Arquivos diários:

Não morra!

Caro amigo, não morra. Mas, se tiver que morrer, dê-se um tempo a si mesmo a resolver, de si e para si, os seus problemas, as suas neuras, os seus devaneios, as suas ilusões, os seus vícios, extirpando, antes de ir-se deste mundo, todas aquelas mentiras que você já se …

Leia mais:

Amor fraternal – falsos mestres

leitura anterior Muito me alegro por achar que alguns de teus filhos andam na verdade, assim como temos recebido o mandamento do Pai. E agora, senhora, eu rogo-te, não como se escrevesse um novo mandamento, mas aquele mesmo que desde o princípio tivemos: que nos amemos uns aos outros. E …

Leia mais: