ADITIVO AUTOMOTIVO
ADITIVO AUTOMOTIVO
ADITIVO AUTOMOTIVO
Início / MINHA LAVRA / Poema – O alfinete

Poema – O alfinete

PIXELS DE OURO
TENHO 9 MOTIVOS
ADITIVO AUTOMOTIVO

O alfinete

Ai, Jesus, que alfinetada
Foi esta que a mim me rende?
Se rota tal costurada
Não há pano com que remende!

Não há pano com que remende
Se a costura for malfeita;
Com alfinete se aprende
Muito mais que com desfeita.

Muito mais que com desfeita
Que se costura este pano:
Um poeta jamais se peita
Sem que exponha tal engano.

Sem que exponha tal engano
Que o que nos pretende crer,
Há na mente maior dano
Do que o físico a sofrer.

Que este alfinete que traça
Onde corrige a costura
Seja o mesmo que nos faça
Buscar a paz com candura.

Washington Luiz de Paula
Peruíbe, 18 de julho de 2017

COMENTE ESTA POSTAGEM:
ADITIVO AUTOMOTIVO
PIXELS DE OURO
TENHO 9 MOTIVOS

Leia também:

Marina

Marina                                                À minha neta Marina, por ocasião de seu primeiro mês de vida. Eis …

ADITIVO AUTOMOTIVO
ADITIVO AUTOMOTIVO