 52 anos, acredita em milagre divino. “É um sinal vindo do céu, minha filha é abençoada e o bebê que vai nascer vem para fazer algo especial pela humanidade”, disse Seu Chico com lágrimas nos olhos.

Para agradecer pelo milagre, Francisco rezou ajoelhado durante 24 horas seguidas. “Depois tomei duas cachacinha pra comemorar porque ninguém é de ferro”, disse, feliz com o caso.

A mãe da garota disse que está confusa e achou estranha a gravidez da filha, mas prefere não comentar para manter o pai feliz. Já a irmã mais velha não engoliu o caso. “Isso é piranhice, pedi pra ela ir ao médico ser examinada para saber como essa gravidez misteriosa aconteceu mas ela fez um escândalo dentro de casa e como sempre, meu pai acreditou nela”, disse a irmã.

Depois que os comentários da grávida virgem se espalhou pela vizinhança, alguns vizinhos foram até o local e acenderam uma vela para agradecer pelo milagre divino.

A menina não quis gravar entrevista, disse que na condição especial em que se encontra, tendo sido escolhida pelo poder divino para gerar uma criança, somente concede entrevista a grandes veículos de comunicação internacional, como a CNN americana, por exemplo.

Nova Lei faz dezenas de mulheres registrarem o filho apontando Neymar como o pai

Neymar passa a ser o pai mais apontado nos cartórios e Eike Batista ainda não teve nenhum registro

Do Portal G17

Em função de uma nova Lei, que permite a mulher apenas dizer quem é o pai da criança, na hora do registro – sem a necessidade de procurar o tal pai para saber se é verdade — fez dezenas de mulheres procurarem o cartório para colocar Neymar como sendo o pai dos seus filhos.

Segundo informações dos cartórios, Neymar já é apontado como pai de umas 48 crianças pelo Brasil a fora. Em segundo lugar vem Silvio Santos, que por sinal é mais rico e tem para deixar, como herança, a Jequiti e o SBT.

Os cartórios ficaram surpresos foi com o fato de, até o momento, ninguém usar o nome de Eike Batista para registrar uma criança.

Poema para um pai presente

Para Luiz de Paula, nosso pai, in memorian

Da recôndita Rebouças
Se achega o menino Luiz
Esperança traz na bolsa
De ser somente feliz.

Na década de cinquenta
Firma pé em Jacupiranga;
Flórido, o irmão que sustenta
saudade que não se zanga.

Do trabalho preenche a vida,
O momento e o longo espaço,
Pra estancar da alma ferida
A dor por força do braço.

Não demora grande alento
o destino e seu papel
lhe reserva novo tento
Que tem por nome Izabel.

Contaram os dois vitória
De seis filhos, também netos,
Que preenchem nossa história
De carinhos e de afetos.

Quis o destino, no entanto,
Levar Luiz de nosso meio,
Pra tristeza e nosso espanto
De não mais tê-lo por esteio.

De seu convívio e seu exemplo
De tão saudosa lembrança,
Luiz de Paula – nosso templo,
Nosso pai, nossa esperança.

São Paulo, 11 de agosto de 2013
Washington Luiz de Paula

Itanhaém – Filho morre com suspeita de dengue e pai acusa hospital de descaso: ‘Aqui a gente é lixo’

Jovem tinha sintomas de dengue hemorrágica, mas não foi internado. Prefeitura de Itanhaém, SP, diz que está investigando a morte.
Foto: Reprodução/TV Tribuna
Mãe de adolescente diz que houve demora na internação

Do G1 Santos e Região

Um adolescente de 17 anos morreu na manhã deste domingo (14) em Itanhaém, no litoral de São Paulo, com suspeita de dengue hemorrágica. A família alega que houve demora para que o jovem fosse internado no pronto-socorro da cidade, pois ele já apresentava vários sintomas da doença.

Segundo os familiares, Welisson Santana da Silva, morador do bairro Ivoty, sofria com convulsões desde criança. Na segunda-feira (8), ele estava com febre e procurou atendimento no Pronto-Socorro de Itanhaém. Os médicos diagnosticaram dengue, o medicaram, deram soro e o mandaram para casa.

Ainda de acordo com a família, o mesmo procedimento se repetiu nos dois dias seguintes até que, na quinta-feira (11), o exame apontou que Welisson tinha menos de 100 mil plaquetas. O adolescente reclamava de fortes dores abdominais e começou a vomitar, alguns dos sintomas de dengue hemorrágica.

Foto: Reprodução/TV Tribuna
Pai de Welisson está revoltado com a morte do filho.

Rosana Aparecida Santana, mãe de Welisson, conta que os médicos só decidiram internar o jovem quando o quadro clínico já era bem grave. “Eles mandaram meu filho para casa e me disseram que, se ele ficasse branco, era para eu levá-lo de volta para o hospital, porque era dengue hemorrágica. Quando deu entrada na UTI, já era tarde”, lamenta.

No sábado (13) à noite, Welisson Santana da Silva foi transferido do pronto-socorro para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Itanhaém, onde veio a falecer no domingo pela manhã.

O pescador Bruno Fernandes da Silva, pai do adolescente, está revoltado com o que aconteceu. “Isso é uma pouca vergonha, não só por causa do meu filho, mas por todo mundo que passa por essa situação. Aqui a gente é lixo. Nós não temos dinheiro para pagar médico particular, por isso procuramos o pronto-socorro, e acontece isso.  A gente não é nada”, desabafa o pescador.

Em nota, a Prefeitura de Itanhaém afirma que aguarda o resultado da coleta de sangue que foi solicitado junto ao Serviço de Investigação de Óbito (SVO), do Instituto Adolf Lutz, para que seja informada a causa da morte. A Prefeitura informa ainda que, quando o paciente apresentou sintomas graves, foi internado no Pronto Socorro Municipal e encaminhado a Central de Regulação de Vagas para internação hospitalar.

Prestígio do pai abre portas para Ana Preto em Brasília

Dilma: Um minuto de silêncio pelas vítimas do incêndio em Santa Maria

Da Redação

Mesmo falecido há cinco anos, o ex-prefeito José Roberto Preto tem seu nome mantido em relevo nos corredores palacianos de Brasília, permitindo acesso à sua filha, Ana Preto, atual prefeita de Peruíbe a autoridades do Legislativo e do Executivo federal.

Em Brasília desde ontem (27), Ana Preto já sentira o “peso” do nome de seu pai mesmo na semana passada quando começava estabelecer os contatos que permitiram a intensa agenda que deve cumprir de hoje até a próxima quinta-feira, data de seu retorno a Peruíbe.

Conforme fonte próxima do Gabinete, a prefeita não escondeu a emoção ao verificar o quanto seu pai era querido, e o quanto a sua memória ainda é respeitada, seja em Brasília, ou mesmo em São Paulo, na Assembleia Legislativa e no Palácio dos Bandeirantes.

“Nossa prefeita vai aproveitar este momento importante para a história de nossa cidade e, com certeza, vai trazer na bagagem conquistas que serão um verdadeiro presente para Peruíbe”, diz a mesma fonte, fazendo alusão ao aniversário do município que se dá no próximo dia 18 de fevereiro.

Encontro com Dilma

Ana Preto participou do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas em Brasília, que teve início nesta segunda, com abertura feita pela presidente Dilma Roussef.

A presidente aproveitou o momento em que centenas de prefeitos atenderam à convocação para o evento para pedir “responsabilidade e fiscalização” para evitar tragédias como a que se abateu sobre a cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

No encontro, a presidente anunciou a libertação de recursos no valor de R$ 66,8 bilhões para as cidades e assinalou que 883 municípios começarão, a partir de março, a receber “compensações” para amortecer suas dívidas.

Antes do discurso, Dilma pediu um minuto de silêncio em memória dos 231 mortos na boate, a maioria deles jovens com uma idade média de 20 anos.

Itariri: Pai estupra e engravida a própria filha de 14 anos, diz polícia

Crime aconteceu em Itariri, no interior de São Paulo. Garota também foi estuprada várias vezes pelo padrasto.

Anna Gabriela Ribeirodo G1 Santos e Região

A polícia de Itariri, no interior de São Paulo, prendeu nesta sexta-feira (18) dois homens suspeitos de estuprarem uma adolescente de 14 anos. Um é o pai e o outro é padrasto da garota, que está grávida de quatro meses do próprio pai.

Segundo a polícia, a mãe da adolescente desconfiou da gravidez porque a menina vomitava constantemente na escola. Por isso, a garota foi levada até uma agente de saúde. Após exames, foi constatado que a menor estava grávida de quatro meses. A garota conversou com uma assistente social e revelou que foi estuprada pelo pai, que tem 60 anos.

O caso foi levado à polícia e, em depoimento, a jovem afirmou que também era estuprada pelo padrasto desde os 11 anos de idade. Segundo o delegado Fernando Biazuss Rodrigues, a menina cresceu com o padrasto e a mãe. Ao descobrir que a filha era molestada pelo padrasto, o pai da menina resolveu levá-la para morar com ele e começou a abusar dela também.

Ainda de acordo com o delegado Fernando Biazzus Rodrigues, o pai costumava dar remédios abortivos para a garota. “Os acusados não assumem completamente o crime. O padrasto, por exemplo, alega que fica bêbado e não consegue lembrar o que faz”, diz Rodrigues.

O delegado afirma que a princípio a garota irá morar com a mãe. Porém, a assistência social deve acompanhar o caso, já que a mãe é solteira e tem oito filhos. A Justiça já decretou a prisão temporária do pai e do padrasto.

Pai leva filho junto para a cadeia por tráfico

Do Paraná Online

Pai e filho foram presos por tráfico de drogas, na manhã de ontem, no Cajuru. Mas eles só foram descobertos porque Cremilton Lira da Silva, 42 anos, foi flagrado pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) dirigindo embriagado. Na casa deles a polícia encontrou meio quilo de maconha no quarto de Cremilton e 54 buchas de cocaína no quarto de Pabullo Guilherme Martins da Silva, 19, além de pouco mais de R$ 2 mil em dinheiro.

O delegado Gerson Machado, do 6º Distrito Policial (Cajuru), contou que Cremilton dirigia o Celta placa AJM-6317 aparentemente bêbado. Populares viram a condução perigosa do homem e informaram uma viatura do BPTran que passava por perto. Quando os policiais abordaram o Celta e constataram que o homem estava embriagado.

O tenente Rueda, da UPS – Cajuru, explicou que Cremilton foi multado por embriaguez ao volante. O tenente informou que Cremilton tinha duas passagens por tráfico e uma por homicídio. O homem carregava no bolso um alvará de soltura, expedido em 24 de agosto.

Suspeita

Desconfiados, os policiais resolveram ir até a casa do suspeito, na Rua Carlota Pereira de Queiroz. No quarto de Cremilton estava a maconha e mais R$ 790 em dinheiro. No quarto de Pabullo, a cocaína e outros R$ 1.790 em notas trocadas, que o delegado acredita sejam provenientes da venda de drogas. O pai tentou livrar o filho, dizendo que a droga era sua, mas não convenceu os policiais e ambos foram autuados em flagrante por tráfico. Eles podem pegar de cinco a 15 anos de cadeia.

O delegado adiantou que a esposa de Cremilton e sua filha, que residem no mesmo local, deverão ser indiciadas por tráfico, já que há indícios que elas sabiam da atividade ilícita. “O pai havia acabado de sair da cadeia e não tinha emprego. Só a mãe trabalha, num shopping, e deve ganhar pouco. A família levava uma vida de alto padrão, com roupas e sapatos de marca, eletrônicos novos e caros e TV a cabo”, analisou o delegado.

O que o pai e a mãe nos ensinam

Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensino de tua mãe. Porque eles serão uma grinalda para a tua cabeça, e colares para o teu pescoço”. Prov. 1.8 e 9

Parece que vai cada vez mais se distanciando de nossa realidade contemporânea o modelo de família que Deus planejou para mim e para você. Receio que muitos jovens desta geração estão partindo para a aventura da vida conjugal sem ter a percepção exata daquilo de perfeição que Deus desenhou para o homem, para a mulher, e para os filhos destes. Desconhecimento esse que às vezes perdura por anos casamento adentro.

Família é isto: o homem deixa o seu pai e a sua mãe, e se une a uma mulher, e ambos serão uma só carne, isto é, passarão a ser um só corpo, num só pensamento, numa só aspiração, ambos imbuídos, determinados e incansáveis trabalhadores pelo sucesso do projeto da vida comum que escolheram para si. Aqui compartilho da corrente que crê que a conjunção carnal através do sexo tem o poder de compartilhar espiritualidade, de unir espíritos. Esta seria uma explicação de o escritor do Gênesis ter nos legado este princípio que a meu ver é uma espécie de pedra angular do casamento – e da família: e serão os dois “uma só carne”.

Do casamento – ou da união do homem com a mulher a fim de se tornarem, então, “uma só carne” – se pereniza o sublime milagre da multiplicação da vida, que começa na concepção e segue até o nascimento dos filhos. E aqui me parece residir a segunda e nobre razão pela qual Deus proveu ao homem a companhia feminina, instituindo o sacramento do casamento: o “crescei e multiplicai-vos”.

E nos filhos instala-se um terceiro motivo pelo qual Deus pretendeu ser o casamento perfeito, como Ele é perfeito: a responsabilidade que recai sobre os pais e mães de concorrerem para que seus filhos cresçam, e se tornem também homem e mulheres, cada um preparado para seguir o seu próprio destino, formando, por sua vez, sua própria família.

Interessante notarmos o texto do autor deste provérbio que é dever do pai instruir, e obrigação da mãe ensinar. Quem é pai, quem é mãe sabe, contudo, que esta não é uma tarefa fácil, mormente nos dias de hoje, quando as crianças já nascem sendo bombardeadas por informações de todo tipo, oriundas de todos os lugares que não raro, substituem a contingência do pai e da mãe na formação de seus filhos.

É possível que Salomão tivesse previsto que tal coisa pudesse vir a acontecer um dia, ainda que passado centenas de anos de quando teceu estes provérbios. E talvez esta seja a razão de sua preocupação em registrar a recomendação aos filhos de ouvirem a instrução do pai, e também os ensinos da mãe. Instrução e ensinamentos estes que funcionam como elementos insubstituíveis na criação dos filhos.

A vida lhe deu oportunidade de estudar, de ser hoje um médico, um advogado, um engenheiro. Você é um profissional respeitado, ou mesmo ainda um estudante aplicado. Mas todo o conhecimento que você coleciona através da televisão, da internet, dos jornais, na faculdade e mesmo nos livros, não se compara em nada com aquela palavra que seu pai tem sempre preparada para lhe dar, nem com aquele ensinamento que sua mãe está sempre disposta a lhe proporcionar.

Na outra ponta, você pode ser um jovem rebelde que resolveu desviar-se dos caminhos de instrução de seu pai e dos ensinamentos e conselho de sua mãe, preferindo antes seguir os falsos amigos, as más companhias, abandonando os estudos, e trilhando pelos perigosos caminhos das drogas e da marginalidade. Também é para você que o escritor deixou este provérbio: ouve a instrução de seu pai, ouve a instrução de seu pai, ouve a instrução de seu pai; e nunca deixe o ensino de sua mãe. Nunca mesmo!

Imagine-se saindo à rua com uma grinalda sobre a cabeça e um colar adornando o pescoço. Para usar termos mais para hoje, você pode se imaginar usando aquele boné de marca, e uma corrente de prata maciça no pescoço. Não há quem não o note ao andar pela rua. Se você é mulher, poderíamos pensar num penteado bonito, diferente, exótico, ou num chapéu caríssimo, e em volta do pescoço, um fino colar de pérolas. Realmente não tem como você passar despercebida ao andar pela rua.

O adorno – ou o enfeite – tem esta missão de nos deixar mais bonitos, mais atraentes. E é isso que acontece com você quando você tem se revelado um filho obediente que só traz alegria e orgulho para sua mamãe e para seu papai. Quando você busca avidamente pela instrução de seu pai e pelos ensinamentos de sua mãe reproduz-se em você a bênção de vir a ser notado dentre seus amigos, no seu trabalho, na escola, na igreja, e todos poderão dizer: “vai ali um jovem bonito (ou uma jovem bonita)!”.

Funciona como um mistério como tudo que vem de Deus. Mas mistério que contribui para o nosso bem. E tem coisa melhor e mais gostosa que passarmos pela rua e as pessoas notarem que somos diferentes, que irradiamos simpatia, felicidade e amor?

Se acaso você ainda não pensou nessa verdade, é momento de parar para pensar. Afinal, não demora e chega o dia em que você também será pai – ou mãe – e tudo que você quererá para seus filhos é que eles lhe deem a alegria de serem filhos e filhas que honrem aos pais, e amem a Deus sobre todas as coisas.

E se você não tem mais seu pai ou sua mãe com você, olhe à sua volta; é possível que neste momento mesmo alguém tenha uma palavra para você de tal modo que você possa acolhê-lo como um pai ou uma mãe. E – lembre-se: acima de tudo temos a Deus, que é nosso Pai sempre presente e pronto a nos ajudar. Deus abençoe você.

Washington Luiz de Paula

Onira vê resultado da pesquisa IPAT como “incentivo” e ataca “dinastia de pai para filha”

Onira: “nossa campanha mal começou. Vamos ganhar essa!”

Da Redação

Invocando o fato de ter aparecido na pesquisa do Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT) na edição de ontem (24) do Jornal A Tribuna, como a candidata que tem menor rejeição dentre as três mulheres que estão disputando a prefeitura de Peruíbe este ano, a vereador Maria Onira Betioli Contel deixou claro, em nota publicada em sua página no Facebook ontem que o resultado da pesquisa é “incentivo para continuar esta caminhada alternativa em Peruíbe”.

Para Onira sua candidatura é a única opção de mudança para o município. “Aos poucos a população vai percebendo que a única alternativa para romper esta dinastia de pai para filha que temos na cidade é a minha candidatura”, num ataque frontal à candidatura da atual prefeita Milena Bargieri, que todos sabem ser conduzida por seu pai, o ex-prefeito Gilson Bargieri. E acrescenta, endurecendo o discurso: “Peruíbe precisa de uma mulher que administre a cidade sem ser manipulada”, acrescentando que “a Presidente Dilma mostra como uma mulher de pulso firme governa defendendo os interesses do povo brasileiro”, para finalizar, dizendo que “vou fazer da mesma maneira”.

Para os analistas políticos de Peruíbe a observação de que a publicação do resultado da pesquisa IPAT funcionou como “jogar gasolina na fogueira” é unânime. Com isso, os próximos 73 dias até chegar às eleições prometem apresentar dias quentes e ânimos exaltados.

Com o bornal cheio de munição – e munição é o parece que não faltará para todas as três frentes que disputam o pleito deste ano – o que se pergunta agora é: “Quem fica em pé?”

Veja a íntegra da mensagem da candidata petista Onira:

Mensagem à população peruibense:

Recebo a divulgação da pesquisa eleitoral realizada pelo IPAT e publicada pelo jornal A Tribuna no dia de hoje (24), como incentivo para continuar esta caminhada alternativa em Peruíbe. Quero agradecer o apoio da população manifestado nesta pesquisa.

Aos poucos a população vai percebendo que a única alternativa para romper esta dinastia de pai para filha que temos na cidade é a minha candidatura. Peruíbe precisa de uma mulher que administre a cidade sem ser manipulada. A Presidenta Dilma mostra como uma mulher de pulso firme governa defendendo os interesses do povo brasileiro. Vou fazer da mesma maneira.

Cabe ressaltar, ainda, que as duas outras candidaturas já estão há muito tempo colocadas. Eu e a coligação “Peruíbe. Coragem para mudar” estamos iniciando nossa campanha agora.

Vamos para ruas conversar com as pessoas, levar nossas propostas e ouvir as demandas de nossa comunidade. Tenho certeza que a população está atenta e quer soluções para suas demandas.

É importante destacar que, de acordo com a pesquisa, sou a pessoa que tenho menor rejeição. Isso se dá pela seriedade do meu trabalho em prol da Cidade e o meu compromisso com a população peruibense.

Peruíbe. Coragem para mudar.

Dupla usa cão para intimidar e assaltar pai e filho em Apucarana

Diogo Luchett Belmonte, de 25 anos, foi preso em flagrante após o roubo; o outro ladrão conseguiu fugir

Do Portal tn online

Dois rapazes utilizaram uma forma pouco comum para praticar roubo contra um homem que caminhava ontem (9) à tarde com o filho de nove anos pela Rua Denhei Kanashiro,no Jardim Santos Dumont III (região leste de Apucarana).

Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima, que pediu para não ter o nome divulgado, caminhava junto com a criança quando dois rapazes a abordaram. Os ladrões atiçaram um cachorro da raça buldog que estava com eles para intimidar o homem.

Em seguida os bandidos fizeram menção de estar armados e derrubaram o apucaranense. Na sequência os bandidos roubaram a carteira do homem com documentos pessoais e um cheque no valor de R$600.

Policiais acrescentaram que a criança ainda tentou correr, mas os ladrões ameaçaram atirar em suas costas.

A PM foi informada sobre o assalto, iniciou diligências e logo prendeu Diogo Luchett Belmonte, de 25 anos, que estava com o cachorro buldog. Ele foi reconhecido pela vítima como um dos auotres do assalto. O outro ladrão conseguiu fugir com o produto do roubo.

Diogo Luchett Belmonte foi encaminhado à 17ª Subdivisão Policial (SDP). Conforme o delegado Valdir Abrahão, Diogo já tem ficha criminal e ganhou a liberdade recentemente, após ter sido detido por furto.

Pai e filho são condenados a 17 e 22 anos de prisão

O julgamento aconteceu ontem em Mundo Novo
Divulgação
Pai e filho também são investigados por outros crimes de pistolagem na região

Vânya Santos e Gabriel Maymone, no Correio do Estado

O pintor de paredes, Pedro Damião Neto, de 48 anos, foi condenado a 17 anos de reclusão e seu filho, Geovane Miguel Damião, de 22, foi sentenciado a cumprir 22 anos de prisão pelo assassinato de Henrique Mendonça, de 37 anos, em setembro de 2010. Eles foram julgados, ontem (02), no plenário do fórum da comarca de Mundo Novo.

A defesa dos réus negou a autoria do crime, pois um jovem, que está preso em Guaíra, no Paraná, havia confessado o crime, durante depoimento em plenário. Os jurados não se convenceram da tese da defesa e seguiram o raciocínio do representante do Ministério Público.

A dupla é investigada também por outros homicídios ocorridos em Mundo Novo, e que envolvem em sua maioria, usuários de drogas.

Crime

A polícia foi acionada na madrugada do dia 17 de setembro de 2010 para atender a ocorrência de uma pessoa que havia sido vítima de disparo de arma de fogo, em uma lanchonete na Avenida JK, próximo a um posto de combustível.

Ao chegar no local. a vítima, que tinha sido alvejada por vários disparos de pistola nove milímetros, já estava morta. Testemunhas informaram que a vítima estava tomando cervejas com alguns amigos, quando dois homens chegaram ao local de motocicleta e sem tirar o capacete e o indivíduo que estava na garupa desceu atirando contra a vítima.

Na casa do pintor, a polícia encontrou três armas, inclusive a pistola utilizada na execução. Ele e o filho foram presos e conduzidos ao presídio de Dois Irmãos do Buriti, onde permaneceram até a data do júri.

Antes de voltar do Canadá, Luíza tem várias propostas de trabalho, diz pai

Pai da adolescente diz que já negocia com grandes empresas. Gerardo Rabello também confirma que Luíza chega ainda esta semana.
Foto: Divulgação/Arquivo pessoal
Luíza avalia propostas de trabalho antes de voltar do Canadá

Do G1 PB

Depois de se tornar hit na web apenas por ‘estar no Canadá’, Luíza teve sua volta antecipada e deve chegar ao Brasil ainda esta semana, mas, antes mesmo de pisar no Brasil, a adolescente já está cheia de propostas de trabalho. O colunista social e pai de Luíza, Gerardo Rabello, disse ao G1, na tarde desta quarta-feira (18), que foi procurado por várias empresas que convidaram a garota para estrelar ações comerciais.

Ele informou que a construtora, dona do empreendimento que gerou a explosão na internet, está comemorando o sucesso de Luíza já planeja fazer uma nova propaganda do prédio residencial com a adolescente.

“A gente já conversou com Luíza e decidimos que ela é quem vai decidir quais convites vai aceitar”, disse Gerardo Rabello sobre as propostas de trabalho oferecidas. O colunista social, que sem querer provocou a fama da filha, disse que o maior número de convites é para cursos de intercâmbios e que também surgiram propostas para desfiles de moda.

Apesar do número de convites, Gerardo Rabello disse que Luíza só vai se envolver nos projetos que ela desejar. Ele também não quis revelar os valores financeiros das propostas que foram feitas ao mais novo fenômeno da web.

Foto: Reprodução/Youtube
Gerardo Rabello fala de Luíza em comercial

Luíza se tornou um hit nas redes sociais após a veiculação de um comercial sobre um lançamento de um prédio na televisão da Paraíba. Na propaganda, Gerardo Rabello fala sobre o empreendimento e em determinado momento ele cita que o sucesso do prédio é tão grande que ele convocou toda a família para falar sobre o empreendimento, menos Luíza, de 17 anos, que está no Canadá, fazendo intercâmbio.

Menos de 24 horas após a veiculação da propaganda, na quarta-feira (11), o assunto ficou entre os 10 mais comentados do Twitter em todo o país com a hashtag #LuizaEstanoCanada, além de inúmeras montagens que foram veiculadas no Facebook .

Gerardo Rabello disse que em função da imensa repercussão a família decidiu antecipar a volta de Luíza ao Brasil. “Eu não imaginava que um simples comercial pudesse ter toda esta repercussão. Só queremos ficar do lado dela”, disse Gerardo”.

Vereador cria Lei para oração do Pai Nosso em escolas de cidade da Bahia

Todas as crianças da escola pública terão que orar o Pai Nosso antes das aulas
Vereador cria Lei para oração do Pai Nosso em escolas de cidade da Bahia

Do Notícias Gospel

A cidade de Ilhéus, na Bahia, tem uma nova lei, trata-se da Lei do Pai Nosso, projeto do vereador evangélico Alzimário Belmonte (PP-BA) que tem como objetivo fazer os alunos do ensino municipal a orarem o pai nosso antes das aulas.

O projeto foi aprovado por todos os vereadores e sancionado pelo prefeito do município com a ideia de “educar nossos jovens na cultura da oração”. Não será necessário ter fiscalização da Prefeitura, pois a lei não obriga nenhuma criança a orar.

Para o vereador de 49 anos, que frequenta a Igreja Batista, seu projeto é um processo educativo. “Construí essa lei para que nós possamos educar nossos jovens a cultura da oração. É o processo educativo da oração, da pessoa saber que a oração é uma forma de chegar até Deus, de proteção espiritual, de educação mesmo”.

Belmonte deu entrevista para Igor Paulin, colunista da Revista Época, e disse ter consciência do Estado Laico e por isso não haverá punições para quem não cumprir a lei. ” Vivemos em um estado laico de direito. Se a pessoa quiser orar, ora. Se não quiser fica calada, pede licença, sai da sala na hora da oração”, disse ele.

O jornalista questiona o vereador sobre questões mais importantes que mereciam atenção dos vereadores e ele disse que há sim e até citou um de seus projetos. “Criei um comitê de combate à pedofilia, o conselho municipal de política sobre drogas, o fundo municipal do direito do dependente químico, a lei que proíbe fumar em espaço público”, diz o vereador.

Com informações Revista Época

Ana Preto tem a responsabilidade de carregar o peso da marca do pai

Ana Preto (blusa vermelha) ao lado do vereador Oliveira, um dos mais cotados a vir a ser o vice em sua chapa

Da Redação

Ela não é só Ana. Ela é Preto. Sim; Ana Preto deslancha nas enquetes e pesquisas de intenções de votos para as eleições do ano que vem, mas não por ser Ana Preto, mas por ser filha de José Roberto Preto. A identidade, portanto, não é dela; é do pai.

Esta situação, em que pese que à primeira vista pudesse ser motivo de orgulho para uma filha que viu seu pai morrer ainda jovem, vítima de problemas pulmonares, muito certamente agravados pelo péssimo sistema de ar condicionado do Gabinete do Prefeito, pode, na verdade, acabar se tornando um problema caso ela venha a se eleger prefeita, porque ficará dependente de quem administre, ou saiba administrar, ou minta pra ela dizendo que sabe o que não sabe. Se não abrir o olho, seu governo seria um caos igual ou um tanto pior que o atual.

José Roberto Preto sim era um administrador. Rigoroso, implacável, mas ao mesmo tempo humano, discreto, de pouca fala e muita ação. O que pensar de um homem que, mesmo dono de uma fortuna incalculável, tinha a capacidade e a coragem de parar seu carro blindado de R$ 600 mil, dar a marcha-a-ré, só porque viu uma senhora revirando um lixo em busca de latinhas, para lhe dar uma esmola de 50 e até 100 reais? O que pensar de um homem que não precisava – e não queria – ser prefeito de Peruíbe, mas que, tendo assumido o desafio e o compromisso de administrar a cidade, entrava seis horas da manhã no Gabinete, e de lá só saia altas horas da noite, sendo que até o almoço e lanche fazia lá mesmo, dentro do Gabinete?

Embora tenha pagado com a vida pelo imbróglio que lhe foi enfiado goela abaixo principalmente por José Carlos Rúbia de Barros (Carlinhos) e por Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto), dois dos mentores que o convenceram a ser candidato, depois de respirar por três anos a fio as fezes dos pombos e dos ratos disseminadas no ar fechado do Gabinete, José Roberto Preto deixou sua marca de competência na cidade; e, agora, sua filha – diria até que muito justamente – se apropria dela.

É sempre muito difícil mensurar popularidade quando se há a premissa de um caminhão de dinheiro na perspectiva e no imaginário de pré-candidatos e pré-cabos eleitorais ávidos por também meter a mão na cumbuca na tentativa de pegar um pedaço do favo de mel. Mas o fato é que Ana Preto aparece como a postulante que está mais próxima de ocupar a cadeira hoje esquentada por Milena Bargieri.

É isso o que diz a enquete “Eleições 2012 (Peruíbe/SP): Pensando em Ana Preto (filha do ex-prefeito Preto), você” (veja e vote aqui), deste blogue. Por ela temos que Ana Preto hoje conquistaria impressionantes 63,80% dos votos para prefeita, ao passo que apenas 3,17% entendem que ela até poderia ser uma boa vice-prefeito.

Mas há alguns que também gostariam de vê-la como vereadora: 4,07%. O restante 28,96% dizem que não votariam em Ana Preto para cargo algum.

Difícil também é saber se estes números permanecem estáveis ou se viriam a cair ou mesmo a crescer. Tudo que vier a acontecer com sua candidatura, contudo, não deverá ser creditada e ela mesma, Ana Preto, mas sim ao seu “ministro da propaganda”, Paulo Henrique Siqueira, o Paulão. Para este, parafraseando Goebbels, o ministro da propaganda de Hitler, “enfiar na cabeça dura das massas a devoção a Ana Preto, como a deusa da nova Peruíbe, tornou-se o meu objetivo único”.

Queira Deus não nos vejam amanhã, com Ana Preto prefeita eleita, na situação expressada também pelo próprio Goebbels: “Eles (o povo) nos colocaram aqui. Agora suas gargantas estão sendo cortadas”.

Este enquete recebeu 318 visitas de leitores, dos quais 221 resolveram deixar seu voto, representando 69,50% de aproveitamento. Você pode deixar seu voto nesta pesquisa até o dia 25 de dezembro (veja e vote aqui).

As pesquisas publicadas no meu blogue são feitas a partir de parceria com o portal Enquetes, e não têm valor científico.

Pai come o fígado do filho em cidade do litoral

Da Redação

Inconformado com a rebeldia do filho, J. C. M., 41 anos, acabou perdendo a paciência e, num ato de insanidade, devorou o fígado do filho M., de 13 anos, trucidando-o com um garfo e uma faca dessas de mesa (daquelas de serrinha).

A barbárie se deu num município do litoral sul de São Paulo que está sendo mantida em anonimato para não manchar a cidade, conforme explicaram os políticos de lá.

Segundo testemunhas, J. C. resolveu levar o filho até um restaurante no centro da cidade e, lá chegando, ao olharem no cardápio, viram que o prato do dia era “fígado a milanesa”. Diferente das demais crianças, M., que adora fígado, não demorou em pedir logo uma porção generosa de fígado, enquanto o pai preferia seguir pedindo outro prato.

Acontece que, ao ser servido, o fígado estava tão suculento e cheiroso, que J. C. não resistiu: aproveitou um descuido do filho e meteu o garfo e faca no prato do filho, devorando, em um só instante todo o fígado que o filho pedira.

Como a criança chorava inconsolavelmente, os donos do restaurante resolveram chamar a polícia, denunciando J. C. por crueldade contra menor, com base no ECA. Se condenado, J. C. que não é primário neste tipo de ataque de guloseima poderá passar um bom tempo na cadeia, comendo só arroz, salsicha e ovo.

Acidente com avião no interior de SP matou pai e dois filhos

 Foto: Toninho Moré/Especial para Terra
Avião caiu a cerca de 500 m de uma casa

Do Portal Terra

O acidente com o monomotor modelo Bonanza, em Marabá Paulista, no Pontal do Paranapanema (SP), na noite de sábado, matou três pessoas de uma mesma família. Ângelo Rafaele D’elia, 51 anos, Bruna D’elia, 19 anos, e Rafael Ângelo D’elia, 12 anos, eram respectivamente pai e filhos.

O avião saiu de Ponta Porã (MS) na noite de sábado e pousaria em Campinas (SP). No caminho, um dos passageiros passou mal e o piloto pediu autorização para aterrissar em Presidente Prudente (SP), mas a aeronave caiu antes, em um sítio em Marabá Paulista. Logo após a queda, a cerca de 500 m de uma casa, o monomotor explodiu.

