Início / POLÍTICA / Washington Post compara Bolsonaro a Trump e destaca peso do apoio evangélico

Washington Post compara Bolsonaro a Trump e destaca peso do apoio evangélico

Do Portal NBO – Notícias Brasil Online

O Brasil tem um político do estilo de Donald Trump, o presidente dos Estados Unidos, e que poderia aproveitar o apoio de um grupo importante, os evangélicos, para alavancar sua candidatura à presidência. É essa a leitura do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) feita em uma longa reportagem do The Washington Post, publicada na terça-feira (28).

Na avaliação do jornal, os escândalos de corrupção que derrubaram vários políticos brasileiros impulsionaram alguns candidatos e acabaram fazendo com que os eleitores considerassem outros perfis que não estavam no páreo, como Bolsonaro. O trunfo do deputado é poder contar com o apoio dos evangélicos, um grupo que se tornou politicamente poderoso nos últimos anos.

O jornal compara a aceitação de Trump nesse mesmo grupo. Nos Estados Unidos, o republicano obteve quase 80% dos votos de brancos evangélicos. E o Post faz questão de lembrar que Trump era o candidato que havia sido casado por três vezes e que se gabava de ter relações sexuais com diversas mulheres casadas, além de assediar outras.

No quesito polêmica, a publicação lembra da declaração de Bolsonaro que afirmou preferir um filho morto do que um filho gay, suas costumeiras defesas do regime militar e da tortura, e do caso em que disse à colega deputada Maria do Rosário (PT-RS) que ela não “merecia” ser estuprada.

Bolsonaro concedeu entrevista ao Post. O jornal lembrou que ele, assim como Trump, é descrito como homofóbico, racista e sexista. “O povo americano não engoliu isso, e ele [Trump] foi eleito. No Brasil, algo parecido está acontecendo. Tenho sofrido essas acusações por mais tempo do que ele”, afirmou o presidenciável brasileiro.

COMENTE ESTA POSTAGEM:

Leia também:

Internauta de Peruíbe faz vaquinha virtual para pagar fiança para agressor de Bolsonaro

Da Redação Pelo menos quatro “vaquinhas” já apareceram no mundo virtual com o objetivo de …