Início / Arquivos de tag:

Arquivos de tag:

Damares ganha de Onira. Empata com Ricardo. E perde para Toninho Góes

A presidente do PT de Peruíbe, Damares de Oliveira Santos, em foto com o líder na Câmara, vereador Ricardo Corrêa dos Santos: empate em eventual embate.

Da Redação

Disputa interna dentro do PT-Peruíbe, coloca pelo menos quatro nomes das raias da corrida eleitoral para prefeito do ano que vem, e mostra uma situação no mínimo inusitada: a atual presidente do diretório municipal, Damares de Oliveira Santos, não só desbancou a até então hegemônica e histórica liderança do partido na cidade da ex-vereadora Maria Onira Betioli Contel (Onira), como também mostra que, em um possível e eventual embate entre as duas nas urnas, também a venceria.

Este resultado pode ser entendido como ratificado pelo fato que de Damares de Oliveira Santos quase que desbanca também o atual líder do partido na Câmara – e líder do Governo – vereador Ricardo Corrêa dos Santos, com quem, na prévia atual das enquetes que estão sendo levadas à voto neste blogue, empata em 50% dos votos.

Se contra Maria Onira Betioli Contel (Onira) a corretora de imóveis e companheira do sindicalista e fundador do PT, José Alves de Aguiar (Zé Alves), impõe derrota de ultrapassa a casa dos 80% dos votos, igual sucesso Damares de Oliveira Santos não conseguiria imprimir se o encontro nas urnas fosse com seu colega de partido e de profissão Toninho Góes. Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) é também fundador do Partido dos Trabalhadores na cidade, oriundo do berço do petismo nacional fincado na região do ABC paulista. Em sua história de militância e ética talvez se encontre resposta para explicar que, dos quatro pré-candidatos a prefeito de Peruíbe pelo PT, Toninho Góes é o único que venceria todos os demais, inclusive a presidente Damares, contra quem imporia derrota, se a eleição fosse hoje, na casa dos 70%.

Maioria absoluta

Toninho Góes, aliás, se junta a outros cinco nomes que venceriam Damares de Oliveira Santos em embates individuais. Dos 23 candidatos colocados à prova nas enquetes deste blogue, pelo menos 15 perderiam a eleição para ela, com destaque para a ex-prefeita Milena Bargieri e seu pai, também ex-prefeito, Gilson Bargieri, e a atual prefeita Ana Preto. Os ex-prefeitos Mário Omuro, Benedito Marcondes Sodré e Julieta Omuro também teriam pouca chance contra a atual presidente do PT na cidade, assim como os atuais vereadores que têm se declarados candidatos a prefeito, a saber José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze), Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício), e André Luiz de Paula.

O índice de aceitação de Damares de Oliveira Santos frente aos demais 22 pré-candidatos é de 68,18%, fazendo de seu nome, senão um ponto forte para a disputa da eleição para prefeito, ao menos um contraponto que lhe consigna condição para disputar uma vice prefeitura, ou mesmo uma cadeira no Legislativo.

No cômputo geral, a presidente do PT (que não gosta de ser chamada de “presidenta”) tem aparecido em oitavo lugar, num ranking que seguidamente vem sendo liderado pelo ex-vereador Alex Matos, o ex-prefeito Dr. Alberto, e por Toninho Góes, como os três primeiros colocados, respectivamente.

Veja como fica a situação com todos os pré-candidatos (para votar basta clicar sobre os nomes):

NOME 1

VOTOS % NOME 2 VOTOS %

TOTAL

Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 3 100,00% Milena Xisto Bargieri Migliaresi (Milena) 0 0,00% 3
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 3 100,00% Plínio Melo (Mongue) 0 0,00% 3
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 22 88,00% Ana Maria Preto (Ana Preto) 3 12,00% 25
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 45 86,54% Gilson Carlos Bargieri (Gilson Bargieri) 7 13,46% 52
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 23 85,19% Claudete Andreotti (Boca de Rua) 4 14,81% 27
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 13 81,25% Maria Onira Betioli Contel (Onira) 3 18,75% 16
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 20 80,00% Benedito Marcondes Sodré (Sodré) 5 20,00% 25
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 21 75,00% Julieta Fujinami Omuro (Dra. Julieta) 7 25,00% 28
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 3 75,00% Nelson Gonçalves Pinto (Nelsinho do Posto) 1 25,00% 4
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 2 66,67% Mário Omuro (Mário Omuro) 1 33,33% 3
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 18 64,29% José Ernesto Lessa Maragni Jr. (Zeca da Firenze) 10 35,71% 28
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 24 63,16% André Luiz de Paula (Vereador André) 14 36,84% 38
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 3 60,00% Valdez Lopes da Silva (Dr. Valdez) 2 40,00% 5
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 37 59,68% Francisco Lima (Dr. Francisco Lima) 25 40,32% 62
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 11 57,89% Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira (Dr. Luiz Maurício) 8 42,11% 19
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 2 50,00% Ricardo Corrêa dos Santos (Vereador Ricardo) 2 50,00% 4
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 25 47,17% Emer Elias Abou Jaoude (Emer) 28 52,83% 53
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 7 29,17% Antonio Claret de Góes (Toninho Góes) 17 70,83% 24
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 9 27,27% Alberto Sanches Gomes (Dr. Alberto) 24 72,73% 33
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 7 22,58% Alex Matos (Alex Matos) 24 77,42% 31
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 1 5,56% Antonio Carlos Caruso (Dr. Caruso) 17 94,44% 18
Damares de Oliveira Santos (Presidente do PT) 0 0,00% Wanderlei Abrahão de Paula (Wanderlei de Paula) 2 100,00% 2

Onira deixa PT em Peruíbe, “pela porta dos fundos”

Depois de três mandatos como vereadora, e de duas tentativas de se eleger prefeita, Onira deixa o partido que ajudou a fundar e a construir em Peruíbe

Da Redação

Depois de ter aparecido, como que ressurgida do limbo onde foi democraticamente colocada ao perder o poder e a direção sobre o Partido dos Trabalhadores em Peruíbe em novembro de 2013 (veja aqui), a ex-vereadora Maria Onira Betioli Contel parece mesmo ter deixado o Partido dos Trabalhadores em Peruíbe, seguindo a receita de várias lideranças do partido em todo o Brasil que, ao perceberem que perderam espaço, vez e voz em suas agremiações de origem, acabaram mesmo debandando para outras siglas. O exemplo mais notório é o da senadora e ex-prefeita de São Paulo, Martha Suplicy que deixou o PT filiando-se ao PSB.

Onira não vai para o PSB, nem para o PCdoB ou PCB, como supunham alguns. Segundo fontes ainda não efetivamente confirmadas, ela e seu fiel escudeiro e companheiro, José Márcio dos Santos Cunha, teriam ingressado junto ao Cartório Eleitoral com uma nova provisória do PDT – Partido Democrático Trabalhista, cujo diretório sai do controle de Ricardo Baldim, mas com forte viés de aproximação do empresário e ex-vereador Emer Elias Abou Jaoude. O objetivo desta manobra pode até mesmo vir a ser a inversão dos papéis entre Onira e Emer, que, em 2012, foram candidatas a prefeita e vice, respectivamente. Emer, que já está em campanha, e não esconde de ninguém que é candidato a prefeito mesmo, poderia ter aceitado fechar com Onira para sua vice.

Conforme fonte que esteve próxima da campanha a prefeito e vice de Onira e Emer em 2012, a manobra pode ser resultante de “dívida” e acerto de campanha. Afinal, Onira deve a Emer bem mais que 50% dos aproximadamente 10.000 votos que teve em 2012, assim como também quase que a totalidade do financiamento de sua campanha.

“Pela porta dos fundos”

A saída de Onira do PT, no entanto, acabou criando um misto de frenesi e insatisfação dentro das fileiras dos companheiros petistas peruibenses.

Para muitos a sua saída era só uma questão de tempo, e era até esperada como motivo a ser comemorado. Mas, não contentes com o ostracismo que o vereador Ricardo Corrêa dos Santos e a atual presidente Damares Oliveira impuseram à ex-líder do partido da cidade, parece mesmo que o se queria era impor a ela uma nova derrota, desta vez nas convenções de escolhas dos candidatos para as eleições de 2016, o que deve acontecer em julho do ano que vem.

Um importante e histórico filiado, em telefonema à Redação na noite de ontem, deixou claro que, se este veredicto estiver sacramentado, Onira decepcionou e, segundo ele, antecipou uma irreversível derrocada política tanto dela, Onira, quanto de seu companheiro, José Márcio.

