terça-feira , 21 novembro 2017
HOME / GERAIS / Trio é preso por desmanche de 28 carros em Peruíbe
Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins

Trio é preso por desmanche de 28 carros em Peruíbe

N/A
O depósito de produtos recicláveisfica no Município de Peruíbe

Eduardo Velozo Fuccia, em A Tribuna

O mercado negro de autopeças na região sofreu um duro golpe com a prisão de três homens por receptação. A polícia vincula o trio ao desmanche de 28 veículos de procedência criminosa. Um dos acusados é italiano e dono de um depósito de produtos recicláveis em Peruíbe.

No estabelecimento de Vito Cosimo Antonucci, de 67 anos, policiais da equipe do delegado Francisco Wenceslau apreenderam na tarde de quinta-feira o teto de uma caminhonete Chevrolet D20 Brasinca, cuja origem ele não soube informar.

Porém, posteriormente, apurou-se que a Brasinca é produto de furto, razão pela qual o italiano foi autuado em flagrante por receptação qualificada, por ter sido cometida no exercício de atividade comercial. Sem direito a fiança, Vito foi recolhido à cadeia e, se for condenado, está sujeito a pena de três a oito anos de reclusão.

Mais dois

Poucas horas antes da prisão do comerciante, cujo depósito está situado na Rua Santa Lúcia Filipini, 118, no Bairro Caraguava, policiais militares haviam prendido o pintor Paulo Roberto de Souza, de 25 anos, e o mecânico Fábio dos Santos Nascimento, de 31.

A dupla estava em uma casa na Rua 57, também no Caraguava, onde os PMs localizaram uma Parati, partes de uma Brasinca, a carroceria de um furgão, um Gol sem o motor e peças de outros veículos. Paulo afirmou ser o responsável pelo imóvel e admitiu que lá funciona um desmanche clandestino.

Produto de furto, a Brasinca é a mesma cujo teto foi achado no depósito. A Parati também é furtada. Com os chassis raspados, o Gol e o furgão ainda não tiveram a procedência descoberta. Os PMs ainda apreenderam no local ferramentas usadas para desmontar os veículos e pinos alfanuméricos destinados à remarcação de chassi.

Confissão

N/A
Delegado autuou os culpados por receptação

Francisco Wenceslau autuou Paulo e Fábio por receptação simples, porque eles não a praticam no exercício de atividade comercial. Punível com reclusão de um a quatro anos, o delito é afiançável, mas o delegado não arbitrou fiança para Fábio, porque ele possui vários antecedentes criminais.

Sem ostentar passagens, Paulo pagou fiança de um salário mínimo (R$ 724,00) e foi liberado. Segundo o delegado, o valor não foi mais elevado, porque “Paulo colaborou com as investigações, confessando o desmanche de 28 veículos e indicando o italiano como o receptador das latarias”.

Motores, câmbios e outras peças eram levadas de caminhão para um homem identificado apenas por Márcio, que residiria em São Vicente, ainda conforme Paulo revelou ao delegado. As investigações prosseguem para prendê-lo.

O delegado seccional de Itanhaém, Niêmer Nunes Júnior, disse que o combate aos furtos e roubos de veículos é uma das principais metas recentemente estabelecidas pelo comando da Polícia Civil. Ainda segundo ele, para o sucesso desse trabalho é necessário intensificar a repressão aos receptadores.

Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins

Sobre mrwash

Confira também:

Livro O PRIMO BASÍLIO – Eça de Queirós (Rifa)

Livro O PRIMO BASÍLIO (Rifa) Eça de Queiros, Ed. Ática, Brochura, 13×20, 328 páginas, 1999 …

Igreja de São João Batista recebe Recital de Canto e Piano para o Natal

Da Redação Pela primeira vez em Peruíbe, o tenor Washington Luiz de Paula estará se …

Rifa de casa completa (móveis e eletrodomésticos) – R$ 20

Olá, gente! Em razão de mudança estou promovendo um sorteio com tudo o que tenho …