Início / Arquivos de tag: (página 5)

Arquivos de tag:

Motociclista de Peruíbe: Polícia deve indiciar 10 mil por fraude. Pena pode chegar a 5 anos para cada um

Motoristas, que participaram de um esquema de transferência irregular de pontos de multas, responderão por falsidade ideológica
 / Divulgação/ Arquivo
Dois despachantes coordenavam esquema de fraude

Do Metro SP, no Band Notícias

Cerca de 10 mil motoristas podem ser indiciados por falsidade ideológica por participarem de um esquema de transferência irregular de pontos de multas. Para repassar os pontos da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), os condutores pagavam entre R$ 200 e R$ 500 para despachantes.

Dois despachantes, suspeitos de coordenarem o esquema, e funcionários do Detran (Departamento de Trânsito) são investigados e também podem ser indiciados se a participação deles no esquema de fraude ficar comprovada.

Segundo o titular da Delegacia de Crimes de Trânsito, José Sampaio Lopes Filho, os despachantes convenciam motoristas a transferir os pontos e contavam com a ajuda de servidores para realizar a fraude. Em vez de serem computados na habilitação dos motoristas infratores, os pontos iam para a CNH do marceneiro Luiz Carlos Silva, de 37 anos.

Embora tenha permissão para conduzir apenas motos, ele acumulava 100 mil pontos em multas de automóveis, caminhões e ônibus. Silva é o único indiciado até agora.

“Os pontos do prontuário dele foram apagados, mas rastreamos e, pelas placas dos veículos, levantamos os nomes dos motoristas. Todos serão intimados”, afirma o delegado Lopes Filho. Ele investiga o caso desde fevereiro, quando Silva, morador de Peruíbe, no litoral sul, prestou depoimento. O marceneiro nega participação mas, para a polícia, está envolvido. “Ele recebia entre R$ 25 e R$ 100 por cada ponto”, diz o delegado.

Se condenados, os motoristas que transferiram pontos de multas pode ser condenados a até cinco anos de prisão.

Procurado, o Detran informa que está colaborando com as investigações e que abriu processo interno para averiguar o fato, que pode resultar na exoneração de servidores que participaram da fraude.

Polícia já identificou condutor envolvido em morte de motociclista na Afonso Pena

Graziela Rezende e Ana Rita Amaríliado Midiamaxnews

A Polícia Civil já identificou o condutor do Fiorino branco, placa HRZ 5483, envolvido no acidente que resultou na morte de Quenia de Souza Freitas, 25 anos, na avenida Afonso Pena, por volta das 14h20 de ontem (11). Ele está neste momento prestando esclarecimentos ao delegado Miguel Said, responsável pelas investigações.

De acordo com Said, a proprietária do veículo, esposa do condutor, compareceu a 1ª D.P. (Delegacia de Polícia), na manhã desta quinta-feira (12), para prestar esclarecimentos.

“O marido dela, um senhor de 73 anos, é quem estava sozinho dirigindo o carro. Ela disse que chegou em casa por volta das 18h e ele já estava lá. W.R. então informou a mulher que, em meio a forte chuva, alguém disse a ele que teria atropelado uma pessoa e ele então parou o carro. Mas, como não viu nada foi embora”, disse a proprietária do carro ao delegado.

O delegado explica que investigadores já realizam diligências para encontrar testemunhas e que policiais militares que atenderam a ocorrência e familiares da vítima serão interrogados.

“Três pessoas já foram intimadas e precisamos ouvi-las para saber ao certo o que aconteceu. É muito prematuro para se falar em atropelamento ou qualquer outra coisa. Precisamos saber se a jovem bateu na traseira, se foi atropelada ou até mesmo se teria outro carro envolvido neste caso”, explica o delegado Said.

Depoimento

O condutor esteve prestando depoimento e relatou que no momento do acidente chovia muito forte e que ele não percebeu que havia batido.

W. R. ressaltou que ouviu uma pessoa repetir três vez “bateu” e em seguida retornou para ver o que teria acontecido. Chegando ao local, viu a vítima sendo socorrida, verificou seu carro e não viu nenhuma batida, indo embora em seguida.

Caso for comprovado à omissão de socorro por parte do condutor, ele poderá ser indiciado por homicídio culposo na direção de veículo automotor. A pena varia de um a três anos de detenção.

Peruíbe: Polícia acredita que Tamada foi vítima de assalto

De O Repórter Regional

A investigação da polícia sobre os disparos contra o secretário de Defesa Social de Peruíbe, Marcelo Tamada, apontam para uma tentativa de roubo. O crime aconteceu na noite de sábado (7).

“Todos os elementos até aqui coletados indicam que se trata de um crime patrimonial. Uma tentativa de roubo com disparo de arma de fogo”, disse o delegado Francisco Antônio Venceslau.

Segundo informações passadas pelo secretário à polícia, ele estava seguindo em direção a sua residência quando foi abordado por dois indivíduos.

“Eu me deparei com duas pessoas, já com arma em punho, no meio da rua, pedindo para descer do veículo. Não sabia qual era o intuito deles. A minha primeira reação foi voltar de ré. Foi quando eles começaram a alvejar o carro. Nunca tive problemas, sempre tentei trabalhar com harmonia no município”, disse Tamada.

As marcas dos tiros atingiram o pára-brisa, porta dianteira e porta traseira do veículo. Um dos tiros foram disparados do lado do carro onde fica uma cadeirinha de seguranças para crianças. O secretário estava sozinho no veículo e não foi atingido pelos projéteis.

A polícia já tem pistas dos suspeitos do crime. “Temos um nome. Trabalhamos para prender essa pessoa e levá-los à Justiça”, explica o delegado.

Policia investiga piloto que jogou o passageiro pela janela do avião por não pagar a passagem

Passageiro caiu de uma altura de mais de 500 metros; Piloto se defendeu dizendo que ele era suspeito

Do Portal G17

Um piloto americano está sendo investigado pela polícia porque praticou um ato cruel jamais visto na história da aviação: ele abriu a janela do avião e jogou o passageiro para fora porque descobriu que o homem entrou na aeronave de penetra, sem pagar passagem.

O passageiro caiu no mar, conseguiu nadar e foi resgatado por um barco pesqueiro. A polícia disse que o piloto responderá por tentativa de homicídio. O piloto se defendeu, dizendo que o passageiro tinha atitudes suspeitas e que o jogou para fora da aeronave para garantir a segurança do avião.

“Cai de uma altura de mais de 500 metros, foi adrenalina pura, já imaginava que iria morrer, então curti aquele momento da queda, mas estou vivo e agora quero justiça”, disse o passageiro que foi jogado do avião.

Polícia faz campanha para alertar população e evitar crime da “saidinha de banco”

Foram registrados quatro casos de saidinhas de banco em Taubaté este ano

Credito: Reprodução / Rede VanguardaDo VNews

Começo de mês é sinônimo de agências bancárias cheias. E, consequentemente, risco de roubos, aquelas famosas saidinhas de banco. Para evitar esses casos, a Polícia Militar de Taubaté realiza uma campanha para conscientizar a população.

Dona Aurelita Brasil, por exemplo, deixa a bolsa bem pertinho do corpo. “Tenho cuidado para não ser roubada. É perigoso, né”. Quem supervisiona a idosa de 86 anos é a filha, Dinorá Brasil. “Sempre falo pra ela: ‘mãe, olha a bolsa'”.

Mas, nem todos tem essa consciência e acabam chamando a atenção dos bandidos. Desde o início do ano até agora, foram registrados quatro casos de saidinhas de banco. Todas as vítimas eram idosos. Por isso, a Polícia Militar de Taubaté criou uma cartilha com orientações que podem evitar o crime.

A ação acontece no centro, perto das agências bancárias e nos bairros da cidade. “Primeira orientação é que eles se dirijam ao banco em companhia de um familiar ou pessoa de confiança. E também não levar o cartão com a senha junto. Ao sacar o dinheiro, que eles não fiquem contando o dinheiro em público”, aconselhou o Capitão Marcos de Oliveira, da Polícia Militar.

Polícia Federal apura fraude na venda de créditos ambientais no Litoral e Vale do Ribeira

José Maria Tomazela, da Agência Estado, no Estadão

A Polícia Federal está investigando um suposto esquema de venda de créditos ambientais gerado pelas áreas de Mata Atlântica do Estado de São Paulo em benefício de empresas, prefeituras, funcionários públicos e organizações não governamentais.

De acordo com denúncia protocolada na delegacia da Polícia Federal de Sorocaba, um grupo formado por advogados, ONGs e agentes públicos do setor ambiental convence os prefeitos de cidades com matas a criarem unidades de conservação (UCs), como parques e reservas. Em seguida, a gestão da unidade é transferida para uma ONG que vende créditos de carbono a empresas nacionais e estrangeiras a título de compensação ambiental. O valor total do negócio pode passar de R$ 1 bilhão.

A ação do grupo foca principalmente os municípios do Vale do Ribeira, região que concentra as maiores reservas de Mata Atlântica do Estado. Pelo menos 20 prefeituras já fizeram decretos visando à criação de reservas municipais. As áreas transformadas em parques incluem matas fechadas particulares ou da União, como territórios quilombolas e de comunidades tradicionais.

O simples decreto de utilidade pública da área basta para que o contrato seja firmado entre a ONG e as empresas. Ainda conforme a denúncia, as cotas correspondentes a um hectare de mata seriam vendidas por R$ 13 mil, sendo que R$ 11 mil ficariam com a ONG incumbida da gestão da unidade. Os R$ 2 mil restantes seriam divididos entre a prefeitura e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Juntas, as áreas com decreto somam 200 mil hectares no Estado.

Decreto

Um dos casos citados na denúncia envolve a prefeitura de Apiaí, a 322 km de São Paulo. Em dezembro de 2011, o prefeito Emilson Couras da Silva (DEM) baixou decreto criando o Parque Municipal de Apiaí, com 18,5 mil hectares. O decreto foi baixado sem discussão prévia e houve protestos. O prefeito revogou a criação do parque, mas, em fevereiro, baixou novo decreto delimitando uma reserva biológica de 29 mil hectares. A assessoria de Silva informou que o objetivo é garantir a preservação da área para eventual criação de unidades municipais de conservação.

A prefeitura de Iporanga também declarou de utilidade pública uma área de 14,3 mil hectares. Com a mobilização de ambientalistas contrários à proposta, o decreto também foi revogado, mas a prefeitura editou outro, com área de 5,2 mil hectares, em fevereiro deste ano. A então secretária municipal do Meio Ambiente, Janayna de Oliveira, que se opôs à proposta, foi demitida.

Segundo o prefeito Ariovaldo da Silva Pereira (DEM), a criação do parque permitirá ao município se beneficiar do sistema de compensação da reserva legal, previsto no novo Código Florestal. A ideia consiste em desonerar o agricultor da necessidade de prover a reserva legal dentro de sua propriedade e averbá-la a uma área verde municipal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Prefeita é presa durante operação da Polícia Federal por fraudes em licitações

Do Blog da Dra. Valéria

A prefeita do município de Paraipaba, Joana D’arc Batista, foi presa nesta terça-feira (27) durante operação da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e do Ministério Público. As investigações acontecem também em Itapajé, Guaiúba e Fortaleza.

O trabalho é consequência de uma investigação sobre fraudes em processos licitatórios de prefeituras locais. Já foram apreendidos documentos e computadores no escritório da empresa F&F Construções Ltda, localizado na Rua Felipe Sampaio, nº 208, sala 201, no centro de Itapajé. A ação é parte da operação “Piratas da Licitação”.

Como parte da mesma operação o juiz da comarca de Paraipaba já expediu quatorze mandados de prisão.

Polícia prende acusado de estuprar enteada em Itanhaém

Eduardo Velozo Fuccia, no A Tribuna

Acusado de estuprar durante mais de uma década uma enteada, atualmente com 19 anos, o pedreiro A. F. O., de 62 anos, foi capturado na tarde desta terça-feira, em sua casa, no Jardim Suarão, em Itanhaém, por policiais civis. Em razão dos reiterados abusos sexuais sofridos, a vítima deu à luz três crianças, que têm entre seis meses e 4 anos de idade.

Exames de DNA confirmaram que as crianças são filhas biológicas de A. F. O., cuja prisão preventiva foi decretada pelo juiz substituto da 2ª Vara Judicial de Itanhaém, Aluísio Moreira Bueno. A custódia cautelar foi pedida pelo delegado Angelo Matias da Silva, assistente da Delegacia Seccional de Itanhaém, que presidiu o inquérito e indiciou o pedreiro.

O inquérito policial foi instaurado por determinação do Ministério Público, que preliminarmente recebeu a informação de que o pedreiro molestava a enteada desde os 8 anos. “Ouvimos a vítima e ela confirmou os estupros, explicando que não denunciara antes o padrasto porque ele ameaçava matá-la”, disse o delegado.

Diante das suspeitas de que A. F. O. poderia ser o pai biológico dos três filhos da vítima, a autoridade policial determinou a realização dos exames de DNA. O confronto genético confirmou a paternidade por parte do pedreiro, sendo ele indiciado e tendo a preventiva requerida.

Outras acusações

Segundo o investigador Marcos Ribeiro, para evitar eventual fuga do acusado, este teve a sua casa monitorada até a decretação da prisão. Por volta das 14h30 desta terça-feira, já de posse da ordem de captura, policiais da Seccional de Itanhaém se dirigiram ao endereço do pedreiro e o prenderam. Ele não reagiu.

Segundo o delegado Matias, o pedreiro demonstrou possuir “perfil pervertido”.

Ainda conforme o assistente, nas investigações apurou-se que dois dos três filhos do casamento do pedreiro, há alguns anos, o acusaram de estupro na Capital, mas se retrataram e ele não foi responsabilizado criminalmente.

Polícia prende vereador e presidente de Sindicato por incitação ao crime

Investigações instauradas pela Polícia Civil dão conta de que supostos “trabalhadores rurais” vinham buscando métodos guerrilheiros para intimidar proprietários de fazendas.

Do Tudo Rondônia

A polícia civil em Vilhena deflagrou, nesta segunda (05/03) , a operação Gaia I, que visa a combater quadrilha organizada para invasão armada de terras, na região de Vilhena e Chupinguaia, culminando na prisão do vereador de Chupinguaia Roberto Ferreira Pinto e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Vilhena e Chupinguaia, Udo Whalbrink.

Investigações instauradas pela Polícia Civil dão conta de que supostos “trabalhadores rurais”, em confronto à ordem constitucional democrática, vinham buscando métodos guerrilheiros para intimidar proprietários de fazendas que, respaldados em suas posses por decisões judiciais, tanto da esfera estadual quanto federal, viam-se obrigados a abandonar suas áreas em virtude da violência que vinham sofrendo por verdadeiros bandos armados e encapuzados, culminando, por último, no fato ocorrido no último dia 20/02/2012, quando foi invadido o imóvel rural denominado Fazenda Dois Pinguis, localizado no Lote 40, Linha 125, Gleba Corumbiara, Distrito de Chupinguaia/RO, de propriedade dos irmãos Moacir de Araújo Caramello e Jones Caramello.

Esse esbulho aconteceu de forma violenta, visto que cerca de 30 pessoas encapuzadas chegaram efetuando disparos de armas de fogo contra os proprietários da área e três funcionários, quando as vítimas estavam em frente à porteira da fazenda. Um dos funcionários foi atingido no ombro pelos disparos e foi ferido gravemente, dessa forma teve que se esconder na mata por dois dias, até ser resgatado em estado grave por policiais que faziam busca na região. Outro funcionário, de prenome João, ainda está desaparecido. As demais vítimas conseguiram fugir e chegar à zona urbana de Chupinguaia, sendo então socorridas.

Há fartos elementos obtidos em Inquérito Policial, apontando que Udo Whalbrink, conhecido como “Patrão”, é responsável por diretamente comandar e dar suporte a essas ações criminosas.

Da mesma forma, fortes elementos nos autos comprovam que o vereador Roberto Ferreira Pinto tem intenso poder de comando e fomentação dessas invasões criminosas.

Outro investigado, apontado como importante “líder” do braço armado da quadrilha se trata de Pedro Arrigo, vulgo “Xerife”, já investigado em pelo menos dois inquéritos por ter disparado armas de fogo em invasões, bem como, tido como peça-chave no comando armado dessas invasões ilegais.

Ainda assim, resta salientar que, nessa operação, foi preso no último dia 28/02 Diorande Dias Montalvão, apontado como um dos líderes da invasão armada na fazenda “Dois Pinguins”, da família “Caramello”, sendo inclusive constatado que outros parentes do preventivado Diorande teriam vindo de São Paulo para participar de invasões de terra em Chupinguaia. Esse investigado, ao ser questionado sobre o motivo da invasão armada, já que havia inclusive decisão judicial transitada em julgado proibindo nova ocupação, chegou a afirmar aos delegados que teriam praticado tais invasões por “teimosia e ambição”, já que estariam “precisando da área”.

Resta salientar que essas invasões armadas ocorrem, tal como se presenciou no dia último 20/02, na fazenda “Dois Pinguins”, ao total arrepio de decisões judiciais de reintegração de posse concedidas pelo Judiciário, decisões essas desrespeitadas de forma violenta por essa quadrilha, em total afronta às instituições democráticas.

Com a operação Gaia I, onde se obteve fartos elementos probatórios contra os investigados, espera a polícia civil, por suas ações em Vilhena, restabelecer a ordem jurídica e desarticular um braço armado paralelo ao Estado que, ao arrepio das nossas leis e instituições democráticas, tenta burlar de forma violenta o direito à posse e propriedade, através de atos criminosos que apontam para o cárcere privado, formação de quadrilha armada, lesões corporais graves, esbulho possessório e desobediência à ordem judicial.

Fonte: Delegacia Regional de Polícia Civil de Vilhena

Polícia pretende entregar nesta sexta-feira inquérito sobre o caso do jet ski

Créditos: Rogério Soares
Perícia em embarcação tenta identificar se houve falha mecânica ou humana antes do acidente

De A Tribuna On-line

O inquérito sobre o caso da menina que morreu após ser atropelada por um jet ski deverá ser entregue à Justiça nesta sexta-feira. O acidente aconteceu no dia 18 de fevereiro, na praia de Guaratuba, em Bertioga.

Grazielly de Almeida Lames, de 3 anos, foi atingida pela embarcação na cabeça. No momento do acidente, ela brincava na beira da água, ao lado da mãe. Era a primeira vez que a criança via o mar.

Um adolescente de 13, morador de Mogi das Cruzes, é acusado de causar o acidente. À polícia ele confessou ter dado partida no veículo, mas disse que não chegou a pilotar.

Testemunhas ouvidas pela polícia alegam que o veículo foi levado para o mar, por dois menores e um adulto.

A embarcação envolvida no acidente pertence aos padrinhos do adolescente, proprietário de uma casa em um condomínio fechado em Bertioga.

Em entrevista ao Fantástico, a empresária Ana Lúcia Cardoso, madrinha do garoto, disse que o menor pegou o veículo sem autorização.

Perícia na embarcação tenta identificar se houve falha mecânica ou humana.

Assassinato de PM é tratado como assalto pela polícia

Do Bonde News

A Divisão de Homicídios (DH) do Rio de Janeiro investiga como tentativa de assalto o assassinato ocorrido nesta quinta-feira (1º) do primeiro-sargento da PM Antônio Carlos Batista, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio. Ele era um dos seguranças do vice-presidente do Tribunal de Contas do Município (TCM), José Moraes.

Batista foi baleado ao reagir quando assaltantes tentaram levar a sua moto na porta da casa do conselheiro do TCM. No tiroteio, o soldado Eric Alexandre Pereira também ficou ferido, mas não corre risco de morrer.

Desde dezembro do ano passado, o vice-presidente do TCM conta com segurança provisória. A medida foi tomada após o espancamento do filho dele por um oficial da PM em uma boate. No entanto, o assassinato de hoje não teria relação com a agressão, segundo os investigadores da DH.

Polícia prende suspeito de executar pastor (veja o vídeo)

Do Jangadeiro Online

A polícia prendeu, na tarde desta segunda-feira (27), um homem acusado de assassinar um pastor na Barra do Ceará. Ele nega as acusações.

Polícia investiga motociclista que tem 100 mil pontos na carteira de habilitação em Peruíbe

Delegado suspeita que ele faça parte de quadrilha de transferências de multas

Do R7 Notícias, com Rede Record

A Delegacia de Crimes de Trânsito de Peruíbe, no interior de São Paulo, investiga o caso de um motociclista que tem 100 mil pontos registrados na carteira de habilitação. A Polícia Civil suspeita que ele faça parte de uma quadrilha de transferências de multas.

De acordo com o delegado José Sampaio Lopes Filho, o motociclista já foi identificado e a polícia já tem o endereço dele. O homem deverá ser intimido a prestar depoimento nos próximos dias. Lopes Filho não quis passar mais detalhes porque, segundo ele, o caso corre em segredo de Justiça.

O delegado informou somente que a carteira de habilitação do suspeito foi suspensa em 2007 e em 2009, mas que ele ainda continua a receber as multas.

O delegado diz acreditar que o motociclista recebia dinheiro para passar os pontos para sua habilitação. Mais pessoas devem estar envolvidas no caso.

Polícia investiga motociclista de Peruíbe com 100 mil pontos na CNH

Suspeito de fazer esquema de transferência de multas é de Peruíbe. Delegado acredita que homem tenha recebido apoio de funcionário público.

Do G1 São Paulo

A Polícia Civil investiga um esquema de transferências de pontos de multas na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) envolvendo um motociclista de Peruíbe, no litoral paulista, com registro de aproximadamente 100 mil pontos. De acordo com o delegado José Sampaio Lopes, da Delegacia de Crimes de Trânsito, a suspeita é que o homem tenha se beneficiado de alguma forma para assumir os pontos de outros motoristas. Ele ainda não foi ouvido pela polícia.

O caso foi revelado pelo jornal “O Estado de S.Paulo” nesta segunda-feira (27). Segundo o delegado, a polícia investigava um homem de Pindamonhangaba com 85 mil pontos acumulados. Em um dos veículos investigados, foram verificadas transferências das multas para a carteira do motociclista.

De acordo com José Sampaio Lopes, há a suspeita de que o homem faça parte de um esquema e conte com o apoio de pelo menos um funcionário público. “No arquivo dele, é como se ele nunca tivesse sido pontuado. Mas há 1,5 mil páginas de arquivos excluídos, o que dá aproximadamente 100 mil pontos. Ou seja, uma forma de ludibriar a delegacia”, diz.

A polícia não sabe exatamente quanto o homem recebia para assumir as multas. “Alguma vantagem ele recebia, pois se não tivesse recebido, ele devia ter registrado esses pontos em alguma delegacia, pois alguém estaria usando a carteira dele”, afirma o delegado.

O caso vai ser investigado pela Corregedoria da Polícia Civil.

Polícia descobre motociclista com 100 mil pontos em Peruíbe

Do Diário do Pará

Um motociclista de 37 anos é o novo recordista em acumular pontos de multas na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Morador de Peruíbe, no litoral paulista, ele tem cem mil pontos em seu prontuário. O caso foi descoberto neste mês pela Delegacia de Crimes de Trânsito (DCT), que investiga irregularidades na transferência de pontos. O motoqueiro ainda vai ser ouvido pela Polícia Civil.

Para combater esse tipo de fraude, a partir de julho o proprietário do carro e o condutor do veículo deverão reconhecer a assinatura em cartório para passar a pontuação. Segundo o delegado José Sampaio Lopes Filho, o nome do atual recordista veio à tona enquanto a DCT investigava o caso de um motorista de 30 anos, residente em Pindamonhangaba, interior paulista, que tinha 85 mil pontos na carteira.

“Ouvimos uma mulher que se beneficiou da transferência e descobrimos que pontos dela também foram repassados para o motoqueiro de Peruíbe”, disse Lopes Filho. Durante depoimento, a motorista não revelou como teve acesso ao esquema.

A polícia investiga o envolvimento de despachantes, autoescolas e servidores públicos nas fraudes. De acordo com Lopes Filho, o motociclista tinha mais de 1,5 mil páginas de pontuação entre 2007 e 2010. “Por incrível que pareça ele conseguiu renovar a carteira no dia 18 de dezembro de 2009”, afirmou.

Um detalhe que chama a atenção é que a habilitação do morador de Peruíbe é categoria A, ou seja, ele só pode pilotar motos. Mesmo assim foram transferidos pontos de multas de carros.

Policiais da DCT devem ir nos próximos dias para Peruíbe para ouvir o suspeito. Lopes Filho disse acreditar que o homem de cem mil pontos possa ter recebido dinheiro para assumir os pontos de outros motoristas em seu prontuário. Cada transferência pode custar de R$ 100 a R$ 200. (Agência Estado)

Polícia tenta encontrar homem que ateou fogo em taxista dentro de carro em Pedro de Toledo

De A Tribuna On-line

O taxista Marcos Antônio Arrua, de 47 anos, foi morto na noite deste sábado depois que um passageiro ateou fogo no veículo onde eles estavam. O crime ocorreu em Pedro de Toledo, no Litoral Sul. O autor da execução é desconhecido.

Testemunhas do ocorrido dizem que a vítima receberia aproximadamente R$ 150,00 pela viagem. A polícia suspeita que outros dois crimes ocorridos na mesma noite na Cidade podem ter relação com o caso. Bares foram assaltados e os bandidos, na fuga, podem ter utilizado o táxi de Arrua.

Perícia

Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) de Itanhaém foi até a cena do crime para fazer perícia. Posteriormente, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande, para passar por exame necroscópico.

O boletim de ocorrência, sob a natureza de homicídio qualificado, foi registrado na Delegacia Sede de Pedro de Toledo. O documento foi feito pelo delegado Fernando Biazzzus Rodrigues, com auxílio da escrivã Dinorá Pereira.

Qualquer informação que auxilie no esclarecimento do caso pode ser transmitida por meio do telefone 181. Não é necessário sua identificação.

Polícia prende quatro por roubo e morte. Foragidos podem estar em Praia Grande

Os ladrões participaram da morte de um motorista de ônibus, que levava sacoleiros, ano passado

Da Rede BOM DIA

A polícia prendeu quatro ladrões que participaram da morte de um motorista de ônibus, que levava sacoleiros de Rio Preto para Goiânia, em outubro do ano passado.

Eles foram presos no dia 27, mas só foram apresentados nesta sexta-feira, quando foram confirmadas as participações de Rodrigo Sugari, 24 anos, Selgi Renan Guimarães, 20, Rogério da Cunha dos Santos e Jauírio Monteiro Filho, 33, na tentativa de assalto que acabou na morte de Edenir José de Oliveira, com 47 anos.

Outros dois ainda estão foragidos, Alexandro Leite da Silva e Lucas Benvenido Alves Esteves. A polícia suspeita que eles estão na Praia Grande, litoral paulista.

De acordo com informação da polícia, Selgi soube da viagem, pois a sogra estava no coletivo. Foi ele quem informou os outros da viagem. Os criminosos saíram em dois carros com três homens em cada. Porém, um dos carros ficou para trás por não ter dinheiro para pagar um pedágio. O outro carro continuou, e houve disparos contra os pneus do ônibus, sem sucesso. No trecho entre Icém e Nova Granada, acertaram o motorista, que perdeu o controle e bateu em uma árvore. Ainda falta apurar quem estava em qual carro.

O delegado José Augusto disse que um dos carros era do pai de Rodrigo Sugari, que não sabia que o carro seria usado para isso. Rodrigo e Selgi são os únicos sem passagem pela polícia. Os outros, incluindo os foragidos, tem passagem por roubo, furto e porte ilegal de armas.

Dois deles confessaram a autoria. Eles responderão por latrocínio (roubo seguido de morte) e formação de quadrilha.

Polícia prende homens com mais de 100kg de cocaína

Do Jangadeiro Online

A Policia Federal predeu três pessoas por tráfico de drogas durante a “Operação Folia” realizada no período de Carnaval. A primeira prisão aconteceu durante uma abordagem a uma carreta na BR-116, neste domingo (19). Dois homens, um natural de São Paulo e outro do Ceará, estavam com 100 quilos de cocaína escondidos nos pneus do veículo.

Segundo a PF, um dos acusados presos tem envolvimento com o assalto ao Banco Central de Fortaleza, em 2005. O nome do suspeito não foi revelado. A dupla foi encaminhada para a Superintendência da Polícia Federal.

Prisão no Aeroporto

A segunda prisão ocorreu no Aeroporto Internacional do Pinto Martins. Um idoso de 60 anos que tentava desembarcar em Fortaleza foi preso com quatro quilos de cocaína escondidos em uma rede dentro da mala. O acusado também foi encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal.

Polícia prende acusado de tele-entrega de drogas

Foto da NotíciaGuilherme Baptista, no Fato Novo

Mesmo com as dificuldades de efetivo, numa época em que muitos policiais estão em férias ou trabalhando no litoral, a Polícia Civil e a Brigada Militar seguem mobilizadas no combate ao tráfico de drogas e a criminalidade.

No início da manhã de ontem, sexta-feira, dia 17, em torno de 7 horas, numa operação conjunta, policiais civis e militares cumpriram mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça, numa casa da rua Taim, do bairro São Paulo. Conforme chefe do setor de investigação da Delegacia, Renato Camargo, a Polícia já havia recebido várias denúncias e estava investigando o local onde havia suspeita de funcionar a base de um serviço de tele-entrega de drogas.

Os policiais prenderam em flagrante Nilson Valcir Alegre Barros da Silva, o “Nelsinho”, de 35 anos. Conforme a Polícia, ele estava em prisão domiciliar e possuia antecedentes por furto. Na casa, conforme os policiais, foram apreendidos cerca de cem gramas de cocaína e 3,30 gramas de crack. Também foram apreendidos TV, DVD, dois notebooks, dois celulares, máquina fotográfica digital e cerca de 200 reais em dinheiro. Chamou a atenção uma pequena balança de precisão, que a Polícia acredita que era utilizada para a pesagem da droga, além de um rádio de comunicação. Também foi apreendida uma moto, suspeita de ser usada na tele-entrega. “Ele vendia por encomenda”, declara o inspetor Camargo, destacando a importância das informações da comunidade, mesmo de maneira anônima, que podem ser passadas para os telefones 3632 1111 e 197 da Polícia Civil, 3632 5190 ou 190 da Brigada Militar.

Conforme o advogado Julio Cezar Licks Machado, o acusado preferiu não dar declarações no depoimento na Delegacia, usando o seu direito constitucional de poder falar só na Justiça.

Vereadora Onira aciona polícia contra abusos em pré-campanha

Da Assessoria

Em virtude de matérias levianas transmitidas pela TV Vale das Artes, no programa Na Mira, que acusou o administrador da Câmara Municipal de suposto ilícito e que teria havido conivência no exercício da presidência do Legislativo nos anos de 2005-2006, a vereadora Onira fez boletim de ocorrência com queixa-crime contra o ex-vigia, os apresentadores do programa e a própria emissora, dentre outros.

“Lamentavelmente há claro componente político e uma verdadeira campanha contra a minha pré-candidatura a prefeita de Peruíbe. Uma série de acusações levianas estão sendo articuladas contra minha pessoa desde o final do ano passado e resolvemos tomar providências judiciais e criminais”, afirmou Onira

“Não vão me calar, a eleição, por mais que eles não queiram, serão disputadas com propostas e nas urnas, através do voto consciente da população”, ressaltou.

Polícia prende adolescentes por assassinato em posto de gasolina

Crime aconteceu no início do mês. Vítima morreu com tiros à queima roupa

Credito: Reprodução / Rede VanguardaDo VNews

A polícia prendeu nesta quarta-feira (15) dois menores que participaram do assassinato de um dentista num posto de gasolina, em São José dos Campos. O crime foi no início do mês.

As imagens foram gravadas pelo circuito interno do posto. Os bandidos renderam os frentistas e abordaram o dono do veículo, que abastecia. O motorista entregou o dinheiro e mesmo assim, levou um tiro à queima roupa

Vereadora Onira faz queixa-crime na polícia por conta de abusos pré-eleitorais

Onira denuncia Vale das Artes na Delegacia
Onira denuncia Vale das Artes na Delegacia

Da Assessoria

Em virtude de matérias levianas transmitidas pela TV Vale das Artes, especificamente no programa Na Mira, que acusou o administrador da Câmara Municipal de suposto ilícito e que teria havido conivência da vereadora Onira no exercício da presidência do Legislativo nos anos de 2005-2006, a parlamentar acionou a polícia civil com queixa-crime de calúnia, difamação e injúria contra o ex-vigia, os apresentadores do programa, a emissora e outras pessoas.

“Lamentavelmente há claro componente político e uma verdadeira campanha contra a minha pré-candidatura a prefeita de Peruíbe. Uma série de acusações levianas está sendo articulada contra minha pessoa desde o final do ano passado, nos obrigando a tomar as cabíveis providências judiciais e criminais”, afirmou Onira

“Não vão me calar, a eleição, por mais que eles não queiram, será disputadas com propostas e nas urnas, através do voto consciente da população”, ressaltou.

Polícia prende assaltante de carga em Taboão da Serra

Karen Santiago
Um assaltante é preso durante roubo de carga em Taboão

Karen Santiago, no Jornal da Net

A polícia Civil de Taboão da Serra prendeu em flagrante na manhã desta quinta-feira (9) um homem acusado de tentar roubar uma carga de televisores, notebooks, microondas e outros eletrodomésticos que seria entregue na loja do Ponto Frio na Avenida Kizaemon Takeuti.

A polícia apreendeu na ação um veículo Corola roubado, uma HR furtada, uma submetralhadora 9 milímetros, um revólver calibre 38 , 10 munições, três chupas cabras (aparelho que bloqueia rastreador) e três máscaras de carnaval.

Três criminosos, ao que tudo indica, moradores do bairro Parque Pinheiros e suspeitos de integrar uma quadrilha de roubo de carga fizeram de reféns o motorista e ajudante que carregavam  as mercadorias na Rodovia Régis Bittencourt, em frente a Seccional de Taboão por volta de quatro horas. Eles seguiram direto para a Avenida Kizaemon e para descarregar a carga, pediram para o motorista parar o caminhão em uma rua sem saída, ao lado da loja. Uma HR serviria para transportar a mercadoria.

De acordo com as vítimas, os ladrões no momento que anunciaram o assalto, estavam com máscara, armados com uma submetralhadora e em posse de um veículo Corola, produto de roubo.”A todo momento eles nos ameaçavam de morte, se caso algo desse errado. Eu consegui pedir ajuda em uma bobeada deles, e a polícia conseguiu deter um dos acusados”, frisou uma das vítimas que não quis se identificar.

A vítima contou ainda que essa não é a primeira vez que é alvo de criminosos. “Já passei por isso cerca de dez vezes”, finalizou.

O acusado D.S.N. de 24 anos pode responder por porte ilegal de arma de fogo restrita, tentativa de roubo, roubo do Corola e furto da HR. A ocorrência foi apresentada no Distrito Policial de Taboão da Serra pela polícia militar, que prestou apoio ao policial civil da escolta, responsável pela prisão do acusado.

Em megaoperação, polícia prende a maior quadrilha do Sul de Mato Grosso

Da Redação, no Jornal O Documento

Dez integrantes de uma organização criminosa especializada em tráfico de drogas, comércio de armas de fogo e munições e assaltos a residências, comércios e malotes bancários foram presos, na sexta-feira (03.02), na cidade de Rondonópolis (212 km ao Sul), pela Polícia Judiciária Civil, na operação “Cascalhinho”.

As investigações iniciaram há seis meses pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), com uma série de roubos que vinham ocorrendo no bairro Cascalhinho, que deu nome a operação. A polícia descobriu que a quadrilha promovia assaltos tanto em residências visando objetos de valores como joias e também no comércio de Rondonópolis. Os criminosos também roubavam motocicletas e malotes bancários e estão envolvidos em homicídios.

De acordo com o delegado Claudinei Lopes, que preside as investigações, os alvos principais da operação eram Gabriel Henrique Castros de Carvalho, 23, sua mulher soldado da Polícia Militar, Daniela de Oliveira, 27, e Sandrinalvo Santana Soares Mota, 23. O primeiro, Gabriel Henrique dava apoio e participava diretamente dos roubos, tendo sido reconhecido em três assaltos à residência ocorridos em novembro de 2011, na cidade de Pedra Pedra.

Preso em flagrante e por mandado de prisão preventiva, Gabriel que já responde a dois processos criminais de posse ilegal de arma de fogo e receptação, atuava em Rondonópolis como falso advogado, inclusive com cartão de visita, e se apresentava com policial civil para obter vantagens na extorsão de traficantes.

Sua companheira Daniela de Oliveira, 27, é soldado PM e juntamente com Gabriel foi autuada em flagrante por crime de posse ilegal de arma de fogo. Na residência do casal, os policiais encontraram um revólver calibre 38, sem registro e 41 munições do mesmo calibre, além de um colete balístico do Grupo de Fronteira (Gefron) e uma caixa de cartões de visita do falso advogado e anéis. A Polícia Civil vai apurar se o colete foi furtado e é produto de peculato.

O terceiro, Sandrinalvo Santana Soares Mota, 23, tem diversas passagens, entre elas três por roubo, ameaça, formação de quadrilha, posse ilegal de arma, corrupção de menores e receptação.

Na operação também foi preso, Bruno Rodrigo da Silva Leonel, 25, com três passagens por roubo, duas condenações por furto, posse ilegal de arma, formação de quadrilha, receptação e corrupção de menores. Outro alvo, Fábio Santos Muniz, o “Fábio Boy”, com três históricos criminais de roubo, latrocínio, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio, uso de documento falso, tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ele foi morto no confronto com os policiais militares no roubo à agência dos Correios de Poxoréu, no dia 1 de fevereiro. O suspeito estava com mandado de prisão para ser cumprido na operação.

Conforme as investigações, os três, Sandrinalvo, Bruno e Fábio, mesmo recolhidos no presídio da Mata Grande mantinham contato via celular com os comparsas do lado de fora. A principal ajudante era Anny Karla Betti Pereira da Silva, com passagens por porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e formação de quadrilha, fazia a “correria” para o comércio de drogas, armas e dava apoio nos assaltos.

Conforme o delegado Claudinei Lopes, três integrantes do bando continuam foragidos. “A Delegacia continua o trabalho para a conclusão do inquérito, com as confirmações dos crimes perpetrados pela referida organização criminosa, verificando as ocorrências policiais, podendo representar por outras prisões de suspeitos que ainda não foram totalmente identificados”, disse o delegado.

Para a operação foram mobilizados 40 investigadores, 5 escrivães, lotados na DERF, núcleo de inteligência da Delegacia da Regional, CISC, Delegacia da Vila Operária, DEA, Delegacias de Jaciara, Campo Verde e Grupo de Operações Especiais (Goe) de Cuiabá, sob o comando dos delegados da Derf Claudinei Lopes, José Lucídio e Antonio Araújo da DERF, e dos delegado Afonso Santos (Regional), Marcos Ferreira (Jaciara) e Fernando Vasco (Campo Verde).

Polícia encontra casa cheia de drogas e segurança de boca de fumo e traficante terminam presos

(foto: Sidney Alves/Banda B)

Helen Anacleto e Sidney Alves, no Paraná Online

Uma patrulha de rotina do Batalhão de Operações Especiais (Bope) terminou em prisão no bairro Campo Alto, em Colombo, região metropolitana de Curitiba. Após receber informações de um morador da rua, a polícia conseguiu chegar a um traficante e a um segurança do ponto de drogas do bairro, que terminaram presos em flagrante.

Quando viram a viatura do Bope, os jovens Davi Ribeiro de Oliveira e Walter de Souza da Luz, ambos de 21 anos, tentaram fugir para o interior de uma residência. Na casa, a polícia encontrou 288 pedras de crack, 93 gramas de maconha e 70 gramas de cocaína, todas prontos para o comércio. Um dos homens estava armado com uma pistola calibre 380 carregada.

Segundo o Sargento Medeiros, também foram encontrados 2000 mil reais em notas de R$ 10 e R$ 20, além de grande quantidade de relógios e aparelhos celulares.

“Tudo isso caracteriza tráfico de drogas. A nossa profissão nos faz presenciar diversas situações de sofrimento de famílias que perdem seus filhos para o mundo das drogas”, disse o sargento à Banda B. “Esses são dois elementos a menos que destruiriam muitas familiar ainda”, completou. Os detidos foram encaminhados para Delegacia do Alto Maracanã.

(foto: Sidney Alves/Banda B)

Polícia procura autores de assalto a uma loja do Flamengo, em Manaus

A polícia ainda não concluiu o levantamento de informações sobre o ocorrido e segue as buscas durante esta noite

Thiago Gonçalves, no A Crítica

Policiais Militares estão a procura dos possíveis assaltantes que entraram em uma loja de produtos do Flamengo, na tarde desta sexta-feira (03), localizada na avenida Djalma Batista, bairro Chapada, Zona Centro-Sul.

Segundo o soldado PM Adonai, uma equipe de policiais sobrevoou a área próxima ao local do assalto em um helicóptero durante a tarde. A operação foi interrompida ao anoitecer, sem êxito.

Ainda de acordo com Adonai, equipes da Polícia Civil, em viaturas, farão os trabalhos de busca aos possíveis autores do crime durante esta noite.

O proprietário da loja, não identificado, informou ao tenente PM Henrique, que dois homens chegaram a pé, e armados anunciaram o assalto. O proprietário do estabelecimento contou também que os suspeitos levaram vários produtos do local e a renda do caixa não calculada.

A polícia já ouviu testemunhas, que disseram que os suspeitos fugiram nas proximidades do conjunto Eldorado, bairro Parque 10, Zona Centro-Sul, após o assalto.

O caso foi registrado no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), localizado no bairro Flores, também na região Centro-Sul de Manaus.

Polícia investiga assassinato de procuradora em Minas Gerais

Ana Alice de Melo, de 35 anos, foi encontrada morta em condomínio de luxo, em Nova Lima. Marido é o principal suspeito, diz delegada
Foto: Divulgação e Reprodução
O casal Djalma Veloso e Ana Alice de Melo. Ela foi encontrada morta nesta madrugada

Denise Motta, iG Minas Gerais, com informações de Carolina Garcia, iG São Paulo

A Polícia Civil de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, investiga o homicídio da procuradora Ana Alice Moreira de Melo, de 35 anos. O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (01) na mansão da vítima, em um condomínio de luxo chamado Vila Alpina.

De acordo com a delegada do 4º DP, responsável pelas investigações, Renata Ribeiro Fagundes, o principal suspeito é o empresário Djalma Brugnara Veloso, de 49 anos, marido da vítima. Ele ainda não foi encontrado pela polícia e é considerado foragido.

Veloso havia sido intimado para depor nesta quarta-feira (01), véspera do dia do crime, mesma data em que foi instaurado um inquérito para apurar ameaças feitas por ele à esposa. Conforme a delegada, Ana Alice foi à delegacia na última quarta-feira, dia 24, para registrar ocorrência de ameaça e, na ocasião, pediu medidas protetivas previstas pela Lei Maria da Penha.

Ana Alice queria poder deixar o lar sem prejuízo aos seus direitos, sem que configurasse abandono. Este tipo de medida geralmente é utilizada para que a mãe, por exemplo, não perca a guarda de seus filhos ao deixar sua casa, temporariamente, no caso de agressões ou ameaças feitas pelo companheiro.

Na delegacia, segundo a delegada Renata, ela mesma teria aconselhado Ana Alice a deixar sua casa com os filhos devido constantes ameaças que recebia de Veloso. Ainda assim, a procuradora retornou para casa.

Foto: AE
Mansão do casal no condomínio Villa Alpina, em Nova Lima, região metropolitana de BH

Nesta madrugada, entre 4h e 5h, a discussão do casal foi mais intensa. Em meio a gritaria e acusações, a empregada – que também cuida dos dois filhos do casal, de três e de seis anos – levou as crianças para o banheiro da casa para protegê-las. Percebendo o fim da briga, a babá deixou o banheiro e encontrou o corpo de Ana Alice com várias perfurações. A empregada é considerada uma testemunha importante nas investigações e deve prestar depoimento ainda nesta quinta-feira.

A Polícia Militar foi acionada e esteve no local, por volta de 5h30. Foi neste momento que policiais militares coletaram informações de que, inconformado com a separação, o empresário teria assassinado a mãe de seus filhos a facadas. “Eles estavam em processo de separação, mas não sei dizer se ele ou ela já tinha deixado a casa. As informações que temos é de que houve uma discussão seguida do homicídio. O corpo dela foi encontrado no quarto. Estamos em perseguição porque a situação de flagrante ainda existe. Já foi requerido à Justiça um pedido de prisão dele, pois ainda encontra-se foragido”, explicou a delegada responsável pelo caso. A arma do crime ainda não foi encontrada.

“Não há greve”, diz diretor de comunicação da Polícia Militar

Segundo Santiago, o objetivo dessa declaração de greve é “causar intranquilidade”
Em assembleia nesta tarde, associação decretou greve por tempo indeterminado

Da Redação do Correio 24horas

O diretor de comunicação da Polícia Militar, Gilson Santiago, negou nesta terça-feira (31) que os policiais militares baianos estejam em greve. “Não há greve de jeito nenhum. Todas as unidades estão sendo checadas e todo mundo está na rua”, garante Santiago. A informação foi reforçada pelo Comando da Polícia Militar em nova nota divulgada esta noite.

Santiago está a caminho de uma reunião no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na Paralela, com o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e o secretário de Comunicação, Robinson Almeida. Também no CAB, na Assembleia Legislativa, estão os policiais grevistas, que Santiago ainda não sabe se vai encontrar. “Vamos ver se vai acontecer [reunião com os PMs], quando chegar lá vamos ver”.

Segundo Santiago, o objetivo dessa declaração de greve é “causar intranquilidade” na Bahia. Ele diz que a Aspra “praticamente não tem ligação com a PM”, tem pouca representatividade e que o Comando da PM sequer foi comunicado oficalmente sobre a greve. Ele não acredita que o grupo seja movido por questões políticas, mas por uma insatisfação com a maneira que as negociações entre PM e governo se desenrolam.

Em nota divulgada ontem, o Comando da PM informava que as negociações continuavam correndo com o governo do Estado. Perguntado se há uma insatisfação na categoria em relação ao governo Wagner, Santiago diz que o que existe é um “interesse normal” em questões como salário e gratificação.

Em nova nota divulgada na noite de hoje, a PM diz que há ameaça de paralisação de “segmentos da corporação”, mas que “todas as providências já foram tomadas e estão mantidas as rotinas do policiamento na capital e no interior”.

Com motos e carros, policiais saíram em direção ao CAB para entregar reivindicações

Confira a íntegra da nota divulgada pela PM

A Polícia Militar da Bahia, diante da ameaça de paralisação de segmentos da corporação, vem à público reafirmar o compromisso com a lei e com a ordem. Os serviços de segurança seguem dentro da normalidade. Todas as providências já foram tomadas e estão mantidas as rotinas do policiamento na capital e no interior.

Por outro lado, esclarece que as solicitações enviadas ao Comando estão sendo tratadas junto às associações coorporativas. Foi esse entendimento que possibilitou os benefícios concedidos nos últimos anos, a exemplo de aumento real de salário acima da inflação, melhoria das condições de trabalho e prêmio por desempenho policial, entre outros.

O comandante geral da PM, Alfredo Castro, reafirma o compromisso de cada policial militar com a manutenção da paz e da segurança de toda sociedade. “Continuo confiante na minha tropa, formada por profissionais sérios, homens e mulheres de bem, pais de família que sabem perfeitamente do seu papel e responsabilidade”.

Polícia dispersa manifestação de opositores no Senegal

Do Portal Terra

A polícia de choque senegalesa dispersou com gás lacrimogêneo, na noite desta terça-feira, em Dacar, manifestação de milhares de opositores, comprovou a AFP.

Pouco antes, os jovens pareciam alterados e dispostos a enfrentar as forças de segurança situadas a 300 metros do local do protesto, organizado contra a candidatura do chefe de Estado, Abdoulaye Wade, às eleições presidenciais de fevereiro.

A manifestação, convocada pelo Movimento del 23 de Junho (M23), não havia sido autorizada. A oposição qualifica a reapresentação de Wade de “golpe de estado constitucional”, alegando que ele já exerceu dois mandatos legais.

Polícia Federal indicia vereador por corrupção eleitoral

PF indiciou o vereador por compra de voto nas eleições de 2008
Ascom/CMM
Berg Holanda, durante a posse como vereador por Maceió, em fevereiro de 2011

Fran Ribeiro, no Primeira Edição

Depois de prestar depoimento ao delegado Polybio Brandão na última segunda-feira (30), o vereador por Maceió, Berg Holanda (PV) foi indiciado nesta terça-feira (31), pela Polícia Federal, por corrupção eleitoral durante as eleições municipais de 2008.

Às vésperas do dia do pleito, três assessores do vereador foram flagrados com uma quantia de R$ 140 mil em notas de R$ 5, R$ 10, R$ 20 e algumas de R$ 50, que segundo o que foi apurado pela PF, seriam usados na compra de votos. Holanda e os assessores foram indiciados por descumprirem o Código Eleitoral.

Em outubro de 2008, foram cumpridos mandatos de busca e apreensão expedidos pela Justiça Alagoana na residência e no escritório de Berg Holanda, e na casa dos três assessores. Policiais Federais cumpriam diligências do inquérito instaurado entre a PF e a Comissão de Combate a Crimes Eleitorais criada pela Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL).

Holanda, que foi empossado na Câmara de Vereadores de Maceió, depois da prisão do também vereador Cabo Luiz Pedro. Berg, que era suplente da vaga, assumiu a vaga de forma definitiva em fevereiro de 2011. Seu mandato se encerra no final deste ano.

Preso em MS, Nem é acusado de planejar assassinato de pessoas que estão no caso Elisa Samudio; Polícia de MG virá na Capital

Foto: Veja Abril
Nem é acusado de planejar morte de pessoas

Do Capital News

A Polícia Civil da cidade de Minas Gerais deve vim ao Presídio Federal de Campo Grande para ouvir o Antônio Bonfim Lopes, conhecido como Nem. Ele está  sendo acusado de ter planejado a morte das pessoas que estavam envolvidas no caso Eliza Samudio.

A primeira previsão é que ele pode ser ouvido por carta precatória. O delegado Islande Batista, que está cuidando do caso pode vir até Mato Grosso do Sul. A data não está definida. A polícia suspeita que o ex-goleiro Bruno Fernandes e Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, entraram em contato com o Nem para executar uma juíza, um delegado que está recentemente no caso,um deputado estadual, um advogado de Bruno e um advogado da família de Eliza Samúdio.

A denúncia chegou até a polícia através de um homem que está preso na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele teria ouvido uma conversa entre Bruno e Bola – atualmente preso no complexo de São Joaquim de Bicas, na Grande Belo Horizonte -, em que os dois arquitetariam o plano e citariam o nome de Nem como articulador das mortes.

Na manhã de ontem (30), uma das supostas vítimas, sendo o deputado foi ouvido pela polícia na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Além do parlamentar, Bruno, Bola, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, Ingrid de Oliveira, noiva do ex-goleiro, e o advogado Ércio Quaresma prestaram depoimento sobre o caso.

Caso Eliza Samudio

Eliza foi morta em junho de 2010 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e até agora o corpo nunca foi encontrado. Ela teve um filho em fevereiro de 2010 e o bebê recebeu o nome de Bruno. Ela dizia que o atleta era o pai da criança. A criança mora na casa da mãe da Eliza, em Mato Grosso do Sul. O goleiro, o amigo Luiz Henrique Romão – conhecido como Macarrão –, e o primo Sérgio Rosa Sales estão sendo acusados de sequestro e cárcere privado, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

Sérgio responde o processo em liberdade. O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, também está preso acusado de homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. A ex-mulher do goleiro Dayanne Rodrigues, Wemerson Marques, amigo do jogador, e Elenílson Vítor Silva, caseiro do sítio em Esmeraldas, respondem pelos crimes de sequestro e cárcere privado do Bruninho (bebê). Fernanda Gomes de Castro, outra ex-namorada do jogador, responde por sequestro e cárcere privado de Eliza e do filho dela.

Eles foram soltos em dezembro de 2010 e respondem o processo em liberdade. Flávio Caetano Araújo, que chegou a ser indiciado, foi inocentado. (Com informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais  e do site G1 de Minas Gerais).

Desabamento no Rio: Polícia Civil confirma identificação de mais duas vítimas

Thaiana de Oliveira, em O Repórter

A Polícia Civil informou, na manhã desta terça-feira (31), que foram identificados mais dois corpos das vítimas do desabamento de três prédios no Centro do Rio. Os corpos identificados são de Daniel de Souza Jorge Amaral e Miriene Lopes dos Santos, de 66 anos.

Agora, 15 dos 17 corpos localizados já foram identificados. Outras duas vítimas permanecem no IML aguardando o reconhecimento.

Informações preliminares dão conta de que o corpo de Daniel seria enterrado às 11h, no cemitério do Maruí, em Niterói, na Região Metropolitana, porém o cemitério não confirmou o sepultamento, mas declarou que parentes começaram a chegar no local por volta das 10h.

Na manhã desta segunda-feira (30), familiares de desaparecidos foram ao Instituto de Pesquisa e Perícias em Genética Forense, da Polícia Civil, para fazer exames de DNA que poderão ajudar na identificação dos corpos ainda não identificados.

Segundo a Secretaria municipal de Assistência Social, o ponto de apoio aos parentes das vítimas permanece funcionando na Câmara dos Vereadores, no Centro, próximo ao local da explosão. Ainda de acordo com a secretaria, no local há médicos, assistentes sociais e psicólogos em prontidão para dar apoio às famílias.