Arquivos de tag:

Equipe de TOR captura procurado da Justiça dirigindo caminhão de Peruíbe, na Washington Luís

Do Grupo Rio Claro

Nesta noite de sábado (8), por volta das 18h30, a equipe de TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) composta pelos Policiais Militares Rodoviários Subtenente Santa Roza, Cabo Arthus e Cabo César, capturou um indivíduo procurado pela justiça no km 181, na Rodovia Washington Luís (SP-310).

Sob suspeita, foi abordado um caminhão com placas de Peruíbe (SP), o condutor do veículo M.B.N. constou como procurado pela Justiça.

A ocorrência foi apresentada no Plantão Policial de Rio Claro (SP), onde o capturado foi recolhido ao sistema carcerário.

Polícia descobre procurado após confusão com assessora em Peruíbe

Homem teria insultado funcionária pública no ambiente de trabalho dela. Reinaldo da Silva era procurado desde 2011 por extorsão em São Bernardo.

Reinaldo era procurado da Justiça por extorsão (Foto: Reprodução)
Reinaldo era procurado da Justiça por extorsão (Foto: Reprodução)

Do G1 Santos e Região

Um homem foi preso em Peruíbe, no fim da tarde da última quinta-feira (25), após se envolver em uma discussão com a assessora de uma vereadora da cidade. O caso foi parar na delegacia, no entanto, Reinaldo da Silva acabou preso porque já era procurado pela Justiça desde 2011 por extorsão em São Bernardo do Campo. Ele foi encaminhado à cadeia pública de Mongaguá.

Segundo a vítima, ele se identificava como Reinaldo Silva e, na verdade, se chama Reinaldo da Silva. Após a confusão, Flávia Souza Regina diz ter chamado a polícia, mas o suspeito tentou se esconder em uma papelaria próxima e foi capturado pelos oficiais instantes depois. Na Delegacia Sede, após assinar um termo circunstanciado por conta da confusão, os policiais constataram que o suspeito tinha uma mandado de prisão expedido pela vara criminal de São Bernardo do Campo, no ABC, em São Paulo, datado de 25 de maio de 2011.

Indignada, a vítima postou um desabafo em uma rede social dizendo que Reinaldo já a “perturbava” com frequência pela internet. “O cidadão já vinha me perturbando na internet há muitos anos e teve a audácia de ir ao meu ambiente de trabalho me insultar, me humilhar e me constranger na frente de muita gente”, disse Flávia Souza Ruiva.

Em grupos de discussão sobre a cidade nas redes sociais, Silva demonstrava ser ativo, fazendo críticas veementes à alguns políticos da cidade. Ele também era frequentador assíduo das sessões da Câmara Municipal. “Levei comigo as testemunhas. Enquanto fazíamos boletim de ocorrência, o delegado deu voz de prisão a ele que, para o meu espanto, era procurado pela Justiça. Me senti horrorizada por saber que ele aponta coisas da gente e esconde algo terrível”, acrescenta.

McAfee, procurado por assassinato, é detido na Guatemala e teme voltar a Belize

Agência Estado, no Portal NE10

O norte-americano John McAfee, criador da empresa de software que produz o famoso antivírus com o seu sobrenome, foi detido pela polícia da Guatemala por ter entrado no país ilegalmente, em um episódio que acabou com sua semana de fuga através da América Central. McAfee afirma que é perseguido pela polícia de Belize. A chancelaria da Guatemala informou que o guru dos softwares antivírus ficará retido até que obtenha mais informações de Belize, onde McAfee é procurado por envolvimento na morte de Gregory Viant Faull, um cidadão norte-americano de 52 anos. McAfee pediu na quarta-feira asilo político na Guatemala e teme ser assassinado se regressar a Belize. As autoridades de Belize questionam o estado mental do guru dos antivírus, de 67 anos.

