Cadeira de prefeito em Peruíbe é perseguida por nove candidatos

Eleitorado de Peruíbe vai para as urnas para escolher novo prefeito entre 9 candidatos

Veja relação dos candidatos e evolução patrimonial de cada um deles

Da Redação

Os 59.352 eleitores de Peruíbe seguirão neste domingo próximo para cumprir o dever cívico de escolher o próximo mandatário do executivo municipal, que se sentará na cobiçada cadeira de prefeito por quatros anos, a começar em janeiro de 2021.

A bem da verdade, não se pode dizer que há abnegação plena em qualquer um dos nove candidatos, principalmente quando se sabe que, para uma cidade onde se conseguir um emprego para ganhar um salário mínimo já é um abortivo, um prefeito ganhar algo em torno de R$ 20.000,00 de salário mensais, e assumindo, como assume o prefeito, a responsabilidade de gerenciar mais de R$ 1 bilhão de orçamento durante o mandato, coloca, por isto, todos os candidatos sob suspeita de que pode haver algo mais que simples amor pela cidade ou desejo de fazer o bem para o povo.

Mas, como dizia Oswaldo Silva, primo recentemente falecido: “E o keko?” Pois é, para o povo não resta muita alternativa que aquela de apostar de que o próximo prefeito, seja aquele que pretende continuar, seja aquele que já tentou algumas vezes, seja quem nunca tentou, faça muito mais pelo povo e pela cidade do que faz por si e pelos amigos mais chegados.

Candidatos

Dos nove candidatos – todos tiveram seu registro deferido pela Justiça Eleitoral – pelo menos cinco são notórios e conhecidos no meio político peruibense. Começando pelo atual prefeito Luiz Maurício (PSDB), que busca a reeleição, nota-se também a presença de Alex Matos (PODE), Barros (PP), Emer (DC) e Kaio Lima (Republicanos), que tentam puxar a cadeira do atual prefeito. Cabo Anderson PROERD (Patriota), Edson Mühlmann (Rede), Gilberto Giba (PSOL) e Janaína Corrêa (PT) debutam no intento de ocupar o cargo de prefeito (ou prefeita).

Por ordem alfabética, conheça-se um pouco mais de cada um deles:

ALEX MATOS ou Alex Pereira de Matos é político e empresário e concorre pelo PODEMOS (PODE) – 19. Alex é casado, tem grau de instrução superior completo (universitário), tendo nascido em Santos (SP) ao 14 de janeiro de 1980. O candidato a vice na chapa liderada por Alex Matos é o empresário Edson Beserra de Oliveira. Natural de Santo André (SP), Edson é casado, tem ensino médio completo, e tem 58 anos e é novato na política

Evolução patrimonial

  • Em seu registro como candidato para este ano Alex Matos declarou possuir bens equivalentes a R$ 1.187.127,11, enquanto seu vice declarou possuir bens equivalentes a R$ 609.347,20.
  • Em 2016 Alex Matos foi candidato a prefeito pelo PMDB (sem sucesso) quando declarou R$ 663.500,00.
  • Em 2014 foi candidato a deputado federal pelo PSB declarando bens no valor de R$ 585.000,00.
  • Em 2004 elegeu-se vereador pelo PMN, não tendo bens a declarar naquele momento.

BARROS ou Antonio Carlos Barros é político e empresário, e concorre pelo PROGRESSITAS (PP) – 11. Barros é divorciado, tem nível superior completo (universitário), tendo nascido em São Paulo (SP), aos 4 de abril de 1967. A candidata a vice na chapa liderada por Barros é a empresária Patrícia Martignago Bailão. Nascida em Peruíbe em 12 de março de 1970, Patrícia é casada, tem nível superior completo, e é novata na política.

Evolução patrimonial

  • Em seu registro como candidato para este ano Barros declarou possuir bens equivalentes a R$ 720.975,00. Já a vice em sua chapa declarou bens no valor total de R$ 844.626,00.
  • Em 2016 Barros foi candidato a prefeito em Peruíbe pelo PRB (sem sucesso) quando declarou possuir R$ 1.517.774,54 em bens.
  • Em 2010 foi candidato a deputado estadual em São Paulo pelo PPS (não eleito) declarando bens no valor de R$ 251.492,88.
  • Em 2008 foi candidato a vereador pelo PPS em São Paulo (suplente), declarando R$ 206.073,00 em bens.
  • Em 2006 foi candidato a deputado federal em São Paulo pelo PSC (não eleito), sem bens a declara.
  • Em 2004 foi candidato a vereador em São Paulo pelo PSB, sem sucesso e sem bens a declarar.

CABO ANDERSON PROERD ou Anderson Fabiano Pupo Fernandes é policial militar, e concorre pelo PATRIOTA – 51. O candidato é casado, possui ensino médio completo, tendo nascido em Registro (SP), aos 19 de outubro de 1975. A candidata a vice na chapa liderada pelo Cabo Anderson é professora aposentada Cláudia Maria Francelino. Nascida em São Paulo (SP) em 30 de maio de 1963, Cláudia é solteira, tem nível superior completo, e foi candidata a vereadora em Peruíbe no ano de 2012 pelo PT.

Evolução patrimonial

  • Estreando na política Cabo Anderson declarou possuir bens equivalentes a R$ 315.000,00. Já sua vice em sua chapa declarou bens no valor total de R$ 300.000,00

EDSON MÜHLMANN ou Edson Antonio Mühlmann é aposentado, e concorre pelo REDE SUSTENTABILIDADE (REDE) – 18. Casado, ensino médio completo, tendo nascido em Curitiba (PR) aos 16 de dezembro de 1948, Edson também faz sua estreia na política. O candidato a vice na chapa liderada por ele é o Cacique Ubiratã. Nascido na tribo tupi-guarani de Peruíbe em 7 de maio de 1970, Ubiratã é artesão, casado, e possui ensino fundamental incompleto.

Evolução patrimonial

  • Também estreando na política Edson declarou possuir bens equivalentes a R$ 465.000,00. Já o vice não tem bens a declarar.

EMER ou Emer Elias Abou Jaoude é empresário, e concorre pelo DEMOCRACIA CRISTÃ (DC) – 27. Casado, ensino superior completo, Emer nasceu em Miracatu (SP) aos 1 de abril de 1973. O candidato a vice na chapa liderada por Emer é Romualdo dos Santos Moraes, também empresário, viúvo e nascido em São Paulo em 15 de dezembro de 1966.

Evolução patrimonial

  • Para a eleição deste ano, Emer declarou à Justiça Eleitoral possuir um patrimônio equivalente a R$ 562.423,00, enquanto seu vice declarou R$ 400.000,00.
  • Em 2016 Emer foi candidato a prefeito pelo PSDC (não eleito). Naquele ano declarou possuir bens no valor de R$ 6.272.889,61.
  • Em 2012 foi candidato a vice-prefeito pelo PSC, declarando R$ 2.227.086,23 à Justiça Eleitoral.
  • Quando ingressou na política, em 2008, Emer se elegeu vereador pelo PSC. Naquela oportunidade declarou R$ 456.623,00 à Justiça Eleitoral.

GILBERTO GIBA ou Gilberto Zangerolimo Gonsales é professor de ensino fundamental, e concorre pelo PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE (PSOL) – 50. Casado, com ensino superior completo, Giba nasceu em São Paulo (SP) aos 2 de maio de 1983. O candidato a vice na chapa liderada por Giba é Neto Ferreira, servidor público federal. Neto é nascido em Pereira Barreto (SP) aos 17 de março de 1976. Possui ensino superior completo e é casado.

Evolução patrimonial

  • Esta é a primeira vez que Gilberto se candidata, declarando bens no valor de R$ 16.821,18. Seu vice, declarou R$ 26.572,39, tendo sido candidato a vereador em 2016 em Peruíbe, também pelo PSOL.

JANAÍNA CORRÊA ou Janaína Corrêa Falconeris é advogada, e concorre pelo PARTIDO DOS TRABADORES (PT) – 13. Casada, Janaína nasceu em São Paulo (SP) aos 19 de junho de 1975. A candidata a vice na chapa do PT é Isabel Azevedo. Também nascida em São Paulo (SP) aos 14 de fevereiro de 1955, Isabel possui ensino fundamental completo e é solteira.

Evolução patrimonial

  • Ambas – candidatas a prefeita e vice – enfrentam uma eleição pela primeira vez, e não declararam bem algum à Justiça Eleitoral.

KAIO LIMA ou Kaio dos Santos Lima é engenheiro, e concorre pelo REPUBLICANOS – 10. Solteiro, Kaio é natural de Peruíbe mesmo, tendo nascido aos 3 de outubro de 1989. O candidato a vice na chapa liderada por Kaio é o comerciante e advogado João Fioribelli Júnior. Di Fiori é nascido em Santo André (SP) aos 11 de fevereiro de 1959, e é casado.

Evolução patrimonial

  • Kaio declarou à Justiça Eleitoral possuir bens no valor de R$ 20.000,00, enquanto seu vice declarou R$ 1.112.000,00 como total de seus bens.
  • Em 2016 Kaio foi candidato a vice-prefeito pelo PPL em Peruíbe (não eleito), não havendo informação sobre sua declaração de bens.

LUIZ MAURÍCIO ou Luiz Maurício Passos de Carvalho Pereira é advogado e atual prefeito, concorrendo à reeleição pelo PSDB – 45. Solteiro, Luiz Maurício é natural de São Paulo (SP), tendo nascido aos 23 de fevereiro de 1979. O prefeito mantém em sua chapa pela reeleição o seu vice-prefeito André de Paula, engenheiro, casado, e nascido em Taubaté aos 15 de junho de 1955.

Evolução patrimonial

  • O atual prefeito apresentou em sua declaração de bens junto à Justiça Eleitoral o valor de R$ 1.102.025,97, enquanto seu vice-prefeito declarou R$ 517.694,00 como total de seus bens.
  • Quando foi eleito prefeito, em 2016, Luiz Maurício declarou possuir R$ 538.625,69 como total de bens.
  • Em 2012, quando se elegeu vereador pelo PSDB, o atual prefeito declarou à Justiça Eleitoral possuir R$ 317.500,00
  • Em 2008 Luiz Maurício foi candidato a vice-prefeito pelo PSDB. Na oportunidade declarou um total de bens no valor de R$ 300.000,00.

Leia também:

Vigilante bancário é executado com seis tiros na porta de casa em Peruíbe

De acordo com investigações preliminares da Polícia Civil, vigilante foi visto discutindo e sendo ameaçado …