Juninho do Léster e Ari, prefeito e vice de Prados, buscando manter a tradição da cidade pela reeleição

Eleições 2020 – Campanha começa com Juninho do Léster pedindo paz e respeito entre candidatos

Da Redação

Com o início efetivo da campanha acontecendo a partir deste domingo, 27, a eleição em Prados repetirá a polarização de 2016, quando o atual prefeito Juninho do Léster (PSDB) venceu a coligação MDB/PT, depois de três mandatos – 12 anos – que o PT se manteve no poder municipal.

Com a decisão de buscar seguir uma tradição na política pradense, que é a reeleição, Juninho do Léster teve seu nome confirmado pelos convencionais tucanos da cidade, e agora homologado pela Justiça Eleitoral como candidato a prefeito para o mandato de 2021 a 2024. O atual vice-prefeito Ari segue na chapa como candidato a vice: “Em time que está ganhando não se mexe”, comemora um entusiasmado tucano da cidade. Para ele, “nunca, em toda a história de Prados, se viu tanto progresso com tão pouco dinheiro e dificuldades, como o que podemos ver agora pelos quatro cantos do município”, confere.

Campanha justa e perfeita

Em vídeo publicado na manhã deste domingo (veja abaixo), o prefeito Juninho do Léster reafirma sua condição de candidato, lembrando que, “por esta ser uma campanha atípica, onde não haverá carreatas, comícios, e que estará pautada nas redes sociais, é preciso que estejamos atentos às mentiras e aos falsos testemunhos que possam denegrir a imagem de alguém”. Para Juninho, “neste início de campanha a nossa mensagem é, principalmente, de respeito, para continuar de forma correta, justa e perfeita, garantindo ainda mais o desenvolvimento de nossa cidade”.

O candidato a vice na chapa liderada pelo prefeito Juninho do Léster, lembrou a necessidade de se fazer uma “campanha limpa, transparente e com as bênçãos de Deus”, reforçando as palavras de Juninho.

Números

Dois candidatos a prefeito de Prados aparecem como registrados e “aguardando julgamento” do Tribunal Superior Eleitoral: O ex-prefeito Gustavo Gastão Gorgosinho Cardoso (PT) e o atual prefeito Léster Rezende Dantas Júnior (PSDB). A chapa liderada pelo atual prefeito apresenta o também atual vice-prefeito Ari Eustáquio do Costa como candidato a vice, enquanto Gustavo Gastão traz Jurandir Manoel de Carvalho como seu vice.

41 candidatos e candidatas concorrerão a uma das nove vagas da Câmara Municipal de Prados para a eleição proporcional deste ano, representando quatro partidos: MDB, PSDB, PODE e PT. Destes, 16 são mulheres.

Com a mudança das regras para a eleição proporcional, que inclui a proibição das coligações com outros partidos, os candidatos terão que se redobrar na busca do voto do eleitorado para que o partido consiga atingir o coeficiente eleitoral, que é representado pelos votos válidos dados aos candidatos a vereadores e seus partidos, dividido pelo número de cadeiras disponíveis na Câmara que, no caso de Prados, é nove. Isto equivale a dizer que quanto maior o número de candidatos maior a chance de se alcançar o coeficiente.

O número de candidatos a vereadores possíveis, de acordo com a nova regra, era de 13 (9 vagas + 50%). Deste total, 30% das vagas teriam que ser reservadas para mulheres, totalizando 4 vagas para as mulheres. Somente o PT e o PSDB conseguiram mover seus filiados a se candidatarem, completando o número total possível de candidatos (13). O MDB vem para a eleição deste ano com nove candidatos, enquanto o PODE, com apenas seis.

Dos nove atuais vereadores, dois decidiram não concorrer à reeleição: Daniel Fonseca e Silva de Carvalho – Daniel Carvalho (PDT), e Martiniano Moreira de Carvalho – Naninho (PT).

A seguir a mensagem de Juninho do Léster para este início de campanha:

Leia também:

Vicentina – A Madrinha de todo pradense

Da Redação Quem não conhece a professora Vicentina? É possível que muitos dos homens e …