Rafael foi o último dos mortos a ser identificado, na manhã deste domingo. Syhlvia Katheiny Torreta, 23 anos, também ocupava a aeronave e morreu. Tanto ela quanto Ângelo, que é empresário, tinham documentação para pilotar, mas não se sabe qual dos dois estava no comando no momento do acidente. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Presidente Prudente.

Investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foram para Marabá Paulista neste domingo. Eles coletaram amostras e fizeram fotos no local dos escombros para tentar identificar o que pode ter causado a queda. Um relatório interno deve sair em 30 dias.

Eleições 2012 (Peruíbe/SP): Pensando em Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso), pai do deputado Caruso, você

Eleições 2012 (Peruíbe/SP): Pensando em Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso), pai do deputado Caruso, você
Voto nele para vereador
Voto nele para prefeito
Acho que seria uma bom vice-prefeito
Não voto nele

Os votos para esta enquete serão recebidos até 25 de dezembro de 2011

Veja AQUI todas nossas enquetes.

Dia dos Pais: Neymar passa primeira experiência de pai

Na véspera do dia dos pais, o jogador ‘jóia’ do Santos, Neymar, fala do orgulho de ser um pai.

Por Amanda Gigliotti|Repórter do The Christian Post

Com apenas 19 anos, Neymar passa pela primeira vez pela experiência de um Dia dos Pais. Com seu filho estando para nascer, Neymar já fala como um verdadeiro pai.

“Um dia você vai sentir orgulho de ser pai e vai lembrar dessa mensagem”, disse o jogador do Santos.

Parecendo tratar o assunto com naturalidade e maturidade, Neymar deixou o comentário em seu Twitter em resposta a algumas mensagens irônicas deixadas por outros internautas.

Neymar soube que iria ser pai neste ano, quando a notícia veio de um antigo relacionamento instável do ano passado. A jovem mãe de seu filho tem apenas 17 anos e a princípio não foi identificada como comum acordo para não se expor.

O filho foi uma surpresa para o jogador que começou a ganhar fama no futebol sendo comparado com craques como Kaká.

Apesar de evangélico, Neymar já gerou polêmica por sua vida agitada em meio às mulheres, da qual resultou na vinda de um filho.

O jogador é declarado cristão frequentador da Igreja Batista Peniel, de São Vicente, onde sua família também frequenta.

Quando soube do filho de Neymar o pastor da Igreja deu depoimentos, dizendo que teria uma conversa séria com o jogador sobre paternidade.

O craque foi informado sobre o sexo da criança na véspera da semifinal da Taça Libertadores, no importante jogo contra o Cerro Porteño.

“É uma nova responsabilidade e eu estou curtindo”, disse ele.

O pai de Neymar declarou que ainda espera que ele e a mãe de seu filho possam viver juntos. “Quem sabe eles amadurecem e vão morar juntos.”

O mais novo pai da equipe tem neste sábado um jogo importante contra o Atlético-GO, em Goiânia, pela 16 rodada do Brasileirão.

O Pai da Fé na passarela do samba. Sacrilégio, heresia ou seriam as pedras clamando?

Washington Luiz de Paula

Vi e ouvi, confesso que um tanto quanto assustado, vinheta na Globo chamando para o Carnaval 2011, em que o “puxador de samba” cantava de “Abraão”, “Canaã”, “Palavra Sagrada”… Estava almoçando, atento ao que comia e absorto com meus pensamentos vários. E também – voilà! – já não tenho mais idade nem ânimo para “apreciar” as globelezas nuas rebolando – diria que se insinuando – na tela de minha TV (Sonho com um dia em que eu tenha acesso a um controle que me socorra ao comando de voz quando pedir: pare, mude de canal, desligue já…)

Mas ouvi. Ouvi e vi, já no finalzinho, depois que a repetição do nome do nosso Pai da Fé chegou aos meus ouvidos: Abraão! Corri os olhos para a tela mágica e… lá se foi a vinheta.

Terminei meu almoço perturbado. O que estaria acontecendo? Será que é o que eu estava pensando? E o que estava pensando eram reminiscências, lembranças do tempo em que Estevam Hernandes deixou sua igreja tradicional para fundar a Igreja Renascer em Cristo, que teve o seu boon no rabo do cometa que ia passando por aquelas épocas, com as denominações tradicionais não socorrendo os jovens em seus apelos por mudanças, por coisas novas, por coisas mais, digamos, modernas, atuais. E das notícias que chegaram a veicular entre bancos de igrejas mais despeitadas que verdadeiramente preocupadas, uma consistia numa proposta da liderança da novel igreja de então em montar, ter a sua própria escola de samba para desfilar no carnaval, no sambódromo paulistano, concorrer com as outras e, quem sabe, ganhar o prêmio (?).

Seria assim algo como a “Escola de Samba Unidos da Renascer em Cristo”. Se bom ou ruim, a tentativa não logrou êxito. Parece que sequer saiu do papel. O que não se sabe é se o projeto foi para no “cesto” arquivo porque os seus inventores oraram a Deus, pedindo a Ele a orientação sobre se aquilo seria realmente correto fazer, ou se porque o momento não era propício, antecipando o levantar do clamor da igreja – e aqui inclusive a católica – contra a Igreja Renascer em Cristo sobre o que poderia ser considerado como uma afronta à fé cristã; um sacrilégio; uma heresia.

O tempo passou. As coisas velhas verdadeiramente passaram, e tudo, numa quase predição bíblica, se fez “novo”, ainda que um novo duvidoso, e ainda hoje cheio de polêmica. Da sutil invasão da bateria e da guitarra para trás do pastor e do reverendo no púlpito, empurrando com seus acordes gritadíssimos e com o retumbar de pratos, caixas e tambores o piano e o órgão para um cantinho lá no lado, e de lá para uma sala da EBD, e de lá para a loja de um antiquário qualquer.

