Início / CIDADES / Reativação da usina termelétrica em Guarapuava vai gerar de 25 a 30 empregos diretos

Reativação da usina termelétrica em Guarapuava vai gerar de 25 a 30 empregos diretos

Operação da unidade deve iniciar até março desse ano.

Ouça a íntegra da entrevista:

Da Central Cultura de Comunicação

A usina termelétrica de Guarapuava foi adquirida pelo Grupo Aspebras. Até março a unidade deverá reiniciar a operação e gerar de 25 a 30 empregos diretos. A usina passou por reformas e recebeu adequações para iniciar o funcionamento.

“Há oito meses estamos trabalhando na reforma e aumento de potência e já iniciamos os testes em janeiro, o planejamento é que ela entre em operação entre o final de fevereiro e início de março”, informou em entrevista à Rádio Cultura José Maurício Caldeira, sócio-diretor do grupo Aspebras.

O empreendimento em Guarapuava é o primeiro do grupo na área de energia e está associado a outro investimento no estado do Mato Grosso do Sul, onde a empresa inaugura em 60 dias uma fábrica de MDF. A energia gerada em Guarapuava será comercializada no mercado. A quantidade gerada é compatível com a consumida na nova fábrica.

Depois da reforma a usina ganhou a possibilidade de gerar energia com madeira picada. “Na versão adquirida não tinha a possibilidade de picar madeira, nós compramos um picador e hoje temos duas opções: comprar resíduos das fábricas de madeira da região ou adquirir madeira [em toras], picar e queimar”, explicou Caldeira.

A quantidade estimada de consumo de matéria prima para queima é de 60 toneladas mês.

O grupo não revela os valores envolvidos na aquisição e investimentos realizados na fábrica.

COMENTE ESTA POSTAGEM:

Leia também:

Arengas – Orçamento Participativo

PERUÍBE – Aproximar a população da Administração Municipal é uma das prioridades da gestão Luiz …