Início / EDITORIAIS / Acidente de trânsito mata e fere idosos na Luciano de Bona, em Peruíbe
Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins

Acidente de trânsito mata e fere idosos na Luciano de Bona, em Peruíbe

Irresponsabilidade, imprudência e imperícia foram as causas que levaram a mais esta fatalidade

Da Redação

Um acidente de trânsito de graves proporções terminou com duas vítimas fatais na noite do último domingo, 24, por volta das 20h30, na avenida Luciano de Bona, altura do Condomínio Flora Rica (Jardim Ribamar), em Peruíbe.

De acordo com o registro das câmeras de segurança do condomínio um veículo seguia em alta velocidade pela Rua Carlos Gomes, invadindo a avenida que margeia a linha férrea, atingindo em cheio outro veículo. Com o impacto da colisão, ambos os veículos capotaram e foram parar no canteiro da ciclovia.

Vítimas fatais

Dois dos quatro passageiros que estavam no carro que trafegava pela Luciano de Bona morreram no local do acidente. São eles: Américo Pereira Cardoso, 74, e Minervino dos Santos Soares, 65. No carro que sofreu o impacto estavam também Maria Francisca, de 61 anos, e Alzira, de 71 anos, que foram encaminhadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Peruíbe, onde permaneceram internadas, com estado de saúde considerado estável.

O quatro idosos são de São Paulo.

Sem habilitação

O motorista do carro que causou o acidente sofreu escoriações, e, depois de atendido pela equipe médica, foi encaminhado à DelPol local onde foi autuado por duplo homicídio. Na delegacia ficou apurado que ele não é habilitado para dirigir, e que estava completamente embriagado.

Conduzido à carceragem, ficará à disposição da Justiça.

Editorial: Carro – uma arma liberada!

Acidentes como esse e igual a tantos que a gente vê e ouve todo santo dia fazem repensar que todo discurso contra ou a favor da liberação da posse de armas de fogo para a sociedade é, para dizer o mínimo, hipócrita, da mesma forma que é hipócrita toda a discussão contrária ou favorável à liberação das drogas, quando nós sabemos que não há droga mais “pesada” em produtos químicos nocivos à saúde das pessoas (passivos e ativos) que o cigarro, cujos efeitos nefastos custam milhões aos cofres públicos em tratamentos das doenças provocadas pelo tabaco. E o cigarro é legal! “Legal” principalmente para os governos que arrecadam milhões em impostos e tributos incidentes sobre o cigarro!

E assim é com o carro, com a moto ou qualquer outro veículo (jet-ski, por exemplo). Qualquer analfabeto (inclusive e principalmente analfabeto funcional), pode hoje comprar um carro. E o compra em 100 parcelas, bastando para isso ter um comprovante de renda qualquer. A habilitação? Não. Não precisa! Decorre disso que, sem preparo psicológico, sem consciência e responsabilidade, o sujeito faz o que fez esse moço que, segundo informe, é até um excelente profissional, mas que, ao tomar posse da “arma” (o carro), mesmo sabendo que ela estava carregada, resolveu dar uma de super-herói ao contrário. Fez do carro a arma. Só que, desta vez, a vítima não foi ele – foram os outros! (wlp)

COMENTE ESTA POSTAGEM:

Leia também:

Prefeito de Naque (MG) é morto a tiros por vereador após discussão

Hélio Pinto de Carvalho (PSDB) chegou a ser socorrido e morreu no hospital de Ipatinga; …