segunda-feira , 20 novembro 2017
HOME / GERAIS / Baixada Santista tem queda em seis indicadores de criminalidade
Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins
Joomla extensions, Wordpress plugins

Baixada Santista tem queda em seis indicadores de criminalidade

Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo 

A região da Baixada Santista e do Vale do Ribeira teve queda em seis dos principais indicadores de criminalidade em agosto, como o homicídio doloso, que caiu 5,26%.

Foram 18 casos em agosto deste ano, ante 19 no mesmo mês do ano passado. Os dados são das estatísticas da criminalidade divulgadas nesta quarta-feira (25) pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) no portal da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A queda também ocorreu no total do ano. Foram 154 homicídios dolosos até agosto, ante 167 casos no mesmo período de 2012, o que representa uma redução de 7,78%.

Entre os principais indicadores, houve ainda redução de estupro, furto, furto de veículos, roubo e roubo de carga. As extorsões mediante sequestro permaneceram zeradas nos meses de agosto deste ano e de 2012.

Roubos e furtos

A queda mais acentuada proporcionalmente em agosto foi nos roubos de carga, com 34,21% a menos, redução de 13 casos. O indicador passou de 38 para 25, de agosto de 2012 para o mês passado.

Já no total do ano, essa modalidade de roubo caiu 16,37%, com menos 37 casos.

Os furtos tiveram redução de 9,54% na comparação mensal, equivalente a uma queda de 283 ocorrências. Em agosto de 2012, foram 2.966, e no mês passado, o indicador registrou 2.683 casos.

Já a redução nos crimes de roubo chegou a 7,77% em agosto. O total de boletins registrados caiu de 1.634 para 1.507, numa diferença de 127 casos.

Além disso, os roubos a banco caíram de sete – entre janeiro e agosto de 2012 – para quatro, este ano, numa queda de três ocorrências.

Com 51 casos a menos, agosto apresentou queda de 15% nos furtos de veículo, com 289 casos. O número é o menor para um mês de agosto em 11 anos, desde 2002, quando foram registrados 282 furtos de veículos.

Na comparação total do ano, foram menos 10,81% furtos do tipo de janeiro a agosto. O total passou de 2.850, em 2012, para 2.542, em 2013.

Mais flagrantes de tráfico

As polícias também realizaram quantidade recorde de apreensões de drogas ou prisões de traficantes, com a maior quantidade em um mês de agosto desde 2001. O indicador de produtividade teve melhora de 5,88%, com 10 flagrantes a mais.

Foram 180 casos em agosto de 2013, o maior número dos últimos 12 anos, desde o início da série histórica.

Esse tipo de ocorrência depende totalmente da ação policial e o crescimento indica maior eficiência das polícias Civil e Militar para apreender drogas e prender traficantes.

Mais prisões e menos armas nas ruas

Nos últimos oito meses, o número de prisões subiu 3,46%, passando de 5.890 entre janeiro e agosto do ano passado, para 6.094 no mesmo período de 2013 – ou seja, 204 a mais.

As apreensões de armas subiram 29,21% em agosto. O aumento foi de 26 apreensões, passando de 89 em agosto de 2012, para 115 no mesmo mês deste ano.

Já nos últimos oito meses, o aumento foi de 0,41%, o que representa três apreensões a mais do que no período de janeiro a agosto de 2012, quando foram feitas 733 apreensões. Nestes oito meses de 2013 foram 736.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública
Rua Líbero Badaró nº 39 – Centro / Telefone: (0xx11) 3291-6685
Portal: www.ssp.sp.gov.br
Joomla extensions, Wordpress plugins

Sobre mrwash

Confira também:

Livro O PRIMO BASÍLIO – Eça de Queirós (Rifa)

Livro O PRIMO BASÍLIO (Rifa) Eça de Queiros, Ed. Ática, Brochura, 13×20, 328 páginas, 1999 …

Igreja de São João Batista recebe Recital de Canto e Piano para o Natal

Da Redação Pela primeira vez em Peruíbe, o tenor Washington Luiz de Paula estará se …

Rifa de casa completa (móveis e eletrodomésticos) – R$ 20

Olá, gente! Em razão de mudança estou promovendo um sorteio com tudo o que tenho …