Arquivos de tag:

Peruíbe – Pesquisa independente indica empate técnico entre Emer, Luiz Maurício e Alex Matos

Da Redação

Faltando apenas um dia para a eleição deste domingo (15) o jornal A Voz do Litoral publica resultado de pesquisa levantada pela empresa FLS Pesquisa e Marketing na qual mostra resultado bastante diverso das pesquisas que têm sido veiculadas pelo staff do prefeito Luiz Maurício, nas quais ele aparece em primeiro lugar, com larga vantagem sobre o segundo colocado. Segundo o A Voz do Litoral (veja íntegra do jornal aqui), “o município de Peruíbe vive um cenário embaralhado e indefinido politicamente” nesta véspera das eleições.

A Redação deste blogue teve acesso ao inteiro teor da pesquisa, que foi registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-07666/2020 no último dia 6 de novembro. A coleta das amostras (pesquisa de campo) se deu nos dias 10 e 11 de novembro, com 403 entrevistados, com autorização do TSE para divulgação dos resultados a partir do dia 12, quinta-feira.

Empate técnico

Segundo o apontamento da pesquisa feita pela FLS Pesquisa e Marketing, o candidato Emer (DC) está ligeiramente na frente nas duas situações: tanto na espontânea (20,1%), que é quando o entrevistado manifesta preferência por um determinado nome, quanto na estimulada (23,3%), que é quando o entrevistador apresenta os nomes dos candidatos num disco.

Na primeira situação (espontânea), o atual prefeito Luiz Maurício (PSDB), que busca a reeleição, tem 19,6%, deixando Alex Matos (PODE) na terceira posição com 18,4%; enquanto que na segunda situação (estimulada), Luiz Maurício aparece empatado com Emer, com 23,3%, com Alex Matos também em terceiro, com 20,8%. Como a margem de erro é de 5% para mais ou para menos, a situação é de empate técnico entre estes três candidatos, o que leva para o dia da eleição uma grande incógnita sobre o que reservará o resultado das urnas.

Como esta pesquisa diverge muito das demais cujos resultados vêm sendo publicados até aqui, é de se entender importante que o eleitorado tome conhecimento da vertente proposta pela FLS Pesquisa e Marketing. Em nota de rodapé, o registro final desta pesquisa aponta que o nível de confiança é da ordem de 95,5%.

Segundo esta pesquisa, 73% responderam estarem totalmente decididos sobre sua escolha, com 22,3% alegando que ainda podem mudar o voto até a hora de votar, enquanto 4,7% não souberam responder se mudariam o voto ou não.

Anotação importante é quanto o alto índice de indecisos quando a pergunta era espontânea: 26,8%, o que aponta para um desinteresse geral para as campanhas dos candidatos, ou que estes falharam na tentativa de se comunicar junto ao eleitorado.

Outro apontamento interessante é quando a pergunta era sobre o que o entrevistado achava da atual administração, somando 32% para “ótima” e “boa”, 37,2% para “regular”, e 29,1% para “ruim” ou “péssima”. 1,7% não souberam responder esta pergunta.

Resultados

Abaixo as perguntas feitas pelos entrevistadores, com os respectivos resultados:

Se as eleições fossem hoje, em quem o Sr.(a) votaria para prefeito de Peruíbe (espontânea):

  1. Emer (DC) = 20,1%
  2. Luiz Maurício (PSDB) = 19,6%
  3. Alex Matos (PODEMOS) = 18,4%
  4. Kaio Lima (REPUBLICANOS) = 4,5%
  5. Janaína Corrêa (PT) = 4,0%
  6. Cabo Anderson Proerd (PATRIOTA) = 3,0%
  7. Barros (PP) = 1,7%
  8. Edson Mühlmann (REDE) = 0,7%
  9. Gilberto Giba (PSOL) = 0,7%
  10. Outros nomes = 0,5%
  11. Não sabe = 26,8%

Se as eleições fossem hoje, em quem o Sr.(a) votaria para prefeito de Peruíbe (estimulada):

  1. Emer (DC) = 23,3%
  2. Luiz Maurício (PSDB) = 23,3%
  3. Alex Matos (PODEMOS) = 20,8%
  4. Kaio Lima (REPUBLICANOS) =5,0%
  5. Cabo Anderson Proerd (PATRIOTA) = 4,5%
  6. Janaína Corrêa (PT) = 4,5%
  7. Barros (PP) = 2,2%
  8. Gilberto Giba (PSOL) = 1,2%
  9. Edson Mühlmann (REDE) = 0,7%
  10. Nenhum deles = 2,2%
  11. Nulo/branco = 3,5%
  12. Não sabe = 8,8%

Em qual destes candidatos o Sr.(a) não votaria de jeito nenhum (disco):

  1. Luiz Maurício (PSDB) = 21,1%
  2. Janaína Corrêa (PT) = 9,2%
  3. Emer (DC) = 7,2%
  4. Barros (PP) = 5,2%
  5. Alex Matos (PODEMOS) = 4,7%
  6. Cabo Anderson Proerd (PATRIOTA) = 2,7%
  7. Gilberto Giba (PSOL) = 2,7%
  8. Edson Mühlmann (REDE) = 2,2%
  9. Kaio Lima (REPUBLICANOS) =1,5%
  10. Nenhum deles = 3,2%
  11. Não rejeita nenhum = 13,7%
  12. Não sabe = 26,6%

A empresa F.L. S. PESQUISA, ASSESSORIA E MARKETING LTDA. / REINNO COMUNICACAO (CNPJ: 11.262.311/0001-45) está regularmente inscrita no TSE. O estatístico responsável pela empresa é Dário Nery (CONRE 6641A). A pesquisa acima não foi contratada por terceiros, sendo a própria empresa a “contratante” e “pagante” do trabalho, cujo valor está apontado no registro do TSE como tendo sido de R$ 7.000,00.

Conheça as propostas do candidato Alex Matos à Prefeitura de Peruíbe, SP

Por que eu votaria em Alex Matos

Ver a imagem de origemPelo tanto que as pessoas em Peruíbe continuam se preocupando com minha opinião, e acerca do que escrevi, do que escrevo e daquilo que ainda pretendo escrever, Deus permanecendo com a bênção do talento que me deu, é de se presumir que estas minhas opiniões ensejam alguma importância. Não fosse assim, pouco ou nada, poucos ou ninguém haveria de se importar com a letra que sai de minha verve, por não passar de letra morta.

Entanto, considerando o quanto a pessoas – notadamente da classe política de Peruíbe – insistem em se importar com o que escrevo e com o que deixo de escrever, devo presumir que há algo de importante, senão ao menos necessário naquilo que sigo escrevendo.

Reitero aqui, por ser em tempo, como houve de sugerir o poeta Gióia Júnior, que não é para minha glória que “em noites geladas e em cinzentas manhãs e frias madrugadas meus versos tenho escrito”. Tenho buscado perseguir não somente a verdade, ainda que este tipo de verdade teime ser subjetiva em se tratando de política e de políticos, mas também tenho me atrevido distanciar-me o mais que posso da vaidade: “que não haja em minh’alma a mínima vaidade”, acrescentava o falecido poeta citado acima, afinal: “que vaidade teria a estrela em seu lume, o mar em seu poder, a flor em seu perfume?”.

Não sou, portanto, melhor que ninguém. Talvez diferente, e diferente por pensar, e, “se penso, logo existo” no entendimento de René Descartes; e, se penso, logo sofro, em meu humilde entendimento.

É preâmbulo o que escrito acima está, e o que acima escrito fica. E preâmbulo para a condição com a qual nos depararemos por mais uma vez este ano, quando cada um de nós ajudará na escolha de nossos mandatários pelo quadriênio que começa em janeiro de 2021.

Não pensem que estas linhas tenham a pretensão de vir a ser um condão mágico capaz de mudar conceitos e opiniões que já estão formadas nas mentes das pessoas que igualmente a mim pensam, pensam e sofrem, alguns pela certeza das suas escolhas, outros ainda moídos pela dúvida de quem poderia ou de quem haveria de ser o melhor comandante desta urbe que tem por nome Peruíbe. Não! Exaro aqui apenas e tão somente aquilo que é o resultado de uma equação que não me permite crer ser real que aquilo que se publica aqui e ali, algures e alhures, assinados por pessoas eivadas de preconceito, outras desinformadas do contexto e outras ainda usando do artifício do anonimato para espalhar notícias falsas e apócrifas.

Tenho para mim que quando se trata de escolhas para cargos que ensejam mandatários públicos, a afeição e o gosto pessoal devam ser deixados de lado, e a escolha, antes, deve estar pautada no currículo, na folha corrida do candidato (na Justiça e na polícia, não necessariamente nesta ordem), e, de modo estrito, em suas propostas. Nossas escolhas não devem ser definidas pelo quanto determinado candidato é rico ou pobre, preto ou branco, gordo ou magro, bonito ou feio, amigo ou não amigo; e, de igual modo, também porque esse andou com este ou com aquele político cuja trajetória enquanto homem público não seja eventualmente das mais recomendáveis.