A música “quadrada” de tempos não muito diferentes que os “normais” compassos 3/4, 4/4, 6/8, com uma linha melódica simples (mas, confessemos, contagiante!), quase cantochão, quase gregoriana, a que chamávamos “música sacra”, cedeu lugar ao gospel music que, no começo até que era interessante porque oriundo dos negro spiritual do historicamente sofrido e perseguido crente negro nos Estados Unidos. Depois, foi abraçada – e sufocada – pela música de consumo. E, na mesma cadência que hoje passar em frente a uma igreja católica durante uma missa dá-nos a impressão de estarmos ouvindo um culto da Assembleia de Deus nos anos 80, passar pela experiência de um culto evangélico hoje, no tocante ao louvor, não difere muito de se estar num show secular de uma banda de pagode, de samba, reggae, hip-hop, rap e rock pesado. E isto tanto nas chamadas denominações neopentecostais, como nas “tradicionais”. Até parece que competem os evangélicos com os católicos também nesta área: “já que eles, os católicos, colocaram em sua liturgia os corinhos e hinetos que cantávamos há 20 anos, sem nos fazer menção de crédito ou pagar-nos direitos autorais, vamos avançar, e vamos colocar a música de vanguarda, a música secular, em nossa ordem (sic) de culto”.

Ora a prova cabal está por ai com bandas que levam nomes sugestivos como “PRAGOD”, que toca o “pagode de Deus”, e “CRISTAFARI”, que tem por “objetivo evangelístico de fazer notório o nome de Jesus Cristo e divulgar a mensagem salvadora da Cruz através do reggae” (como está descrito em seu sítio na internet), sendo talvez antecipados nesta nova fórmula de “música sacra contemporânea” pelo rock’n’roll da Banda Resgate. Ainda não me chegou ao conhecimento um “Chitãozinho e Xororó” evangélico, mas é bem possível que tenha por ai.

Mas o que estava faltando mesmo era isso: uma escola de samba evangélica. Será que já a temos?

Terminei o bom prato que me custou mais que um real e corri para frente do computador pedir socorro a “São” Google. E ele prontamente me atendeu. Ufa! O que ouvira nada mais era do que o enredo para o Carnaval 2011 do Grêmio Recreativo Escola de Samba Pérola Negra, de São Paulo, cujo título é… “Abraão – O Patriarca da Fé”.

Embora este fato tenha sido comemorado por alguns líderes evangélicos, como o próprio Estevam Hernandes, que publicou nota em seu twitter, falando da “coincidência” o tema Abraão surgir como enredo de uma escola de samba ir ao encontro da proposta “profética” da Igreja Renascer para 2011, que também tem por objeto Abraão (veja aqui); ora, não preciso ir longe para concluir que foi um apóstata da fé quem escreveu o lindo – não deixa de ser lindo – poema sobre o qual colocaram a marcha que deverá conduzir centenas, senão milhares de pessoas por ruas, avenidas e salões, numa orgia comandada pelo “deus” Momo que haverá de durar quatro, cinco, seis dias, uma semana é possível, onde e quando não faltarão drogas, bebidas, violência e muito, mais muito sexo livre e sem preconceitos, e com todos cantarolando a música-enredo de sua escola, mas arrisco a dizer que nenhum – eu disse NENHUM! – a vivendo.

Sodoma e Gomorra mais uma vez estará instalada durante a festa da carne, agora embalada pela música que homenageia um de seus piores inimigos: Abraão, o Pai da Fé. Quem sabe no ano que vem alguém não se inspire a cometer esta zombaria com Maomé. Teriam coragem?

Bom, mas longe de minhas convicções teológica, e muito mais longe de mim mesmo que sou imperfeito e impuro de coração, e careço do amor e da misericórdia de Deus na mesma medida que qualquer carnavalesco ou incrédulo ou infiel ou herege ou apóstata, a pergunta que eu faço agora que a Inês é moribunda é sobre se, afinal, a reverberação do nome de nosso Pai da Fé chegando a milhares e milhões de lares durante os dias de Carnaval, não iria de repente calar no inconsciente coletivo, e de lá para o subconsciente (ou vice-versa), como uma semente que um avião que passasse lá for cima lançasse sobre a terra, não acabaria por surtir um efeito contrário ao que Satanás com toda certeza pretendeu com esta zombaria. Oxalá (não “aquele”, mas o tomara, tomara…).

Em sendo assim, e se assim for, temos aqui um problema de ordem eclesiástica e teológica. Se as pedras podem clamar na ausência de quem pregue a Palavra; e a mula pode falar para exortar Balaão, bem poderia o Senhor, em seu divino plano, previdência e providência, proporcionar ocasião a que o inimigo de nossas almas desse testemunho da Verdade por nós. E, ao que parece, é o que pode estar acontecendo agora. Afinal, não há quem mais creia em Deus e O tema do que o próprio diabo, que bem O conhece, conhecendo todo o Seu poder e a Sua glória. É claro, portanto, que ele agora comece a testificar por nós, os crentes, porquanto não cumprimos nosso dever de pregar o Evangelho que, no dizer de Mark Cahill, não deveria ser um “dever”, mas sim um “privilégio” o poder testificar do Amor de Deus e do Seu plano de Salvação ao que está perdido. Um grande e honroso privilégio.

Sim. Uma vez que Deus já sabe de antemão que a grande maioria das igrejas há de se “esconder” do diabo nos dias de Carnaval nos chamados “retiros espirituais” (e isso vale também para os católicos), e uma vez que Deus sabe que os dias de Carnaval são dias em que as pessoas mais expõem suas necessidades espirituais, e uma vez que Deus sabe que o tempo urge, que o tempo da ceifa vem chegando a galope, Ele mesmo, o próprio Deus, está fazendo o que nós deveríamos fazer, porque Ele não quer que nenhum destes – nenhum deles! – se perca.

Se nós não obedecemos a Deus, que seja Satanás então a fazê-lo.