Início / GERAIS / As falsas doutrinas e o Evangelho da Graça – O bom combate

As falsas doutrinas e o Evangelho da Graça – O bom combate

leitura anterior

Como te roguei, quando parti para a Macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina, nem se deem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de DEUS, que consiste na fé; assim o faço agora.

Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.

Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas, querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam.

Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente. Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina, conforme o Evangelho da Glória de DEUS bem-aventurado, que me foi confiado.

E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério, a mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e injurioso, mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorantemente, na incredulidade; e a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e amor que há em Jesus Cristo.

Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. Mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna.

Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único DEUS sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.

Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia, conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé. E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.

Texto extraído do capítulo 1, versículos 3 a 20, da 1ª Carta de Paulo a Timóteo (Bíblia Sagrada), segundo a versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel (ACF)

próxima leitura

COMENTE ESTA POSTAGEM:

Leia também:

Terceira edição da live do prefeito Luiz Maurício, no Facebook, tem Secretário de Turismo, Esporte e Cultura como destaque

COMENTE ESTA POSTAGEM: