sexta-feira , 17 novembro 2017
HOME / POLÍTICA / Em nota Zeca da Firenze esclarece doações para sua campanha: fatos distorcidos e má-fé

Em nota Zeca da Firenze esclarece doações para sua campanha: fatos distorcidos e má-fé

Zeca: responsáveis por notícias caluniosas serão responsabilizados na forma da lei.

Da Redação

Em nota emitida da noite deste domingo, 21, o ex-vereador e ex-presidente da Câmara, José Ernesto Lessa Maragni Júnior (Zeca da Firenze), expõe toda sua indignação pela forma truculenta como, segundo relata, “pessoas de má-fé distorceram algumas informações e omitiram outras com o claro objetivo de atingir a minha honra e denegrir minha trajetória política em Peruíbe”.

Zeca promete processar cível e criminalmente os responsáveis pela disseminação da notícia veiculada por um site sensacionalista da cidade, o que, segundo informa, é desprovido de qualquer tipo de prova.

Para ajudar na elucidação dos fatos, Zeca lembra que todas as contas das campanhas estão abertas e publicadas no site do Tribunal Regional Eleitoral, e que está acessível a qualquer cidadão que queira buscar a informação sem se deixar influenciar por aqueles que covardemente usam das facilidades das redes sociais e da internet para disseminar mentiras e calúnias.

Conforme relata a nota de esclarecimento assinada por Zeca da Firenze, não há nenhum tipo de doação que tenha sido feita diretamente a ele quando foi candidato a deputado em 2014. “Minha campanha foi feita com base no voluntariado. Meus amigos me ajudaram, e, dos R$ 27.900,00 que declarei ter gasto, houve apenas uma empresa – a Enotec Engenharia – que doou R$ 10.000,00. Do total, R$ 5.000 vieram do diretório estadual do PV, e o restante proveio de recursos próprios”, lembra Zeca, que está afastado da política, depois de ter sido candidato a prefeito da cidade na eleição do ano passado.

A seguir, a íntegra de seu comunicado:

Nota de esclarecimento

Em 2014, fui convidado pelo diretório estadual do partido verde (PV-SP), para disputar as eleições a deputado estadual.

Como todos sabem, minha campanha foi realizada com poucos recursos e, por isso, recorri a amigos que, voluntariamente, divulgaram a minha campanha.

Por outro lado, o material gráfico e a contratação de pessoas exigiu a busca de recursos, que totalizou o valor de R$ 27.900,00, que vieram das seguintes origens:

A – R$ 12.900,00 de recurso próprio;

B – R$ 10.000,00 de doação da Enotec Engenharia Obras e Tecnologia Ltda;

C – R$ 5.000,00 de repasse do Diretório Estadual do Partido Verde de São Paulo.

Em relação aos itens b e c, esses valores foram recebidos por meio de cheques da empresa e do partido, respectivamente.

O 1º turno das eleições de 2014 ocorreu em 05/10/14 e o repasse do diretório foi em 03/10/14.

Esclareço, ainda, que a prestação de contas é aberta ao cidadão, por meio do site do TRE. Assim, qualquer pessoa pode consultar e verificar a lisura e a regularidade de minha campanha nas eleições 2014. Além disso, minhas contas foram aprovadas sem ressalvas pela Justiça Eleitoral.

Importante destacar que a parte contábil e jurídica para campanhas de deputados estaduais  e deputados federais são de total responsabilidade do diretório estadual, ou seja, a parte técnica ficou sob a responsabilidade do diretório estadual do partido, cabendo ao candidato o envio da documentação exigida pela legislação eleitoral.

Por fim, esclareço que sempre assumi meus atos, agindo com transparência e responsabilidade.

Sobre o texto divulgado nas redes sociais, esclareço que houve extrema má-fé, pois, a nota do jornal “A Tribuna” de 21/05/16, não foi publicada na íntegra, principalmente a primeira parte da coluna que noticiou o repasse legal de valores, porém, algumas pessoas omitiram e distorceram a informação e, por isso, serão responsabilizadas, pois, agirei dentro da lei, tomando as medidas judiciais cabíveis nas esferas cível e criminal.

Coloco-me a disposição para qualquer outro esclarecimento.

Zeca da Firenze

 

Sobre mrwash

Confira também:

Urgente! – Temer passa mal e é internado em Brasília

De O Antagonista Segundo Andréia Sadi, da GloboNews, Michel Temer acaba de ser internado em …

Senador Álvaro Dias mostra como Lula ajudou a JBS a dilapidar o BNDS (Vídeo)

Em nota, Alex Matos nega irregularidades nas doações para suas campanhas

Da Redação Em meio à turbulência que as delações premiadas feitas pelos donos do Grupo …