Parece que o ponto nevrálgico daqueles que insistem em atacar a pré-candidatura de Alex Matos – e o tiro e o cito aqui como exemplo – é sua relação de proximidade com o ex-prefeito Gilson Bargieri que, não fosse sua condição de inelegibilidade, seria ele mesmo o candidato, como se fosse possível encontrar um só (pré) candidato em Peruíbe, dentre aqueles que até aqui compõem o stablishment político do município, que não tenham tido qualquer tipo de relação ou proximidade com o ex-prefeito. Se alguém conhece um que seja, que mo apontem!

A meu singelo ver, insistir em citar Gilson Bargieri com balizador para atestar credibilidade ou descrédito para quem quer que seja, é exagerar na popularidade que o ex-prefeito tem, e preocupar-se demasiado com ele, em detrimento – e aqui vimos ao caso que discuto aqui – da capacidade, conhecimento, condição e personalidade própria que Alex Matos tem, reiterando que o cito à guisa de exemplo.

É verdade que não conheço o “pedigree” de todos os demais nomes que têm se apresentado como pré-candidatos à prefeitura de Peruíbe. Não ousaria, portanto, medir as pessoas que conheço por aquelas que não conheço. Sendo assim, é bem possível até – por que não? – que haja nome mais bem preparado para governar Peruíbe que Alex Matos. Dos nomes que conheço, porém, dentre aqueles que estiveram prefeito e mesmo considerando o que está prefeito, entendo que Alex Matos é o melhor.

Deixo para outra oportunidade o detalhar sobre a trajetória e a carreira política de Alex Matos, que começou vereador em Peruíbe, servindo por anos no Gabinete do então deputado federal Márcio França em Brasília, sendo posteriormente levado ao Palácio dos Bandeirantes enquanto França cumpria interinidade como governador, e que hoje está na Assembleia Legislativa de São Paulo, a serviço do deputado Paulo Alves Corrêa.

Diferentes de outros assessores de deputados (alguns que também foram vereadores na cidade) e que, ao invés de ajudar a cidade, preferem destilar o ranço, o ódio e a maldade contra prefeitos e vereadores de Peruíbe, esquecendo que não estiveram mais que prejudicando o município onde nasceram ao desviar verbas para outras cidades simplesmente porque não gostavam deste ou daquele, Alex Matos sempre mostrou-se atento aos reclamos e às necessidades da cidade, independentemente de quem estivesse no comando na prefeitura ou na Câmara.

Ora, se não há outra razão para entender que Alex Matos, em sendo profundo conhecedor dos corredores palacianos em São Paulo e em Brasília, poderia mesmo traduzir toda essa experiência em favor do povo de Peruíbe, bastaria que eu citasse que Alex Matos não perde tempo em colecionar inimizades políticas ou pessoais, seja em Peruíbe, seja por onde passa.

Para aqueles que se debatem em deslegitima-lo com o argumento pueril de que, em sendo eleito, quem haveria de governar de fato seria Gilson Bargieri ou mesmo Paulo Henrique Siqueira (Paulão), cito a história política de Peruíbe, a qual acompanho desde 1976, e lembro que foram poucos os governantes que permitiram a ação e gestão das chamadas “eminências pardas” em seus respectivos governos. Não cito nomes, os quais guardo para meu acervo pessoal, mas todos e tais governos restaram fadados ao fracasso e ao ostracismo.

Não voto mais em Peruíbe, por isso a condicional “votaria” no título inserto. Ademais nem Alex nem qualquer outro é candidato ainda, vindo a sê-lo somente após ratificado pelas convenções partidárias que devem acontecer em julho. Tenho a alma e o coração, contudo, nesta antiga Aldeia de São João, razão por que imprimo minhas impressões pessoais, mais uma vez, sobre os destinos de Peruíbe. E antes que que acusem de ser insensível com o atual governo comandado pelo amigo Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira, é preciso que eu deixe aqui atestado que desde quando Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) deixou a prefeitura em 2000, não houve governo mais laborioso, sério e transparente em Peruíbe que esse que agora vai vendo seu ocaso.

Vitimado por duas situações inesperadas e até insólitas e inusitadas, quais foram as águas que não deram trégua em cair do céu desde outubro/novembro do ano passado, e, agora, a pandemia que desiquilibra as pernas de qualquer gestor público, por melhor preparado que tenha se revelado estar, mas que traz ônus e perdas no âmbito político-eleitoral de difícil recuperação, Luiz Maurício inaugurou uma administração cujos reflexos benéficos haverão de ser sentidos por anos a fio, não obstante as urnas poderem vir a serem cruéis e até mesmo ingratas para com ele.

Consoante isto é que a manifesto esta preocupação por um gestor que tenha vocação política, mas que sobretudo olhe para o futuro. Não recomendaria o nome de Alex Matos se não acreditasse que seu governo seria pautado num projeto do bem para a cidade, assim como creio que seria o próprio Gilson Bargieri quem tivesse o melhor dos interesses em deixa-lo governar por si mesmo, até porque Gilson sabe, empresário que é, que a cidade ganhando, ele e todo o povo que ele tanto decanta amar e querer bem também ganharia.

A indicação que Gilson Bargieri faz agora ao nome de Alex Matos é ato de gratidão por alguém que poderia tê-lo enfrentado nas urnas em eleições anteriores e não o fez. Se Gilson tem a sensação de que a oportunidade e a vez sendo repassada a Alex Matos, que sempre se manteve leal a ele e a Márcio França, que é padrinho político de ambos, é dívida antiga sendo resgatada, não sabemos. O fato é que, de algum modo, Gilson tinha o dever de encarar de frente a situação que o destino lhe apresenta para recomendar os votos que certamente continua tendo em Peruíbe para seu amigo Alex. E é o que fará. É o que tudo indica que virá a fazer, salvo alguma novidade sempre possível de aparecer no curso da caminhada eleitoral quando se discute política e políticos.

A sugestão que faço para Alex Matos, a levo de bom grado para todos os demais candidatos: façam uma campanha propositiva – campanha com propostas. Críticas, embates, ofensas, mentiras e exageros em nada contribuem para que o cidadão e a cidadã peruibense tenham olhos e vontades para, afinal, escolherem o melhor, e não aquele (ou aquela) que grita mais alto.

É mais que tempo de aprendermos que no campo de uma campanha eleitoral não existe lugar para o “jus sperneandi”. Ou pelo menos não deveria existir. Afinal, espernear me parece muito próprio de quem não tem razão, ou de quem mesmo a tendo uma vez, acabou por perdê-la.

Alex Matos passa por cirurgia em PG, mas já está bem

alex_matos
Alex: Cirurgia bem-sucedida

Da Redação

Em postagem publicada há poucos minutos nas redes sociais, os ex-vereador de Peruíbe, Alex Matos, tranquiliza seus amigos sobre sua cirurgia pela qual passou na data de hoje.

Alex foi submetido à cirurgia bariátrica (para redução do estômago). A medida parece ter sido indicada pelos médicos em razão dos frequentes picos de pressão que vinha sofrendo desde 2014 quando foi candidato a deputado, o que poderia estar sendo causado pelo sobrepeso do qual, em razão da vida sedentária, estava cada vez mais difícil de se livrar.

Foram três horas de cirurgia, feita no Hospital Canto do Forte, em Praia Grande, e os custos bancados pelo plano de saúde.

A seguir, a íntegra da nota publicada por Alex Matos, em seus perfis nas redes sociais:

Meus amigos acordei agora da cirurgia, foram três horas no centro cirúrgico e deu tudo certo graças a Deus. Agora ou amanhã de tarde ou quinta pela manhã teremos alta. Obrigado a todos pelo carinho.

Em nota, Alex Matos nega irregularidades nas doações para suas campanhas

alex_matos
Alex: “doações legais, e declaradas à Justiça Eleitoral”

Da Redação

Em meio à turbulência que as delações premiadas feitas pelos donos do Grupo JBS ao Ministério Público Federal (MPF) e à Justiça Federal, onde expõe detalhes de doações em forma de caixa dois às campanhas de políticos em todo o Brasil, alguns apontamentos têm sido feitos nas redes sociais, indicando que os ex-candidatos a prefeito em Peruíbe nas eleições passadas, Alex Matos e José Ernesto Lessa Maragni Júnior (Zeca da Firenze) teriam também recebidos doações em forma de “propina”.

As informações “distorcidas”, segundo Alex Matos, foram publicadas num site sensacionalista da cidade e, na conformidade da nota para a Imprensa assinada pelo próprio Alex Matos, este afirma não ter feito contato com nenhum diretor da JBS, tão pouco com seus proprietários.

Alex reitera que todas as doações recebidas por suas campanhas, de deputado em 2014 e prefeito em 2016, seguiram o rigoroso rito da legalidade e transparência.

Apontando o grave “momento histórico de crise política no Brasil”, Alex lembra que “pessoas maldosas distorcem os fatos, manipulam fragmentos das informações para denegrir minha imagem política”; e recomenda: “precisamos acima de tudo questionar a veracidade da notícia veiculada”, para se colocar à disposição para outros esclarecimentos que a matéria vier eventualmente a requerer.

A seguir, a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em respeito aos meus amigos, militantes, eleitores e à população de Peruíbe e do Estado de São Paulo, esclareço que não fiz contato, não conheço diretores nem tão pouco os proprietários do grupo JBS. Pois existem publicações duvidosas e tendenciosas que relatam suposta doação direta da empresa para minha campanha eleitoral no ano de 2014.

