sexta-feira , 21 julho 2017
Home / POLÍCIA - MP - JUDICIÁRIO / Pedreiro mata amigo com golpe de machado em Itariri

Pedreiro mata amigo com golpe de machado em Itariri

Tomado pelo efeito do álcool, Gilberto Neris da Silva se desentendeu com Juscelino de Carvalho Neto

Bruno Lima, em A Tribuna

O que era pra ser apenas uma agradável noite entre dois amigos em um sítio do Raposo Tavares, em Itariri, no Vale do Ribeira, terminou com um assassinato cruel na  terça-feira (11). Tomado pelo efeito do álcool, o pedreiro Gilberto Neris da Silva, de 25 anos, se desentendeu com o amigo e lavrador Juscelino de Carvalho Neto, de 65, e o matou com um golpe de machado na cabeça.

Após o homicídio, o pedreiro deixou o sítio e foi para casa. Horas mais tarde, acompanhado do irmão, ele se apresentou espontaneamente em uma base da Polícia Militar e confessou que havia atacado o amigo com a ferramenta. Junto de Gilberto e uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)  os policiais foram ao local e encontraram Juscelino morto.

Ao lado do corpo foi localizado o machado usado no assassinato. Levado à Delegacia de Peruíbe, o pedreiro foi apresentado ao delegado Bruno Mateo Lázaro. Em depoimento, ele disse que estava completamente alcoolizado, assim como o lavrador. Ainda de acordo com Gilberto, a motivação do golpe fatal foi uma discussão fútil, sem revelar, no entanto, o teor.

Diante de tudo, o pedreiro, que esteve preso em 2014, foi indiciado por homicídio qualificado e encaminhado à cadeia pública de Peruíbe, onde ficará à disposição. O machado foi apreendido e encaminhado à perícia da Polícia Científica.

Veja também

Devendo pensão alimentícia, homem prefere a forca a ser preso, em Peruíbe

Funcionário de empresa terceirizada é encontrado enforcado nas obras do hospital da cidade Da Redação …

Traficante internacional de cocaína é detido em Peruíbe

Fábio Dias dos Santos é acusado de integrar quadrilha ligada ao PCC, responsável por enviar …

Justiça absolve ex-secretária de Saúde de Peruíbe, SP, acusada de omitir informações ao MP

Promotoria apresentou denúncia após não ter respostas da pasta. Do G1 Santos e Região A …

%d blogueiros gostam disto: