Os israelitas fiéis são salvos de perigos iminentes

leitura anterior

E depois destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da Terra, retendo os quatro ventos da Terra, para que nenhum vento soprasse sobre a Terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do DEUS vivo, e clamou com grande voz aos quatro anjos, aos quais foi dado o poder de danificar a terra e o mar, dizendo: “Não danifiqueis a Terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos selado nas suas testas os servos do nosso DEUS”.

E ouvi o número dos selados, e eram 144.000 selados, de todas as tribos dos filhos de Israel.

Da tribo de Judá, havia doze mil selados; da tribo de Rúbem, doze mil selados; da tribo de Gade, doze mil selados; da tribo de Aser, doze mil selados; da tribo de Naftali, doze mil selados; da tribo de Manassés, doze mil selados; da tribo de Simeão, doze mil selados; da tribo de Levi, doze mil selados; da tribo de Issacar, doze mil selados; da tribo de Zebulom, doze mil selados; da tribo de José, doze mil selados; da tribo de Benjamim, doze mil selados.

Texto extraído do capítulo 7, versículos 1 a 8, de O Apocalipse de João (Bíblia Sagrada), segundo a versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel (ACF).

próxima leitura

Leia também:

Nota de falecimento – Selma Jerônimo