Saída inesperada

Para os analistas da política de Peruíbe, a saída de Onira do PT até que poderia ser esperada, mas não depois da entrevista que concedeu semanas atrás para o tradicional Jornal Acontece, de Peruíbe (veja aqui).

Nela, Onira não só faz severas críticas à atual administração municipal, a quem diz ser “um desastre absoluto”, como também critica o posicionamento de, segundo ela, alguns “filiados que apoiam e até ganharam portarias na prefeitura, apoiando este péssimo governo municipal”, ratificando seu parecer sobre o comando da prefeita Ana Preto à frente do Executivo.

Para Onira, ainda em sua entrevista ao Jornal Acontece, “já outros filiados, como eu, temos uma posição diferente, não comungando deste posicionamento”. E sinaliza para o que chama de “5º Congresso Nacional” que “deverá apontar novos rumos ao PT (inclusive com a possibilidade de antecipar o fim do mandato das direções partidárias.) ”, o que poderia indicar sua disposição de voltar a concorrer pelo controle do partido em Peruíbe.

Embora na mesma fala, Onira tenha também deixado claro que “o prazo para mudar de partido – direito de todos – finda somente no início de outubro, conforme prevê a legislação eleitoral”, é possível “ler” nas entrelinhas aquilo que a ex-vereadora sabe muito bem: a “quebra de braço” entre ela e o vereador Ricardo Corrêa no que diz respeito a influência partidária tanto em São Paulo quanto em Brasília é covardia, já que Ricardo tem muito mais “corrida” que Onira. Um importante aliado da ex-vereadora teria desabafado: “Ela perdeu o bonde da história!”.

Resposta dura

Em pronta resposta ao posicionamento de Onira ao repórter do Jornal Acontece, o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores se reuniu e redigiu pronunciamento assinado pelo líder do partido da Câmara, vereador Ricardo Corrêa dos Santos, e pela presidente, Damares de Oliveira Santos, no qual rebate a acusação de “racha” no partido.

Para o atual diretório, embora a palavra em tom de desabafo da ex-vereador Onira seja legítima vez que “todo mundo tem direito de expor sua opinião”, ela não tem mais autoridade para falar em nome do partido. No documento (vide abaixo), fica claro que Onira teria se afastado das decisões do partido e, portanto, não tem de que reclamar.

Quanto à proposta de antecipação de eleições do diretório, o documento deixa claro que Damares de Oliveira Santos seria reconduzida ao cargo de presidente do diretório municipal sem dificuldades: “Pegamos o partido com 80 filiados; hoje temos 320”, diz a nota.

Para os signatários do documento, o partido já vem recebendo indicações de pré-candidaturas para prefeito e vereadores para 2016. “Já temos alguns candidatos a prefeito, que são o vereador Ricardo Corrêa, a nossa Presidente Damares, o militante e fundador do partido Toninho Góes e o Professor Betinho”. E acrescenta: “outros nomes poderão surgir, e todos serão submetidos à decisão plenária da convenção partidária”.

Veja a íntegra do manifesto do PT sobre o caso Onira:

Estaria mesmo rachado o PT em Peruíbe?

Não entendemos que o PT em Peruíbe está rachado, pois o Partido dos Trabalhadores, tanto a nível municipal como nacional, é muito maior do que qualquer um que tenha pensamentos antagônicos ao pensamento da direção do partido.

O PT sempre foi um partido onde as questões internas são resolvidas dentro do próprio partido. O que acontece no momento é que alguns poucos filiados que não tiveram seus objetivos pessoais alcançados e estão sem comparecer ao partido desde as últimas eleições municipais, estão querendo mostrar um partido dividido, quando não está.

O PT é uma instituição com regras claras. Temos as eleições diretas que elegem desde o presidente nacional até as direções municipais de forma democrática, através do voto direto de todos os filiados. Aqui em Peruíbe não foi diferente na última eleição para a composição do diretório. Hoje temos uma direção constituída que tem à frente a companheira Damares, e também o nosso representante na Câmara Municipal, que é o vereador Ricardo Corrêa.

O que vem ocorrendo hoje é que alguns filiados, ao não comparecerem nas decisões importantes do partido, agora se veem no direito de ir para a imprensa para dar suas opiniões que, mesmo sendo legítimas, pois todo cidadão tem liberdade de expor o contraditório, não quer dizer que seja uma posição do partido oficialmente falando.

Damos como exemplo o apoio ao governo da prefeita Ana Preto, o que foi amplamente debatido nas instâncias partidárias do PT, tanto municipal como regional, através da direção da Macrorregião, direção estadual e direção nacional. As deliberações do nosso partido são sempre abertas aos filiados, apesar do voto ser de responsabilidade da direção executiva e do diretório municipal.

Se refrescarmos a memória, veremos que fizemos aliança para eleger o então candidato e depois prefeito José Roberto Preto em 2008. Como podemos entender que o nosso partido esteja rachado se tudo o que fazemos é de acordo com as normas partidárias?

Infelizmente alguns filiados levam para fora as suas convicções pessoais e particulares. Estas pessoas têm objetivos políticos outros que não os decididos pela maioria do partido. Elas desejavam ter um PT como oposição ao governo atual apenas com um objetivo: pensando as eleições de 2016, o que é totalmente contrário ao pensamento da atual direção que tão-somente pensa no município e na sua população.

Nós nunca faremos o que fazem os outros partidos, que se fizeram oposição desde o primeiro dia de governo. O que esses partidos contribuíram para o município? Parem e reflitam sobre isso.

Nós até poderemos vir a fazer uma oposição, mas garantimos que ela será sempre construtiva e propositiva. Oposição da forma que é feita atualmente e como alguns poucos filiados querem, que é “política do quanto pior, melhor”, jamais aceitaremos. Basta o exemplo da oposição insana e inconsequente trabalhando contra o governo federal do PT. Jamais permitiremos que isso ocorra em nosso município.

A direção atual do PT, através da presidência e até mesmo de seu diretório, tem o objetivo de fortalecer o partido, lembrando que, quando assumimos, encontramos um partido sem ao menos um local para encontros e reuniões, um partido personificado com apenas 80 filiados, sendo que a maioria sequer era participativa; ou seja, aí sim partido realmente rachado, onde poucos tomavam decisões sabe-se lá onde, quando a grande maioria dos simpatizantes e filiados nem local de encontro tinham. A realidade hoje é outra: hoje temos um partido com local próprio para o Diretório Municipal e contamos com 320 filiados, todos com direito a vez, voz e voto. E são esses que decidem o destino e as deliberações do PT. Sinceramente, não podemos entender como racha a opinião de alguns poucos filiados que sempre acharam estarem cima do bem e do mal e, como sempre fizeram, acharem que são os únicos donos da verdade.

Lembramos que caso o V Congresso do PT venha a aprovar a possibilidade da antecipação das eleições partidárias, aqui em Peruíbe nada mudaria, pois como a grande maioria dos filiados atuais aprovam a direção atual, com certeza manteríamos a companheira Damares na presidência e a atual Executiva e diretório sem alterações.

É verdade que até outubro existe mesmo a possibilidade de mudança de partido para que os filiados concorram a cargos públicos em 2016. Por isso mesmo, entendemos que os filiados insatisfeitos têm todo o direito de procurar outras legendas políticas nas quais se sintam melhor representados. E cintamos como exemplo da senadora Marta Suplicy que, depois de muito ter contribuído com o Partido dos Trabalhadores, agora, por objetivo bem pessoal que é o de concorrer à prefeitura de São Paulo nas próximas eleições, houve por bem sair do PT.

E o que pretendemos, então, para as eleições de 2016 em Peruíbe?

Já temos decidido que o PT não virá como coadjuvante nas eleições do ano que vem. Como sempre pretendemos participar do processo eleitoral como “ator principal”, o que não significa que já tenhamos decidido que o partido lançará candidato próprio à prefeitura. Mas esta é uma hipótese que não está descartada. Porém, da forma que estamos atuando desde o início do atual governo, apoiando e ajudando o município da melhor forma possível, já começamos o debate interno para as próximas eleições.

Uma coisa é certa: Vamos fazer o que a Executiva, o Diretório e os companheiros filiados aprovarem de forma democrática como foi feito até agora no mandato da gestão atual à frente do partido. Sendo assim, aproveitamos para convocar todos os filiados que desejarem concorrer a eleição de vereador ou até mesmo a de prefeito nas próximas eleições, a que procurem a direção do partido para manifestar e registrar este desejo. Diante disso, lembramos que já temos quatro pré-candidatos devidamente assumidos para o cargo de prefeito, que são o Vereador Ricardo Corrêa, a nossa Presidenta Damares, o militante e fundador do partido Toninho Góes e o Professor Betinho. Outros nomes poderão surgir, e todos serão submetidos à decisão plenária da convenção partidária.

Em nossos debates internos tem aparecido também a possibilidade do partido sair coligado com outro partido, apresentando um nome como vice-prefeito em alguma chapa, porém com a exigência de participar do plano de governo que deverá ser apresentado.

Diante disso, vê-se que o nosso partido está mais unido do que nunca. Em nenhum momento da história do Partido dos Trabalhadores de Peruíbe houve tamanha participação dos companheiros filiados nas decisões pelo destino do partido. O Partido dos Trabalhadores não é um partido de uma pessoa, ou de duas. O Partido dos Trabalhadores é de todos!

Damares (Presidente do PT) e Ricardo Corrêa (Vereador do PT)
PARTIDO DOS TRABALHADORES – DIREÇÃO MUNICIPAL DE PERUÍBE

Vereadora Onira (PT) – Peruíbe (SP)

Uma vida de luta pelo bem social

A vereadora Onira nasceu na cidade de Lavínia, no Oeste paulista. Optou pela formação na área de Educação e, desde muito jovem, luta por justiça social.

Durante o período da ditadura militar combateu o regime com altivez sempre buscando a democracia como meta de bem-estar social.

Participou de movimentos democráticos importantes como a Campanha da Anistia e as Diretas Já, ainda quando morava na capital paulista.

Na década de 1980, fixou residência em Peruíbe. Lecionou em várias escolas estaduais, sendo diretora da Escola Estadual José Batista Campos, no bairro de Caraguava, e na Escola Estadual Maya Alice Ekman, no Jardim Ribamar. Atuou, também, como supervisora de ensino da rede estadual paulista.

Foi militante e dirigente da APEOESP, fazendo parte também do Partido dos Trabalhadores. Hoje, está à frente do Instituto Cidade Cidadã, é membro do CONSAD/Vale do Ribeira e conselheira do Núcleo Itariru do Parque Estadual da Serra do Mar. Sempre atuou ao lado dos movimentos sociais.

Presente no dia a dia da comunidade peruibense, se candidatou ao cargo de prefeita no ano de 1992. Em 2000 foi eleita vereadora e atualmente cumpre seu terceiro mandato na Câmara Municipal de Peruíbe.

Na cidade do Litoral Sul paulista, a vereadora Onira é a mulher que mais ocupou a vereança, com três mandatos conquistados.

Seu trabalho como parlamentar é de vitórias: reduziu o recesso parlamentar e proibiu o nepotismo. Também é uma das autoras da lei que ampliou a licença maternidade para as servidoras municipais e instituiu a Lei da Ficha Limpa municipal.

Com firmeza, equilíbrio e serenidade, a vereadora Onira conquistou a presidência da Câmara Municipal de Peruíbe, estando à frente desta Casa de Leis entre os anos de 2005 e 2006. Também foi líder do governo do ex-prefeito José Roberto Preto, já falecido.

A marca da vereadora Onira é a fiscalização dos gastos públicos e a busca de verbas para Peruíbe. Exemplos não faltam como a ampliação da Unidade Básica de Saúde do Jardim Ribamar e da Unidade Básica de Saúde da Torre, a restauração da Estação Ferroviária e a construção da Piscina Pública (esta em fase de conclusão).

Ética, firmeza, atitude, perseverança, justiça social, solidariedade e paixão por Peruíbe norteiam o mandato da vereadora Onira, como não poderia deixar de ser.

Por tudo isso e muito mais se tornou uma liderança na cidade, uma referência política importante e, acima de tudo, respeitada por todos os moradores de Peruíbe.

Veja aqui tudo que já foi publicado sobre a vereadora Onira neste blogue.

Fale com a vereadora Onira:

Gabinete da Vereadora Maria Onira Betioli Contel (PT)
Email: [email protected]
Site: www.onirapt.com.br/
Facebook: Onira PT | Twitter: @OniraPT | Orkut: Onira PT

PT vence PT em Peruíbe neste domingo. Damares desbanca Onira

Presidente Damares e vereador Ricardo: orgulho de ser PT

Da Redação

Depois de mais de duas décadas de mando e comando do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores de Peruíbe, a ex-vereadora e ex-candidata a prefeita Maria Onira Betioli Contel perdeu a quebra de braço interna para a novata Damares de Oliveira Santos, em acirrada eleição que teve lances dignos dos mais severos embates na busca pelo poder.

Embora jamais tenha sido presidente do PT em Peruíbe, Onira, que foi vereadora por três mandatos, e duas vezes candidata a prefeita, sempre pelo Partido dos Trabalhadores, era uma espécie de “primeira ministra”. O presidente até que poderia ser qualquer um indicado por ela, mas quem mandava mesmo no partido – todos sabiam, era ela. Ela e o emblemático José Márcio dos Santos Cunha, que, porque nunca gostou de aparecer sequer em fotos, ficou conhecido como uma espécie de eminência parda do partido na cidade.

A cisão que dividiu diametralmente o partido começou ainda na campanha do ano passado, com a crítica frontal que o então candidato (hoje vereador eleito) Ricardo Corrêa dos Santos fazia pelo fato de as bandeiras verdes do PSC (partido de Emer Elias Abou Jaoude, vice de Onira à época) prevalecerem sobre as bandeiras vermelhas do PT de Onira. “Parece que eles têm vergonha de vestir a camisa vermelha do partido e ostentar a estrela do PT no peito”, reclamava Ricardo, que é velho sindicalista e militante histórico do partido.

Passada a eleição que elegeu Ricardo vereador, Onira convocou sucessivas reuniões do partido no afã de engessar o mandato do vereador com decisões e exigências que não contavam com aprovação da maioria do diretório, e que não lograram êxito.

Da esquerda para direita: Damares, Sidney Kabelo, José Alves, vereador Ricardo e o companheiro Armando (Papai Noel): a união faz a força e traz a vitória.

PED 2013

Com a convocação do Programa de Eleições Diretas para este último dia 10, Ricardo reuniu os descontentes com os rumos do petismo na cidade, e correu em busca de novos filiados. Como encontrou dificuldades para filiar seus indicados por Peruíbe, por falta de falta de confiança na seriedade do processo de filiação local, Ricardo promoveu suas filiações diretamente através do diretório estadual do partido.

Fato que marcou esta decisão foi descobrirem que Toninho Góes, que era candidato originalmente indicado pelo grupo que vinha sendo aglutinado por Ricardo Corrêa, não poderia concorrer porque sua ficha de filiação não havia sido apresentada na esfera estadual do partido. Toninho, que é fundador do PT e do maior sindicato classista de Peruíbe – o SINTRAPE – não escondeu seu aborrecimento com Onira e com Márcio.

A campanha de desespero da situação não parou por ai. O segundo indicado pelo grupo seria o ex-presidente do SINTRAPE e militante histórico do PT em Peruíbe, José Alves de Aguiar. E não tardou para que uma velada campanha difamatória contra Zé Alves começasse a surgir a partir dos porões das redes sociais, o que o obrigou a declinar sua candidatura em favor da companheira Damares, que hoje é suplente do vereador Ricardo.

Desespero

Às vésperas das eleições deste domingo um vídeo espúrio, gravado criminosamente por uma pseudojornalista da cidade e que continham críticas e denúncias a membros do grupo de oposição ao establishment petista peruibense obrigou José Alves e Damares, além de outros envolvidos, a registrarem boletim de ocorrência na delegacia com o intuito de preservar o direito quando de ações criminal e cível que já estão sendo ingressadas na Justiça contra aqueles que fizeram a gravação da conversa informal sem autorização, e contra os que a divulgaram.

Informações dão conta de que cópia do vídeo já estava nas mãos daqueles que detinham o poder petista na cidade até ontem, e uma investigação estará sendo promovida no sentido de buscar os responsáveis pelos desvios de comportamento.

Vitória da mulher

Nada disso, porém, impediu que Damares de Oliveira Santos viesse a se tornar a primeira mulher presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Peruíbe. E eleição de Damares foi com relativa folga, mas foi suficiente para por fim a um período que foi marcado por pouca ou nenhuma atuação do PT na vida política municipal, haja vista que uma breve pesquisa história irá mostrar que o PT nunca teve votos suficientes para eleger sequer um vereador na cidade, que dirá prefeito.

O caso mais pitoresco foi a última eleição de Onira como vereadora, em 2008. O PT elegeu sua candidata mais votada, a professora Onira, com 717 votos. Porém, a soma dos candidatos a vereador do partido foi igual a 2.096 votos, bem abaixo dos 3.698 do voto legenda (quociente eleitoral) para poder eleger um vereador. Para alcançar a legenda, o PT de Peruíbe se coligou com o PDT, o PT do B, e, nada mais, nada menos que o DEM que à época descia fogo cerrado contra o governo petista de Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília, tanto que precisaram de autorização especial para se coligar com os Democratas. Naquela eleição o DEM contribuiu com 1.596 votos para a eleição de Onira. Mas nem a soma de todos os partidos coligados daria a eleição de um vereador ao PT não fosse os 573 votos que o enigmático Paulo Henrique Siqueira, o Paulão, teve naquela eleição, sagrando-se primeiro suplente do PT.

A nova presidente do PT-Peruíbe promete descentralizar o partido, torna-lo mais participativo na vida político-social da cidade, e abrir frentes para facilitar o surgimento de novas lideranças, principalmente entre os jovens, as mulheres e as classes menos favorecidas.

Os cumprimentos do ex-vereador Alexkessander Veiga Mingroni (Kiko) em sua página ano Facebook reproduz o sentimento de esperança que renasce no coração de cada militante na cidade: “Parabéns pela vitória, agora uma nova história, um novo tempo, de um partido não de um grupo, mas de seus militantes. Boa sorte aos eleitos!”.

Vereadora Onira envia cumprimentos de Natal ao povo de Peruíbe (veja o cartão)

cartao_onira

“A eleição terminou; minha coragem não”, diz Onira em nota de agradecimento

Onira, ladeado de Toninho Góes, coordenador de sua campanha, com o filho deste, Pedro.

Da Redação

Ao agradecer os mais de 10 mil votos que obteve nas urnas neste último domingo, a vereadora e candidata do PT, Onira, lembrou o quanto a corrida eleitoral foi acirrada. “Propusemos um debate político de alto nível e realizamos uma campanha limpa”, disse em seu perfil no Facebook.

A candidata diz se sentir fortalecida “ao final desta caminhada”, e indica que os “10.351 eleitores que me honraram com seus votos manifestaram claramente o desejo de mudança em nossa cidade”.

Para Onira a eleição terminou, mas não sua determinação de continuar lutando em prol da ética e pela inclusão social em Peruíbe: “Minha coragem permanece firme, como demonstrei em toda minha trajetória”, enfatiza.

Veja a íntegra da nota da candidata Maria Onira Betioli Contel, do PT:

Durante uma corrida eleitoral bastante acirrada, propusemos um debate político de alto nível, realizando uma campanha limpa e baseada em propostas concretas para a transformação que o município tanto precisa. Ao final desta caminhada, me sinto fortalecida e quero agradecer aos 10. 351 eleitores que me honraram com seus votos e manifestaram claramente o desejo de mudança em nossa cidade.

A eleição terminou, mas a minha coragem para lutar pela ética e a inclusão social em Peruíbe permanece firme, como demonstrei em toda minha trajetória.

Onira Betioli

Preocupados com eleição de Ana, eleitores de Milena podem votar em Onira

Onira: na “briga” entre Milena e Ana, quem pode levar vantagem é ela.

Da Redação

O surpreendente crescimento do nome de Onira junto ao eleitorado nos últimos dias pode ser um indicativo de que os eleitores de Milena Bargieri estariam migrando sua preferência de voto para a candidata do PT para não correrem o risco de perder as eleições para Ana Preto.

Em telefonema feito a um interlocutor dentro do PT, o próprio Gilson Bargieri teria desabafado que não se importaria de perder as eleições para Onira. “O que nós não queremos é perder para a Ana”, avisou.

A declaração é sintomática. Embora a campanha tenha durado apenas três meses, a divergência política entre a empresária Ana Preto e a prefeita Milena Bargieri vem de meses, senão de anos. Embora ambas tenham em comum serem filhas de ex-prefeitos, o grupo de Ana Preto tem sido visto como o principal fomentador da oposição política ao atual governo, desde sua base de vereadores na Câmara, até as lideranças colecionadas nos bairros da cidade.

A explicação está nos pais de ambas. José Roberto Preto, pai de Ana Preto, não nutria lá muitos amores por Gilson Bargieri que o teria ludibriado numa promessa que fizera para ele à época em que foi prefeito. O clímax desse impasse foi mesmo a eleição de 2004, quando José Roberto Preto não mediu esforços – e dinheiro – para desferir uma fragorosa e histórica derrota sobre Gilson Bargieri.

A estrela sobe

Não há uma informação oficial sobre consultas à população, embora se saiba que todas as três frentes estão preocupadas em saber onde estão melhores, e onde precisam concentrar seus esforços de últimos dias. Oficiosamente o PT tem dado mostras de que a campanha de Onira vai de vento em popa, o que é de se deduzir pelo visível otimismo estampado entre os correligionários de Onira.

Seja como for, o que está acontecendo nas ruas, na chamada “voz rouca das ruas”, já é de conhecimento das coordenações de todas as três candidaturas. Podem até não confessar, mas os ataques que acabaram se concentrando em Onira como alvo nos últimos dias dá mostras de que tanto Milena quanto Ana Preto estariam preocupadas, agora, já não mais em apenas ganhar a eleição, mas sobretudo em não ficar em último lugar na corrida eleitoral.

Para ambas, se Onira ganhar já terá sido um consolo. Assim como para Milena o que não vale é Ana ganhar, a recíproca é bem mais verdadeira: que ganhe Onira, mas Milena, nunca!

Ataques dos últimos dias evidenciam o quanto Onira cresceu

Onira: Povo de Peruíbe mostrará que tem coragem para mudar.

Da Redação

Com o fechamento dos comícios na data de ontem, e encerrando praticamente a campanha na rua, a candidata Onira, do PT, acabou sendo o alvo comum dos ataques tanto do lado de Ana Preto quanto de Milena Bargieri.

Jornais apócrifos, folhetos anônimos, postagens de fakes nas redes sociais, e até discursos dos palanques nos comícios estão fazendo de tudo para associar a candidatura de Onira aos escândalos do chamado “mensalão” em julgamento no STF em Brasília, e também às votações de Onira na Câmara, principalmente no que se refere ao escandaloso episódio envolvendo o vereador Antonio Francisco Ricardo (Toninho do Frango).

Em nota postada em seu perfil no Facebook Onira repudiou prontamente o que ela chamou de “baixarias mentirosas”. Para ela, “o desespero está tomando conta das duas famílias que acham que sempre mandaram na cidade”, numa alusão clara à prefeita Milena Bargieri e a Ana Preto que representam as duas famílias – Bargieri e Preto – que vêm comandando a cidade nos últimos 12 anos pelo menos.

Onira lembra que “no começo da campanha nem falavam o nosso nome” para indicar que, se agora, na reta final da campanha, se estão sendo alvo de ataques é porque “o crescimento de nossa campanha assusta os poderosos”, confere.

Para dar sustentação ao mote de sua campanha – Peruibe. Coragem Para Mudar! – Onira avisa que “não temos medo e não vamos nos intimidar”, e assevera, com convicção: “O povo de Peruíbe está do nosso lado”.

A candidata a prefeita do PT, que vem de três mandatos como vereadora, acha que é “uma falta de respeito com os moradores que saem de suas casas e querem ouvir soluções para os reais problemas que a cidade enfrenta” o fato de os candidatos da situação usarem dos comícios para denegrir a imagem das pessoas que não estão para se defender. “Cada voto de confiança será compensado com muito trabalho como prefeita”, desabafa.

O episódio lembra o ditado popular que dá conta de que “ninguém atira pedra em cachorro morto”. Realmente Onira vinha sendo poupada até aqui porque todas as pesquisas indicavam que ela estava na lanterna, e bem distante, não representando perigo. Os escândalos envolvendo o atual governo representando pela prefeita Milena Bargieri, e as trapalhadas na coordenação da campanha de Ana Preto que eclodiram nos últimos dias, porém, parece que acabou por fazer o povo refletir numa alternativa que, em Peruíbe, por ter só três candidatas, evidente que é representada por Onira.

Arqui-inimigas, Ana Preto e Milena Bargieri se vêm obrigadas a admitir a possibilidade da derrota, menos para uma ou para outra. Em curtas palavras, se Ana ou Milena não lograssem êxito na campanha, uma possível eleição de Onira seria a sacramentação da vingança. De ambas.

Veja a íntegra da nota de Onira:

O desespero está tomando conta das duas famílias que acham que sempre mandaram na cidade. No começo da campanha nem falavam o nosso nome, agora somos alvos de baixarias mentirosas. Isso mostra que o crescimento da nossa campanha assusta os poderosos. Não temos medo e não vamos nos intimidar, pois o povo de Peruíbe está do nosso lado. Nós sempre fizemos uma campanha limpa e com propostas, nosso Programa de Governo foi feito com muito estudo e com exemplos que deram certo em outras cidades. A população percebeu que existe uma escolha, e que nós somos a mudança de verdade para o povo. Não fizemos comícios para denegrir a imagem de nenhum candidato, pois é uma falta de respeito com os moradores que saem de suas casas e querem ouvir soluções para os reais problemas na saúde, educação, transporte, saneamento, emprego etc. Cada voto de confiança será compensado com muito trabalho como prefeita. Temos a certeza da nossa vitória. Vamos juntos construir a Peruíbe que queremos e merecemos. Conto com todos vocês. Um abraço.

Coragem para mudar.

Onira Prefeita, 13

Peruíbe: 50% dos eleitores de Ana têm em Onira sua segunda opção de voto

Consenso: Onira é a preferida entre os eleitores de Ana e Milena

Da Redação

Mais da metade dos eleitores que afirmam que vão votar em Ana Preto nas eleições do próximo domingo estão certos de que votariam em Onira em eventual impedimento da candidata do PTB.

Este é o apontamento da enquete que este blogue está levando à votação desde o dia nove de setembro último (veja e vote aqui).

Segundo a enquete, dos 54,54% dos votos recebidos até aqui por Ana Preto, 50,91% dizem que escolheriam Onira como segunda opção de voto, enquanto apenas 3,64% de seus eleitores prefeririam ficar com a atual prefeita, Milena Bargieri.

A situação é semelhante em termos proporcionais entre os eleitores da candidata do PSB. Para 25,45% dos 29,09% dos votos que Milena Bargieri recebeu na enquete até aqui, sua segunda opção de voto também seria a candidata do PT, Onira. Ana tem a preferência de somente 3,64% dos eleitores de Milena.

Contrapartida

Já entre os eleitores de Onira (16,36% dos votos recebidos na enquete), a maioria votaria em Milena Bargieri (9,09%), empatando tecnicamente com os que dizem que ficariam mesmo com Ana Preto com sua segunda opção de voto (7,27%).

O parâmetro perseguido pela enquete (sempre lembrando que enquete não é pesquisa, e, portanto, não tem valor científico) é o do mensurar até que ponto os eleitores estão satisfeitos com os nomes apresentados à eleição de domingo próximo, não deixando de medir o grau de rivalidade entre os torcedores das três candidatas.

Pelos números apurados até aqui, Onira ganharia a eleição numa hipotética desistência de Ana Preto. Já se o impedimento ocorresse com Milena Bargieri quem ganharia a eleição seria mesmo Ana Preto. Ana também estaria eleita com larga margem se Onira saísse do páreo.

Onira distribui nota à Imprensa e diz ter certeza da vitória

Da Redação

Em resposta à publicação em “A Tribuna” do resultado da pesquisa feita pelo IPAT – Instituto de Pesquisa A Tribuna nos dias 24 e 25 passado, a candidata a prefeita pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Maria Onira Betioli Contel (foto) afirma que recebeu o resultado da pesquisa “com satisfação”. Para Onira, a pesquisa “consolida o que temos visto nas ruas: o crescimento de nossa campanha”.

Onira entende que “a cidade está cansada de ter duas famílias alternando-se no poder”, e o fato de ter pulado de 9% para 18% desde a última pesquisa IPAT pode ser um indicador que o eleitorado terá “coragem para mudar Peruibe”, conforme afirmou em sua nota.

A candidata petista lembra ainda que a sua rejeição é a menor dentre as candidatas.

Veja a íntegra da “Nota à Imprensa”:

Recebi com satisfação o resultado da pesquisa do IPAT, que consolida o que temos visto nas ruas: o crescimento de nossa campanha e um comportamento do eleitorado a favor de nossa candidatura que a população tem chamado de vira voto. Essa tendência aponta claramente que a cidade está cansada de ter duas famílias alternando-se no poder e tem coragem para mudar Peruíbe.

Segundo os dados divulgados, meu crescimento dobrou, passando de 9% para18,3% – sendo o melhor desempenho entre as candidaturas postas. Além disso, a pesquisa aponta que tenho a menor rejeição, o que me deixa ainda mais satisfeita. Por tudo isso, eu tenho certeza na vitória em 07 de outubro.

Onira Betioli (PT)
Candidata à prefeita de Peruíbe

Senador Suplicy traz seu apoio à Onira em Peruíbe

Do Informes das Onira

Na quinta-feira (27) o senador Eduardo Suplicy (PT) esteve visitando Peruíbe, trazendo seu apoio à candidatura de Onira à prefeita.

Onira e Suplicy percorreram as ruas do tradicional bairro da Estação, conversando com as pessoas, visitando comerciantes e lojistas, e entregando o Programa de Governo da coligação Peruíbe. Coragem para mudar.

Suplicy e Onira, assim como os candidatos a vereadores da coligação, foram recebidos com carinho e apoio de todos. Depois da caminhada, ambos participaram de mini-comício ao lado da rodoviária, onde falaram à população e apoiadores.

“A companheira Onira tem experiência para governar Peruíbe. Ela sempre esteve ao lado da população e dos movimentos sociais. Onira tem ética, coragem e sabedoria que a credenciam. Por isso, em 7 de outubro, vote Onira, vote 13”, destacou o Suplicy.

Por sua vez Onira ressaltou a importância da vinda do senador à cidade. “A vinda do senador Eduardo Suplicy fortalecem nossa campanha, pois ele é uma referência moral e ética. Um político com ‘P’ maiúsculo, respeitado por todos”, afirmou Onira

Comícios de Onira mobilizam toda a cidade de Peruíbe

Do Informes da Onira

Os comícios da coligação Peruíbe. Coragem para mudar, com Onira prefeita, tem agitado os bairros e comunidades da cidade, numa verdadeira festa da democracia. O primeiro grande comício de Onira foi no bairro do Caraguava no sábado (22), que reuniu centenas de moradores e apoiadores da campanha.

Já no dia de ontem (27) foi a vez do bairro dos Prados receber a nossa candidata a prefeita Onira. Recebida com carinho e entusiasmo, Onira falou de suas propostas para a cidade e necessidade de mudança dos rumos do município.

“Peruíbe é uma cidade de muito potencial e necessita de uma nova forma de governar, com um outro olhar, com saúde e educação de qualidade, com oportunidades de empregos, com sustentabilidade”, destacou ela.

Onira lança seu Programa de Governo durante campanha

Do Informes da Onira

Na última semana Onira lançou seu Programa de Governo, que traz propostas para a saúde, educação, assistência social, meio ambiente, geração de emprego, dentre outros temas relevantes.

Onira destaca que “o nosso Programa de Governo traduz anseios da sociedade, demandas da comunidade e inovações que visam levar qualidade de vida à população”.

Se você quiser exemplar do Programa procure nosso comitê à Rua Ministro Genésio de Almeida Moura, 19, Centro, ou um dos nossos candidatos a vereador. Você também pode obtê-lo no meu site www.onirapt.com.br.

Senador Suplicy vem a Peruíbe e traz seu apoio à Onira Prefeita

Da Assessoria

Na manhã desta quinta-feira, dia 27, o senador Eduardo Suplicy (PT) esteve visitando Peruíbe (foto), trazendo seu apoio à candidatura de Onira à prefeita.

Onira e Suplicy percorreram as ruas do tradicional bairro da Estação, conversando com as pessoas, visitando comerciantes e lojistas, e entregando o Programa de Governo da coligação “Peruíbe. Coragem para mudar”.

Suplicy e Onira, assim como os candidatos a vereadores da coligação, foram recebidos com carinho e apoio de todos. Depois da caminhada, ambos participaram de mini-comício ao lado da rodoviária, onde falaram à população e apoiadores.

“A companheira Onira tem experiência para governar Peruíbe. Ela sempre esteve ao lado da população e dos movimentos sociais. Onira tem ética, coragem e sabedoria que a credenciam. Por isso, em 7 de outubro, vote Onira, vote 13”, destacou o Suplicy.

Por sua vez Onira ressaltou a importância da vinda do senador à cidade. “A vinda do senador Eduardo Suplicy fortalecem nossa campanha, pois ele é uma referência moral e ética. Um político com ‘P’ maiúsculo, respeitado por todos”, afirmou Onira.

Foi um momento marcante da campanha a vinda do senador Eduardo Suplicy, que fortaleceu ainda mais a campanha nesta reta final.

Pré-sal: Onira aposta na instalação do porto em Peruíbe

Da Redação

Em resposta ao questionamento feito pelo Jornal A Tribuna (veja aqui) sobre o que faria para aproveitar os recursos que virão para Peruíbe com a exploração do chamado “pré-sal”, a candidata a prefeita Onira, do PT, diz que aposta na instalação de um porto em Peruíbe: “seja pela Petrobrás ou pela iniciativa privada”. E avisa: “Como prefeita vou fazer de tudo para que isto aconteça”.

Veja a íntegra da entrevista:

Como a senhora pretende fazer com que Peruíbe aproveite os recursos que deverão vir à região por causa do pré-sal?

Resposta: A nossa grande expectativa em Peruíbe é ainda a questão do Porto. Pode ser da Petrobras, da iniciativa privada ou de uma parceria entre os dois setores que viabilizará a construção do porto em Peruíbe. A Antaq (Agência NAcional de Transportes Aquaviários) apontou quais os locais que poderiam vir a ter porto. E Peruíbe foi incluída. No Estado foram listadas duas regiões e maior delas é Peruíbe.

Como prefeita vou fazer tudo que tiver ao meu alcance para que isso aconteça. Além disso, vamos fazer a interlocução muito forte com a Petrobras e preparar os trabalhadores com cursos profissionalizantes, principalmente na área de petróleo e gás.

Onira Betioli: “A Saúde será prioridade em meu governo”

Créditos: Davi Ribeiro
Após ocupar o cargo de vereadora por três mandatos, Onira tenta ocupar o cargo de chefe do Executivo

Thiago Macedo, em A Tribuna

Vereadora por três mandatos consecutivos pelo PT, Onira Betioli se apresenta como uma alternativa para a Prefeitura de Peruíbe por ser a única das três postulantes ao cargo que não é filha de um ex-prefeito. Com 30 anos dedicados à rede pública de Ensino, a parlamentar, que nasceu no interior de São Paulo e se mudou para Peruíbe na década de 1980, faz críticas à atual gestão do Município e diz que os setores da Saúde e Educação serão as suas prioridades.

Saúde é uma das áreas que mais recebem reclamações. Se eleita, qual a primeira medida que irá tomar para melhorar o atendimento prestado à população?

A Saúde em Peruíbe é a área que mais apresenta fragilidades e, por isso, será a prioridade do nosso Governo. Está claro o quanto a população está preocupada e o quanto ela se sente insegura na hora em que procura atendimento na rede pública. Por isso, o nosso secretário de Saúde será uma pessoa ligada à área de gestão pública, que entenda de planejamento nesse setor. Porque o índice de investimento em Saúde em Peruíbe já é alto. O problema é de gestão, planejamento. Basta olharmos para a desorganização dos postinhos (UBSs).

Temos que transformar nosso ambulatório médico, que a prefeita deu nome de Ambulatório Médico de Especialidades (AME), em um AME estadual, como são os de Praia Grande e o de Santos. O AME estadual tem laboratórios para pequenas cirurgias e várias especialidades. Aqui, apenas colocaram o ambulatório que já existia em um novo prédio, mas ele não oferece a estrutura que o do Estado tem.

Bairros da periferia ficam totalmente alagados em dias de chuva. O que a senhora irá fazer para solucionar ou minimizar esse problema?

Eu sou vereadora há 12 anos e não consegui entender os motivos que levaram o governo municipal a não utilizar os recursos do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento) para fazer o planejamento da macro e da microdrenagem de Peruíbe. É um dinheiro que está disponível. Não tem que se fazer isso ou aquilo improvisando. Porque a questão da drenagem, a lógica da água não se improvisa. Você precisa ter uma visão geral de Peruíbe. E essa será uma das nossas primeiras ações no Governo.

A Segurança Pública é uma área de competência do Estado, mas muitas cidades têm criado guardas municipais. A senhora tem planos para criar uma guarda? 

O Governo do Estado deixa a desejar na questão da Segurança Pública. Faltam viaturas, o número de policiais está bem abaixo do ideal. Por isso, forçosamente temos que investir mais na guarda municipal. Fazer um concurso público, treinar os homens da guarda, ter mais veículos e tentar junto ao Governo Federal que a nossa guarda seja armada.

Em Peruíbe, o Turismo é uma área fundamental na geração de emprego e renda. Qual a proposta da senhora para esse segmento?

A nossa indústria é o Turismo. Na alta temporada, a Cidade fica lotada. O comércio contrata trabalhadores, mas quando a temporada chega ao fim o funcionário perde emprego porque o comércio fica sem vender. Nós precisamos ter um tratamento mais profissional e mais planejado para esse setor.

Necessitamos de um secretário de Turismo que seja da área e tenha interlocução com outras regiões e Estados e conheça todos os projetos do Ministério do Turismo. Esse secretário precisa saber o que está acontecendo na área e quais são as experiências em outros locais. Precisamos manter o fluxo de visitantes durante todo o ano. Claro que não será no mesmo volume que no verão, mas fora da alta temporada precisamos ter outros atrativos.

Qual sua proposta para o funcionalismo público? 

O servidor público tem um papel importante. Eu fui funcionária pública da Educação por 30 anos na rede estadual e a primeira coisa que eu quero é investir nos funcionários concursados. Vou efetivar o plano de carreira deles, dar condições de trabalho adequadas.

Qual seu plano para atrair investimentos para a Cidade nos próximos anos?

Com a área do Turismo bem trabalhada você traz investimento para Peruíbe. Além disso, a legislação municipal está avançando. Nós já fizemos todas as votações na Câmara. Houve propostas do Executivo e, a partir de 2013, temos condições legais de atrair novas empresas. E não sendo empresa poluentes, qualquer uma interessa. O importante é gerar emprego.

O que será feito na educação pública?

Além de valorizar os professores, eu quero trabalhar com a inclusão digital. Os filhos dos trabalhadores precisam ter acesso às novas tecnologias. Nós vamos fazer um grande esforço para que cada criança da rede pública receba um notebook. Vamos construir novas creches porque hoje existe um déficit muito grande. Vamos investir nos cursos de qualificação profissional.

Peruíbe conta com a Universidade Aberta do Brasil (UAB). Só que a Prefeitura não a tem divulgado adequadamente e não tem destinado os devidos recursos. Ela até hoje só oferece cursos de pós-graduação para professores da rede pública. Mas esses cursos já deveriam ter sido transformados em cursos de graduação.

Estrategista de campanha de Ana Preto cerra fileiras com Onira

Da Redação

Faltando apenas 18 dias para as eleições, a candidata do PTB, Ana Preto, perde Yuri Félix Araújo (foto), marqueteiro de sua campanha até aqui.

O publicitário foi trazido para Peruíbe por Gilson Bargieri, e atuou em todas as campanhas da família Bargieri até aqui. Segundo Gilson, em elogio registrado no Youtube (veja aqui), Yuri teria sido o grande responsável pelas vitórias dele e de sua filha nas eleições em que participaram.

Baiano de Juazeiro, 49 anos, Yuri revela em seu perfil no Facebook ter preferência política de esquerda: “Sou do Partido Verde”, confessa.

Yuri, que já fechou apoio à candidata Onira, do PT, não indica os motivos de sua repentina saída da campanha de Ana Preto, e lembra a ética profissional para se preservar de maiores comentários e explicações.

Procurados, os coordenadores das duas campanhas não quiseram se manifestar acerca do assunto.

Resultado parcial de enquete revela que Onira é segunda opção para eleitores de Milena e Ana

Onira: preferida entre pretorianos e bargierianistas

Da Redação

Com 38 votos apontados até aqui, a enquete (veja e vote aqui) publicada por este blogue no último dia 9 de setembro parece indicar qual o caminho comum do eleitorado caso tanto Ana Preto (PTB) como Milena Bargieri (PSB) não fossem ou não viessem a serem candidatas.

Dos eleitores de Ana Preto que votaram até aqui (16 ao todo), 5,26% disseram que votariam em Milena Bargieri como segunda opção, ao passo que 36,84% prefeririam mesmo a candidata do PT, Onira.

A situação quase se repete entre os eleitores de Milena Bargieri: Também 5,26% dos 15 votos registrados indicam que votariam em Ana Preto como segunda alternativa. Já para 34,21% destes eleitores da atual prefeita, Onira seria a escolhida.

Reciproca

Curiosamente, entre os eleitores da candidata petista que votaram até aqui (7 apenas), a maioria votaria em Milena Bargieri (10,53%), contra 7,89% que dizem que votariam em Ana Preto.

O percentual acima é calculado com base no total de votos apurados pela enquete. Veja quadro:

Se a Ana não fosse candidata eu votaria na Milena 5,26% (2 votos)
Se a Ana não fosse candidata eu votaria na Onira 36,84% (14 votos)
Se a Milena não fosse candidata eu votaria na Ana 5,26% (2 votos)
Se a Milena não fosse candidata eu votaria na Onira 34,21% (13 votos)
Se a Onira não fosse candidata eu votaria na Ana 7,89% (3 votos)
Se a Onira não fosse candidata eu votaria na Milena 10,53% (4 votos)

Damares pode vir a representar legado de Onira na Câmara

Damares (esq.) e Onira em recente encontro com o presidente do Creci, José Augusto Viana Neto

Da Redação

Com data marcada para 31 de dezembro deste ano, a despedida da Câmara Municipal da vereadora Maria Onira Betioli Contel pode não encerrar um ciclo que começou há 12 anos, quando assumiu pela primeira vez uma cadeira no Legislativo peruibense.

Candidata a prefeita para a eleição de sete de outubro próximo, Onira, que sempre se elegeu com o consagrado e indefectível número 13013 entrega este número como uma espécie de herança, um verdadeiro presente a Damares de Oliveira Santos, corretora de imóveis que debuta na política como candidata a vereadora.

Para o PT a presença de pelo menos uma mulher dentre os três vereadores que a agremiação tem perspectiva de eleger este ano é de suma importância, primeiro porque valoriza as mulheres com uma representação feminina, segundo porque consolida a identidade de Onira com o número 13013, mesmo ele sendo agora de sua colega de partido, Damares de Oliveira Santos.

Damares nasceu em São Vicente, faz 44 anos em setembro próximo, é divorciada, e já conhece um pouco dos meandros do Legislativo, uma vez que chegou a ser assessora de vereador.

Veja mais sobre Damares no Facebook acessando: https://www.facebook.com/damares.paravereadora

Orla da praia recebeu caminhada de Onira prefeita

Da Assessoria

No domingo (2) a orla da praia recebeu a caminhada e bandeiraço da nossa coligação Peruíbe. Coragem para mudar, liderados pela Onira, candidata a prefeita.

Junto com o seu candidato a vice-prefeito, Emer, a caminhada percorreu quiosques e as praias da cidade.

“Conversamos com as pessoas, donos de quiosques, veranistas, moradores que estavam nas praias e levamos nossas propostas. Aproveitamos e apresentamos propostas para o turismo, segurança e infra-estrutura do nosso município”, destacou Onira.

Já durante a semana foi a vez de outros bairros, como o Antonio Novaes e o Caraguava receber a caravana de Onira prefeita.

Onira e Vicentinho são recebidos pela população do Caraguava

Da Assessoria

No sábado (1º) Onira e o deputado federal Vicentinho (PT) percorreram as ruas do bairro do Caraguava, conversando com a população e apresentando propostas para nossa cidade.

Recebidos com carinho e acolhimento pela população, a caminhada da coligação Peruíbe. Coragem para mudar teve a participação de candidatos a vereadores, lideranças de bairro e a militância do PT e dos aliados.

“Trago aqui o abraço e o apoio do companheiro e ex-presidente Lula que fez questão de mandar uma mensagem para Onira: conte comigo, vamos mudar Peruíbe, conte com meu apoio irrestrito”, disse Vicentinho.

Por sua vez Onira destacou que “a presença do Vicentinho em nossa cidade e especialmente no bairro do Caraguava é a demonstração da importância das comunidades para nós do PT; Vicentinho é um dos principais líderes do País e sua presença fortalece a nossa caminhada rumo à vitória”.

Engenheiros e arquitetos de Peruíbe debatem futuro da cidade com Onira

Da Assessoria

Na noite de terça-feira (4), a candidata a prefeita Onira foi recebida pela diretoria e associados da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Peruíbe (AEAP), na sede da entidade.

Na oportunidade, Onira expôs seus projetos para a cidade, o planejamento para os próximos anos e como tratará a questão urbanística e de infraestrutura. Ela também ouviu e debateu demandas específicas do setor, uma das principais cadeias produtivas de nossa cidade.

“Considero muito positiva a iniciativa da AEAP, pois pudemos expor nossas idéias e debater projetos essenciais para o desenvolvimento de Peruíbe”, afirmou Onira.

Ministro da Educação em vídeo pede voto para Onira prefeita

Da Assessoria

Você pode conferir abaixo o depoimento que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, gravou em apoio a candidatura de Onira à prefeita de Peruíbe.

O ministro Mercadante fala sobre os projetos do Governo Federal, os avanços conquistados e seu apoio à nossa candidata Onira. Mercadante pede o voto em Onira e destaca que deseja “trabalhar com Peruíbe, em parceria com a presidente Dilma”.

“Fiquei muito feliz por este apoio; Peruíbe precisa cada vez mais do apoio do Governo Federal em diversas áreas, entre elas a educação de nossa cidade”, afirmou Onira.

Veja o vídeo:

Votos indignados de Milena devem migrar para Onira. Governo pode optar por buscar outro candidato

Da Redação

A explosão da bomba lançada pela reportagem do Fantástico na noite deste último domingo (2) pode ter provocado um rombo eleitoral para a prefeita Milena Bargieri que, se se confirmar, comprometerá sensivelmente seu projeto de reeleição.

Em conversa com analistas políticos da cidade, estes entendem que ainda que Milena tente reverter a “saia justa” em que se meteu com esta terceirização da saúde pública às vésperas do confronto eleitoral, seria humanamente impossível retomar o trem descarrilhado nos trilhos.

Aliás, não havia pior hora para Milena para este tipo de escândalo estourar na mídia. E isto em que pese que haja quem entenda que pior que este descalabro político-jurídico-administrativo da prefeita em repassar o cuidado da saúde pública para uma empresa que já vinha tendo problemas em outras cidades, é o fato de que tem cidadãos e cidadãs morrendo na cidade por falta de atendimento médico. Ou por falta de médicos mesmos. Simplesmente isso.

Confronto aberto Ana vs Milena. Alex poderia vir a ser o candidato?

Com uma guerra declarada entre a prefeita Milena e sua principal opositora para as urnas, que é a empresária Ana Preto, candidata a prefeita pelo PTB, os correligionários de ambos os lados detestariam pensar na possibilidade de votar na candidata rival.

Mas, como tudo tem um limite – e um preço – parece que a morte de uma senhora na semana passada por não ter um médico que a atendesse, o que foi parar nas telas da TV Tribuna, e depois o rumoroso caso do “caixa dois” para desvio de dinheiro público da saúde estampado em rede nacional pelo Fantástico, da TV Globo, vai acabar levando boa parcela dos eleitores de Milena para os braços da candidata Onira, do PT, que até aqui tem se mantida neutra neste processo de artilharia pesada da parte de Ana Preto contra Milena Bargieri, e de Milena contra Ana.

A lamentada perda acontece justamente num momento em que o governo conseguia o milagre de derrubar o índice de rejeição de Milena Bargieri da casa dos 60% no ano passado, para perto da metade nas últimas semanas.

Se as próximas pesquisas confirmarem este prognóstico assustador, é de se imaginar que muita coisa possa acontecer daqui para o dia 15. Dentre estas a repetição da estratégia de Gilson Bargieri da eleição passada de substituir o nome do candidato majoritário do grupo. Aventada esta hipótese, o nome mais provável para substituir Milena como candidato a prefeito talvez seja o do ex-vereador Alex Matos, embora o consenso apostasse no nome do secretário de Administração, também ex-vereador David da Silva Maia Neto, que está impedido por não ter se desincompatibilizado de seu cargo.

Meio ambiente: Onira cobra plano municipal de resíduos sólidos em Peruíbe

Do Informes da Onira

A Câmara Municipal de Peruíbe aprovou requerimento de autoria da vereadora Onira que solicita informações sobre a elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, conforme previsto no artigo 55 da Lei Federal nº 12.305/2010.

O prazo previsto para a efetivação deste marco legal municipal expirou no dia 2. “O requerimento visa obter informações a respeito da efetivação desta importante política pública ambiental para nosso município”, afirmou Onira.

O plano municipal é pré-requisito para que a cidade tenha acesso a recursos do Governo Federal, conforme prevê o artigo 18 da lei. As cidades brasileiras tiveram dois anos para efetivar seus planos municipais.

“É fundamental que a cidade de Peruíbe tenha um plano municipal sobre os resíduos sólidos, pois isto representa qualidade de vida, qualidade ambiental e geração de renda, já que muito do material descartado pode ser reaproveitado com ações de reciclagem, dentre outros”, destaca Onira.

Peruíbe: Campanha de Onira prefeita toma as ruas da Cidade

Do Informes da Onira

No sábado (4) a coligação Peruíbe – Coragem para mudar tomou as ruas do centro da cidade. Acompanhada pela militância e candidatos a vereadores, Onira percorreu o comércio, conversou com as pessoas e levou suas propostas para governar Peruíbe. O candidato a vice-prefeito, Emer, também esteve presente, lado a lado com Onira.

Recebida com alegria e carinho, Onira destacou o acolhimento da população: “por onde passamos fomos muito bem recebidos, as pessoas queriam saber de nossas propostas, de como olhamos a cidade, quais nossos projetos. A cada pessoa com quem conversamos recebíamos o apoio e o incentivo para continuar esta luta pelo desenvolvimento de Peruíbe”.

Antes da caminhada, foi inaugurado oficialmente o comitê geral da campanha, também com grande participação da militância e apoiadores.

Líderes comunitários são recebidas por Onira e Emer no comitê de campanha do PT

Do Informes da Onira

A candidata a prefeita Onira e o candidato a vice-prefeito Emer recepcionaram presidentes e membros de várias associações de moradores de Peruíbe no último fim de semana.

A atividade foi realizada no comitê da coligação Peruíbe. Coragem para mudar, onde foram debatidos projetos para a cidade, particularmente os relativos aos bairros da cidade. Onira destacou que em seu Governo o apoio às associações de moradores e aos movimentos sociais serão pilares da administração.

Segundo Onira “a reunião foi muito importante, pois as parcerias com a sociedade civil são fundamentais para construir um governo popular e democrático. E as associações de moradores são fundamentais neste processo”.

Onira também falou do Orçamento Participativo, que, caso eleita, será implementado na cidade.

Peruíbe: População da Estação recebe Onira e Emer com carinho

Do Informes das Onira

No último domingo (5) pela manhã foi a vez do bairro da Estação receber a Caminhada da Onira prefeita. Tradicional bairro de Peruíbe, a Estação também recebeu com grande alegria a coligação Peruíbe. Coragem para mudar.

Um dos pontos altos foi a recepção na feira da Estação, onde muitos feirantes e consumidores deram seu apoio a candidatura de Onira à prefeita da cidade.

Com os comerciantes não foi diferente: Onira esteve de loja em loja, onde foi igualmente recebida com carinho e atenção. O apoio de todos foi sentido.

Para Onira este foi um grande momento. “O bairro da Estação é um importante termômetro da cidade. Comerciantes, feirantes e diversas pessoas deram força e incentivo. A cada dia cresce o apoio da população. Foi muito estimulante percorrer o comércio, a feira e as ruas deste tradicional bairro”, disse.

Peruíbe: Onira também esteve no Caraguava e Vila Erminda. Hoje é a vez do Ribamar

Do Informes da Onira

As atividades da campanha Onira prefeita não param. Durante toda a semana foram realizados mutirões que percorreram os bairros do Caraguava, Vila Erminda e Jardim Veneza. Já na tarde de hoje (10) será a vez da comunidade do Jardim Ribamar receber o mutirão da coligação Peruíbe. Coragem para Mudar.

A população do Caraguava recebeu de braços abertos Onira, seu vice Emer e os candidatos a vereadores. Lá, Onira percorreu as principais ruas do bairro, da Av. Tancredo Neves à Av. Padre Vitalino Bernini. Moradores deram seu incentivo à Onira.

No Jardim Veneza e na Vila Erminda não foi diferente. Foi caloroso o acolhimento ao mutirão da Onira, que como tem ocorrido em todos os locais, recebeu o apoio das comunidades.

Terceirização da Saúde: Onira quer informações sobre o patrimônio disponibilizado à OSEP

Do Informes da Onira

Em sessão realizada na quarta-feira (1), a Câmara Municipal de Peruíbe aprovou requerimento de autoria da vereadora Onira que solicita à prefeitura que encaminhe cópia da relação de todo o patrimônio municipal disponibilizado à Organização Social Educacional Paulistana (OSEP), devido ao processo de terceirização da saúde.

“Nosso objetivo é saber o que foi disponibilizado à OSEP, pois este patrimônio é de toda a população peruibense”, ressalta Onira.

Outra questão na área da saúde aprovada é onde estão os aparelhos de Raio-X e como estão seu funcionamento, visto que há reclamos da população sobre estes serviços.

Deputado Ricardo Berzoini grava vídeo em apoio à Onira prefeita (Veja)

Do Informes da Onira

Em vídeo gravado (veja abaixo) o deputado federal Ricardo Berzoini, ex-presidente do PT e ex-ministro da Previdência Social, declarou seu apoio à candidatura de Onira à prefeita de Peruíbe.

No depoimento, ele destaca a experiência, a história e o papel da Onira para transformar Peruíbe, assim como o PT transformou o Brasil. Confira ao lado clicando na imagem.

“Agradeço o apoio do deputado e ex-ministro Berzoini. Ter contatos e articulação junto à Brasília é fundamental para nossa cidade e, com certeza, fortalece nossa campanha à prefeita de Peruíbe”, afirmou Onira.

Peruíbe: Registros de Ana e Milena são deferidos. Onira ainda aguarda julgamento

Da Redação

Com o início do julgamento dos pedidos de registro de candidaturas pela Justiça Eleitoral, os pedidos de Ana Preto (PTB) e Milena Bargieri (PSB) foram deferidos: ambas estão aptas a concorrerem à eleição deste ano. O pedido da candidata do PT, Onira, ainda está sendo objeto de julgamento, e a decisão sobre o pedido dela deve sair nas próximas horas. Não há notícias sobre o porque da demora no julgamento do processo da candidata petista.

Dos 275 candidatos que deram inicio aos processos para concorrerem a uma das 15 vagas do Legislativo peruibense, 220 já tiveram seus registros aprovados. Os demais aguardam julgamento. Quatro haviam renunciado na semana passada.

Onira participa de reunião do Conselho de Saúde em Peruíbe

Do Informes da Onira

Na terça-feira (24) a vereadora Onira participou da reunião do Conselho Municipal de Saúde de Peruíbe que discutiu o contrato e a gestão da OSEP na cidade. Houve questionamento na qualidade dos serviços prestados e na falta de controle do conselho sobre o dinheiro repassado a essa empresa.

Desde que o serviço foi terceirizado não houve avanços significativos no atendimento da comunidade, deixando muito a desejar.

“Cabe ressaltar que a prefeitura terceirizou o serviço por nada menos do que R$ 24 milhões, dinheiro este que poderia ser investido na saúde diretamente pela prefeitura e não repassado a esta empresa”, conclui Onira.

Onira é destaque no Portal da UOL esta semana

Do Informes da Onira

O Portal da UOL na internet destacou na segunda-feira (23) as eleições de Peruíbe. A matéria trouxe entrevista da Onira, onde comentou o cenário da representatividade feminina na cidade de Peruíbe.

A reportagem destacou que, de acordo com Onira, “a hegemonia feminina verificada na disputa da prefeitura de Peruíbe não se repete na Câmara de Peruíbe”.

“Foi uma surpresa feliz ver que na disputa pela prefeitura, desta vez, só há mulheres”, disse Onira ao portal.

A matéria também ressaltou que o grau de representatividade das mulheres na política ainda é inadequada. “O ideal é que um dia consigamos atingir representatividade igual à dos homens, com cerca de metade das vagas para cada gênero”, concluiu.

Confira a íntegra da matéria aqui.

Pesquisa IPAT/A Tribuna: Onira tem a menor rejeição em Peruíbe

Do Informes da Onira

A pesquisa do IPAT divulgada na terça-feira (24) registra que Onira é candidata a prefeita com a menor rejeição, com apenas 15,9% (já a prefeita Milena Bargieri tem 34,3% e a Ana Preto tem 18,1%). O levantamento foi publicado no jornal A Tribuna e registrado no TSE sob número SP-00130/2012.

A pesquisa também comentou a intenção de votos: Onira tem 9%, Milena 30,7% e Ana 33,6%.

Onira comenta a pesquisa

Em entrevista ao jornal A Tribuna, na quarta-feira (25), Onira afirmou sua satisfação e comentou a pesquisa: “está dentro do que estávamos prevendo, porque minha campanha foi a última a sair na rua. A Ana Preto está há bastante tempo focada para a cidade, e a prefeita é natural que dispute a reeleição”.

Sobre a rejeição, Onira comentou: “isso me deixa animada, porque temos segurança da proposta (de governo). Não estou naquela questão da herança, meu nome vem dos meus três mandatos (de vereadora), eu quero conversar isso com a população, a questão de ser filha de A ou filha de B”.

Onira também ressaltou que a eleição está aberta. “Não temos nada da eleição na rua ainda. Tenho três mandatos, bem avaliados pela população, e temos discutido bastante o plano de governo e meu nome não está amarrado, nem na sombra de pai”.