ADITIVO AUTOMOTIVO
ADITIVO AUTOMOTIVO
ADITIVO AUTOMOTIVO
Início / CIDADES / Câmara de Peruíbe faz homenagem póstuma a Carlos Berman

Câmara de Peruíbe faz homenagem póstuma a Carlos Berman

ADITIVO AUTOMOTIVO
TENHO 9 MOTIVOS
PIXELS DE OURO
Foto: Acervo de Marcos Caramico

Da Redação

A Sala de Imprensa da Câmara Municipal de Peruíbe acaba de receber o nome de Carlos Alberto Berman (foto), fundador do Jornal Análise, falecido anos atrás, na Argentina.

A iniciativa do Decreto Legislativo que levou o nº 01/2015, foi do vereador José Ernesto Lessa Maragni Júnior (Zeca da Firenze), ex-presidente da Casa, e que agora recebeu a chancela do atual presidente Rafael Vitor de Souza.

A homenagem é justa e inusitada, já que não é costume das autoridades municipais lembrarem aqueles cidadãos que concorreram de alguma maneira com a história do município.

História

Carlito Berman, como seus amigos mais próximos o chamavam, era um apaixonado por Peruíbe. Talvez seu defeito mais latente tenha sido ser argentino, mas, ao vir para Peruíbe, parece ter se redimido deste seu “pecado” de nascença.

Casado à época com Eugênia Flavian, escritora, tradutora juramentada, pesquisadora e diletante tal e qual o marido, Berman ousou ao fundar um jornal local que levou o nome de Análise. Sim, ousou, porque falava português muito mal e, quando resolvia engatar em seus discursos, era difícil mesmo quem o entendesse. Conta-se que certa feita, ao receber uma homenagem do Rotary, do qual fazia parte, escreveu seu discurso em espanhol, e pediu que sua companheira o reescrevesse em português para que pudesse lê-lo de forma a ser compreendido. Quando foi ler o discurso em português, fê-lo em espanhol mesmo – nem em “portunhol” foi!

A atuação de Berman na área cultural da cidade não parou no jornal. Como antiquário, ele gostava de recuperar móveis e até carros velhos, o que fazia com grande prazer, em trabalho manual de esmero que às vezes levava anos.

Mais tarde viria a fundar o Centro Cultural Tom Jobim, em parceria com a escritora e trovadora, Ecilla Bezerra, e com a própria Eugênia Flavian, cujo empenho nas lides culturais culminou com o advento da TV Vale das Artes, televisão local de maior audiência na cidade.

O ápice de suas iniciativas talvez tenha sido mesmo a Academia Peruibense de Letras – Apeletras –, da qual foi membro fundador, também juntamente com Ecilla Bezerra, Eugênia Flavian, Marcos Caramico e Washington Luiz de Paula, dentre outros.

Nos últimos meses de vida, Carlito dedicava-se à construção de uma pousada em Bariloche, na Argentina, juntamente com seu filho. Estando na obra, um enfarte fulminante o tirou de nosso convívio terrenal. Dele, restaram boas histórias, algumas entrando para o anedotário da política local, da qual participou também freneticamente, mesmo sem ser sequer eleitor.

Seu bordão “pero que yo” está presente nas melhores lembranças de todos que o conheceram e tiveram oportunidade de conviver com ele. Carlos Berman morreu sem dar cumprimento a um vaticínio que proferira quando de sua última estada em Peruíbe: “No se trata de una amenaza, pero sim de una promesa: yo voy hacer de el um manco!”, referindo-se a um de seus raros desafetos. Mal sabia ele – quem sabe fica sabendo agora lá do alto do plano onde está – que manco mesmo seu desafeto vai ficar quando ficar sabendo que o glorioso Zeca lhe concedeu esta homenagem pra lá de emocionante.

Viva, Berman!

COMENTE ESTA POSTAGEM:
PIXELS DE OURO
ADITIVO AUTOMOTIVO
TENHO 9 MOTIVOS

Leia também:

Glaycon lidera Frente Parlamentar em defesa dos Parques Ecológicos e Unidades de Conservação

Do Jornal Correio da Cidade O deputado estadual Glaycon Franco lançou, na quinta-feira, 28 de …

ADITIVO AUTOMOTIVO
ADITIVO AUTOMOTIVO