Declaro inclusive que todas as doações de campanha que recebi foram feitas de forma legal e transparente. As doações do DIRETÓRIO ESTADUAL DO PSB-SP, me foram repassadas em forma de material de divulgação para candidato a Deputado Federal. Minha prestação de contas foi devidamente declarada e registrada na Justiça Eleitoral (TSE nº 23.406/2014), a qual foi inteiramente aprovada, estando disponíveis a quem queira acessá-las.

Estamos vivendo um momento histórico de crise política no Brasil, onde pessoas maldosas distorcem os fatos, manipulam fragmentos das informações para denegrir minha imagem política. Precisamos acima de tudo questionar a veracidade da notícia veiculada. Informo ainda que me coloco inteiramente à disposição de todos os órgãos e cidadãos acerca de eventuais esclarecimentos ainda necessários.

Alex Matos.

Alex Matos perde eleição, mas mantém comando do Legislativo

alex_matos
Alex Matos: maioria na próxima Câmara

Da Redação

Com seis vereadores eleitos sob seu comando dos 15 que compõem o Legislativo de Peruíbe, Alex Matos, ex-vereador e candidato derrotado na eleição para prefeito deste ano, sai fortalecido do certame eleitoral, prometendo já a partir da eleição para presidente da Câmara, em janeiro, dar uma pequena amostra de como haverão de comportar os vereadores eleitos pelo seu grupo.

Destes seis, pelo menos dois – o atual presidente Rafael Vitor de Souza, e o advogado Eduardo Teles (ex-presidente do SINTRAPE), ambos do PMDB, tiveram apoio incondicional e irrestrito não só de Alex Matos, como também do enigmático Paulão (Paulo Henrique Siqueira) que, mesmo na penumbra dos que teimavam em não verem seus nomes vinculados à atual administração, exerceu voz e comando sobre estes dois vereadores. Do mesmo grupo político liderado por Alex, figuram Tom Gaspar e Astrogildo (os dois do PEN), e Adilson da Van e Loro, ambos do PTB, partido da prefeita Ana Preto.

Com a soma destes seis aos dois nomes eleitos sob a batuta do ex-prefeito Gilson Bargieri, ex-prefeito e antigo aliado de Alex Matos, a saber Milena Bargieri e Tamer, os dois do PSB, a composição da maioria simples, agora com oito vereadores, é possível prever alguma dor de cabeça para o prefeito eleito Luiz Maurício, do PSDB.

Dois 15 vereadores, o prefeito só poderá contar efetivamente com os três do seu partido que se elegeram: Rodrigo, Dr. Abude e Sussumo. Este três teriam que contar com os quatro vereadores que o empreiteiro Emer elegeu para buscar algum equilíbrio na balança legislativa para o próximo mandato, o que não é uma conta assim tão simples, afinal, pelo um destes quatro eleitos – Paulinho da TV (PCdoB) – também é afilhado político de Paulão, tendo começado sua campanha com Alex Matos, embora terminado apoiando o candidato Emer.

Presidência na pauta

A primeira sessão legislativa deverá ser presidida pela vereadora mais votada – Milena Bargieri, para quem, por direito e quase uma regra, deveria também assumir a presidência do primeiro biênio do mandato que começa em 2017.

Milena, no entanto, parece já ter declinado deste privilégio. Alegando questões profissionais, a ex-prefeita prefere passar o bastão para outro colega (o indicativo é de que, como ela é advogada, se aceitasse a presidência do Legislativo, ficaria impedida de exercer a advocacia).

Com isso o embate dentre os presidenciáveis já toma corpo. O segundo colocado nas urnas, vereador eleito Rodrigo Silva, já teria buscado apoio do prefeito eleito, mas dificilmente iria conseguir apoio dos seus colegas. Segundo consta, os vereadores reeleitos Rafael, Loro e Mohai não guardam boas lembranças de seu mandato tampão de apenas um mês neste mandato que termina, cumprindo vacância de Osvaldo do Posto quando este se acidentou.

Nomes como os do ex-vereador Oliveira, que agora retorna para a Câmara ou mesmo do vereador reeleito Mohai, que foi lider da prefeita Ana Preto, são promessas que começam a serem discutidas. No entanto, se prevalecer a força do grupo que elegeu a maioria, Alex Matos poderá indicar o ex-vereador Loro, embora a preferência de Paulão possa ficar mesmo para Eduardo Teles ou Paulinho da TV. O fiel da balança, no entanto, pode estar no PSB. Com a decisão por não concorrer, Milena pode mesmo vir a levar o nome de Tamer Júnior, eleito pelo seu partido, à mesa das indicações.

Sem envolvimento

Historicamente o desempenho do Legislativo depende muito da vontade e do envolvimento do Executivo. Afinal, os vereadores sabem que é do outro lado da rua que vem o complemento e a subsistência política, e, por isso, uma palavra do prefeito sempre pode trazer luz ou trevas para todo e qualquer embate.

Entre amigos, porém, Luiz Maurício tem dito que não quer se envolver com o Legislativo. Vereador como é até o final deste ano, o prefeito eleito sabe muito bem que o “caminho da roça” para o vereador no que diz respeito ao seu relacionamento com o gabinete do prefeito, pode ser espinhoso, mas pode também ser florido, tudo dependendo de como quer e deseja se comportar o vereador no exercício no seu mister de fiscalizar o Executivo.

Envolvendo-se ou não, o prefeito Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira já poderá ver no dia primeiro de janeiro de 2017 se sua gestão será um mar de remanso ou de violenta ressaca. De evidente mesmo fica a certeza de que, no mesmo diapasão com que se elegeu com 28,5% dos votos válidos (14,55% do eleitorado), o futuro prefeito terá que buscar nas demais forças políticas apoio para um governo de coalização. Se não se “sentar” com Alex Matos e Gilson Bargieri, e mesmo com Emer, poderá ver que nem tudo são louros como presume ser todo aquele que busca o comando de uma cidade tão complicada como é Peruíbe.

Veja como ficam os grupos políticos na Câmara Municipal para o exercício 2017-2020:

Alex Matos (6 vereadores):

  1. Rafael (PMDB)
  2. Eduardo Teles (PMDB)
  3. Tom Gaspar (PEN)
  4. Astrogildo (PEN)
  5. Adilson da Van (PTB)
  6. Loro (PTB)

Emer (4 vereadores):

  1. Ingram (PSDC)
  2. Mohai (PSDC)
  3. Oliveira (DEM)
  4. Paulinho da TV (PCd0B)

Luiz Maurício – Prefeito eleito (3 vereadores):

  1. Rodrigo (PSDB)
  2. Dr. Abude (PSDB)
  3. Sussumu (PSDB)

Gilson Bargieri (2 vereadores):

  1. Milena (PSB)
  2. Tamer Júnior (PSB)

Alex Matos reúne uma centena de pré-candidatos nesta segunda

Flashes do encontro suprapartidário organizado por Alex Matos, pré-candidato a prefeito de Peruíbe pelo PMDB

Da Redação

Ele mesmo pré-candidato a prefeito de Peruíbe para as eleições deste ano, Alex Matos reuniu, nesta segunda-feira, 11, 238 pessoas, dos quais 92 são pré-candidatos a vereadores de pelo menos seis partidos (PMDB, PRP , PSOL, PSC, PEN e PMB) que já cerraram fileis com o ex-vereador em sua busca pela chefia do Executivo municipal.

Simpatizantes e amigos completaram a festa, em evento que ficou denominado como encontro suprapartidário que tinha por objetivo apresentar o “Projeto Amigos de Peruíbe” que tem por objetivo fazer uma grande peregrinação por todos os bairros da cidade para ouvir sugestões da população que visem a solução para os problemas enfrentados pelo município.

Alex Matos, que tem se revelado já mesmo neste período pré-eleitoral como uma das vozes mais fortes a pleitear a cadeira hoje ocupada pela prefeita Ana Preto, fez discurso inflamado apontando para a necessidade da conjugação de esforços e ideias, redobrando atenção e promovendo ações efetivas que busquem sanear áreas importantes para a cidade, como saúde, educação e geração de empregos, dentre outras.

Surpreso com a maciça participação em resposta aos convites feitos pelos pré-candidatos a vereadores dos partidos que já fecharam questão em torno do apoio a seu nome como pré-candidato a prefeito, Alex Matos lembrou que “nosso grupo é forte, começa forte, a continuará se fortalecendo cada vez mais a partir de agora”, e agradeceu pela confiança de todos: “vamos juntos buscar este sonho de provar que o futuro é a gente que faz, porque somos, de verdade, amigos de Peruíbe!”.

Alex Matos continua liderando enquetes para prefeito de Peruíbe

Alex Matos (esq.) ouve explanação do vereador Nilsão, sob olhar atento de Gilson Bargieri (dir.)

Da Redação

A 18ª rodada de apuração das enquetes publicadas neste blogue, vêm indicando a permanência do nome do ex-vereador e homem forte do vice-governador na região, Alex Matos, como preferido entre os 5.954 votantes até aqui.

Alex Matos, que chegou a subir para a casa dos dois dígitos na última apuração, quanto contabilizou 10,02% da preferência dentre os que apuseram seus votos nas enquetes, agora retorna para a casa dos 9,86%, que representam 587 votos do total.

Pela atual parcial, Dr. Alberto e Toninho Góes empatam na segunda posição, com 7,51% cada, fazendo com que o ex-prefeito Mário Omuro, que na última apuração estava em quarto lugar, suba agora para a terceira colocação, com 6,68% dos votos.

Sobe e desce

Curiosamente ninguém perdeu posição nesta prévia, se comparada com a anterior. Conforme pode-se verificar no gráfico abaixo, dos 23 pré-candidatos relacionados nas enquetes, seis se mantiveram nas mesmas posições, enquanto os demais subiram um degrau cada. A explicação para o fenômeno talvez esteja no fato da retirada do nome do repórter Cristen Charles que pediu que fosse retirado seu nome das enquetes, depois de ter decidido e declarado que não seria mais candidato a nada em Peruíbe em 2016, explicando que seu foco está em seu trabalho, e nas oportunidades que têm surgido fora de Peruíbe, inclusive.

Na média das 18 prévias publicadas até aqui, Alex Matos consolida sua liderança, com 7,91%, deixando Toninho Góes em segundo, com 6,89%, e Mário Omuro em terceiro, com 6,84% (a média considera o percentual obtido nas apurações feitas até aqui).

Veja o ranking, e como fica seu preferido até aqui:

NOME % ATUAL ANTE
Alex Matos (Alex Matos) 9,86% 1 1
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7,51% 2 2
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 7,51% 2 3
Mário Omuro (Mário Omuro) 6,68% 3 4
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 6,53% 4 5
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 5,22% 5 6
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 5,02% 6 10
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 4,99% 7 7
Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 4,85% 8 8
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 4,72% 9 9
Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 4,20% 10 11
Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 4,17% 11 12
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 3,83% 12 13
Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 3,51% 13 14
André Luiz de Paula (Vereador André) 3,48% 14 15
Francisco Lima (Dr. Francisco Lima) 3,14% 15 16
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 3,04% 16 17
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 2,82% 17 18
Ana Maria Preto (Ana Preto) 2,75% 18 19
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 1,81% 19 20
Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez) 1,70% 20 22
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 1,56% 21 21
Plínio Melo (Mongue) 1,09% 22 23
TOTAL 100,00%

Alex Matos vai a 10 pontos com saída de Cristen Charles do páreo

Alex (esq.) e seu padrinho político, o ex-prefeito Gilson Bargieri, por cujas mãos inevitavelmente passará o processo sucessório do ano que vem em Peruíbe

Da Redação

A corrida eleitoral para a prefeitura de Peruíbe que acontecerá na eleição de outubro do ano que vem sendo avaliada por uma série de enquetes que estão coletando votos de manifestação popular envolvendo 23 nomes dentre os mais cotados para a cadeira hoje ocupada pela empresária Ana Maria Preto.

Embora as enquetes não tenham o caráter de pesquisa e, por isso, careçam de valor científico, ainda assim vem sendo avaliada por analistas, observadores e interessados no pleito do ano que vem como um importante termômetro que já vem dando a dica de como irão se comportar os candidatos e de como irá se comportar o eleitorado na escolha do próximo mandatário municipal.

A importância dada às enquetes é tanta e tamanha, que, enquanto alguns pré-candidatos têm se manifestado contentes mesmo com os parcos votos recebidos, outros já começam a capitular, como é o caso do apresentador de TV, Cristen Charles, que na semana passada solicitou “educadamente” que seu nome fosse retirado do rol dos prefeituráveis, deixando enfático que não é mesmo candidato a nada em 2016 em Peruíbe (veja matéria alusiva aqui).

Alex sobe a dois dígitos

Com a saída de Cristen Charles, as enquetes deixam de ser tabuladas para 24 nomes se encontrando entre si, passando para 23 nomes, com 22 oportunidades cada candidato de se encontrar hipoteticamente nas urnas com apenas um dos outros candidatos.

O resultado da renúncia de Cristen Charles não se faz sentir muito na ordem dos principais líderes nas enquetes até aqui. Alex Matos, Dr. Alberto e Toninho Góes continuam como os três primeiros colocados, pela ordem. Alex Matos que vinham se mantendo líder absoluto na casa dos 9% sobe a 10,02% dos 5.632 votos (já descontados os votos que Cristen Charles obtivera), agora 2,38% à frente de Dr. Alberto, que continua sendo o segundo colocado, com 7,65% dos votos; e 2,64% à frente de Toninho Góes, que permanece em terceiro lugar, com 7,38% das intenções.

Os que ganham e os que perdem com esta saída do páreo

Sobem posições os pré-candidatos: Mário Omuro, Wanderlei de Paula, Nelson do Posto, Ricardo Corrêa, Milena Bargieri, Onira, Claudete Andreotti, Dr. Valdez e Plínio Melo.

Perdem posições os pré-candidatos: Dr. Caruso, Damares, Sodré e André de Paula.

Os demais se seguram nas mesmas posições de dantes.

Veja o quadro agora, depois da saída de Cristen Charles:

NOME  % ATUAL ANTE
Alex Matos (Alex Matos) 10,02% 1 1
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7,65% 2 2
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 7,38% 3 3
Mário Omuro (Mário Omuro) 6,74% 4 5
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 6,53% 5 4
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 5,32% 6 6
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 5,02% 7 7
Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 4,81% 8 10
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 4,77% 9 9
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 4,44% 10 8
Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 4,19% 11 12
Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 4,06% 12 13
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 3,83% 13 11
Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 3,58% 14 15
André Luiz de Paula (Vereador André) 3,50% 15 14
Francisco Lima (Dr. Francisco Lima) 3,21% 16 16
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 3,07% 17 17
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 2,91% 18 18
Ana Maria Preto (Ana Preto) 2,77% 19 19
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 1,86% 20 21
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 1,61% 21 22
Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez) 1,61% 22 23
Plínio Melo (Mongue) 1,10% 23 24

Com 5.000 votos coletados, Alex Matos mantém firme a liderança em enquetes

Da Redação

Apurados 5.016 votos em 221 enquetes publicadas das 276 previstas, o ex-vereador e atual assessor especial do vice-governador Márcio França, Alex Matos, continua à frente no embate com outros 23 nomes dos mais cotados para concorrerem ao cargo de prefeito de Peruíbe na eleição de daqui um ano.

Além de aparecer em primeiro lugar em quase todas as prévias apuradas até aqui, Alex Matos vem crescendo em termos percentuais, subindo 0.48% desde a última apuração. Pelo resultado de agora, Alex Matos, que chegou a ser considerado o homem forte dos governos de Gilson Bargieri e Milena Bargieri quando estes foram prefeitos, chega perto dos dois dígitos: Tem 9,37% dos votos totais oferecidos em todas as enquetes, contra 7,50% de Dr. Alberto, o segundo colocado; e 7,18% de Toninho Góes, o terceiro no ranking atual. Os três mantêm as mesmas posições verificadas na apuração anterior.

Sobe e desce

Dos 24 nomes colocados frente à frente nestas 221 enquetes, apenas seis subiram de posição em relação aos números apurados anteriormente. Destes, o vereador Ricardo Corrêa é destaque, ganhando três posições, saindo da 19ª posição para estacionar na 16ª.

Ganham duas posições o empresário e desembargador aposentado, Dr. Caruso, o vice-prefeito Nelson do Posto; e o também empresário do ramo de seguros, Wanderlei de Paula. Dr. Caruso deixa a 6ª posição para se encontrar agora na 4ª; enquanto Wanderlei de Paula sai do 12º lugar para se fixar no 10º posto. Já o popular Nelson do Posto, sobe da 13ª para a 11ª posição.

A presidente do PT Damares de Oliveira, e o vereador André ganham somente uma posição cada. Damares de Oliveira pula de 9º para 8º lugar; e o vereador André sai da 16ª para 15ª posição.

Oito são que perdem posições agora. A queda mais importante fica com o cirurgião dentista Dr. Francisco Lima, que cai da 10ª posição para a 13ª. A ex-prefeita Milena Bargieri perde duas posições: de 15ª para 17ª. Perderam uma posição cada: Mário Omuro (4ª para 5ª); Zeca da Firenze (5ª para 6ª); Dr. Luiz Maurício (8ª para 9ª); Sodré (de 11ª para 12ª); Dra. Julieta (de 17ª para 18ª); e a prefeita Ana Preto, que salta da 18ª posição para a 19ª.

Veja como está seu pré-candidato hoje:

NOME  % ATUAL ANTE
Alex Matos (Alex Matos) 9,37% 1 1
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7,50% 2 2
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 7,18% 3 3
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 6,16% 4 6
Mário Omuro (Mário Omuro) 6,16% 5 4
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 5,66% 6 5
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 4,92% 7 7
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 4,70% 8 9
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 4,63% 9 8
Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 4,07% 10 12
Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 3,79% 11 13
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 3,67% 12 11
Francisco Lima (Dr. Francisco Lima) 3,63% 13 10
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 3,45% 14 14
André Luiz de Paula (Vereador André) 3,39% 15 16
Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 3,35% 16 19
Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 3,33% 17 15
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 3,21% 18 17
Ana Maria Preto (Ana Preto) 3,05% 19 18
Cristen Charles (Na Mira!) 2,59% 20 20
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 1,97% 21 21
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 1,79% 22 22
Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez) 1,34% 23 23
Plínio Melo (Mongue) 1,10% 24 24

Nova prévia de enquetes sustenta Alex Matos como preferido dentre os prefeituráveis

Da Redação

Com 11 dos 23 pretensos e prováveis candidatos a prefeito de Peruíbe na eleição do ano que vem mantendo-se em suas posições tal e qual como verificado na última apuração, o ex-vereador Alex Matos (foto) seria eleito hoje, com 8,89% dos votos.

O resultado de hoje ratifica o que vem sendo verificado como crescente nas últimas quatro apurações de um total de 12 feitas até agora, com Alex Matos mantendo-se na liderança dentre os 24 postulantes, com 8,24%, 8,45%, 8,81% respectivamente, e, agora, 8.89%.

Em casa

Bem à frente de nomes que estão em franca campanha pela indicação de seus nomes como candidatos a prefeito em seus respectivos partidos, como os vereadores Zeca da Firenze (5º lugar), Dr. Luiz Maurício (8º lugar), e André de Paula (16º lugar), Alex Matos segura-se firme na ponta, superando também nomes como os de ex-prefeitos como Dr. Alberto (2º lugar), Mário Omuro (4º lugar), Sodré (11º lugar) e Julieta Omuro (17º lugar). Com ínfimos 3,16%, a prefeita Ana Preto tem dificuldade de emplacar, estando hoje na 18ª posição.

Dentro de seu partido, onde deverá disputar a convenção com dois nomes internamente fortes, como o dos ex-prefeitos Gilson Bargieri e Milena Bargieri (pai e filha), Alex Matos também deixa os dois para trás. Gilson Bargieri figura como 14º nas enquetes, com 3,69% dos votos, deixando sua filha Milena Bargieri em 15º, com 3,46% da preferência do eleitorado.

Sobe e desce

Foram quatro os pré-candidatos que subiram de posição desde a última apuração: Wanderlei de Paula (de 14º para 12º lugar), Gilson Bargieri (de 15º para 14º lugar), André de Paula (de 18º para 16º lugar), e Ricardo Corrêa, que deixa a 20ª posição para se fixar na 19ª.

O que caíram em posições no ranking também foram quatro: Nelson de Posto (12º para 13º lugar), Milena Bargieri (13º para 15º), Ana Preto (16º para 18º), e Cristen Charles, que estava em 19º, e agora está em 20º lugar, perdendo uma posição, portanto.

Os demais mantiveram as mesmas posições.

Veja como estão os pré-candidatos hoje:

NOME  % ATUAL ANTE
Alex Matos (Alex Matos) 8,89% 1 1
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7,31% 2 2
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 6,70% 3 3
Mário Omuro (Mário Omuro) 6,21% 4 4
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 6,01% 5 5
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 5,78% 6 6
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 5,06% 7 7
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 4,79% 8 8
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 4,70% 9 9
Francisco Lima (Dr. Francisco Lima) 3,89% 10 10
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 3,82% 11 11
Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 3,80% 12 14
Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 3,76% 13 12
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 3,69% 14 15
Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 3,46% 15 13
André Luiz de Paula (Vereador André) 3,35% 16 18
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 3,31% 17 17
Ana Maria Preto (Ana Preto) 3,10% 18 16
Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 3,10% 19 20
Cristen Charles (Na Mira!) 2,72% 20 19
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 2,18% 21 21
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 1,98% 22 22
Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez) 1,24% 23 23
Plínio Melo (Mongue) 1,12% 24 24

Vote você também

Para votar você deve acessar as enquetes e escolher aquelas de sua preferência, e a sugestão é que se vote em todas elas, ainda que não tenham nomes da preferência, já que elas sugerem sempre dois nomes entre si, cujos números e resultados são coletados e aplicados numa planilha que faz chegar ao consenso que seria, em tese, a vontade geral do eleitor para o próximo mandato a começar em 2017.

As enquetes levadas ao ar por este blogue coletaram até o momento 4.445 votos, e já somam 212 de um total de 276 previstas.

Livro “O Patrono Azul da Maçonaria de São João”, de Alex Matos

Do Portal Livronauta

Autor: Alex Matos

Editora: Edição do Autor

Estante: Esoterismo/Maçonaria

Ano: 1997

Encardenação: Brochura

Data de cadastro: 04/07/2015 23:52

Idioma: Portugues

ISBN: Não informado

Páginas: 30

Peso: 50.0 (gr)

Descrição do livro

Cod. 408 / Livreto usado, excelente estado de conservação. Sem anotações, rabiscos ou marcas de leitura, form. 11×15,5×0,3cm. Livreto usado, excelente estado de conservação. Sem anotações, rabiscos. Dedicatória do autor na folha de rosto. Cod. 2935B19-MAC. Sinopse: n/d

Alex Matos teria 69% de chances de se eleger prefeito se a eleição fosse hoje

Da Redação

Com mais de dois terços de possibilidade de vitória, considerando embates individuais com mais um dos 24 (contando com ele) que estão anunciando virem a serem candidatos a prefeito nas eleições de daqui a 18 meses, o ex-vereador Alex Matos (foto) teria grandes chances de se eleger prefeito de Peruíbe se a eleição fosse hoje.

Isto é o que aponta as 154 enquetes de um total previsto de 552 que já estão recolhendo votos dos internautas peruibenses neste blogue, e que põem frente a frente todos os 24 pré-candidatos buscando saber quem você escolheria para ser prefeito de Peruíbe se tivesse que decidir e escolher dentre dois nomes apenas.

As enquetes recolheram 2.163 votos até este momento. Destes, 170, ou 7,68% dos votos, faz de Alex Matos o primeiro colocado, indicativo de que suas chances são reais caso venha mesmo a concorrer ao cargo de chefe do Executivo peruibense.

Das 16 possibilidades de embates com mais um dos demais concorrentes, Alex Matos ganharia com 100% dos votos de ninguém mais ninguém menos que seu padrinho político, o ex-prefeito Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri); mas também nomes como o de Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) ,Mário Omuro (Mário Omuro) ,Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena), todos ex-prefeitos não teriam qualquer chance contra ele, já que lhes dá um “banho” de 100% dos votos. Os ex-vereadores Maria Onira Betioli Contel (Onira) e Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto), (este atual vice-prefeito) também perderiam para Alex Matos, que teria 100% dos votos sobre eles, assim como se o encontro nas urnas fosse com Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez), Plínio Melo (Mongue), e mesmo com o vereador Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício), que hoje é um dos principais líderes da oposição e forte concorrente à prefeitura em 2016.

Alex Matos ganharia também de Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto), contra quem teria 83,33% dos votos, ganhando também se a prefeita Ana Maria Preto (Ana Preto) lhe fosse opositora, quando teria 73,68% dos sufrágios. Contra o vereador André Luiz de Paula (Vereador André), ele teria 60% dos votos; ao passo que contra o ex-prefeito Benedito Marcondes Sodré (Sodré), Alex Matos teria 58,82%. De Claudete Andreotti (Boca de Rua), ele ganharia com 72,73%, ao passo que, contra Cristen Charles (Na Mira!), a votação seria mais apertada, indicando as enquetes até aqui que Alex Matos teria 55,56% da preferência do eleitorado. O ex-vereador Emer Elias Abou Jaoude (Emer) também perderia para Alex Matos, por 85,71% dos votos favoráveis a ele.

Derrotas

As cinco situações que poderiam impor derrota a Alex Matos são contra o desembargador aposentado e empresário Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso), contra quem teria 48,39% dos votos; Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) , contra quem teria 48% dos votos; Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT), contra quem teria 44,44% dos votos; Francisco Lima (Dr. Francisco Lima), contra quem teria 42,86% dos votos; e Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula), que é o único nome que poderia vir a vencê-lo com 100% dos votos.

Alex Matos aparece empatado na apuração de hoje das enquetes com José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) e Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo).

Continue votando. Continue participando. Sua opinião é importante para o consenso do melhor para nossa cidade.

Veja e vote em todas as enquetes para Alex Matos acessando este link.

Veja o quadro da participação de Alex Matos nas enquetes até aqui:

NOME 1 VOTOS % NOME 2 VOTOS %
Alex Matos (Alex Matos) 5 83,33% Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 1 16,67%
Alex Matos (Alex Matos) 28 73,68% Ana Maria Preto (Ana Preto) 10 26,32%
Alex Matos (Alex Matos) 3 60,00% André Luiz de Paula (Vereador André) 2 40,00%
Alex Matos (Alex Matos) 15 48,39% Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 16 51,61%
Alex Matos (Alex Matos) 12 48,00% Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 13 52,00%
Alex Matos (Alex Matos) 10 58,82% Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 7 41,18%
Alex Matos (Alex Matos) 8 72,73% Claudete Andreotti (Boca de Rua) 3 27,27%
Alex Matos (Alex Matos) 5 55,56% Cristen Charles (Na Mira!) 4 44,44%
Alex Matos (Alex Matos) 4 44,44% Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 5 55,56%
Alex Matos (Alex Matos) 6 85,71% Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 1 14,29%
Alex Matos (Alex Matos) 3 42,86% Francisco Lima (Dr. Francisco Lima) 4 57,14%
Alex Matos (Alex Matos) 2 100,00% Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 50,00% José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 1 50,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Maria Onira Betioli Contel (Onira) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 2 100,00% Mário Omuro (Mário Omuro) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Plínio Melo (Mongue) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 50,00% Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 1 50,00%
Alex Matos (Alex Matos) 1 100,00% Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez) 0 0,00%
Alex Matos (Alex Matos) 0 0,00% Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 2 100,00%

Enquetes Peruíbe 2016 – Toninho Góes empata com Alex Matos na liderança

Toninho Góes (dir.), militante histórico do PT, posando ao lado da ex-vereadora Onira, e do seu filho Pedro

Da Redação

O corretor de imóveis Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) alcançou a marca dos 10% nas enquetes que busca um nome de consenso para a eleição de prefeito para Peruíbe em 2016, e assumiu a liderança dentre os 21 postulantes, empatando com o ex-vereador Alex Matos, que até aqui vinha mantendo a ponta isolada do certame.

Com 16 votos cada dos 156 computados até aqui, Toninho Góes deixa para terceira posição o ex-prefeito Gilson Bargieri, que na data de ontem estava encostado em Alex Matos, na segunda colocação. Gilson caiu de 10% para 8%, enquanto Toninho Góes saltou de 9% para 10%.

Tecnicamente empatado com Gilson Bargieri na terceira posição, figura o emblemático jornalista da TV Vale das Artes, Cristen Charles. Ambos têm 8% dos votos em termos percentuais; em valores numéricos, porém, Gilson teve 13 votos contra 12 de Cristen.

Também empatados, na quarta colocação, com 7% dos votos, aparecem os vereadores Zeca da Firenze (PV) e Dr. Luiz Maurício (PSDB). Ambos conquistaram 11 votos cada um. Curiosamente os dois formaram uma dobradinha de prefeito e vice em 2008, e hoje são colegas no Legislativo.

Veja como fica o quadro parcial dos 21 pré-candidatos até aqui:

NOME  VOTOS %
Alex Matos (Alex Matos) 16 10%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 16 10%
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 13 8%
Cristen Charles (Na Mira!) 12 8%
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 11 7%
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 11 7%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 10 6%
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 9 6%
Mário Omuro (Mário Omuro) 8 5%
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 7 4%
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 7 4%
Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 7 4%
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 6 4%
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 6 4%
Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 6 4%
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 4 3%
Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 4 3%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 1 1%
Damares dos Santos Oliveira (Presidente do PT) 1 1%
Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 1 1%
Plínio Melo (Mongue) 0 0%

Todas as enquetes ativas no blogue estão reunidas neste link. Por ordem de publicação as enquetes estão dispostas aqui. Visite e vote você também.

Alex Matos avança à frente das enquetes entre os prefeituráveis Peruíbe 2016

Alex Matos (dir.) concedendo entrevista para o jornalista Tuca Fumagalli

Da Redação

Faltando apenas quatro nomes para serem inseridos nas enquetes, dos 21 até aqui propostos como pré-candidatos à eleição de prefeito de Peruíbe em outubro de 2016, o nome de Alex Matos continua despontando como preferido dentre os 126 votos acolhidos pelas enquetes até aqui.

Em termos percentuais, Alex Matos recebeu 12% dos votos na apuração feita na data de hoje, sendo seguido de perto pelo ex-prefeito e seu padrinho político, Gilson Bargieri, que soma 10% dos votos. Em terceiro lugar, estão empatados, com 9% cada, Antonio Claret de Góes (Toninho Góes), Cristen Charles (Na Mira!) e José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze). Veja o quadro completo abaixo.

Nomes

  1. Na primeira apuração, concorrendo com apenas seis nomes, Alex Matos tinha 30%, caindo para 20% quando concorria entre 10 nomes de prefeituráveis. Sua hegemonia caiu para 14% na data de ontem dentre 15 pré-candidatos, demarcando ainda a liderança, com 12% na data de hoje, dentre os 17 nomes apresentados.
  2. Gilson Bargieri começou sua participação com 4% apenas, saltando para 10%, e mantendo os mesmos 10% hoje.
  3. Toninho Góes, que teve surpreendentes 20% na primeira apuração, caiu para 13% na segunda, depois 8% na terceira, e subiu para 9% hoje.
  4. Cristen Charles, o popular jornalista televisivo, apresentador do programa policialesco Na Mira!, da TV Vale da Jureia, tinha 11% na primeira apuração; caiu para 10% na segunda, e caiu novamente para 9% agora.
  5. O atual presidente da Câmara, Zeca da Firenze, começou sua participação ontem, quando marcou 10%, e hoje tem 9%.
  6. Dr. Caruso, pai do deputado Jorge Caruso, que começou em segundo lugar na primeira apuração, com 25% dos votos, caiu para 15% na segunda, caindo para 9% na terceira, e fixando 7% agora.
  7. O ex-prefeito Dr. Alberto também foi outro que começou bem, com 25% dos votos. Na segunda apuração caiu para 13%; depois 8%, e agora 6%.
  8. Os votos para o vereador Dr. Luiz Maurício começaram a serem contados ontem, quando teve 6% da preferência dos eleitores, mantendo os mesmos 6% hoje.
  9. O ex-prefeito Mário Omuro também teve sua participação incluída na data de ontem, quando obteve apenas 2%, dando um salto para 6% hoje.
  10. O quatro vezes prefeito de Peruíbe, emancipador Benedito Marcondes Sodré, começou com 0%, subindo para 9%, caindo para 6%, e mantendo os mesmos 6% nesta última apuração.
  11. A popular blogueira Claudete Andreotti (Boca de Rua) teve se nome incluído nas enquetes antes de ontem (20), quando recebeu 7% dos votos, caindo para 4% ontem, e marcando 5% hoje.
  12. O ex-vereador Emer igualmente começo antes de ontem, obtendo 7% dos votos, caindo ontem para 4%, e subindo hoje para 5%.
  13. A ex-prefeita Dra. Julieta teve seu nome incluído nas enquetes somente na data de ontem, recebendo 6% dos votos, contra 5% hoje.
  14. A ex-vereadora Onira igualmente começou a aparecer nas enquetes ontem, amealhando 3% dos votos, mantidos hoje nos mesmos 3%.
  15. O atual vice-prefeito Nelson do Posto começou a participar hoje, fechando o dia com 2% dos votos.
  16. A atual prefeita Ana Preto teve seu nome incluído desde o primeiro dia, delimitando 0% dos votos nas três primeiras apurações, e subindo para 1% hoje.
  17. A ex-prefeita Milena Bargieri também começou hoje, recebendo 1% dos votos.

A enquete que mais recebeu votos até agora foi

Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 8 57% Alex Matos (Alex Matos) 6 43% 14

Leia o editoral que foi publicado na data de hoje explicando o funcionamento das enquetes visitando este link.

Quadro geral

NOME  VOTOS %
Alex Matos (Alex Matos) 15 12%
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 12 10%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 11 9%
Cristen Charles (Na Mira!) 11 9%
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 11 9%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 9 7%
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 8 6%
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 8 6%
Mário Omuro (Mário Omuro) 8 6%
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 7 6%
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 6 5%
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 6 5%
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 6 5%
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 4 3%
Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 2 2%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 1 1%
Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 1 1%

Alex Matos ainda na frente na corrida pré-eleitoral de 2016 para Peruíbe

Alex, o preferido na terceira apuração

Da Redação

Pelo terceiro dia consecutivo, Alex Matos continua liderando as enquetes levadas ao ar por este blogue.

Estão previstas 211 enquetes somente sobre o tema “prefeituráveis 2016 para Peruíbe” contendo 21 dos principais e prováveis candidatos. As enquetes apresentam sempre dois nomes, como se somente os dois fossem candidatos. Ao votar você está indicando quem você escolheria caso fossem somente os dois candidatos. A ideia é buscar um nome de consenso para a eleição de prefeito de Peruíbe em 2016. Na tabulação final de todos os prefeituráveis aparece o resultado como apresentado na tabela abaixo.

O resultado parcial até aqui – com as enquetes tendo começado em 19 de dezembro de 2014 – indicam o seguinte:

NOME VOTOS %
Alex Matos (Alex Matos) 13 14%
Cristen Charles (Na Mira!) 9 10%
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 9 10%
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 9 10%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 8 9%
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7 8%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 7 8%
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 5 6%
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 5 6%
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 5 6%
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 4 4%
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 4 4%
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 3 3%
Mário Omuro (Mário Omuro) 2 2%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0%

Participe você também. Clique no link sobre os nomes abaixo e vote, indicando sua preferência. Ou conheça todas as enquetes para Peruíbe neste link.

Sempre lembrando que estas enquetes NÃO TÊM valor científico, não se tratando de pesquisa com qualquer amparo de metodologia estatística, portanto.

Se você é pré-candidato a prefeito e gostaria de ter seu nome inscrito nas enquetes, escreva para [email protected] solicitando sua inclusão dentre os prefeituráveis. Este serviço é gratuito, mas fique à vontade caso queira colaborar com meu trabalho. Veja como aqui.

VEJA AS ENQUETES PUBLICADAS ATÉ AQUI (POR ORDEM DE VOTAÇÃO RECEBIDA)

NOME VOTOS % NOME VOTOS % TOTAL
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7 58% Alex Matos (Alex Matos) 5 42% 12
Alex Matos (Alex Matos) 8 100% Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0% 8
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 5 63% Claudete Andreotti (Boca de Rua) 3 38% 8
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 1 13% Cristen Charles (Na Mira!) 7 88% 8
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 5 63% José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 3 38% 8
Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0% Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 7 100% 7
José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 6 86% Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 1 14% 7
Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 4 57% Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 3 43% 7
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 2 33% Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 4 67% 6
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 1 25% Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 3 75% 4
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 4 100% Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 0 0% 4
Cristen Charles (Na Mira!) 2 50% Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 2 50% 4
Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 2 50% Maria Onira Betioli Contel (Onira) 2 50% 4
Maria Onira Betioli Contel (Onira) 1 33% Mário Omuro (Mário Omuro) 2 67% 3

Alex Matos continua liderando enquetes entre prefeituráveis para Peruíbe

Da Redação

O ex-vereador, ex-coordenador da campanha da ex-prefeita Milena Bargieri, ex-candidato da deputado federal nas eleições deste ano, e assessor especial em Brasília do deputado federal Márcio França (PSB), recém eleito vice-governador de São Paulo, Alex Matos continua liderando as enquetes levadas ao ar por este blogue, na parcial deste segundo dia de apuração.

Aas enquetes publicadas neste blogue buscam um nome de consenso para a eleição de prefeito de Peruíbe em 2016. O resultado parcial até aqui – com as enquetes tendo começado em 19 de dezembro de 2014 – indica o seguinte:

Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7 71% Alex Matos (Alex Matos) 3 29%
Alex Matos (Alex Matos) 7 100% Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0% Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 7 100%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 1 0% Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 3 100%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 4 100% Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 0 0%
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 5 63% Claudete Andreotti (Boca de Rua) 3 38%
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 1 17% Cristen Charles (Na Mira!) 5 83%
Cristen Charles (Na Mira!) 1 33% Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 2 67%
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 2 50% Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 2 50%

Na soma de todos os votos computados apurados até aqui, temos o seguinte resultado:

Alex Matos (Alex Matos) 11 20%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 8 15%
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 7 13%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 7 13%
Cristen Charles (Na Mira!) 6 11%
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 5 9%
Claudete Andreotti (Boca de Rua) 4 7%
Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 4 7%
Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 2 4%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0%
Alex, o preferido na segunda apuração

Ao todo estão previstas 211 enquetes somente sobre o tema “prefeituráveis 2016 para Peruíbe” contendo 21 dos principais e prováveis candidatos, e estarão sendo publicadas na medida de minha disponibilidade de tempo.

Participe você também. Clique no link sobre os nomes acima e vote, indicando sua preferência. Ou conheça todas as enquetes para Peruíbe neste link.

Sempre lembrando que estas enquetes NÃO TÊM valor científico, não se tratando de pesquisa com qualquer amparo de metodologia estatística, portanto.

Se você é pré-candidato a prefeito e gostaria de ter seu nome inscrito nas enquetes, escreva para [email protected] solicitando sua inclusão dentre os prefeituráveis. Este serviço é gratuito, mas fique à vontade caso queira colaborar com meu trabalho. Veja como aqui.

Alex Matos lidera enquetes entre prefeituráveis para Peruíbe

Da Redação

Começando o ritmo de apuração diária das enquetes publicadas neste blogue que buscam um nome de consenso para a eleição de prefeito de Peruíbe em 2016, o resultado parcial até aqui – com as enquetes tendo começado ontem – indica o seguinte:

Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 5 71% Alex Matos (Alex Matos) 2 29%
Alex Matos (Alex Matos) 4 100% Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0% Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 5 100%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 0 0% Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 2 100%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 2 100% Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 0 0%

Na soma de todos os votos computados até aqui, temos o seguinte resultado:

Alex Matos (Alex Matos) 6 30%
Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 5 25%
Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 5 25%
Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 4 20%
Ana Maria Preto (Ana Preto) 0 0%
Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 0 0%
Alex, o preferido nesta primeira apuração

Ao todo estão previstas 191 enquetes somente sobre o tema “prefeituráveis 2016 para Peruíbe” contendo 20 dos principais e prováveis candidatos, e estarão sendo publicadas na medida de minha disponibilidade de tempo.

Participe você também. Clique no link sobre os nomes acima e vote, indicando sua preferência. Ou conheça todas as enquetes para Peruíbe neste link.

Sempre lembrando que estas enquetes NÃO TÊM valor científico, não se tratando de pesquisa com qualquer amparo de metodologia estatística, portanto.

Se você é pré-candidato a prefeito e gostaria de ter seu nome inscrito nas enquetes, escreva para [email protected] solicitando sua inclusão dentre os prefeituráveis. Este serviço é gratuito, mas fique à vontade caso queira colaborar com meu trabalho. Veja como aqui.

Conheça um pouco mais de Alex Matos (vídeo)

Rebatendo rumores, GB afirma que seu apoio a Alex Matos é incondicional

Vereador Nilsão fala durante reunião de campanha de Alex Matos (esquerda), que contou com a presença do ex-prefeito Gilson Bargieri.

Da Redação

Quando perguntado se está apoiando o candidato a deputado federal Alex Matos, que é de seu partido, Gilson Bargieri é firme e curto: “Estou sim; incondicional”.

A pergunta, embora pareça provocação, tinha oportunidade em razão da série de postagens que tiveram início com “fakes” no Facebook, mas que acabaram sendo compartilhada por muita gente, que dava conta de que teria havido uma “trama” envolvendo o advogado Marcelo Strama (sem trocadilho), de Itanhaém, e Gilson Bargieri, de Peruíbe, para convidar pelo menos dois candidatos a deputados federais para apoiá-los, abandonando assim a candidatura de Alex.

O “foguete” disparado pela fake Maria Joaquina (que, aliás, já foi excluída da comunidade), embora tenha encontrado certa ressonância por algumas pessoas inconformadas com o que o resultado das eleições deste ano faz vislumbrar para 2016, não procede.

Gilson Bargieri, que foi prefeito de Peruíbe de 2001 a 2004, tendo elegido sua filha Milena para governar a cidade de 2009 a 2012, é o presidente do PSB na cidade, e tem em Alex Matos não só um grande aliado, mas um dos poucos colaboradores de sua trajetória política que se manteve ao seu lado o tempo todo, mas que, sobretudo soube buscar seu próprio espaço, aproveitando as oportunidades que lhe iam surgindo. Não teria por quê não apoiá-lo agora, principalmente quando conta com o também incondicional apoio do deputado federal Márcio França, padrinho político dos dois, e que hoje é candidato a vice-governador na chapa de reeleição de Geraldo Alckmin.

Aborrecimento

Sobre o boato surgido no Facebook, Gilson ensina, deixando visível o quanto estas coisas o aborrecem: “Quero também dizer que liderança não se impõe, e você sabe disto”. E dispara: “Existem algumas pessoas nas campanhas que, seja por falta de experiência ou por excesso de zelo, fazem distorções dos fatos, criando fofocas que atrapalham muito a unidade tão importante para todos nós”.

Gilson diz esperar que este tipo de coisa seja superado bem rápido. E ele tem razão, afinal a campanha é muito curta, e o tempo corre mais depressa do que se imagina ou se quer. A receita para a superação, segundo ele: franqueza.

O ex-prefeito lembra ter participado de uma reunião da campanha de Alex Matos na data de ontem, 17, no Caraguava. A reunião foi convocada pelo vereador Nilsão, líder do PSB na Câmara, e contou com a presença de dezenas da gente simples e humilde de Peruíbe que anseia por uma cidade melhor, o que será muito mais viável com a eleição de candidatos da cidade para a Assembleia Legislativa e para a Câmara dos Deputados. E parece que aos poucos o cidadão peruibense vai aprendendo esta lição.

Entusiasmado com a possibilidade da inédita eleição de um deputado da cidade, Gilson lembra que esta “foi a primeira reunião para a qual fui convidado e participei; e participarei de todas as outras no futuro”. Bargieri vê este momento como sendo “uma grande oportunidade para a região a possibilidade de eleger um deputado”. E declara: “Sempre quis isto, e acho que se Alex Matos tiver o apoio de Marcio França, esta possibilidade é real”. Mas, quem ganha com isto? O próprio Gilson responde: “Todos nós ganharíamos com isto”.

Amigos

Diante da insistência em querer saber dos tais “deputados” que o teriam visitado pelos últimos dias, Gilson deixa claro: “Nunca chamei deputado algum, mas recebo muitos amigos que fiz ao longo da minha vida política, e que, é claro, me procuram para pedir apoio. E o primeiro que ficou sabendo destas visitas de ontem foi o Alex, para quem eu telefonei e com quem me entendi”. E termina por dar uma preciosa lição de lealdade: “Meu jogo é muito claro; e, na política, aprendi que a mentira é o pior dos caminhos, e jamais faria este jogo com o Alex. Qualquer coisa fora isto é especulação e tentativas para objetivos escusos”.

Indagado sobre a candidatura a deputado estadual do presidente da Câmara, Zeca da Firenze, o ex-prefeito entende que sua trajetória está certa: “Acho que o Zeca está correto, pois estará medindo força política municipal. Zeca é um dos valores futuros de Peruíbe. Gosto dele”.

Zeca e Alex Matos têm homologadas candidaturas a deputados, em São Paulo

Da Redação

Com as convenções partidárias para escolha e homologação dos nomes dos candidatos a deputado estadual e federal, senador e governador, chegando praticamente ao fim, Peruíbe já pode contar ter dois de seus filhos mais ilustres como candidatos a deputados: Zeca da Firenze, o vereador presidente da Câmara teve seu nome aprovado pela convenção do Partido Verde (PV) para candidato a deputado estadual; e o ex-vereador Alex Matos conseguiu aprovação de seu nome como candidato a deputado federal pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Embora as campanhas de ambos só deva mesmo começar oficialmente após a homologação pela Justiça Eleitoral, e o período de campanha prevista no calendário eleitoral deste ano – 5 de julho, iniciado, o nome dos dois já são favas contadas dentre aqueles que buscarão um lugar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (no caso de Zeca), e no Congresso Nacional (no caso de Alex Matos). Até lá fica terminantemente proibida qualquer tipo de propaganda conforme previsto em lei.

Alex Matos, buscando vaga na Câmara dos Deputados – Foto: Divulgação

Apoio da população

Com cerca de 60.000 eleitores a esperança é de que a população de Peruíbe se desperte para a importância de a cidade ter seu próprio deputado. Neste caso, um é bom; os dois é ótimo!

Claro que a contabilidade do quociente eleitoral, que é aquela que determina quantas vagas cabem a cada partido, e quantos e quais haverão de se eleger dentre os mais votados destes partidos, não permite afirmar que se 100% do eleitorado de Peruíbe centralizasse seus votos nos dois eles estariam eleitos. Para isso, ambos – Zeca e Alex – estão empreendendo uma verdadeira via sacra nestas últimas semanas na busca de apoio de cidades da região e do interior, trabalho este que deve se acentuar com o início efetivo do período eleitoral.

Zeca da Firenze conta com a força que o apelo de seu partido impõe. A consciência ecológica e pela preservação do meio ambiente tem encontrado ressonância crescente junto à população, o que pode vir a ser um adicional de esperança para a eleição daquele que viria a ser o primeiro deputado estadual de Peruíbe. O apoio da igreja também ser determinante. Zeca é diácono consagrado da Igreja Católica e professor no mais renomado colégio particular de Peruíbe, que é o “Colégio das Freiras”. A deputada estadual eleita com menos votos pelo PV nas últimas eleições foi Regina Gonçalves, com 37.618 votos.

Embora venha se mostrando incansável na sua determinação de cumprir bem o papel a que foi convocado por seu padrinho político, o deputado federal Márcio França, Alex Matos, que concorrerá a uma vaga de deputado federal, tem de “saída” boa parte do quinhão eleitoral que França teve nas últimas eleições: 172.005 votos. Mas para quem pensa que isso é moleza está enganado. Basta ver a correria em que está envolvido o pré-candidato, que uma hora está em São Paulo, outra em qualquer cidade do interior, ou então no litoral, e mesmo no Vale do Ribeira. O deputado federal eleito com menos votos pelo PSB nas últimas eleições foi Abelardo Camarinha, que obteve 71.637 votos.

Os números acima indicam que se 50% do eleitorado de Peruíbe acreditar na proposta de Zeca da Firenze, e entender que é mesmo muito importante a cidade ter seu próprio deputado, Zeca poderia se considerar eleito.

Já para deputado federal os números são outros, mas também oferecem forte indicativo de possibilidade de eleição de Alex Matos como deputado federal. Para Alex, se Peruíbe lhe oferecer a mesma votação que deu a Márcio França nas últimas eleições já estará bom. Márcio França foi o deputado federal mais votado em Peruíbe no ano de 2010, com 5.774 votos. Claro que se considerando que Alex Matos é nascido em Peruíbe, poderá vir a receber mais votos que isso.

Zeca da Firenze: aguardando homologação e início da campanha para deputado estadual – Foto: Divulgação

Apoio da Administração

Vereadores e prefeita estão divididos entre seus candidatos preferidos. Setores da administração têm feito questão de fomentar a candidatura a deputado federal do vice-prefeito Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto), numa tentativa clara e evidente de se contrapor à candidatura de Alex Matos. Mas há quem preveja que a candidatura de Nelsinho não vingaria por conta de uma trapalhada na publicação do ato de sua demissão do cargo de Secretário de Saúde, o que o colocaria fora do prazo de desincompatibilização para poder concorrer este ano. Com muitos torcendo prós e contras, parece mesmo que a prefeita Ana Preto não teria para onde correr senão apoiar Samuel Moreira, atual presidente de Assembleia Legislativa, e que tenta uma vaga em Brasília este ano. O apoio até que seria justo já que o ex-prefeito de Registro tem demonstrado um carinho especial por Peruíbe. Mas como nem tudo são louros, parece que uma das exigências para isso vir a acontecer seria a mudança já da assessoria do deputado na região, que hoje é comandada pelo  ex-vereador de Peruíbe, José Augusto Pires, o Du.

Para Paulo Henrique Siqueira, o Paulão, que continua no comando extraoficial do governo nestas questões políticas – e também administrativas – a candidatura de Alex Matos é vista por ele com bons olhos. “Temos um pacto de um não atrapalhar o outro”, confidenciou Paulão à reportagem deste blogue no último dia 6, quando assumia a presidência do PMDB na cidade.

Com a saída de Samuel Moreira no cenário de campanha para deputado estadual, o campo estaria aberto para Zeca da Firenze? Não. Paulão terá que se desdobrar para apoiar a reeleição de Jorge Caruso, e também a de Campos Machado, que é do partido da prefeita (PTB), e que anda sondando a cidade ultimamente ao lado de Nelson Marquezelli. Para analistas “Zeca é a última carta do baralho a ser apoiada pela administração municipal”. A razão é simples: ele nunca escondeu que é candidato à prefeitura, coisa que já tentou uma vez, sem sucesso.

Muitas águas haverão de rolar não só até outubro deste ano, como também até 2016. A previsão mais otimista é a de que, se Ana Preto se sustentar até lá, será mesmo candidata a reeleição, muito provavelmente tendo Dr. Antonio Carlos Caruso como seu vice. Em se reelegendo, Ana Preto entregaria o cargo para Dr. Caruso em 2018, vindo a ser candidata a deputada. Paulão que tinha sonhos para 2020, terá que adiá-lo para 2024.

Depoimento pró Alex Matos

“Falo por uma grande porcentagem de moradores aqui da cidade de Barra do Turvo/SP, que teremos o prazer de apoiar Alex Matos, pré-candidato a deputado federal, tendo a certeza de que seremos muito bem representados na Câmara dos Deputados na busca de recursos para nossa cidade tão carente. Abraços.” – Valdete de Camargo, de Barra do Turvo

Conheça a sequência das Arengas.

Paulinho da AEP deixa PT para apoiar Alex Matos em Peruíbe

Da Redação

O presidente da Associação dos Estudantes de Peruíbe – AEP, Paulinho César, formalizou sua saída do quadro de filiados do Partido dos Trabalhadores esta semana, em carta entregue para a presidente Damares de Oliveira Santos, que já assinou sua desfiliação, não sem lamentar muitíssimo a saída desse grande líder estudantil da cidade.

Em seu pedido de desfiliação, Paulinho argumenta pela coerência político-partidária, fato cada vez mais raro hoje em dia, e que empresta a ele credibilidade e exemplo para muitos políticos não só de Peruíbe, mas de toda a nação. A razão principal é que ele decidiu pelo apoio à pré-candidatura a deputado federal do ex-vereador Alex Matos, que é do PSB. “Não teria sentido eu ficar no PT e apoiar um candidato de outro partido”, lembrou em sua justificativa.

Paulinho é o presidente hoje de uma das poucas entidades que deram certo em Peruíbe. A Associação dos Estudantes de Peruíbe, fundada em maio de 1987, reúne anualmente centenas de estudantes universitários de Peruíbe que saem para estudar nas faculdades da região. O próprio Alex Matos, quando universitário, foi um dos líderes estudantis da cidade, chegando também a compor a diretoria da AEP.

“Cordão de três dobras”

Cada vez mais líderes políticos, empresariais e de classe de Peruíbe e região têm se unido no propósito de revestir de sucesso a pré-campanha eleitoral de Alex Matos rumo ao Congresso Nacional em Brasília.

Tida como talvez a maior chance oferecida à cidade e região dos últimos tempos, a candidatura de Alex Matos a deputado federal, se viabilizada nas convenções partidárias de daqui a poucas semanas, tem sido vista como oportunidade excelente para a eleição de um genuíno candidato para melhor representar os anseios do povo do litoral sul e Vale do Ribeira no planalto central do país.

Repetindo o ensino bíblico de que “um cordão de três dobras é muito mais difícil de romper”, Alex lembra sua determinação: “sou pré-candidato e serei candidato, e tenho certeza de que com o apoio de cada um daqueles que estão se unindo ao nosso propósito, e com a bênção de Deus, nós vamos conseguir ganhar mais este desafio”.

Mais lideranças regionais apóiam o trabalho do pré-candidato a deputado federal Alex Matos

Encontro de grandes líderes políticos declarando apoio ao pré-candidato a deputado Federal, Alex Matos na ocasião de um bate papo bem agradável. Na foto o vereador de Cananéia, Rogério de Piscan, o pré-candidato a deputado federal Alex Matos, o eterno prefeito de Peruíbe Gilson Bargieri e o também eterno prefeito de Jacupiranga, Josuel Volpini. – Foto: Cláudia Sidnei