Início / Arquivos de tag:

Arquivos de tag:

Versículos do dia (Bíblia Sagrada)

Eu serei para Israel como o orvalho. Ele florescerá como o lírio e lançará as suas raízes como o Líbano.

Oséias 14:5

E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento.

Judas 1:22

Bíblia que Haddad ganhou de presente em Fortaleza é encontrada no lixo!

Bíblia em porta-luvas confirma furto de veículo e leva receptador para prisão

Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo

Religioso fervoroso, um gerente comercial, de 41 anos, carregava a bíblia dentro do automóvel e a consultava constantemente. O carro, uma caminhonete Kia, ano 2009, foi furtado no primeiro dia do ano, em Cumbica (Guarulhos), e acabou totalmente desmontado pelas quadrilhas especializadas nesse tipo de crime. Só a bíblia e outras poucas peças do veículo acabaram recuperadas pela Polícia Civil nesta sexta-feira (23), num desmanche da Vila Jacuí. O livro sagrado se tornou a peça fundamental na identificação da vítima. O comerciante W.G.S., de 18 anos, responsável pelo desmanche, foi preso em flagrante e vai responder por receptação qualificada.

Responsáveis pela ação, os agentes da 1ª. Divecar (Delegacia de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos) do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) investigavam há meses as atividades da suposta oficina instalada na Avenida Doutor Assis Ribeiro, já que havia inúmeras denúncias de que o local na verdade era utilizado como esconderijo para o desmonte de carros e revenda de peças irregulares.  Na última investida, neste dia 23, os policiais realizaram uma revista detalhada no local, quando várias partes de veículos e peças suspeitas foram localizadas. Entre elas, estavam as duas portas, 01 para-choque, um tanque de combustível e o porta luvas pertencentes à caminhonete furtada do gerente comercial.

Ao abrirem o porta-luvas, os policiais logo depararam com a pequena bíblia, com capa de couro preta, contendo o nome e contatos do gerente comercial, além de várias anotações. “Glória a Deus”, exclamou a vítima, ao receber a bíblia das mãos dos policiais. O número do chassi impresso nas peças localizadas também comprovou a verdadeira origem do carro. “Ficamos impressionados com a despreocupação das quadrilhas. Tiveram tanta pressa em desmanchar o veículo que sequer se preocuparam em tirar os objetos de dentro do porta-luvas”, disse o delegado titular da 1.a. Divecar, Carlos Mezher. “O combate à receptação é fundamental na redução ao roubo e furto de veículos, e vamos redobrar nosso empenho e agir coordenadamente para  sufocar esse tipo de crime.”

Justamente para combater a venda irregular de veículos e peças usadas, e consequentemente diminuir o número de roubos e furtos, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo intensificou as ações a partir de julho, quando entrou em vigor a Lei dos Desmanches.

Desde então, foram fiscalizados 199 desmanches de veículos na Capital, em operações conjuntas das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), prefeituras, Secretaria Estadual da Fazenda e Ministério Público.

Do total de locais vistoriados, 149 foram lacrados por irregularidades.

Imprensa

O delegado Carlos Mezher está à disposição da imprensa para falar sobre o caso no telefone (11) 2221-1711 – 1ª Divecar do Deic.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública
Rua Líbero Badaró nº 39 – Centro / Telefone: (0xx11) 3291-6685
Portal: www.ssp.sp.gov.br

Mulher linchada no Guarujá carregava Bíblia com fotos das filhas

Dona de casa voltava da igreja quando foi atacada por assassinos; durante enterro, familiares se mostravam horrorizados com a ‘falta de amor no coração’ dos responsáveis pela morte

Bruno Ribeiro – O Estado de S. Paulo

O corpo de Fabiane Maria de Jesus de 31 anos, foi enterrado nas 10h15 desta terça-feira, 6, no cemitério Jardim da Paz, no Guarujá, em meio a gritos por justiça e forte comoção das cerca de 200 pessoas que acompanharam a cerimônia. Fabiane morreu nessa segunda depois de ficar dois dias internada. Ela foi linchada por moradores do Guarujá depois de uma falsa acusação de que ela sequestrava crianças.

O cemitério Jardim da Paz, onde ela foi enterrada, fica entre um lixão e um depósito de contêineres. Seu corpo foi depositado em uma gaveta nos fundos do cemitério, em lugar cercado de entulhos e insetos. Seu nome foi escrito com pregos no cimento fresco na gaveta por coveiros.

Muito religiosa, segundo familiares e amigos que estiveram presentes, Fabiane morreu depois de ter ido buscar uma Bíblia na igreja São João Batista, também no Guarujá. Esse foi um dos principais assuntos discutido entre os familiares durante a cerimônia, que também se mostravam horrorizados com a “falta de amor no coração” por parte das pessoas que a espancaram até a morte depois de arrastá-la por vielas do bairro.

Os amigos contaram ao Estado que Fabiane havia emprestado a Bíblia para uma amiga na quarta-feira passada, ocasião do aniversário da amiga. Fabiane recomendou a leitura de um Salmo. No sábado, ela foi buscar o livro que havia ficado na igreja. No caminho de volta para casa, a dona de casa parou em um supermercado para depois prosseguir viagem, quando  então foi atacada. A Bíblia, que tinha também uma foto das filhas dela, foi rasgada pelos assassinos. O livro, no entanto, foi recuperado e entregue para a mãe de Fabiane. 

Manifestação

Depois da cerimônia de sepultamento, uma passeata pedindo paz e justiça saiu do cemitério em direção ao centro do Guarujá. A polícia deve ouvir nesta segunda os responsáveis pela página no Facebook “Guarujá alerta“, acusada de publicar fotos que levaram a multidão a confundir uma suposta sequestradora de crianças com Fabiane. Na segunda, a Polícia Civil do Guarujá divulgou que suspeita que pelo menos 10 pessoas teriam participado do crime.

Em foto na internet, pastor ‘cheira’ Bíblia e gera polêmica

Pastor Lucinho, da Igreja da Lagoinha, faz evento às quartas, em Vila Velha. Presidente da Missão Praia da Costa afirma que intenção é atrair jovens.
Foto: Missão Evangélica Praia da Costa/Divulgação
Pastor Lucinho aparece ‘cheirando’ Bíblia em convite a culto

Amanda Monteiro, do G1 Espírito Santo*

A imagem do pastor Lúcio Barreto, mais conhecido como Lucinho, “cheirando” a Bíblia no convite para um culto de jovens na Igreja Missão Evangélica Praia da Costa, em Vila Velha, no Espírito Santo, gerou polêmica nas redes sociais e fora dela, nesta terça-feira (28), por conta de uma alusão ao consumo de drogas.

O pastor é da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, e há três anos prega na igreja em Vila Velha, no culto ‘Quarta Louca por Jesus’, às quartas-feiras. “O pastor Lucinho tem um projeto especial com a juventude. A ideia da imagem é mostrar que a Bíblia dá mais prazer do que qualquer droga. Nosso objetivo não é alcançar os já cristãos. É alcançar os que estão longe. Tirar as pessoas do lugar onde a maioria está, nas drogas, no vício, para dentro dos princípios de Deus, onde há prazer e alegria de verdade”, afirma o pastor presidente da Missão Evangélica Praia da Costa, Simonton Araújo.

Nas redes sociais, a foto foi compartilhada por pessoas de diferentes religiões, algumas fazendo trocadilhos como “carreira gospel” e “ao pó voltarás”. Muitos cristãos criticaram a foto por entender que a imagem associa o Evangelho com o vício ou as drogas.

Segundo Simonton Araújo, a foto foi retirada do site do pastor Lucinho para confeccionar o convite. “A intenção é das melhores. Mas criticar é um direito democrático. Nós, entretanto, aprendemos com a Bíblia a tratar com cuidado aqueles que estão proclamando o nome de Cristo e a respeitar mesmo quando não gostamos ou concordamos com algo”, diz.

O presidente da Missão Evangélica Praia da Costa afirma que cerca de 1,5 mil jovens por semana participam da pregação, que começa às 20h e termina às 22h. “O nosso objetivo está sendo alcançado: os jovens estão buscando a Deus e estudando a Bíblia”, defende.

A assessoria de comunicação da Igreja Batista da Lagoinha informou que não se manifestaria sobre o assunto porque o pastor Lucinho tem assessoria de imprensa própria.

G1 tentou falar com o pastor Lucinho e com a asessoria de imprensa dele. A mulher e o irmão dele disseram que o missionário está em pregação nos Estados Unidos e que voltará ao Brasil na tarde desta quarta-feira (29).

*Colaborou Alex Araújo, do G1 MG

Campeão do Jungle Fight, Adriano Martins se inspira na Bíblia para vencer combates de MMA

Ele agora está com fé esperando assinar contrato com o UFC
Campeão do Jungle Fight, Adriano Martins se inspira na Bíblia para vencer combates de MMA

Do Gospel Prime Notícias

Está cada vez mais comum encontrar lutadores de MMA declarando sua fé em Jesus. Quem tem dito em entrevistas que a fé tem sido fundamental para seu sucesso é o lutador Adriano Martins que está prestes a assinar contrato com o Ultimate Fighting Championship (UFC).

“Esse era o nosso objetivo, meu, da minha equipe, do meu empresário, da minha família. O UFC é a maior vitrine do mundo no MMA. Eu diria que há 80% de chances. Está nas mãos de Deus. Tomara que dê certo”, disse o amazonense ao jornal A Crítica.

Faixa-preta de jiu-jitsu, Martins busca na Bíblia inspiração para lutar e vencer cada combate. Aos 29 anos ele é casado com Andreza, 25, com quem tem dois filhos Pedro Henrique, 11, Maria Eduarda, 4. A família frequenta a Igreja Batista Cristo Rei desde 2008 quando Adriano se converteu.

“Já fiz coisas erradas. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Mas a conversão muda a vida das pessoas, das famílias. Quando vou lutar, junto minha equipe e fazemos uma oração para que nem eu nem meu oponente saiamos machucados com gravidade”, explica.

Com informações A Crítica

Juiz recorre à Bíblia para negar indenização por espera em banco

Luiz Carlos da Cruz, colaboração para a Folha, de Cascavel (PR), no Genizahvirtual

O juiz Rosaldo Elias Pacagnan, do 1º Juizado Especial Cível da Comarca de Cascavel (PR), recorreu à Bíblia e a um personagem de histórias em quadrinhos para rejeitar uma ação movida por um advogado que pretendia ser indenizado pelo banco Bradesco por esperar 38 minutos na fila de atendimento.

“Tudo tem seu tempo determinado”, sentenciou o juiz, citando o texto bíblico de Eclesiastes. “Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de colher o que se plantou”. Na sentença, o magistrado emendou: “Há tempo de ficar na fila, conforme-se com isso”.

Para Pacagnan, “o dano moral não está posto para ser parametrizado pelos dengosos ou hipersensíveis”. Ele afirmou isso porque o autor colocou na petição que qualquer ser humano com capacidade de sentir emoção “conseguirá perceber que não estamos diante de mero dissabor do cotidiano” ao se referir à demora do atendimento.

O magistrado reconheceu que a demora causou estresse, perda de tempo, angústia e até ausência para a realização de necessidades básicas, mas afirmou que desde que ele –o próprio juiz– se “conhece por gente”, se considera bem humano e não tem redoma de vidro para protegê-lo. “Aliás, o único sujeito que conheço que anda com essa tal redoma de vidro é o Astronauta, personagem das histórias em quadrinhos do Maurício de Souza; ele sim, não pega fila, pois vive mais no espaço sideral do que na Terra”, diz a sentença.

As filas, segundo o juiz, integram o cotidiano e são indesejáveis, porém, toleráveis. “Nem tudo pode ser na hora, pra já, imediatamente, tampouco em cinco ou dez minutos! Nem aqui, nem na China”, escreveu.

Pacagnan disse ainda, na sentença, que o Poder Judiciário está sendo entupido “com a mania de judicializar as pequenas banalidades”. LEGISLAÇÃO No Paraná, a Lei Estadual 13.400/2001 estabelece um limite máximo de 20 minutos para o atendimento em agências bancárias. Nas vésperas e após feriados, o prazo se estende para 30 minutos. A lei também vale para espera em caixas de supermercados.

As denúncias devem ser feitas no Procon e podem render multas que variam de mil a 10 mil UFIRs (Unidade Fiscal de Referência). O advogado Éden Osmar da Rocha Junior disse que vai recorrer da sentença.

“Apesar de ser um bom juiz, que dá sentenças bem fundamentadas, desta vez ele não foi feliz”, disse.

Bíblia: O devocional diário e a sua importância para uma vida cristã saudável

Compreenda a importância do devocional para a vida do crente e conheça os instrumentos auxiliando a implementação desta prática enriquecedora na sua rotina diária e de sua família.

Do Genizah

O devocional diário é o momento do dia que separamos para estar em comunhão com Deus de forma mais pessoal. Hora de adorar, louvar, orar, ler a Bíblia, entender e meditar sobre o que lemos.

Não é um exercício de disciplina a ser visto como uma obrigação para o cristão, mas sim um privilégio e um prazer.

Sabemos, contudo, que muitos não conseguem ver assim. Isto porque, na maioria dos casos, estes irmãos ainda não experimentaram os benefícios reais deste encontro marcado diário com Jesus. Em muitos casos, a dificuldade de ler e entender as Sagradas Escrituras é a grande barreira. Para outros, falta incentivo para estabelecer a rotina. Contudo, uma vez que o momento devocional diário faz parte da vida, os resultados aparecem na intimidade com o Senhor, conhecimento da Palavra e aplicação desta no viver.

Lendo, entendendo, acreditando e praticando

No momento devocional diário: (1) Nos colocamos disponíveis para ouvir o Senhor. A meditação na Palavra nos molda segundo a imagem de Cristo, enquanto aprendemos os princípios pelos quais devemos viver e dirigir nossas vidas. (Sl 119:105); (2) Desfrutamos de tudo o que advém do aprofundamento da comunhão com o Senhor; (3) Agradamos ao Senhor – “Mas a oração dos retos é seu contentamento” (Pv 15:8b); e (4) ganhamos força ao aprender a manejar o maior instrumento de auxílio que dispomos: a oração.

Aproveite também estes momentos para confessar todos os seus pecados da forma que lhe forem revelados pelo Espírito Santo (Sl 66:18; 1 Jo 1:9). Peça a Deus que sonde o seu coração e lhe ofereça juízo sobre aquilo que O desagrada. Agradeça por tudo. Pelo bom e pelo desafio presente, confirmando a sua confiança no Amor do Pai, ratificando que o controle de sua vida é de Cristo. Interceda por sua família, pastores, amigos e irmãos. Coloque seus problemas diante do Pai.

Livros Devocionais

Como vimos, o devocional é de extrema importância para o crescimento espiritual e a construção da intimidade com Deus. É também fundamental para adquirir conhecimento bíblico e familiaridade com a Palavra.

A leitura orante – lectio divina – e o estudo da Bíblia são fundamentais para uma vida cristã saudável. Um bom devocionário é um subsídio maravilhoso para consecução destes objetivos, com saúde espiritual e doutrinária.

O livro devocional (ou devocionário) oferece um plano de leitura das Sagradas Escrituras na forma de uma seleção diária com explicação do texto sagrado e ainda uma aplicação para a nossa vida pessoal. Somos convidados a meditar sobre questões propostas no texto sagrado e recebemos uma direção diária para oração agradecida ao Senhor.

Muitos devocionais são dirigidos a públicos diferentes: homens, mulheres, jovens, etc. com temas mais caros a estes grupos. Outros são temáticos e pensados para ajudar os leitores em seus desafios nos campos familiar, profissional, etc. Alguns torcem o nariz para tanta “especialização” e “diferenciação” na produção de devocionais e dizem: Basta a Bíblia! Mas é claro que estamos sempre tratando dos textos sagrados, contudo pressupor que o leitor médio – que todos nós já fomos – é capaz de se auto instruir em toda a matéria bíblica e em sua aplicação na própria vida é pura empáfia. Arrogância criminosa de quem obviamente não ignora que boa parte daqueles que deveriam instruir a outros – pastores e professores – são, eles mesmos, semianalfabetos bíblicos.

Os entusiastas dos devocionários o enxergam como um instrumento utilíssimo para o crescimento do conhecimento e entendimento das Sagradas Escrituras, mas acima de tudo como uma ferramenta para o próprio crescimento espiritual.

Guardadas as óbvias considerações de natureza espiritual, há quem discorde que o crescimento espiritual também depende do tempo que dedicamos à oração, leitura e meditação sobre a Palavra de Deus? Ou que todas estas coisas dependam da correta compreensão da mesma? Há quem duvide que o Senhor nos fale quando lemos e meditamos sobre a Sua Palavra?

Bem assim, qualquer instrumento que nos ajude na disciplina, assiduidade e dedicação a leitura, compreensão, meditação e oração há de ser abençoador para as nossas vidas. E, neste aspecto, há inclusive base bíblica:

Filipe e o eunuco etíope – 26 O Anjo do Senhor falou a Filipe e disse-lhe: «Põe-te a caminho e dirige-te para o Sul, pela estrada que desce de Jerusalém para Gaza, a qual se encontra deserta. Ele pôs-se a caminho e foi para lá. Ora, um etíope, eunuco e alto funcionário da rainha Candace, da Etiópia, e superintendente de todos os seus tesouros, que tinha ido em peregrinação a Jerusalém, regressava, na mesma altura, sentado no seu carro, a ler o profeta Isaías. O Espírito disse a Filipe: «Vai e acompanha aquele carro.» Filipe, acorrendo, ouviu o etíope a ler o profeta Isaías e perguntou-lhe: «Compreendes, verdadeiramente, o que estás a ler? Respondeu ele: E como poderei compreender, sem alguém que me oriente? E convidou Filipe a subir e a sentar-se junto dele. Atos 8

Considere, ainda que um bom devocionário oferece incentivo para a meditação e aplicação pessoal e um bom plano de leitura bíblica pensado para o momento de vida e capacidade de compreensão do leitor para o qual este se destina.