Início / CIDADES / Morre Nelson de Castro Moura (Nelsinho Serralheiro)

Morre Nelson de Castro Moura (Nelsinho Serralheiro)

Da Redação

Faleceu esta madrugada, em Peruíbe, o querido amigo Nelson de Castro Moura (foto), conhecido como Nelsinho Serralheiro, ou ainda por Vereador Nelsinho.

Como disse em postagem no Facebook o seu filho, Sidney de Castro Moura (Kabello), “a cuica do Nelsinho foi alegrar o céu”. E certamente que foi. Afinal, Nelsinho ficaria triste se o céu não fosse um lugar alegre onde pudesse ir se encontrar com seus amigos carnavalescos que já se foram, dentre estes, Décio Lacerda, recentemente falecido.

Nelsinho está sendo velado na Câmara Municipal, numa honraria mais que justa, já que Nelsinho foi vereador, compondo aquele que talvez tenha sido o melhor colegiado de vereadores que Peruíbe já conheceu em toda a sua história, quando, ao lado de colegas da estirpe de Roberto Gaiofatto, José Augusto Pires (Du), Eduardo Monteiro Ribas, Wilma Carmen Castan, Marcos Ensel Wizentier (in memorian), Benedito Carlos Libert, Euclydes Kunio Fujita (in memorian), Jairo Costa, José Carlos Rúbia de Barros, José Ignácio Monte Oliva Filho, Manoel Fernando Victória Alves, Raldes de Almeida Pereira, Rosalino Alves (in memorian), Sérgio José Ferreira e o decano Oswaldo Linardi, também já falecido, Nelson de Castro Moura, então 2º Secretário da Mesa e da Constituinte Municipal, puderam compor e promulgar a Lei Orgânica Municipal, a Constituinte Municipal de Peruíbe, fato dado em Sessão Extraordinária história datada de 5 de abril de 1990.

Nelsinho voltaria ao Legislativo 10 anos depois, durante os anos de 1997 a 2000, representando os munícipes ao lado de nomes também de saudosa memória como Anielo Pernice Neto, Milton dos Santos, Ildo Inocêncio e Ana Maria Mesquita Ivanovs (Ana Fiscal).

Ritmista de relevo, mestre na cuíca e no pandeiro, filho do “agitador cultural”, também carnavalesco, Francisco de Castro Moura (Chico Latim), e pai de Sidney de Castro Moura (Kabello), que segue a linhagem musical e momesca da família, Nelsinho é personagem de Peruíbe que certamente deixará muita saudade.

Nascido em Peruíbe no ano de 1942, Nelsinho completou 77 anos no último dia 26 de março. Há anos que lutava contra um câncer, vindo a nos deixar esta madrugada. Seu sepultamento está marcado para as 16h30.

Acompanhado de Kabello (ao violão), Nelsinho cantava e tocava durante roda de samba e pagode em bares da Estação, em Peruíbe
COMENTE ESTA POSTAGEM:
ADITIVO AUTOMOTIVO

Leia também:

MP investiga rombo de R$ 74,5 milhões aos cofres de Minas durante governo de Pimentel (PT)

Investigações começaram após auditoria feita pela Controladoria-Geral do Estado, que já confirmou irregularidades em três …

ADITIVO AUTOMOTIVO