Início / ENQUETES / Dividido entre “amor e ódio”, Luiz Maurício continua cotado como o melhor prefeito da história de Peruíbe
Prefeito Luiz Maurício: gestão reconhecida pela população. Foto: Nair Bueno/Diário do Litoral

Dividido entre “amor e ódio”, Luiz Maurício continua cotado como o melhor prefeito da história de Peruíbe

Da Redação

A enquete publicada neste blogue, que pergunta “Como você avalia a administração do prefeito Luiz Maurício?”, parece mesmo dar uma demonstração inequívoca de que o calor das baterias está chegando ao ponto máximo de fritura quando o assunto começa a deixar o plano da administração da prefeitura em si para evidenciar o processo político-eleitoral. Afinal, este é ano pré-eleitoral, e a história tem mostrado que ano que antecede ao ano das eleições municipais é sempre tempo para fazer subir a tensão e o clima de “amor e ódio” para com os mandatários de plantão.

A evidência está no resultado da enquete, que, no presente momento, aponta empate em 33% entre aqueles que consideram o governo do prefeito Luiz Maurício como “Excelente (Se melhorar, estraga)” e os que consideram sua condução à frente do Executivo municipal como “Péssima (Decepção total!!)”. É fácil perceber, portanto, que tal bipolarização é sintomática, ou seja, há muita gente votando por interesses pouco ou nada confessáveis, seja a favor ou contra.

A divisão entre “contentes” e “descontentes” se torna mais evidente quando se soma os 33% dos que consideram o governo Luiz Maurício como “excelente” com os 12% dos que consideram a administração “boa”. Somados, teríamos 45%, ou oito pontos percentuais atrás da soma dos que optaram por votar em “Péssima” (33%), mais os 20% dos que consideram o atual governo municipal em Peruíbe como “ruim”.

Melhor prefeito

Curiosamente a enquete que pergunta “Quem você considera o MELHOR prefeito de Peruíbe até agora?” parece indicar caminho diferente. Mais antiga, levada ao ar em 20 de setembro de 2017, a enquete reúne todos os nomes que conduziram a administração da cidade desde sua fundação, há 60 anos.

Desde que publicada a primeira “apuração”, em 16 de fevereiro de 2018 (veja aqui), a preferência por indicar o nome do atual prefeito Luiz Maurício como o melhor prefeito da história de Peruíbe só vem crescendo. Naquela primeira contagem, Luiz Maurício aparecia em primeiro lugar, com 35% dos votos, deixando empatados em segundo lugar os nomes de José Roberto Preto, Gilson Bargieri e Gheorghe Popescu, cada um com 10% das escolhas.

Em fevereiro deste ano Luiz Maurício ganharia um ponto percentual, chegando aos 36% (veja aqui). Embora o crescimento possa ser considerado irrelevante neste período de um ano entre 2018 e 2019, Luiz Maurício deixa o segundo colocado nesta apuração bem para trás, com mais que o dobro dos votos computados para o ex-prefeito Gilson Bargieri, que aparecia com 16% das escolhas.

Decorridos três meses, a preferência pelo nome de Luiz Maurício como melhor prefeito de Peruíbe deu um salto relevante, chegando a 43%, como se pode ver aqui. Gilson Bargieri continuou marcando a segunda posição na enquete, crescendo um ponto percentual (17%), ainda bem atrás do primeiro colocado, portanto.

A análise deste “salto” de sete pontos percentuais em curto período dos últimos dois meses desde a publicação da enquete que pergunta diretamente sobre a atuação de Luiz Maurício como prefeito faz pensar mesmo que há gente não propriamente julgando o governo em si, mas já dando provas de uma oposição para eleições se fazendo presente desde já.

Para um importante analista da política em Peruíbe, “quando se trata de interesses políticos de pessoas ou de grupos, tudo vale, menos o bem da cidade”. E pondera: “A política é um jogo onde o que importa é ganhar, e, para ganhar é preciso apostar no velho ranço da política tupiniquim que tem por receita o apostar ‘no quanto pior, melhor’”.

Focado no trabalho

Luiz Maurício, contudo, dá mostras de ser o menos preocupado com toda essa história, seguindo firmemente o propósito enunciado em seu primeiro dia de governo de promover uma gestão séria, comprometida com a transparência e com o trabalho, muito trabalho. Perguntando sobre se ele acha que sua administração irá mesmo dar certo, mesmo já caminhando para a metade do terceiro ano de seu mandato, ele dispara: “Nosso Governo não vai dar certo – já deu certo!”.

Para votar nas duas enquetes, ou em uma das duas, siga os links abaixo:

 

COMENTE ESTA POSTAGEM:

Leia também:

Esteja você onde estiver, neste domingo, 26, a ordem é ir para as ruas!

COMENTE ESTA POSTAGEM: