A criação do céu e da terra e de tudo o que neles há

A criação do céu e da terra - Gênesis I No princípio houve por bem a DEUS criar os céus e a terra; e assim o fez. E a terra era sem forma e vazia, e havia trevas sobre a face do abismo; e o ESPÍRITO de DEUS se movia sobre a face das águas.

E disse DEUS: “Haja luz!” – e houve luz, vendo DEUS que era boa a luz, fazendo DEUS separação entre a luz e as trevas. E DEUS chamou à luz “dia”, e às trevas chamou “noite”. E foi a tarde e a manhã daquele primeiro dia da criação.

E disse mais DEUS: “Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas”. E fez DEUS a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão que acabara de fazer, e também as águas que estavam sobre tal expansão; e assim foi. E chamou DEUS à expansão “céus”. E assim terminou a tarde e a manhã do segundo dia da criação.

Então disse DEUS: “Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca”; e assim aconteceu. E chamou DEUS à porção seca “terra”; e ao ajuntamento das águas chamou “mares”; e viu DEUS que tudo quanto fizera até ali era bom.

E seguiu dizendo DEUS: “Produza a terra plantas verdes, plantas que deem sementes, árvores frutíferas que deem frutos segundo a sua espécie, cuja semente estará nela sobre a terra”; e, tal como disse, assim aconteceu. E a terra produziu toda sorte de plantas, plantas dando semente conforme a sua espécie, e árvores frutíferas, cuja semente está nela conforme a sua espécie; e viu DEUS que aquilo era muito bom. E foi a tarde e a manhã do dia terceiro da criação.

E disse DEUS: “Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite, e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos, e sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra”; e assim se deu. E fez DEUS os dois grandes luminares que estão sobre a terra: o luminar maior para governar o dia, a que se chamou “sol”, e o luminar menor para governar a noite, que teve por nome “lua”; e fez DEUS ainda todas as estrelas que há na amplidão dos céus. E DEUS os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu DEUS que isto igualmente era bom, terminando, com isso, a tarde e a manhã do quarto dia da criação.

Falou DEUS mais: “Produzam as águas abundantemente seres vivos: répteis, peixes e mamíferos, e voem as aves sobre a face da expansão dos céus”. E DEUS criou as grandes baleias, e todos os seres vivos que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies, e também toda a ave de asas conforme a sua espécie; vendo DEUS que também isso era bom. E DEUS os abençoou, dizendo: Frutifiquem-se e se multipliquem, e encham as águas nos rios e nos mares, e as aves se multipliquem sobre a terra. Com isso, terminou a tarde e a manhã do quinto dia da criação.

DEUS seguiu com seu propósito, dizendo: “Produza a terra seres vivos conforme a sua espécie; mamíferos, anfíbios e répteis, e as feras da terra, conforme a sua espécie”; e, como ordenou, tudo foi criado. E fez DEUS as feras da terra conforme a sua espécie, e os mamíferos conforme a sua espécie, e todo o réptil e anfíbio da terra conforme a sua espécie; vendo DEUS que tudo aquilo era realmente bom.

Após a criação dos animais, falou DEUS: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança, e domine sobre os peixes do mar, e igualmente sobre as aves dos céus, todo o gado, todo o réptil que se move sobre a terra, e sobre toda a terra”. E criou DEUS o homem à Sua imagem; à imagem de DEUS o criou; criou homem e mulher. E DEUS os abençoou, e assim lhes disse: “Frutifiquem-se e se multipliquem, e encham a terra, e sujeitem-na, e dominem sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra”.

E seguiu DEUS, dizendo: “Eis que Eu tenho dado a vocês todas as plantas que dão semente, que estão sobre a face de toda a terra, e toda a árvore em que há fruto que dê semente ser-vos-á para mantimento, assim como a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra em que há alma vivente toda a planta será para mantimento”; e assim foi. E viu DEUS tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto.

Dessa formou DEUS os céus e a terra e todo o seu exército dessa forma foram feitos.

E havendo DEUS terminado de fazer tudo quanto fizera, no sétimo dia desde que começara a obra que fizera, descansou Ele no sétimo dia de toda a Sua obra que tinha feito. E assim abençoou DEUS aquele dia – o dia sétimo – e o santificou, porque nele descansou de toda a obra que criara e fizera.

Evento registrado no Livro de Gênesis (Capítulo 1, Versículos de 1 a 31, ao Capítulo 2, Versículos de 1 a 3), atribuído a Moisés, numa adaptação livre feita por Washington Luiz de Paula à tradução para o português de João Ferreira de Almeida, de acordo com os textos originais.

próxima leitura

Leia também:

Cão salva menina de 12 anos ao lutar com cobra e acaba internado: ‘Herói’

Cachorro lutou com um cobra de aproximadamente 2 metros, segundo a família. Por G1 Santos …