Conheça as propostas do candidato Cabo Anderson Proerd à Prefeitura de Peruíbe, SP — Foto: Divulgação

Conheça as propostas do candidato Cabo Anderson Proerd à Prefeitura de Peruíbe, SP

Por Liliane Souza, Do G1 Santos e Região

Ampliar a contratação de médicos especialistas, criar leis municipais para beneficiar os artistas locais, implementar a coleta seletiva para materiais recicláveis e regularizar a licença para uso da lama negra estão entre as propostas do candidato à Prefeitura de Peruíbe, no litoral de São Paulo, Cabo Anderson Proerd (Patriota).

Cabo Anderson é policial militar e tem 45 anos; seu número nas urnas é o 51. Em entrevista ao G1, ele destaca alguns pontos de seu plano de governo. “Temos que revitalizar os pontos turísticos da cidade, fazer com que eles sejam conhecidos. Através disso, vamos poder fomentar o comércio, fazendo parcerias com hotéis e restaurantes”, afirma o candidato.

G1 Santos está produzindo uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito das cidades da Baixada Santista. Os prefeituráveis de Peruíbe responderam a dez questões sobre temas diversos e todos tiveram o mesmo tempo de resposta. Para acompanhar toda a cobertura basta acessar a página especial.

Confira a entrevista completa:

Qual sua principal proposta no que diz respeito à área da saúde? Como planeja executá-la?

A minha principal proposta é a conclusão do nosso hospital, da maternidade, nosso banco de sangue, que não temos, e a sala de pequenas cirurgias que precisamos ter. Temos que reestruturar todas as nossas UBS [Unidades Básicas de Saúde]. Também vamos buscar, com a iniciativa privada, essa parceria. Já estamos em conversa com uma empresa de grande porte da região para assinar essa parceria público-privada. Também vamos ter que renovar todos os equipamentos das nossas UBSs [Unidades Básicas de Saúde], da nossa UPA [Unidade de Pronto Atendimento] e do nosso AME [Ambulatório Médico de Especialidades]. E, vamos ampliar a contratação de médicos especialistas que nós não temos na cidade.

Quais serão suas prioridades na área da educação, caso seja eleito?

Nossa prioridade número um é dar fiel cumprimento ao Plano Nacional de Educação. Também vamos criar um programa de apoio ao professor. Apoio psicológico, questão de estrutura para os nossos professores. Dar uma assistência para eles porque hoje eles não têm isso. Também vamos valorizar permanentemente os nossos profissionais da educação, que não são valorizados. Vamos, também, ampliar a oferta de vagas nas creches e nas pré-escolas. Também vamos priorizar a qualidade e variedade dos nossos alimentos da merenda escolar. E, temos que providenciar reformas emergenciais nas estruturas escolares, que estão muito deterioradas.

O que está previsto para a área da cultura?

A primeira coisa que vamos fazer é a preservação e a revitalização dos patrimônios históricos e culturais. Nós temos uma das primeiras igrejas do Brasil, que são as Ruínas do Abarebebê. Hoje, esse local está inviável, não tem como fazer turismo nesse local. Vamos criar leis municipais para beneficiar os artistas da nossa cidade e vamos estimular atividades como dança, música, pintura, artesanato, literatura e teatro, que não temos. Vamos incentivar essas atividades. Também vamos ter que fazer ações integradas em parceria com a iniciativa privada para podermos fomentar a cultura.

Quais medidas devem ser implementadas para contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade?

Vamos ter que treinar, capacitar, equipar e armar a nossa guarda. Também vamos aprimorar a tecnologia de equipamentos de segurança. Vamos ampliar o monitoramento por câmeras e, até mesmo via drones, para promovermos ações conjuntas com a Polícia Militar, Polícia Civil, Conselho Tutelar e Ministério Público, para termos uma Força Tarefa para combater a desordem pública, que são os pancadões. E, também, dar oportunidade e um local apropriado para os nossos jovens poderem se divertir, através da cultura, do esporte e do lazer, que hoje não tem.

Quais ações estão previstas para contribuir com a preservação do meio ambiente?

Temos que conscientizar e preservar o nosso meio ambiente na nossa educação, no turismo, na saúde e até mesmo na nossa Secretaria de Obras. Tem que haver conscientização e preservação em todas as secretarias. Vamos, também, implantar e desenvolver o Programa de Coleta Seletiva, que hoje não existe na nossa cidade, e é de suma importância para que tenhamos uma cidade sustentável, limpa, que contribua com o meio ambiente. Também vamos regularizar a licença para uso da lama negra, porque nossa lama negra não está viabilizada por conta de problemas. E, vamos incentivar a produção agrícola familiar local dos nossos munícipes da zona rural.

O que deve ser feito para estimular a geração de emprego?

Primeiro, temos que fomentar o comércio local. Dependemos dos nossos comerciantes locais. Como vamos fazer isso? Em parceria com o turismo. Vamos também revitalizar os pontos turísticos da nossa cidade, que hoje estão completamente abandonados. Mirante não temos. Tudo isso vamos ter que rever. Também vamos criar a frente de trabalho. Temos que ter a frente de trabalho para podermos ajudar os nossos munícipes. E, incentivar as empresas e indústrias para instalação em nossa cidade através de incentivo fiscal.

Leia também:

Vigilante bancário é executado com seis tiros na porta de casa em Peruíbe

De acordo com investigações preliminares da Polícia Civil, vigilante foi visto discutindo e sendo ameaçado …