sábado , 18 novembro 2017
HOME / EDITORIAIS / Editorial – Recado direto e reto – Quebra de confiança
Logo Walmart

Editorial – Recado direto e reto – Quebra de confiança

Caro Distratante,

Quando começou o governo você me procurou – repito: você me procurou! – para me propor  um trabalho de retaguarda, ajudando a “pensar” o governo. Eu aceitei. Como paga, você me ofereceu – repito: você me ofereceu! – um ganho equivalente ao de um diretor de departamento. Eu aceitei, até porque esperava metade do que você me ofereceu.

Na oportunidade você me perguntou se você poderia confiar em mim seu projeto político para os quatro anos deste governo, para 2016 e para 2020, que consistia em reeleger a alcaide e em fazê-lo prefeito na sequência. Evidente que empenhei minha palavra.

Estávamos justos e acertados.

De metade do ano para cá, porém, os problemas financeiros da administração se agravaram e, com eles, os meus repasses restaram atrasados também. Você me pediu paciência, explicando a situação e eu lha dei. Fiz mais: Pedi que desconsiderasse o acertado nos termos que foram, como dizia o avô de minha esposa, “bocalmente” acertados no afã de contribuir com o momento que ressoava preocupante. Tal proposta não foi aceita por você, que reverberou que o que acertado fora, acertado se cumpriria.

Mas não foi. E, como não foi, considero que nosso contrato verbal foi quebrado nos termos da confiança requerida, e o foi unilateralmente. Por você. Pelo que, diante do quadro presente em que Papai Noel está passando com seus veadinhos a me darem uma banana (com o braço em riste), me encontrando agora com a minha situação financeira estando lastimavelmente “pindaimbística e periclitosa”, repetindo o nobre Odorico Paraguaçu, prefeito de Sucupira, devo considerar que o que apalavrado foi entre nós, fica desapalavrado.

Desse a esse distrato os termos de revogável e retratável, mediante o acerto pendente, preferencialmente aqui em São Paulo, obrigatoriamente numa mesa do Hooters.

Ass. O Distratado.

Joomla extensions, Wordpress plugins

Sobre mrwash

Confira também:

Essa Imprensa canalha de Peruíbe (ou o “O ‘déjà vu’ antigo do Plínio, o Velho” – Parte II)

“A verdadeira honra está em fazer-se o que merece ser escrito, e escrever o que …

Termoelétrica vs Vereadores – Onde estão os covardes?

No dia de hoje – dentro de algumas horas – os vereadores de Peruíbe estarão …

Ao mestre Joaquim Paulo, com carinho e saudade

Aquele que carregava “Espírito Santo” em seu nome só poderia mesmo ter sido dotado do …