“Nós estamos esperando instruções do Ministério das Relações Exteriores. É a chancelaria quem decidirá o processo”, disse o ministro do Interior da Guatemala, Mauricio López Bonilla. McAfee foi detido em um hotel luxuoso na Cidade da Guatemala. McAfee disse que possui informações importantes sobre corrupção em Belize e que não quer passá-las aos políticos do país, nos quais não confia.

O advogado de McAfee na Guatemala, Telésforo Guerra, alertou que a vida do seu cliente poderá ficar em risco se ele for deportado a Belize. “Eles estará em perigo ser for enviado a Belize, onde denunciou autoridades”, disse Guerra. “A partir do momento em que ele pediu asilo à Guatemala, está sob proteção do nosso governo”, disse Telésforo. O advogado disse que entrará com uma ação judicial em breve para que McAfee obtenha permissão para viver na Guatemala.

A polícia de Belize nega que esteja perseguindo o guru dos antivírus e disse que não existe ordem de prisão emitida contra ele. O primeiro-ministro de Belize chegou a questionar o estado mental de McAfee. McAfee fugiu na semana passada, após a polícia de Belize questioná-lo sobre o assassinato de Gregory Viant Faull, morto a tiros no começo de novembro em uma ilha no Caribe onde os dois eram vizinhos.

Gregory e sua família, além de outros moradores da ilha, um resort de luxo, viviam reclamando à polícia de Belize que McAfee mantinha cachorros selvagens na sua propriedade, exibia armas e consumia drogas abertamente na praia em frente à mansão. A família de Faull, que acredita que McAfee matou o americano, acusa o guru dos antivírus de manipular a mídia. McAfee admite que seus cachorros provocaram reclamações da família Faull, mas nega ter matado Gregory.

McAfee, criador do software antivírus, levou uma vida excêntrica de milionário nos EUA, até que vendeu a participação na empresa que fundou e há três anos se mudou para Belize, onde paga menos impostos sobre sua fortuna. Ele afirmou recentemente ao jornal The New York Times que perdeu quase toda sua fortuna de US$ 100 milhões na crise financeira de 2008 e 2009 nos EUA e que sobraram apenas US$ 4 milhões.

Procurado pela Justiça sofre acidente e é preso pela polícia

Aline Rodrigues, no Portal JCNet

Um homem de 39 anos se envolveu em um acidente de trânsito na tarde de segunda-feira (16) e acabou sendo preso por ter em seu nome um mandado de prisão civil.

O acidente ocorreu por volta das 17h, quando Clodoaldo Firmino, 39 anos, trafegava pela avenida Pedro de Toledo, na Vila Falcão, com seu veículo Ford/Belina e foi atingido por um motociclista que não teve tempo hábil para frear e colidiu em sua traseira. Durante o registro da ocorrência, porém, policiais constataram que no nome de Clodoaldo havia uma mandado de prisão civil expedido em agosto de 2010. O desfecho se deu que ele foi preso e encaminhado à Cadeia Pública de Duartina.

O motociclista, Augusto Cesar Matias, de 19 anos, foi socorrido pela Unidade de Resgate (UR) e encaminhado ao Pronto-Socorro Central com ferimentos leves.

Outros acidentes

Além do inusitado caso de Clodoaldo, a Polícia Civil registrou mais cinco acidentes de trânsito, sendo que quatro deles envolveu motociclistas. Apesar da grande quantidade de ocorrências, nenhum das vítimas sofreu ferimentos graves.

O que chamou a atenção foi que em um dos casos, o motorista de um caminhão Mercedes Benz fugiu do local do acidente sem antes ser identificado. Segundo o boletim de ocorrência, ele teria interceptado a preferencial do motociclista Ivanilson Santos de Prado, 37 anos, que trafegava pelo cruzamento das ruas Alice de Azevedo Marques e Alfredo Rodrigues de Souza, no bairro Alto Paraíso. A vítima sofreu ferimentos leves e foi encaminhada ao Pronto-Socorro Central pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).