Bando que agia em rodovia de Peruíbe é capturado

Latrocínio, em dezembro, é atribuído à quadrilha, além de outros assaltos. Líder do bando agia utilizando um rádio na frequência da Polícia Militar. Aparelho foi apreendido

Por Gilmar Alves Jr, do Diário do Litoral

Ação conjunta entre as polícias Militar e Civil resultou na captura de uma quadrilha envolvida em uma série de roubos a motoristas na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, em Peruíbe. Entre os delitos atribuídos aos assaltantes está o roubo seguido de morte que vitimou o comerciante de Itariri Luis Hoki Michita, de 45 anos, no último dia 27.

A.G.R.M., de 19 anos, R.U.V.S., também de 19, R.D.S., de 21, e um adolescente de 16 foram os capturados na ação conjunta, ocorrida durante a madrugada do último domingo no bairro Caraguava. Policiais da Força Tática realizaram as capturas após receberem informações da Delegacia Sede de Peruíbe, cuja equipe do delegado Francisco Wenceslau e do investigador-chefe, Luiz Fonseca realizava a investigação da quadrilha.

O carro usado pelos assaltantes, uma Paraty prata, foi localizado pelos PMs à 0h38, nas imediações da Rua Marília. Após uma perseguição, o adolescente e R.D.S. foram detidos. Pouco antes, conforme foi apurado, os dois detidos A.G.R.M. e R.U.V.S. participaram do roubo de um Honda Fit preto, pertencente a uma moradora de São Caetano do Sul.

Em diligências os policiais conseguiram localizar  A.G.R.M. e R.U.V.S. e recuperar o Honda Fit. A equipe da PM também apreendeu uma moto e recuperou diversos objetos roubados.

De acordo com a polícia, o líder da quadrilha era A.G.R.M.

Rádio

Um rádio que estava na frequência da Polícia Militar era utilizado pelo líder do bando para se antecipar à chegada dos policiais nas investidas. O aparelho foi encontrado durante a madrugada de domingo.

Onda de roubos

A onda de roubos atribuída ao bando começou em outubro, conforme informou a investigadora da Delegacia Sede de Peruíbe Ivana Caroline Rocha.

“À medida que os roubos evoluíram, os criminosos ficaram mais audaciosos e passaram a simular acidentes na rodovia a fim de que outros veículos parassem na pista e com isso permitir um roubo”, afirmou a policial civil.

Leia também:

Nota de falecimento – Selma Jerônimo